Gp impactos

download Gp impactos

of 21

  • date post

    06-Jun-2015
  • Category

    Documents

  • view

    2.105
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Gp impactos

  • 1. SUMRIO1 INTRODUO 12 PROBLEMA13 JUSTIFICATIVAS24 OBJETIVO GERAL2 4.1 OBJETIVOS ESPECFICOS 3 5 METODOLOGIA 36 OS PRINCPIOS ADMINISTRATIVOS E A PSICOLOGIA47 PODER, AUTORIDADE E INICIATIVA: O CHEFE E SEUS SUBORDINADOS.78 O BEM ESTAR PSICOLGICO E A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. 119 BEM ESTAR PSICOLGICO X QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO. 1610 CONSIDERAES FINAIS19BIBLIOGRAFIA 20

2. POSSVEIS IMPACTOS PSICOLGICOS, VERIFICADOS NAS EMPRESAS, DECORRENTES 1 DA APLICAO DO DIREITO ADMINISTRATIVO. ___________________________________________________________________ 1. INTRODUOAs relaes de trabalho vm sofrendo modificaes ao longo do tempo assim como diferentes percepes pelos administradores. Hoje alm da preocupao fsica, existe tambm uma preocupao com a integridade moral do trabalhador. Com o incio da 1 Guerra Mundial, as medidas protticas focaram a qualidade de vida no trabalho e, a partir do final da dcada de 1960, as aes passaram a visar a sade mental do trabalhador.A luta das empresas para obteno do lucro fora um ritmo intenso de trabalho exigindo do trabalhador jornada de trabalho em turnos, ritmos, intensidade, repetitividade e responsabilidade excessivas. Esses fatores contribuem para desencadear uma srie de distrbios na sade mental do trabalhador. As altas taxas de desemprego que assolam grande parte dos pases aumenta a competitividade por um emprego e torna as pessoas, a cada dia mais inseguras. fazendo com que as pessoas tornem o ambiente de trabalho um lugar de conflitos sem escrpulos. A OIT e a OMS revelam perspectivas pessimistas para os prximos anos com relao ao impacto psicolgico sobre os trabalhadores. Predominara a depresso, stress, angstias, desajustes familiares e outros danos psquicos. Os organismos internacionais, os Estados, os movimentos representantes dos trabalhadores, as empresas e, finalmente, o Direito esboa uma luta contra os agentes nocivos. Adotar a prtica de qualidade de vida no trabalho melhora no somente sade fsica dos trabalhadores, mas tambm sua sade mental e o seu aspecto psquico social. 2. PROBLEMAQuais os impactos psicolgicos ocorridos nas empresas decorrentes da aplicao do Direito Administrativo, considerando as questes do poder, autoridade, iniciativa e a qualidade de vida no trabalho. 3. POSSVEIS IMPACTOS PSICOLGICOS, VERIFICADOS NAS EMPRESAS, DECORRENTES 2 DA APLICAO DO DIREITO ADMINISTRATIVO. ___________________________________________________________________3. JUSTIFICATIVAS O estudo dos impactos psicolgicos nas empresas, gerados a partir da anlise dos princpios administrativos, de fundamental importncia para explicar o comportamento dos indivduos em seu ambiente de trabalho, no caso nas empresas pblicas. Se buscarmos conhecer sobre o direito administrativo, esses estudos contribuiro para que o desenvolvimento desse assunto no se limite a acompanhar os acontecimentos, mas a procurar as posteriores solues demandadas. Obter o entendimento a respeito do poder, autoridade e iniciativa necessrio, pois nas empresas e nas relaes sociais verificaremos a presena desses fatores e ser preciso saber, conviver e definir cada um desses agentes para se posicionar de forma benfica nesse ambiente. Ainda buscando o bem estar psicolgico, observamos que a qualidade de vida no trabalho fundamental, pois para os funcionrios da empresa estarem bem psicologicamente eles precisam de um ambiente de trabalho organizado, limpo e agradvel para que o mesmo possa desempenhar a sua funo de modo a ter produtividade e eficincia. 4. OBJETIVO GERAL Demonstrar que os impactos psicolgicos gerados nas empresas podem ser estudados a partir da aplicao do Direito Administrativo, mostrando que necessrio entender sobre o que o poder, autoridade e iniciativa, e ressaltando que a qualidade de vida no trabalho fundamental para se obter o bem estar psicolgico. 4. POSSVEIS IMPACTOS PSICOLGICOS, VERIFICADOS NAS EMPRESAS, DECORRENTES3 DA APLICAO DO DIREITO ADMINISTRATIVO. ___________________________________________________________________4.1 OBJETIVOS ESPECFICOS Estudar atravs dos princpios da Legalidade, Supremacia do InteressePblico, Impessoalidade, Publicidade e Eficincia, os ImpactosPsicolgicos gerados nas empresas, especialmente as EmpresasPblicas. Analisar os conceitos de Poder, Autoridade e Iniciativa e sua finalidadeno ambiente de trabalho. Utilizar a qualidade de vida no trabalho como uma ferramenta paraencontrar o bem estar psicolgico, bem como mostrar exemplos decomo conseguir esse bem estar. 5. METODOLOGIA Levantamento bibliogrfico e pesquisas em Sites relacionados.O Projeto ser desenvolvido atravs de pesquisas bibliogrficas e de campo para verificar exemplos de praticas realizadas na empresa Banco do Brasil S/A relativas qualidade de vida no trabalho. Estudaremos os impactos psicolgicos gerados nas empresas, atravs das aplicaes dos princpios do Direito Administrativo. Os princpios fundamentais do Direito Administrativo conferem identidade ao mesmo e lhes oferecem coerncia e unidade, fazendo com que possa ser identificado um regime jurdico-administrativo com as peculiaridades que lhes sejam inerentes. A nova misso do Direito Administrativo dever orientar o progresso das relaes entre o homem e o Estado, e no coletivo, entre a sociedade e os centros do poder pblico. Nesse mesmo contexto, veremos a relao do poder, autoridade e iniciativa: o chefe e seus subordinados, mostrando as duas vises da autoridade formal dentro de uma empresa. E compreenderemos o comportamento do chefe com seus subordinados e a realizao de uma chefia eficaz. 5. POSSVEIS IMPACTOS PSICOLGICOS, VERIFICADOS NAS EMPRESAS, DECORRENTES 4DA APLICAO DO DIREITO ADMINISTRATIVO. ___________________________________________________________________ Falaremos do bem estar psicolgico e da realizao de recursos dentro da empresa para encontrar formas de impulsionar a reestruturao desse bem estar. No texto veremos tambm a qualidade de vida no trabalho, buscando compreender as questes sociais, psicolgicas e organizacionais.Finalizaremos com o estudo do bem estar psicolgico versus qualidade de vida no trabalho, visando interao trabalhador e empresa, e dentro desse mesmo assunto os vrios tipos de assdio que podero ocorrer no ambiente de trabalho.6. OS PRINCPIOS ADMINISTRATIVOS E A PSICOLOGIAA psicologia ainda observa o homem contemporneo a partir das categorias profissionais, desconsiderando que transformaes sociais profundas geram impactos psicolgicos proporcionais a essas transformaes. Grande parte dos trabalhos da psicologia continua a utilizar exclusivamente teorias tradicionais para interpretar os impactos psicolgicos gerados a partir do direito administrativo. Com grande freqncia, os psiclogos analisam novos sentimentos, comportamentos e conflitos humanos como diferentes manifestaes de velhas conhecidas tendncias, deixando de captar aquilo que de novo emerge na configurao psicolgica do homem globalizado. Os impactos psicolgicos decorrentes da aplicao do direito administrativo- ramo do Direito Pblico que prescreve as normas de atividade da administrao pblica- podem ser observadas atravs da aplicao de alguns dos princpios do direito administrativo. Por Exemplo: a) Legalidade: Segundo este principio a Administrao Pblica s pode fazer o que a lei admite, ou seja, as empresas podem realizar suas atividades se estas estiverem de acordo com a legislao vigente do Brasil, se por exemplo uma empresa pblica precisar fazer uma compra de ar-condicionado no poder comprar de qualquer fornecedor, e sim realizar uma licitao que obedecer a legislao das licitaes. 6. POSSVEIS IMPACTOS PSICOLGICOS, VERIFICADOS NAS EMPRESAS, DECORRENTES5DA APLICAO DO DIREITO ADMINISTRATIVO. ___________________________________________________________________No que decorre das relaes entre particulares, aplicvel o principio da autonomia da vontade, que lhes permite fazer tudo o que a lei no probe fazer tudo o que no prejudica o outro. O Banco do Brasil S/A possui instrues codificadas, que contm todas as normas do Banco. Portanto todas as atividades bancrias e administrativas so orientadas por instrues que os funcionrios conhecem, pois os mesmos realizam as atividades que lhe forem repassadas de acordo com as normas estabelecidas. A administrao pblica no pode por simples ato administrativo, conceder direitos ou criar obrigaes, pois para tal ao ela necessita de lei. As empresas pblicas em especial tm de seguir essas orientaes e no poder criar atribuies que no estejam amparadas em lei. Os funcionrios precisam estar dispostos a vivenciar uma nova realidade, pois independente de suas personalidades e vivncias, seu comportamento no ambiente de trabalho se dar de acordo com as instrues normativas da instituio, o que no d a empresa direito de leso ou ameaa de leso ao funcionrio. b) Supremacia do interesse Pblico: Esse principio tambm pode ser chamado de finalidade publica, e se encontra nos momentos de elaborao e execuo da lei pela administrao pblica. As empresas no podero apoiar situaes que beneficiem interesses individuais, pois os interesses pblicos tm supremacia sobre os individuais. Dentro da instituio empresa pblica- no permitido investir ou facilitar operaes que no estejam previstas no regulamento interno das empresas. Se a lei der a administrao os poderes de desapropriar, de requisitar, de intervir, de policiar, de punir, porque tem em vista atender o interesse geral que no pode ceder diante do interesse individual. O vicio do desvio de poder ou desvio de finalidade, torna o ato ilegal. c) Impessoalidade: Est relacionado com a finalidade pblica, pois a administrao no poder atuar, tendo em vista, prejudicar ou beneficiar pessoas determinadas, pois o interesse pblico deve nortear o comportamento. 7. POSSVEIS IMPACTOS PSICOLGICOS, VERIFICADOS NAS EMPRESAS, DECORRENTES 6 DA APLICAO DO DIREITO ADMINISTRATIVO. ___________________________________________________________________Podemos analisar esse principio observando que os atos e provimentos administr