ADITIVOS & INGREDIENTES NA INDÚSTRIA DE .51 ADITIVOS & INGREDIENTES ESpEcIAl lATIcÍNIOS ADITIVOS

download ADITIVOS & INGREDIENTES NA INDÚSTRIA DE .51 ADITIVOS & INGREDIENTES ESpEcIAl lATIcÍNIOS ADITIVOS

of 13

  • date post

    19-Sep-2018
  • Category

    Documents

  • view

    219
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of ADITIVOS & INGREDIENTES NA INDÚSTRIA DE .51 ADITIVOS & INGREDIENTES ESpEcIAl lATIcÍNIOS ADITIVOS

  • 51

    AD

    ITIV

    OS

    & I

    NG

    RE

    DIE

    NT

    ES

    ESpEcIAl lATIcNIOS

    ADITIVOS & INGREDIENTES

    NA INDSTRIA DE lATIcNIOS

    O espectro dos aditivos e ingredientes utilizados no setor de laticnios bastante amplo. Neste Caderno Especial, apresentada uma coletnea de technical papers redigidos pelo departamento competente de algumas grandes empresas atuando neste ramo especfico. Alguns deles so mais

    tcnicos, enquanto outros tm um discreto toque promocional. Aditivos & Ingredientes no interferiu no contedo nem na redao dos artigos, somente tentou dar uma apresentao grfica mais amigvel. O leitor poder tambm observar que, fiis aos nossos princpios, a publicao

    destas matrias no foi vinculada publicao de anncios.

  • O quE EST Em AlTA, O quE EST Em bAIxA

    Europa Ocidental + Leste Europeu e Estados Unidos

    Atualmente, a Europa Ocidental a maior regio consumidora de produtos lcteos a nvel mundial, respondendo por 34% do valor total da comercializao de lcteos em nvel global. Ela seguida, a certa distncia, pela Amrica do Norte, res-ponsvel por 19% do valor global de lcteos e pelo Pacfico Asitico que, apesar de ser o terceiro em termos de valor, j ultrapassou a Amrica do Norte em termos de volume. Se observarmos um pouco mais em de-talhe este caso de amor da Europa Ocidental com tudo que lcteo, podemos notar que para 2010 e os prximos anos, ainda h uma previso de crescimento moderado, tanto em termos de valor como de volume. A Itlia continuar a nmero um em termos de faturamento na categoria de queijos, seguida de perto pelo Reino Unido, para o leite fluido, e a Alemanha, para iogurtes e produtos base de leite azedo. Em termos de volume e valor, os Estados Unidos ultrapassam a Europa Ocidental no setor de leite fluido. O crescimento no Leste Europeu est previsto em

    LCTEOS DINMICOS COM BENEO

    Em um mercado cada vez mais saturado, nichos como o de orgnicos e funcionais esto se mostrando muito populares tanto em grandes como em pequenas indstrias de leite e de laticnios. Tim Van der

    Schraelen, diretor de comunicao de marketing da Beneo, discorre sobre o mercado de produtos lcteos global, tendncias que esto

    transformando o setor de leite e laticnios e de que forma a Beneo est ajudando os fabricantes a aproveitar ao mximo estas tendncias.

    torno da categoria de queijos, em termos de valor, e do leite fluido, em termos de volume, com o mais alto consumo de lcteos na Eslovnia, Crocia e Repblica Tcheca.

    Amrica Latina + sia Aparentemente, a Amrica Latina

    se prepara para crescer, tanto em termos de valor como volume, tanto neste ano como nos prximos. Por outro lado, o foco nesta regio estar na categoria do leite como bebida. Os trs primeiros pases em consumo per capita so o Uruguai, Argentina e Venezuela, sendo que no Uruguai h a previso de um alto volume de vendas em leite fluido e iogurte/bebidas base de leite azedo e na Argentina e Venezuela de queijos. Outra regio que parece estar preparada para cres-cer, tanto em valor como em volume, a sia, com o foco principal no leite fluido, seguido do iogurte, sendo o queijo responsvel por apenas uma pequena parcela do setor lcteo. Na sia, o potencial de crescimento ainda parece se dividir entre leite fluido na China e iogurte no Japo, sendo que o queijo est presente apenas no Japo.

    Oriente Mdio + frica A previso para o Oriente Mdio

    e frica tambm mostra perspectivas muito boas de crescimento em nvel de volume de lcteos (+39%) em

    2010. O foco principal ser o leite fluido, seguido pelos queijos, em termos de valor, e do iogurte, em termos de volume. O Ir continuar a ser o mais importante pas para os lcteos, seguido pela Arglia e Arbia Saudita, apesar de Israel ter o mais alto consumo per capita.

    Apesar da recesso global no ano passado, parece que a inovao permanece sendo a fora vital do setor. Como era de se esperar, a Eu-ropa Ocidental lidera o caminho com 3.131 lanamentos de novos produtos lcteos em 2009, mas tambm houve uma inovao saudvel em vrias outras regies, com 1.608 lana- mentos no Leste Europeu, 965 na Amrica do Norte, 758 na sia e 726 na Amrica Latina. Mesmo mercados menores de produtos lcteos, como o Oriente Mdio e a frica, mostraram que a inovao est viva e vai bem, com 277 produtos lanados no Orien-te Mdio (em comparao com 144 em 2008) e 241 lanamentos na frica (em comparao com 214 em 2008).

    Crescimento do leite fluido na sia

    O Pacfico Asitico a maior re-gio de leite fluido e tambm tm as mais interessantes perspectivas de crescimento. De um modo geral, os produtos de leite fluido esto tendo melhores resultados em mercados

    52

    AD

    ITIV

    OS

    & I

    NG

    RE

    DIE

    NT

    ES

    ESpEcIAl lATIcNIOS

  • emergentes do que nas regies de-senvolvidas, de acordo com a Euro-monitor. Apesar da previso de uma taxa anual composta de crescimento global (CAGR - Compound Annual Growth Rate) de 1,9% entre 2009-2014 no setor de leite fluido (valores calculados em dlares americanos), a regio do Pacfico Asitico apresenta perspectivas de ter a maior CAGR durante este perodo, de 3,5%. Para a Europa Ocidental, a previso de apenas uma CAGR de 0,2% em leite fluido, seguida pelo Oriente Mdio e frica, com uma CAGR de 2,2%, Leste Europeu de 2,6% e a Amrica Latina de 2,8%.

    Na categoria de leite fluido, o maior cresci-mento entre 2009-2014, de acordo com as esta-tsticas da Euromonitor, das bebidas de soja, com uma CAGR a nvel mundial de 4,2% (quan-do calculado em dla-res americanos). Esta seguida pelas bebidas lcteas com sabor, com um crescimento de 3,8%, bebidas lcteas com sa-bor em p, com 2,9 %, o leite fluido, com 1,5 % e o leite em p, com 0,7%. Para manter o interesse dos consumidores nesta categoria madura de mercado, vital agregar benefcios funcionais aos produtos lcteos lquidos.

    O IOGuRTE cONTINuA Em AlTA A NVEl muNDIAl

    De acordo com as estatsticas da Euromonitor, a Europa Ocidental o maior mercado para iogurtes e bebidas lcteas azedas, seguida pela regio do Pacfico Asitico em termos tanto de valor como de volume. Apesar disso, parece que haver uma alterao de foras em breve, j que a previso do CAGR

    para a regio do Pacfico Asitico de 3,9% no perodo de 2009-2014 para o setor de iogurtes e bebidas lcteas azedas (calculado em dla-res americanos), contra uma previ-so de CAGR de apenas 0,9% para a Europa Ocidental, durante o mesmo perodo. Nesta categoria, a Amrica Latina aparenta estar se preparando para ser muito bem sucedida, com uma previso de crescimento de

    5,1% em valores, em comparao com 4,6% para o Oriente Mdio e frica e 3,8% para o Leste Europeu.

    Considerando novamente as estatsticas da Euromonitor, a previso para o iogurte de um crescimento bem maior desta ca-tegoria lctea a nvel global do que as bebidas lcteas azedas neste perodo de 2009/2014. Na cate-goria de iogurtes, por outro lado, as categorias de produtos com o menor valor absoluto no perodo de 2009-2014 aparentam ser os io-gurtes com sabor e naturais, sendo os iogurtes funcionais a maior sub-categoria em termos tanto de valor absoluto como de CAGR (6,9%) a nvel global.

    TENDNcIAS quE ESTO TRANSfORmANDO O SETOR lcTEO

    Como a inovao continua a impulsionar o crescimento nas v-rias regies, as oportunidades so abundantes para aquelas indstrias de alimentos e bebidas que querem

    aproveitar ao mximo no s as tendncias j estabelecidas, mas tambm as emergentes no setor lcteo. Alguns dos impulsionado-res-chave para novas atividades de produtos em 2010 e, alm dos que foram destacadas, os analistas incluem a sensao de simplici-dade, livre de e um foco sobre solues para a sade digestiva e controle de peso.

    SADE DIGESTIVA + SENTIR O bENEfcIO

    Com a sade digestiva sendo apontada como uma mega tendn-cia para 2010 e sentir o benefcio a mensagem de marketing mais

    53

    AD

    ITIV

    OS

    & I

    NG

    RE

    DIE

    NT

    ES

    ESpEcIAl lATIcNIOS

  • poderosa, fica claro que os ingre-dientes funcionais que puderem oferecer benefcios sentidos se-ro muito requisitados, tanto por fabricantes de alimentos como de bebidas lcteas. O que o caso, por exemplo, das bebidas lcteas saudveis, que detm a maioria dos desenvolvimentos e lanamentos de novos produtos nos anos recentes. O mercado mostrou um aumento de mais de 90% nas bebidas lcteas lanadas que contm a inulina e a oligofrutose (conhecidas pelos seus benefcios para a sade digestiva) nos ltimos oito anos. Em 2002, haviam poucas bebidas lcteas que tinham este ingrediente aliment-cio ativo, enquanto que em 2008 e 2009 foram lanados 361 produtos contendo inulina e oligofrutose no mercado a nvel global. Alm disso, como um lder funcional, o iogurte est sendo usado cada vez mais para comunicar uma ampla gama de ale-gaes, como ajudando a digesto e mantendo o equilbrio digestivo at ajudando com a imunidade e reforando os ossos.

    SENSAO DE SImplIcIDADE

    Outra tendncia que parece seguir adiante a de tudo que simples e natural. Estamos obser- vando o crescimento de iogurtes livres de aditivos e conservantes, bem como uma popularidade con-tnua de tudo que orgnico. Mas, para garantir que uma mensagem natural seja feita para alimentos e bebidas funcionais com credibilida-de, os fabricantes tm que escolher os ingredientes com muito cuidado. por isso que a Beneo colocou uma

    prioridade to grande no desenvolvi-mento de seus derivados nicos de arroz, prebiticos e alternativas para o acar partir dos ingredientes naturais mais puros: arroz, chicria e beterraba aucareira.

    lIVRE DE Apesar de 2009 ser visto como

    o ano da tendncia livre de, com muitos produtos livres de lactose e de ingredientes lcteos chegando s prateleiras dos supermercados, a tendncia do livre de continua mais fo