Plantio circular do cafeeiro com pivô central como obter ...· Irrigação do cafeeiro – C3...

download Plantio circular do cafeeiro com pivô central como obter ...· Irrigação do cafeeiro – C3 Consultoria

of 14

  • date post

    09-Dec-2018
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Plantio circular do cafeeiro com pivô central como obter ...· Irrigação do cafeeiro – C3...

1 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

Plantio circular do cafeeiro com piv central

como obter altas produtividades, economizando

gua e energia.

Andr Lus Teixeira Fernandes

Doutor em Engenharia de gua e Solo

Pr Reitor de Pesquisa, Ps Graduao e Extenso

Universidade de Uberaba UNIUBE

andrefernandes@c3consultoriaepesquisa.com.br

1. Consideraes gerais

No Brasil, a irrigao do cafeeiro foi iniciada por volta de 1946, atravs da

experimentao e pesquisas desenvolvidas pelo Instituto Agronmico de Campinas

(IAC). Somente tomou vulto a partir de 1984, em conseqncia da implantao de

cafezais em reas consideradas marginais quanto ao parmetro climtico de dficit

hdrico, estipulado pelo zoneamento climtico nacional do extinto Instituto Brasileiro

do Caf (IBC) e a seo de climatologia do Instituto Agronmico de Campinas (IAC).

Estas reas marginais localizam-se para o caf arbica em partes das regies do

cerrado mineiro (Tringulo, Noroeste e Nordeste), do cerrado goiano (Leste), do

cerrado baiano (Oeste), algumas regies do estado do Mato Grosso (Chapada da

Petrovina), Chapada Diamantina na Bahia, agreste do estado de Pernambuco,

Serra do Baturit no estado do Cear. Para o caf robusta, popularmente

denominado conilon, as regies marginais localizam-se no norte do estado do

Esprito Santo e regio sul do estado da Bahia.

file:///D:/Andre%20HP/Andr%202015/agripoint/irrigao/textos/andre.fernandes@uniube.br

2 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

Em geral, a irrigao do cafeeiro feita por dois mtodos: asperso e irrigao

localizada. Os sistemas de asperso utilizados na irrigao desta cultura so os

seguintes: asperso convencional mveis (com aspersores pequenos, mdios e

canhes) ou fixos (que inclui o sistema de asperso em malha), autopropelido e

piv central. Em funo de aspectos relacionados ao consumo de energia, exigncia

de mo-de-obra e outros aspectos operacionais, os sistemas mais viveis de

irrigao por asperso tm sido o convencional (principalmente do tipo malha) e o

piv central. J com relao irrigao localizada, os sistemas mais utilizados so

o gotejamento, por suas caractersticas tcnicas que permitem uma irrigao com

grande preciso, economia de gua e energia, e as fitas de polietileno (sistema

tambm conhecido como tripa), principalmente pelo menor custo de implantao.

A maior concentrao de reas de caf irrigado acha-se no cerrado mineiro, com

predominncia dos sistemas de irrigao por tubos perfurados a laser (tripa) e

canho (ou autopropelidos/carretis enroladores), procedendo a denominada

irrigao de socorro ou salvao. Nas consideradas novas fronteiras cafeeiras,

como o oeste e sul da Bahia, nordeste de Minas Gerais e leste de Gois, o

predomnio da irrigao tecnificada, com a utilizao dos sistemas piv central e

gotejamento. O sistema de piv central utilizado por cafeicultores empresariais,

com predomnio de plantios superiores a 100 ha, e o sistema de gotejamento,

utilizado em propriedades pequenas e mdias, complementando reas de piv

central e em reas de topografia imprpria para um sistema de asperso

mecanizado.

Os primeiros pivs centrais utilizados para caf foram adaptados de outras lavouras,

com irrigao em rea total (Figura 2), ou seja, tanto nas linhas de caf quanto nas

entrelinhas. Apesar de viabilizar a cafeicultura empresarial nas regies de cerrado,

o sistema piv central convencional ainda apresentava o inconveniente da

aplicao de grandes volumes de gua e com irrigao das entrelinhas do caf. A

partir destas dificuldades, surgiu uma inovao, adaptada da irrigao de pomares

3 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

de citros nos Estados Unidos, com emissores localizados, irrigando somente na

faixa de absoro radicular das plantas de citros (Figura 3). Adaptando esta

tecnologia, os pesquisadores e consultores brasileiros desenvolveram uma tcnica

extremamente interessante para a irrigao do cafeeiro com o piv central, com

plantio realizado em crculo, com emissores localizados sobre as linhas de caf, os

denominados LEPA1. Com a criatividade do cafeicultor, ocorreram tambm

adaptaes caseiras nos aspersores convencionais, imitando os emissores LEPA,

porm com performances hidrulicas bem inferiores s dos emissores que foram

fabricados especificamente para este fim.

Neste sistema de plantio, igualmente aos demais sistemas de plantio e de irrigao,

o produtor deve considerar que apesar das vantagens da irrigao, mais

especificamente do plantio circular, o sucesso do empreendimento cafeeiro

depende do cumprimento correto das demais prticas como a nutrio, tratos

fitossanitrios, culturais e preparo do caf. A irrigao nunca deve ser considerada

como a salvadora da ptria.

1 LEPA = Low Energy Precision Application, que significa Aplicao Precisa de gua com Baixo Consumo

de Energia.

4 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

Figura 1 Plantio de caf com piv convencional (irrigao em rea total), em

Araguari, MG.

Figura 2: Esquema do sistema de emissores sub-copa, para irrigao de laranja

nos EUA

Figura 3 Primeiro piv central para caf em plantio circular (Luiz Eduardo

Magalhes, BA).

2. Caractersticas do sistema LEPA

LEPA um mtodo altamente eficiente de aplicao de gua s culturas em

sistemas de piv central e lateral mvel. Significa Low Energy Precision

5 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

Application, ou aplicao precisa de gua com baixo consumo de energia. Em

linhas gerais, a sua utilizao promove uma reduo nas perdas de gua por deriva

vento e evaporao; aumenta a produtividade das culturas e diminui custos de

energia de bombeamento. No Quadro 2 podem ser visualizadas algumas diferenas

existentes entre os emissores LEPA e os emissores convencionais, no que diz

respeito a perdas de gua. Em muitas situaes, esses benefcios justificam a

transformao do kit de sprays existentes no piv por um sistema LEPA. As perdas

de gua com a utilizao deste sistema dificilmente ultrapassam 2 a 3%, contra os

25 a 30% dos sprays convencionais.

Quadro 2 Perdas de gua em sistemas convencionais e com a utilizao dos

emissores LEPA.

rea de perda de gua Emissores convencionais Emissores tipo LEPA

Evaporao do solo Maior, pois toda a superfcie

do solo molhada.

Menos da metade da

superfcie do solo

molhada, reduzindo

evaporao.

Evaporao do cafeeiro Maior, porque os cafeeiros

ficam mais midos,

permitindo grande

superfcie de evaporao.

Os cafeeiros permanecem

mais tempo secos.

Deriva pelo vento Os sprays convencionais

so altamente suscetveis

s perdas pelo vento.

Deriva mnima, pela

localizao do jato de gua

sobre o cafeeiro.

Escoamento superficial Topografia, baixo

desenvolvimento vegetativo

Escoamento pode ser

problema, se no forem

6 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

e irrigao excessiva podem

favorecer perdas por

escoamento superficial.

tomadas medidas

adequadas.

Percolao profunda Alta a irrigao excessiva

pode provocar perdas de

gua abaixo da superfcie do

solo.

Baixa, pois o correto

monitoramento da umidade

do solo reduz as perdas.

O sistema LEPA permite quatro opes de molhamento, porm, na irrigao do

cafeeiro, so mais utilizadas 2 delas, o borbulhador e o spray. Torna-se

necessrio, portanto, que os fabricantes de equipamentos estudem a fabricao de

um emissor mais barato, com apenas duas opes de molhamento, que so as mais

utilizadas para o caf. O LEPA hoje disponvel no mercado, fabricado por uma

empresa norte-americana, apresenta as seguintes opes:

a) Borbulhador: caracteriza-se por aplicar gua a uma baixa velocidade, dirigida

base da linha de caf;

b) Borbulhador aerador: caracteriza-se por aplicar gua diretamente na base

das linhas de caf;

c) Quimigao: caracteriza-se por apresentar o spray invertido, que amplia a

rea de aplicao de gua, sendo ideal para ser instalado entre duas linhas

de plantas. Para caf, no apresenta grandes vantagens, na medida em que

os emissores so instalados sobre as linhas de caf;

d) Spray: caracteriza-se por irrigar toda a rea de lavoura, ideal para a situao

onde so plantadas culturas intercalares ou quebra-ventos temporrios nas

entrelinhas, ou quando se deseja reduzir o problema de escoamento

superficial, no incio do desenvolvimento do cafeeiro.

7 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

Figura 4 - Posies possveis para os

emissores LEPA

Figura 5 - Posies do LEPA mais

utilizadas para a irrigao do cafeeiro

Figura 6 Detalhe do Sistema LEPA na irrigao do cafeeiro em plantio

circular.

3. Vantagens do LEPA:

8 Irrigao do cafeeiro C3 Consultoria e Pesquisa Piv Central

Comparando-se com os outros