Vilãozinho N.º 4

Click here to load reader

  • date post

    13-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Jornal oficial do Estabelecimento Vila Mar, no Funchal.

Transcript of Vilãozinho N.º 4

  • O Vilozinho: o jornal que realmente interessa, por apenas 1 vilozinho!

    O

    JO

    RN

    AL

    D

    O

    ES

    TA

    BE

    LE

    CI

    ME

    NT

    O

    V

    IL

    A

    MA

    R

    EDIO N. 4

    De Abril

    a Junho de 2009

    Aprendiz de cientista IV

    Actividades de Vero

    Aparece e diverte-te

    connosco! Entre 6 e

    31 de Julho de 2009 ltima pg.

    H palavras que ficam gravadas na pedra. Nestas pginas,

    ficam registadas as memrias de mais um ano lectivo.

    O Vila Mar,

    semelhana

    de anos ante-

    riores, esteve

    presente na

    Festa do

    D e s p o r t o

    Escolar. Um

    honroso 3.

    lugar foi o

    que lhe cou-

    be na com-

    petio de

    Futsal.

    pgs. 36/37

    O projecto internacional C-LAB reuniu-se, de novo, desta feita na

    Sucia. pg. 3

    VILA MAR NA SUCIA

  • Chegados a mais um final

    do ano lectivo bom olhar

    para trs!!! Foi um ano fan-

    tstico, este!!

    Ainda bem que o Vilozi-

    nho registou a maior parte

    dos acontecimentos, porque

    aconteceram tantas coisas

    importantes e interessantes

    no Vila Mar, que agora tera-

    mos dificuldade em mencio-

    na-las todas num s flego.

    Mas, chegados aqui e

    olhando para trs, damo-nos

    conta de que todos os meni-

    nos e meninas do Vila Mar

    cresceram um pouco mais

    Cresceram em estatura, o

    que normal! Mas cresce-

    ram, sobretudo, por dentro!!!

    C em casa, tiveram opor-

    tunidade de conhecer pes-

    soas e de reflectir sobre

    temas importantes nos Espa-

    os de Reflexo, com os dife-

    rentes convidados, tiveram a

    oportunidade de conhecer

    pessoas de outros pases,

    entraram em diferentes acti-

    vidades e concursos (uns

    ganharam, outros no!) com

    meninos de outras institui-

    es e escolas.

    Foi um ano muito diversifi-

    cado quer a nvel do interna-

    to, quer a nvel do semi-

    internato Todos crescemos

    um pouco, em sabedoria e

    em conhecimento prprio e

    do mundo que nos rodeia

    Espelho disso so os resul-

    tados escolares: do total dos

    meninos e meninas que

    vivem no Vila Mar, 93% tem

    como grande tarefa estudar.

    Destes, 29% frequenta os

    Cursos de Educao e Forma-

    o (CEF) e 71% encontra-se

    no Ensino Regular, sendo

    que 21% encontra-se no

    Ensino Secundrio. Ora, do

    total dos meninos e meninas

    que estudam, 90,38% con-

    cluiu o ano lectivo com

    sucesso!!! Estamos todos de

    parabns!!! Ainda no cheg-

    mos aos 100%, como o

    Senhor Secretrio dos

    Assuntos Sociais nos desa-

    fiou mas j estivemos mais

    longe! Tambm importante

    dizer que, para o prximo

    ano, vamos ter quatro fina-

    listas do Ensino Secundrio e

    candidatos universidade, o

    que fantstico!

    No semi-internato, na

    Escola do Vila Mar, todos os

    meninos do 1. Ciclo conclu-

    ram com sucesso o seu ano

    lectivo. No Curso de 2.

    Ciclo, 75% concluram o ano

    com sucesso (no fosse

    umas desistncias!!!) e no

    CEF2, 84% concluiu com

    sucesso o ano e esto ainda

    a terminar o estgio nas

    diferentes empresas.

    Parecem ser s nmeros

    mas, o que certo, que

    estes nmeros correspondem

    ao esforo que cada um fez

    Pgina 2

    para concluir com xito a

    etapa a que se props este

    ano. E bom que continue-

    mos com esta atitude, porque

    o esforo e o empenhamento

    fazem toda a diferena na

    nossa vida, pois podem-nos

    levar at onde ns quisermos.

    Escrevemos na nossa

    parede: CADA UM DE NS

    COMPE A SUA HISTRIA E

    CADA SER EM SI CARREGA O

    DOM DE SER CAPAZ E SER

    FELIZ. E ns somos CAPAZES

    de dar saltos na nossa vida e

    abrir portas, muitas portas,

    em diferentes sentidos, que

    nos daro oportunidade de

    fazermos a melhor escolha

    para o nosso futuro e isso

    trazer-nos- maior felicidade.

    Estamos todos a crescer!!

    Estamos todos de Parabns!

    Agora, hora de mergu-

    lhar, apanhar sol, correr,

    brincar que para crescer

    tambm precisamos de des-

    cansar e ns merecemos!

    Boas Frias a cada um!!

    Maria Carlos Ramos

    AO LEITOR...

  • Pgina 3

    PARA TROCAR EXPERINCIAS...

    A Escola do Estabelecimen-

    to Vila Mar foi convidada pela

    Dr. Otlia Paiva, da Escola

    Profissional Cristvo Colom-

    bo, para participar no Projecto

    C-LAB (Competence Learning

    in LABourmarket), na sequn-

    cia de uma visita realizada

    nossa Instituio pelos vrios

    elementos deste projecto, no

    dia 6 de Fevereiro de 2009.

    Este projecto envolve a

    Holanda, que o pas mentor,

    a Sucia e a Madeira e tem

    como objectivos principais:

    analisar o novo sistema de

    Competncias Bsicas de

    Aprendizagem como mtodo

    para reduzir o abandono

    escolar precoce; analisar at

    que ponto o grupo-alvo ser

    capaz de encontrar trabalho

    no mercado internacional; e

    at sugerir medidas para quem

    esse sistema no funcione.

    Tendo em conta que a nos-

    sa escola lida com jovens em

    risco de abandono escolar e

    utiliza algumas estratgias

    especficas para trabalhar com

    estes alunos, a nossa expe-

    r i n c i a

    foi con-

    siderada

    relevan-

    te para

    o projec-

    to.

    P o r

    crermos

    q u e

    tambm

    s e r i a

    benfico para a nossa escola

    saber como lidam outros pa-

    ses com situaes semelhan-

    tes s nossas, aceitmos par-

    ticipar e j estivemos presen-

    tes na terceira reunio, que

    se realizou na Sucia

    (Kristianstad) nos dias 27, 28,

    29 e 30 de Maio de 2009. A,

    o professor Sven Aspelund,

    representante da Sucia, soli-

    citou-nos que apresentsse-

    mos o nosso modelo educati-

    vo aos seus colegas na escola

    Sderportgimnasiet.

    Foi realmente uma expe-

    rincia muito importante, por-

    que permitiu um intercmbio

    de experincias e ideias. Tive-

    mos ainda a oportunidade de

    visitar o Programa Indivi-

    dual dos professores Ronny

    e Sven. O objectivo deste

    programa apetrechar os

    alunos com competncias

    bsicas e aptides necess-

    rias para desempenhar uma

    profisso, sendo assim inseri-

    dos no mundo do trabalho.

    Alm disso, podemos

    conhecer melhor o projecto de

    Pittstop, em que o professor

    Jacques recolhe os alunos nas

    ruas, convida-os a ir escola,

    onde tm contacto com as

    disciplinas base, prestando

    muita ateno, num perodo

    inicial, formao pessoal, a

    fim de conhecer melhor os

    alunos e as suas aptides

    para posteriormente orient-

    los para uma formao profis-

    sional. Gradualmente, vo

    sendo inseridas as outras dis-

    ciplinas que fazem parte do

    currculo.

    Esta experincia foi muito

    enriquecedora e temos espe-

    rana que continue a s-lo,

    pois o projecto vai continuar.

    Professora Helena Castanha

    Professor Antnio Banganho

    O vILA mAR nA sUCIA

  • Pgina 4

    PARA CONHECER MELHOR...

    OS PROFESSORES QUE FIZERAM O

    ANO LECTIVO 2008 / 2009

    NOME: Antnio

    Banganho

    PROFESSOR: 1. Ciclo

    DO QUE MAIS GOSTA NA ESCOLA DO VILA MAR?

    Do contacto com realidades diferentes e difceis. no meu dia-a-dia com estes

    adolescentes que sinto que, de algum modo,

    contribuo para um futuro mais risonho e que posso contribuir para a sua formao / educao e tambm para a resoluo dos

    seus conflitos interiores. Gosto de sentir que estes jovens vem em mim um professor, um

    educador e, acima de tudo, um amigo em quem podem confiar e com quem podem comunicar e partilhar as suas preocupaes e

    frustraes.

    DO QUE MENOS GOSTA NA ESCOLA DO VILA MAR? Da falta de tempo e principalmente de

    disponibilidade e motivao de alguns adultos para escutar e compreender os jovens.

    O QUE PENSA DESTA ESCOLA? O Vila Mar a minha 2. famlia, uma

    instituio que, de certa forma, ajudei a nascer e a crescer. a minha grande escola da vida, onde consegui pr em prtica muitos dos meus sonhos como professor e a tornar-me no professor que sou hoje e num

    profissional mais humano. O QUE QUE MUDAVA?

    Criava espaos e tempo onde os nossos alunos pudessem, em interaco com professores, educadores e tcnicos, expor as suas ideias, preocupaes e sonhos. Fazia com que os alunos fossem agentes activos na construo

    dos seus projectos de vida; que a colaborao famlia-escola fosse muito mais

    activa e tornava a aprendizagem em contexto escolar extremamente significativa, envolvendo uma enorme quantidade de

    competncias (cognitivas, afectivas, sociais e morais).

    NOME: Bruno Sousa

    PROFESSOR: 1. Ciclo

    DO QUE MAIS GOSTA

    NA ESCOLA DO VILA MAR?

    Gosto principalmente do trabalho que fao em prol de um futuro

    melhor para todos.

    DO QUE MENOS GOSTA NA ESCOLA DO VILA MAR? Das instalaes da escola.

    O QUE PENSA DESTA ESCOLA?

    Acho que uma boa escola, onde h uma maior proximidade entre professores e alunos.

    NOME: Cludia Almeida

    PROFESSORA: 1. Ciclo

    DO QUE MAIS GOSTA NA ESCOLA DO VILA MAR? Para alm da sua

    localizao geogrfic