Convite audiência FID n 99 TECNOLOGIAS ASSISTIVAS

Click here to load reader

  • date post

    14-Jan-2015
  • Category

    Healthcare

  • view

    127
  • download

    4

Embed Size (px)

description

TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM AS POSSIBILIDADES DAS TECNOLOGIAS DE ENERGIA DE FONTES RENOVÁVEIS, com apresentação do Engenheiro italiano ANGELO ASSI

Transcript of Convite audiência FID n 99 TECNOLOGIAS ASSISTIVAS

  • 1. O C O N V I T EC O N V I T E AUDINCIA PBLICA ORDINRIA do FID n 97/99 GeralAUDINCIA PBLICA ORDINRIA do FID n 97/99 Geral FRUM DE DEFESA DOS IDOSOS E DAS PESSOAS COM DEFICINCIAFRUM DE DEFESA DOS IDOSOS E DAS PESSOAS COM DEFICINCIA DATA/HORA: 7 de agosto de 2014 s 9:00 h 1 LOCAL/ENDEREO: Auditrio Principal da Procuradoria Geral de Justia do Cear, Rua Assuno, 1.100 - Fortaleza/CE Temas:Temas: TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM AS POSSIBILIDADES DAS TECNOLOGIAS DE ENERGIA DE FONTES RENOVVEIS Assuntos Gerais 1 OhorriodasreuniesdoFIDmudaramparaapartedamanh,iniciandoses9h. A misso do FID ouvir a sociedade nas suas diferentes instncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficincias, indicando as fontes de soluo e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da tica e dos direitos humanos; promovendo para isso alianas com o poder pblico no mbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil e outras de nvel internacional; ajudando no processo de incluso; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.

2. O Pauta e Horrios:Pauta e Horrios: 9 h - Abertura, apresentao do temas e formao da mesa diretora dos trabalhos - Tempo 15 minutos 9 h e 20 min - Momento Cultural Coordenao Paulo Zornitta FID / Movimento Green Wave - Tempo 20 minutos 9 h e 40 min Apresentao do tema principal: TECNOLOGIAS ASSISTIVAS, NECESSIDADES E NOVAS PERSPECTIVAS: UMA ANALOGIA COM AS POSSIBILIDADES DAS TECNOLOGIAS DE ENERGIA DE FONTES RENOVVEIS. Convidado Eng. ANGELO ASSI, especialista em energias renovveis com formao na Escola Politcnica de Milo - Tempo 60 minutos + 20 min. debates. 11 h - Assuntos gerais Tempo 20 minutos 11 h e 20 h - Encerramento A misso do FID ouvir a sociedade nas suas diferentes instncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficincias, indicando as fontes de soluo e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da tica e dos direitos humanos; promovendo para isso alianas com o poder pblico no mbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil e outras de nvel internacional; ajudando no processo de incluso; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade. 3. O Argumentao e objetivos do EventoArgumentao e objetivos do Evento As tecnologias assistivas so equipamentos e sistemas ambientais que destinam-se a minimizar os efeitos das deficincias e possibilitar uma melhor condio de utilizao, percepo, mobilidade s diversas deficincias humanas. Embora os recursos tecnolgicos disponveis, vivemos uma condio de atraso e de falta de inteligncia para atender e melhorar as condies de vida das pessoas com deficincias, dos idosos e demais segmentos com mobilidade reduzida em comparao com as possibilidades tecnolgicas contemporneas e os produtos so ultrapassados e raramente vemos avanos e investimentos para mudar esse quadro. A relao desse atraso ser mostrada em analogia com as potencialidades da gerao de energias de fontes renovveis, pelo Eng. Italiano ANGELO ASSI, que vm ao Brasil para atividades de intercmbio acadmico entre Brasil e Itlia, o qual far uma exposio sobre essas possibilidades de uso das tecnologias disponveis, comparativamente ao mnimo que a nossa civilizao aproveita e, tambm far a aproximao dos temas propostos para o evento. O FID se prope a novos paradigmas de integrao de esforos para encurtar a distncia, detectando os problemas e apontando os caminhos de forma desburocratizada e mais rpida para atender as agruras dos A misso do FID ouvir a sociedade nas suas diferentes instncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficincias, indicando as fontes de soluo e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da tica e dos direitos humanos; promovendo para isso alianas com o poder pblico no mbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil e outras de nvel internacional; ajudando no processo de incluso; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade. 4. O segmentos que representa, economizando tempo, energia dos agentes e recursos dos entes pblicos. Participe e encaminhe sugestes. Cordialmente. FID Comunicao/Coordenao Paulo Zornitta / Fernando Zornitta przornitta@hotmail.com / fzornitta@hotmail.com A misso do FID ouvir a sociedade nas suas diferentes instncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficincias, indicando as fontes de soluo e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da tica e dos direitos humanos; promovendo para isso alianas com o poder pblico no mbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil e outras de nvel internacional; ajudando no processo de incluso; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade. 5. O O QUE e o QUE se PROPE o FID - O FID Frum Permanente de Defesa da Pessoa Idosa e da Pessoa com Deficincia, uma instncia democrtica e independente de demanda de direitos, que funciona com a participao voluntria dos diversos representantes das entidades, movimentos e pessoas; o qual vem contribuindo atravs dessa instncia para encurtar caminhos, acelerar o processo de incluso; poupando recursos pblicos para a soluo das demandas. O FID tem sido um importante elo e exemplo de ausculta e encaminhamento das demandas dos segmentos que representa para todos os poderes institudos, em funo dos seus objetivos e misses. Atravs das entidades que dele participa, representa diretamente perto de 100 mil pessoas e indiretamente toda a sociedade. O FID manifesta e ausculta a vontade dos segmentos representados de forma independente, democrtica e legal, pois busca to somente a participao cidad e a contribuio social sem qualquer tipo de retribuio ou benefcios. Tem trazido relevantes servios ao Estado do Cear e hoje participa de um processo estruturado de interiorizao das aes, atravs de uma A misso do FID ouvir a sociedade nas suas diferentes instncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficincias, indicando as fontes de soluo e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da tica e dos direitos humanos; promovendo para isso alianas com o poder pblico no mbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil e outras de nvel internacional; ajudando no processo de incluso; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade. 6. O rede de entidades para a sensibilizao sobre os direitos dos idosos e das PCDs (com apresentao de trabalho sobre acessibilidade arquitetnica e urbanstica), que atinge todos os municpios cearenses e suas macro regies e rene de 150 a 300 pessoas por evento, de todas as instncias e poderes executivo, legislativo e judicirio e da sociedade. Essa Rede de Entidades j esteve com esta ao em Acara, Brejo Santo, Maracana, Cascavel, Nova Russas, Aracati e ainda percorrer outras 3 macro regies neste ano, ministrando palestra e apresentando trabalho. Os benefcios diretos para os municpios so imediatos e os benefcios futuros, imensurveis, pois levam o conhecimento e a experincia destas entidades, de anos de anteriores e bem sucedidas iniciativas. O FID se prope a novos paradigmas de integrao de esforos para encurtar a distncia, detectando os problemas e apontando os caminhos de forma desburocratizada e mais rpida para atender as agruras dos segmentos que representa, economizando tempo, energia dos agentes e recursos dos entes pblicos. A misso do FID ouvir a sociedade nas suas diferentes instncias, especialmente do segmento de idosos e das pessoas com deficincias, indicando as fontes de soluo e fomentando a abertura de caminhos dentro da legalidade, da tica e dos direitos humanos; promovendo para isso alianas com o poder pblico no mbito federal, estadual e municipal; com entidades de classe e de profissionais, com movimentos sociais e com a sociedade civil e outras de nvel internacional; ajudando no processo de incluso; sensibilizando e conscientizando o mais amplo espectro da sociedade.