Apresentação - Última versão

of 28/28
Docente: Lino Oliveira Trabalho realizado pelos discentes: M.ª Fátima Soares Rodrigues Carvalho Manuel António Rocha Silva Moura Data: 28-03-2014 Curso de Pós-Graduação de Gestão de Bibliotecas Escolares
  • date post

    31-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    210
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Apresentação - Última versão

1. Docente: Lino Oliveira Trabalho realizado pelos discentes: M. Ftima Soares Rodrigues Carvalho Manuel Antnio Rocha Silva Moura Data: 28-03-2014 Curso de Ps-Graduao de Gesto de Bibliotecas Escolares 2. Criado em finais da dcada de 1990 por Jorn Barger (Barbosa & Granado, 2004, apud Carvalho), o Weblog, em portugus blogue, refere-se a um dirio na Web, com apontadores para outros sites, cuja informao est organizada da mais recente para a mais antiga (em post), frequentemente atualizada, evidenciando opinies, emoes, factos, imagens, etc. Disponibiliza um ndice de entrada. 3. De acordo com O'Reilly, o conceito de 'Web 2.0 comeou com uma apresentao baseada no 'brainstorming, realizada entre O'Reilly e a MediaLive International. Web 2.0 um termo popularizado a partir de 2004 pela empresa americana O'Reilly Media1 para designar uma segunda gerao de comunidades e servios, tendo como conceito a "Web como plataforma. 4. A O'Reilly Media (antes chamada de O'Reilly & Associates) uma companhia de mdia (editora) americana criada por Tim O'Reilly, que publica livros e websites e organiza conferncias sobre temas de informtica. Uma marca particular que a distingue a apresentao de uma gravura de animal em muitas de suas capas de livros; 5. a mudana para uma internet como plataforma, desenvolvendo-se aplicativos que aproveitem os efeitos de rede para se tornarem melhores quanto mais so usados pelas pessoas, aproveitando a inteligncia colectiva (Tim OReilly, 2005) 6. A Web 2.0. O termo Web 2.0 est associado a aplicaes WEB, cujo objetivo facilitar as trocas de informaes, a partilha de informaes, vdeos, fotos e outras aplicaes, promovendo a colaborao e a interao entre utilizadores. Os utilizadores podem navegar e formar comunidades, prosseguindo objetivos de colaborao e partilha de contedos e servios, entre si. 7. O funcionamento dos softwares online e quase sempre gratuito; Facilidade de armazenamento de dados e criao de pginas; Facilidade de publicao de contedos; Vrios utilizadores podem aceder mesma pgina e editar as informaes; Os utilizadores passam a ser produtores de contedos; A atualizao da informao colaborativa; As informaes podem mudar momentaneamente; Criao de comunidades de pessoas interessadas em determinados assunto s ou temas 8. Antes a WEB designada Web 1.0 era estruturada por meio de sites, que apresentavam o contedo online de modo esttico, ou seja, os utilizadores apenas tinham possibilidade de ler as informaes, careciam do uso de qualquer recurso adicional e da possibilidade de interagir com outros internautas. 9. Web 1.0 traduziu implantao e popularizao da rede. Web 2.0 um mundo vivo, concentrado nos mecanismos da informao, da busca, do conhecimento e da comunicao. Web 3.0 pretende ser a organizao e o sistema mais inteligente de todo o conhecimento. 10. Com a WEB 2.0 O utilizador interage com outros utilizadores, torna-se um indivduo ativo e participante, no mbito da criao, seleo e troca de contedo, em determinados sites, por meio de plataformas abertas. 11. WEB 1.0 Mp3.com Sites pessoais Publicaes Sistemas fechados WEB 2.0 Criao de sites Publicao/Participa o Blogs Wikis Redes Sociais 12. Colabora o Contedo Social Simplicidad e Plataform a WEB 2.0 13. Colaborao/Contedo (www.wikipedia.com) Sites que exploram a interatividade para gerao de Inteligncia Coletiva 14. (www.wikispace.com) (www.linkedin.com) 15. Social Promove a interao entre os internautas (www.facebook.com) 16. (www.twitter.com) (www.youtube.com) 17. Simplicidade (www.calendinhas.blogspot.pt) Praticamente no precisa de conhecer um determinado programa para criar uma pgina na internet , usando uma ferramenta da Web 2.0 18. Plataforma (www.plus.google.com) Os programas so executados Online (https://sites.google.com/site/abcvoador/) 19. Ensinar modelar e demonstrar, aprender praticar e reflectir. (Stephen Downes,2007) Com o aparecimento da Web 2.0, muitos sites deixaram de ser estruturas rgidas e estticas, passando a ser plataformas flexveis, onde as pessoas podem colaborar com o seu conhecimento, em benefcio de outros utilizadores e visitantes. Assim sendo, a Web 2.0 tem um impacto fundamental na educao. 20. A ferramenta da Web 2.0 que o nosso grupo de trabalho elegeu para desenvolver e explorar foi o blogue. Partimos de vrios pressupostos e princpios que consideramos ser fundamentais e inalienveis: 21. De acordo com Lino Oliveira, devemos usar a internet nas atividades letivas, logo devemos usar a internet como suporte das disciplinas que lecionamos; O ambiente de trabalho deixa de estar no computador pessoal do professor e passa a estar online, sempre acessvel, a partir de qualquer lugar do planeta com acesso Internet; 22. Os agentes educativos podem, com toda a facilidade, escrever online no blogue, gravar um assunto no podcast ou disponibilizar um filme no YouTube; As ideias apresentadas, por exemplo, num blogue so, como salienta Siemens (2002, citado por Carvalho), o ponto de partida para o dilogo, no o ponto de chegada; O blogue implica a existncia de funcionalidades como comentrios, arquivo, entre outros; 23. No nosso blogue podemos integrar uma hiperligao para um stio na Web, disponibilizar uma imagem, inserir um vdeo do YouTube. O blogue tem, entre outras vantagens, a possibilidade de publicar gratuitamente informao, centrando-se no contedo e no na interface, devido facilidade de edio. Nele podem ser postadas imagens e vdeos. 24. Os blogues podem ser pessoais e/ou coletivos e estarem abertos a todos ou afetos a uma comunidade fechada, a qual discute temas especficos de interesse para esse grupo (Carvalho et al., 2006) Para Carvalho et al. (2006: 637), o blogue pode funcionar como caderno, porteflio, frum, apoio disciplina, tambm pode ser usado para disponibilizar pequenos sites como WebQuest e Caa ao Tesouro, que so atividades orientadas para a pesquisa na Web. 25. Os utilizadores podem navegar e formar comunidades com objetivos de colaborar e compartilhar contedos e servios. 26. Referncias Bibliogrficas Carvalho, A. A. (Org.). (2008). Manual de Ferramentas da Web 2.0 para Professores. Ministrio da Educao - Direco-Geral de Inovao e de Desenvolvimento Curricular. Disponvel em http://www.crie.min-edu.pt/publico/web20/manual_ edu.pt/publico/web20/manual_web20-professores.pdf OReilly, T. (2005). What is Web 2.0: Design patterns and business models for the next generation of software. OReilly Website. Disponvel em http://oreilly.com/pub/a/web2/archive/what-is-web- 20.html