05 Esquizofrenia e Sentimentos

download 05 Esquizofrenia e Sentimentos

of 19

  • date post

    17-Sep-2015
  • Category

    Documents

  • view

    9
  • download

    2

Embed Size (px)

description

Esquizofrenia, conceito causas, sentimentos e impacto emocional familiares

Transcript of 05 Esquizofrenia e Sentimentos

FACULDADE DE MACAP

FACULDADE DE MACAP

ESQUIZOFRENIA E SENTIMENTOS

MACAP2014

GRUPO: JANAINA NASCIMENTOCAROLINE NERISADREIELE BRANDO GSSICA DUARTE NATLIA REISSILMARA ALMEIDADNA GOMES

ORIENTADORA: PROF. MSC. MARIA DAS GRAAS TELES MARTINSINTRODUO

Este trabalho faz referncia ao tema Esquizofrenia e Sentimentos, a relao destes, e o impacto emocional causado na famlia e no prprio paciente. Pesquisamos tambm sobre o que h de mais novo nos tratamentos, os principais sintomas as possveis causas e historicamente os primeiros relatos da doena e os pioneiros na luta em busca de uma possvel cura e/ou controle. A mudana familiar, em como estes precisam de tempo e de informao para mudar seus sentimentos, refletir sobre suas convices e perder os preconceitos. Aprender a lidar com os sintomas vem a partir da vivncia cotidiana, que precisa de reflexo e reavaliao constantes. Nossas atitudes podem ser determinantes para o futuro da pessoa que sofre de esquizofrenia.HistricoO histrico conceitual da esquizofrenia data no final do sculo XIX e da descrio da demncia precoce por Emil Kraepelin sobre o conceito atual de esquizofrenia foi Eugen Bleuler.

Emil KraepelinEugen BleulerA Esquizofrenia considerada, segundo a psicopatologia como um tipo de sofrimento grave, caracterizado principalmente pela alterao no contato com a realidade.

A Esquizofrenia um transtorno mental que dificulta:Fazer a distino entre as experincias reais e imaginrias.Pensar de forma lgicaTer respostas emocionais normais.Comportar-se normalmente em situaes sociais.

Interpretaes Esquizofrnicas Uma das mais bem feitas interpretaes brasileiras da Esquizofrenia foi realizada pelo ator Bruno Gagliasso na novela global Caminho das ndias, onde incrivelmente retratou a Patologia com muito profissionalismo e veracidade atravs do personagem Tarso.

Sintomas da EsquizofreniaA esquizofrenia tem dois tipos de sintomas: Os POSITIVOS e os NEGATIVOS.

Sintomas Positivos:Delrios

Alucinaes

Sintomas Negativos:Alteraes de pensamentos

Alteraes de afetividade

Diminuio de motivao

Alteraes cognitivas

No interao social

De acordo com o conjunto de sintomas, a esquizofrenia dividida em 5 subtipos:Paranoide

Desorganizado

Catatnico

Residual

Indiferenciado

Os gatos de Louis Wain Incio da Desenvolvimento Estgio final Psicose da Psicose

As causas da EsquizofreniaHereditariedade

Os neurotransmissores

Tratamentos da EsquizofreniaMedicamentos antipsicticos para o tratamento da esquizofrenia. Os medicamentos antipsicticos esto disponveis desde a dcada de 50. Eles aliviam os sintomas positivos da doena (percepo e pensamentos fora do comum, incluindo alucinaes, delrios, desordem dos pensamentos e dos movimentos). Ainda que os antipsicticos melhorem bastante a vida de muitos pacientes, eles no curam a doena.Quais so os tratamentos com medicamentos??A medicao o alicerce principal do tratamento de esquizofrenia.Existem antipsicticos de primeira e segunda gerao.Os antipsicticos de segunda gerao ou atpicos

Tratamentos da EsquizofreniaQual a importncia da famlia durante o tratamento

Programas e terapias de apoio

importante que a pessoa com esquizofrenia aprenda

Consideraes finais Nas pesquisas encontradas conclumos que no se tem por certo as causas, o que pode se concluir so hipteses. A esquizofrenia a patologia que mais desperta ateno e interesse em psiquiatria, e tambm a que mais exaustivamente tem sido estudada, em inmeros de seus aspectos e sob diferentes pontos de vista pelo fato de ser um transtorno cerebral grave, duradouro e debilitante.(Regina C. Barbosa da Silva) De forma clara, os conceitos modernos do manejo da esquizofrenia incluem medidas psicossociais e reabilitativas. Embora a farmacoterapia ainda seja a espinha dorsal de tratamento, ela deve sempre vir embutida em procedimentos de tratamento integrados, que incluem todos os nveis de interveno.

RefernciasSILVA Regina Claudia Barbosa. (2006) Esquizofrenia: uma Reviso.INTERATIVA Claris.(2011) Entendendo a esquizofrenia.Birchwood, M., & Spencer, E. (2005). Psicoterapias para a esquizofrenia: uma reviso. InM. Maj & N. Sartorius (Org.), Esquizofrenia (pp. 133-203). Porto Alegre: Artmed.

Obrigada!!Trabalho realizado como requisito avaliativo parcial na Disciplina Processos psicolgicos Bsicos N