Doen§as Vasculares

Click here to load reader

download Doen§as Vasculares

of 126

  • date post

    28-Jun-2015
  • Category

    Documents

  • view

    1.459
  • download

    5

Embed Size (px)

Transcript of Doen§as Vasculares

DOENAS VASCULARES PERIFRICAS

DISCIPLINA: Enfermagem na Sade do Adulto

DOENAS VASCULARES PERIFRICASSo distrbios que afetam as artrias, as veias e os vasos linfticos das extremidadesalteraes arteriais alteraes venosas alteraes linfticas

SISTEMA VASCULAR

ARTRIASTrs componentes: endotlio, msculo liso e o tecido conjuntivo

Camada ntima (endotlio), Camada Mdia (msculo liso, dando sustentao a parede), Camada Adventcia (tecido conjuntivo)

ARTRIAS

paredes + espessas; espessura a

medida que os vasos ficam menores

ARTEROLASSo os menores ramos das artrias; artrias; Regulam o fluxo sanguneo nos leitos capilares; capilares; As trs tnicas no so distintas, devido a perda gradual do msculo elstico com a reduo do dimetro

CAPILARESVasos com dimetro aproximado de uma hemcia; hemcia; rea de superfcie grande (700m2) 700m Paredes com fina espessura

VEIASParedes finas, com luz grande; Camada mdia pouco desenvolvida, predispondo a dilatao irregular anormal;

VEIASdois grupos principais de veias: Superficiais: Superficiais: localizadas logo abaixo da pele Profundas: Profundas: localizadas nos msculos

VEIAS

LINFTICOSCanais de paredes finas; sistema de drenagem para o retorno do lquido do tecido intersticial ao sangue

LINFTICOS

via de disseminao de doenas atravs do transportes de bactrias e clulas tumorais para locais distantes.

DOENAS VASCULARES PERIFRICAS

ATEROSCLEROSEAterosclerose e outras formas de Arteriosclerose so as principais molstias causadoras dos distrbios vasculares. vasculares.

ATEROSCLEROSEA aterosclerose uma combinao varivel de modificaes na ntima das artrias, consistindo de um acmulo concentrado de lipdios, carboidratos complexos, sangue e produtos sanguneos, tecido fibroso e depsito de clcio, associados com mudanas na camada mdia OMS

ARTERIOSCLEROSESuas variantes so: so: Aterosclerose: espessamento e acmulo de lipdio na ntima; Esclerose de Monckeberg: calcificao da mdia das artrias musculares; Arteriolosclerose: Arteriolosclerose: espessamento proliferativo das paredes das pequenas artrias e arterolas.

ATEROSCLEROSEAfeta principalmente: aorta, cartidas, coronrias, ilacas e poplteas

ATEROSCLEROSE fatores de risco: hipercolesterolemia; hipertenso; tabagismo; diabetes; obesidade; sedentarismo; idade avanada; histria familiar; estresse; anticoncepcionais orais

DE -

Proteo ineficaz Dficit de conhecimento

CD: CD FATORES NUTRICIONAIS - elevados nveis de colesterol acima de 297 mg/dL FR: FR desconhecimento dos malefcios da ingesta excessiva de gorduras insaturadas; desconhecimentos da elevao de nveis de colesterol, componentes psicossociais (auto-estima, hbitos familiares) Intervenes: educao, orientao e superviso => ingesto de gorduras insaturadas (animal) ingesto de colesterol - e 300mg/dia (AHA) medicamentos nveis sricos de lipdios - sequestradores de cido biliar (colestiramina ou colestipol) - cido nicotnico, estatina (sinvastatina)

DE -

Proteo ineficaz Dficit de conhecimento

CD: CD HIPERTENSO ARTERIAL: manuteno de elevados nveis pressricos FR: - acelera formao leses aterosclertica nos vasos sob alta presso - resultantes de foras hemodinmicas prolongadas estresse de cisalhamento no fluxo turbulento - instalada a leso do endotlio o a agregao plaquetria e moncitos no local , enquanto as clulas musculares lisas migram e proliferam, permitindo a formao de uma matriz de colgeno e fibras elsticas Intervenes: educao, orientao e superviso

DE -

Proteo ineficaz Dficit de conhecimento

CD: DIABETES elevado nvel de glicose sanguneo FR: FR: causa alteraes morfolgicas: pequenos vasos (microangiopatias), artrias (aterosclerose), rins (nefropatia)

alteraes motoras e sensoriais das extremidades inferiores

Intervenes: educao, orientao e superviso

DE -

Proteo ineficaz Dficit de conhecimento

CD: TABAGISMO -fator de risco isolado mais importante no desenvolvimento e progresso da aterosclerose. FR: => nicotina q fluxo sanguneo nas extremidades e o a FC e PA por estmulo do SN Simptico. => o possibilidade de formao de cogulo por o agregao plaquetria. => monxido de carbono se combina com maior facilidade hemoglobina do que oxignio - q oferta de O2 aos tecidos Intervenes: educao, orientao e superviso

DE -

Proteo ineficaz Dficit de conhecimento- IMC = peso / (altura)2 PA RVP ( resistncia vascular perifrica) vascularizao obeso > 30 (OMS)

CD: CD Obesidade IMC FR:

esforo cardaco -

tecido gorduroso: -

Intervenes: educao, orientao e superviso

DE -

Proteo ineficaz Dficit de conhecimento

CD: ESTRESSE - estado de exausto FR: atua diminuindo resposta imunolgica ou mantendo nveis pressricos elevados. CD: SEDENTARISMO: FR: => inibi a ao bombeadora dos msculos que favorece a circulao (diminui o tono e a fora muscular). diminui a circulao Intervenes: educao, orientao e superviso

OCLUSO ARTERIAL PERIFRICA

INCIDNCIA: 5% -populao geral acima de 50 anos (pases desenvolvidos) cerca de 20 a 30% -evoluem para isquemia crtica necessidade de revascularizao 10% destes, alguma amputao ser necessria(McDERMOTT et al., 2001)

OCLUSO ARTERIAL PERIFRICA

INCIDNCIA: BRASIL - 60% dos clientes com isquemia crnica da extremidade evoluem para amputao primria problema de sade pblica e social(XIV Frum da SBACV-2003)

Etiologia das alteraes Arteriais

Leses e obstrues podem ocorrer aps:1. traumas

mecnicos e qumicos 2. infeces 3. processos inflamatrios

OCLUSO ARTERIAL PERIFRICA

Pode ser: Aguda Ruptura de uma placa aterosclertica ou embolia de um grande vaso Crnica Aumento gradual de uma placa ateromatosa

OCLUSO AGUDA/ CRNICA

Dependem do vaso envolvido, da extenso da obstruo, da progresso da ocluso e da adequao do fluxo colateral

TIPOS OCLUSO ARTERIAL AGUDAOCLUSO TROMBTICA OCLUSO EMBLICA Antecedente: ausncia de doena Antecedente: Antecedente: doena oclusiva prvia ou em outra extremidade apresentao clnica: clnica: presena de: um ou mais dos 5Ps - dor (pain), parestesia, paralisia, palidez, ausncia de pulso - pulsos distais: podem ou no distais: estar presentes - dependendo da existncia de colaterais oclusiva arterial perifrica, - presena de fonte de mbolo: 80% de origem cardiognica FA, aneurisma arterial, cardioverso 10 % de origem no-cardiognica no- aneurismas, embolia paradoxal, ps cateterismo, gordurosa aterosclerose proximal a artria ocluda. apresentao clnica : um ou mais dos 5Ps esto presentes: -pulsos distais -usualmente pulsos ausentes falta de colaterais

Ocluso Arterial Agudalocalizao da trombose perifrica:

localizao da embolizao perifrica:

femoral superficial

bifurcao aorta bifurcao ilaca bifurcao femoral popltea cerebral

10-15% 15% 40% 10% 15%

Geralmente esses eventos so secundrios a estados de choque, desidratao, poliglobulia, baixo DC

mesentrica/visceral 5%

TIPOS OCLUSO ARTERIAL AGUDAOCLUSO TROMBTICA OCLUSO EMBLICA

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA)CD: CD: dor sbita, intensa profunda e em queimao temperatura membro afetado (bem definida no fim de 10 a 12 horas) sensaes parestsicas (formigamentos / endurecimentos alguns minutos aps a ocluso) impotncia motora (comprometimento da musculatura superior e inferior a leso) alterao da postura dos ps e da marcha (pode impossibilitar o caminhar) e palidez pulsos ausentes distalmente a obstruo casos mais avanados - necrose, gangrena e ulcerao

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA)

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA)

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA)

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA)

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA) FR: FR: bloqueio da passagem de sangue por uma artria terminal de forma aguda, ocasionando uma insuficincia sangunea tissular quimiossensibilidade dos membros inferiores espasmos arteriais ou venosos - devido a contrao da musculatura lisa (por no ser possvel a formao em tempo de uma circulao colateral) melhora do quadro retirada do trombo quadro:

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (AGUDA)Intervenes: Intervenes: proteo trmica da rea afetada com algodo ortopdico e faixa crepe frouxa espasmos arteriais Aplicao de calor a distncia repouso do membro em superfcie no traumtica manter membros em posio de declive compresso vascular - melhorar a perfuso atentar - heparinizao plena ( 5000-10000 ui em bolus, acrescido de 1000 u/h) presso transmural -

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (CRNICA)

CD: CD: dor isqumica em repouso persistente, pulstil ou perturbadora e costuma estar presente nas pores distais das extremidades. agravada pela elevao do membro claudicao intermitente causada pela dor, cibra ou sensao de cansao aps caminhar.

mais comum em panturrilhas, mas pode ocorrer nos ps, coxas ou ndegas sensao de resfriamento ou dormncia nas extremidades pode acompanhar a claudicao intermitente - decorre do fluxo arterial.

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (CRNICA)Sempre observar um membro em relao ao outro como se apresenta.

CD: CD: Pulsos reduzidos ou ausentes; a medida que a isquemia piora, poder surgir ulcerao, necrose ou gangrena - Observao de pulsos: radial braquial carotdeo femorais; poplteos; tibial posterior pedioso

+

+

++

+

+

+ + + +

+ + ++

observados quanto amplitude, presena ou no de sopros (femoral)

DE - Perfuso tissular ineficaz tipo: perifrica (CRNICA)

CD: CD: pele fria pele plida - pode ser observada com elevao do membro => se intensificada e seguida de