PRINCIPAIS DESAFIOS DO PROJETO MAIS M‰DICOS Renato Tasca, OPAS/OMS Brasil

Click here to load reader

download PRINCIPAIS DESAFIOS DO PROJETO MAIS M‰DICOS Renato Tasca, OPAS/OMS Brasil

of 23

  • date post

    07-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of PRINCIPAIS DESAFIOS DO PROJETO MAIS M‰DICOS Renato Tasca, OPAS/OMS Brasil

Apresentao do PowerPoint

PRINCIPAIS DESAFIOS DO PROJETO MAISMDICOS

Renato Tasca, OPAS/OMS Brasil

FUNO DA OPAS NO PMM

5 OBJETIVOS = 5 DESAFIOSA partir da perspectiva da cooperao internacional

1. Reduo das desigualdades em sade;2.Satisfao e aceitao da populao;3. Melhoria das condies de sade da populao beneficiada;4. Incremento da qualidade e efetividade da APS;5. Fortalecimento do sistema de sade.

1. MENOS DESIGUALDADES EM SADE

Importantes incrementos de cobertura e Acesso

18.000 mdicos em Ateno Bsica de Sade4.000 municpios e 34 Distritos Especiais Indgenas beneficiados Cobertura nominal: 63 milhes de pessoas

Regies remotas de difcil acesso

2. PMM = SATISFAO E ACEITAO DA POPULAO

POPULAO APROVA O MAIS MDICOS

Investigao IPESPE/UFMG mostra alto ndice de satisfao da populao que frequenta as Unidades de Sade com mdicos do Programa:94%

90%Estavam muito satisfeitos ou satisfeitos com a atuao do mdicoDeram notas de 8 a 10 ao Programa Mais MdicosOs mdicos brasileiros recomendam o Programa Mais Mdicos 93% se sentem satisfeitos com sua participao 90% recomendam o Programa para outros mdicos 9,3 - Nota mdia dos mdicos brasileiros ao Programa 100% dos mdicos dizem que foram bem ou muito bem recebidos pela comunidade

3. PMM = MELHORIA DAS CONDIES DE SADE

PMM: Poltica baseada em evidncias

Para alm dos indicadores bsicos de sade

Avaliar o impacto do PMM: Desafios metodolgicos

4. QUALIDADE DA ATENO PRIMRIA

Instrumentos de medio validados

Medio dos atributos da APS

5. FORTALECIMENTO DO SISTEMA DE SADE

PMM:VITAMINA PARA A ESFRedes Integradas de Servios de Sade

Migrao dos servios dos hospitais para a comunidade

Papel da OPAS no processo de avaliao do PMM

Plataforma de gesto de conhecimento canal de comunicao no nvel global Destaque de experincias de sucesso: estudos de caso (Curitiba em preparao)Anlise, debate e difuso de prticas inovadoras: laboratrios de inovao

PMM: uma grande oportunidade para alcanar a universalidade em sade

Twenty years of health care development may not be enough to develop a primary care system which is strong enough to fully cope with its challenges

Building primary care in achangingEurope. EuropeanObservatory on Health Systems and Policies, World HealthOrganization, 2015Vinte anos de desenvolvimento do sistema de sade podem no ser suficientes para implantar uma ateno primria forte o bastante para responder a todos os seus desafioswww.cosemsmg.org.brinfo@cosemsmg.org.br

OBRIGADO!

www.cosemsmg.org.brinfo@cosemsmg.org.brGrf2909567.5405013.7570501001001006010066.6770708050100100100501001001001008037.5100100505000

IntermedirioAvanadoEquipe AEquipe C

Equipe AModo atend. md.90Modo atend. recep.67.5Resposta da equipe50Marcao consulta70Tempo md. na USF100Conhec. md. pac.100Confi. pac. md.100Utiliza mecanism. troca inf.70Diviso trab. equipe80Md. utiliza inf. pronturio100Enf. utiliza inf. pronturio100Aes curativas100Aes preveno doen100Aes promo sade80Mecanismos de referncia100Contra-referncia ambulatorial50Contra-referncia hospitalar0

Equipe A00000000000000000

Equipe A

Equipe CModo atend. md.95Modo atend. recep.40Resposta da equipe13.75Marcao consulta50Tempo md. na USF100Conhec. md. pac.60Confi. pac. md.66.67Utiliza mecanism. troca inf.70Diviso trab. equipe50Md. utiliza inf. pronturio100Enf. utiliza inf. pronturio50Aes curativas100Aes preveno doen100Aes promo sade37.5Mecanismos de referncia100Contra-referncia ambulatorial50Contra-referncia hospitalar0

Equipe C00000000000000000

Equipe C

DadosEquipe AEquipe CModo atend. md.9095Modo atend. recep.67.540Resposta da equipe5013.75Marcao consulta7050Tempo md. na USF100100Conhec. md. pac.10060Confi. pac. md.10066.67Utiliza mecanism. troca inf.7070Diviso trab. equipe8050Md. utiliza inf. pronturio100100Enf. utiliza inf. pronturio10050Aes curativas100100Aes preveno doen100100Aes promo sade8037.5Mecanismos de referncia100100Contra-referncia ambulatorial5050Contra-referncia hospitalar00

Grfico Linha

Grfico Linha909567.5405013.7570501001001006010066.6770708050100100100501001001001008037.5100100505000

AcolhimentoLongitudinalidadeCoordenaoContinuidadeIntermedirioAvanadoEquipe AEquipe C

Oferta de aesIncipiente