O Ju­zo Final

download O Ju­zo Final

of 39

  • date post

    07-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    226
  • download

    0

Embed Size (px)

description

Versão compactada do livro O Teste Final, de BenneDen

Transcript of O Ju­zo Final

  • O Juzo Final BenneDen - 1

  • O Juzo Final BenneDen - 2

    O JUZO FINAL Um verso compacta do livro O Teste Final

    Itapaj-Cear

  • O Juzo Final BenneDen - 3

    Copyrightdenisfrota - BenneDen

    Coodenador de produo: Benne Den

    Reviso: Ftima Rios

    Ficha Catalogrfica

    -----------------------------------------------------------------

    Frota, Denis F961t O Juzo Final - 1.ed. Itapaj-Cear: CNV, 2012. 14x21cm, 39 pginas. 1 Doutrina 2. Estudo Bblico I - Frota, Denis

    CDD - 231

    As citaes da Bblia neste livro foram extradas da Bblia 98 Freeware. Bblia Sagrada Gratuita 4.4 Software disponvel nos sites: www.jesuslife.org - www.biblia.net - www.geniais.com

    Contatos com o autor: E-mail: www@benneden.com http://www.benneden.com Fone: 85-3346-0048

    Direitos Reservados. Obra protegida pela Lei dos Direitos

    Autorais. expressamente proibida qualquer forma de comercializao desta obra. Permitimos a cpia deste livro

    para ns de evangelizao, com distribuio gratuita.

  • O Juzo Final BenneDen - 4

  • O Juzo Final BenneDen - 5

    SUMRIO

    Depois da Morte Segue-se o Juzo..... 7

    Um SIM Para a Eternidade..... 19

    O Que Fazer Para Ser Salvo..... 27

    Bibliografia..... 37

  • O Juzo Final BenneDen - 6

  • O Juzo Final BenneDen - 7

    Cada um pensa e sente que ser eterno nesta terra, mas os cemitrios e funerrias so um testemunho silencioso de que a morte real e inevitvel.

    A morte inevitvel. Todos os seres humanos sabem que vo morrer, porm, o que a maioria no sabe que depois da morte segue-se o juzo de Deus. Deus estabeleceu um dia em que julgar todos os homens. A Bblia diz: ... porquanto determinou um dia em que com justia h de julgar o mundo, por meio do varo que para isso ordenou; e disso tem dado certeza a todos, ressuscitando-o dentre os mortos (At 17:31). E vi os mortos, grandes e pequenos, em p diante do trono; e abriram-se uns livros; e abriu-se outro livro, que o da vida; e os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas

    nos livros, segundo as suas obras (Ap 20:12).

    O juzo de Deus ser o ltimo acontecimento para o homem antes do seu destino eterno. Ricos e pobres, jovens e idosos, famosos e annimos, sero ressuscitados dentre os mortos para enfrentar o juzo final. Todos os pecados da humanidade sero manifestos e julgados. O Grande Trono de Justia estabelecer a penalidade eterna para os condenados.

    CAPTULO1 Depois da Morte Segue-se o Juzo

  • O Juzo Final BenneDen - 8

    O Sistema de Avaliao de Deus

    Sabemos que todo julgamento baseado na violao de uma Lei, pois no h crime, sem que haja uma lei anterior que o defina. O mesmo aplicado condio espiritual do homem. Os pensamentos, as motivaes e as atitudes de cada indivduo, s podem ser objeto de julgamento luz de uma Lei. A Bblia o padro de Deus para os seres humanos. As Escrituras Sagradas se apresentam como o nico padro certo capaz de avaliar a situao espiritual do homem em todas as pocas e em todas as culturas. Por este padro o indivduo pode ser avaliado, analisado, e desse modo ser julgado. Sem os Mandamentos de Deus todos os princpios humanos tornam-se condicionais, instveis e passveis de mudanas. A Lei de Deus a nica que dita normas para o homem interior, sondando seus pensamentos, propsitos e sentimentos em adequao vontade do Criador e Supremo Legislador de toda ordem. Apesar de todo avano cientfico e tecnolgico, a importncia da Lei de Deus no diminui atravs dos sculos. Pelo contrrio, quanto mais a vida se complica com as opinies humanas contraditrias e relativas sobre o que certo ou errado, mais o homem necessita da orientao dos Mandamentos de Deus. Negar ou tentar invalidar a Lei de Deus, fazendo uso dos recursos ideolgicos, miditicos e institucionais, uma reao desesperada de uma total soberania humana e independncia de Deus, uma tentativa fracassada de evitar a prestao de contas com o Supremo Juiz do Universo. O Juzo Final est escrito e determinado por Deus. impossvel qualquer tipo de alterao deste fato.

  • O Juzo Final BenneDen - 9

    Ningum pode escapar da realidade das exigncias da vontade de Deus expressa em seus mandamentos. A violao dos mandamentos da Lei de Deus, seja em pensamentos, palavras, atos e omisses, leva o ser humano muitos problemas nesta vida, mas nada se compara com o que h de vir depois da morte, no dia do Juzo Final.

    Os Dez Mandamentos

    Na Bblia h mandamentos ambrangendo os segmentos da vida moral, cvel e religiosa. O Declogo, ou Os Dez Mandamentos, apresenta-se como um resumo de toda a Lei de Deus para o homem.

    1. No ters outros deuses alm de mim.

    Este mandamento diz: Que o SENHOR seja o primeiro objetivo dos teus pensamentos e aspiraes. O Primeiro Mandamento probe o negar, deixar de adorar ou de glorificar ao verdadeiro Deus; e dar a qualquer outro (ser ou coisa) a adorao e a glria que s ao SENHOR so devidas (Sl 14.1; Rm 1.20-21, 25; Sl 8.11). Este mandamento exige de ns o conhecer e reconhecer a Deus como o nico Deus verdadeiro, e nosso Deus; e como tal ador-Lo (1Cr 28.9; Dt 26.17; Sl 95.6-7).

    2. No fars para ti dolos.

    O Segundo Mandamento nos ensina como Deus deve ser adorado. Isto probe qualquer adio ou inveno por parte do homem na adorao ao Deus verdadeiro. A adorao a Deus deve ser em esprito e em verdade (Jo 4:24).

  • O Juzo Final BenneDen - 10

    Este mandamento probe a criao de dolos fsicos ou imaginrios servi-los, reverenci-los com quaisquer tipos de homenagens religiosas.

    3. No tomars em vo o nome do Senhor teu Deus

    O Terceiro Mandamento ensina sobre a reverncia a Deus e a nossa responsabilidade de honr-Lo. Este mandamento proibe o uso indevido do nome do SENHOR, em conversas fteis, piadas e brincadeiras, escrnios e blasfmias.

    4. Lembra-te de santificar o dia de Sbado (Descanso)

    O Quarto Mandamento ensina sobre um dia dedicado a Deus. Este mandamento exige que consagremos a Deus um tempo determinado em sua Palavra para ser um dia dedicado ao SENHOR (Lv 19.30; Dt 5.12).

    5. Honrars a teu pai e a tua me

    Este mandamento exige a honra e o respeito, alm do desempenho dos deveres dos filhos diante dos seus pais (Ef 6.1-3; Rm 13.1-2; 12.10). O Quinto Mandamento trata da atitude do homem para com a autoridade de Deus, manifestada atravs da paternidade.

    6. No matars.

    Este mandamento exige todos os esforos lcitos para a conservao da vida: a nossa e a do prximo. Ele probe o tirar a nossa prpria vida ou a do nosso semelhante (At 16.28; Pv 24.11-12; 1Jo 3.15).

  • O Juzo Final BenneDen - 11

    O mais curioso que o assassinato comea no corao. A Bblia diz: "Quem odeia seu irmo um assassino (I Jo 3:15). Isso acontece porque Deus no simplesmente julga nossas aes; Ele conhece as intenes do nosso corao.

    7. No adulterars.

    O Stimo Mandamento exige a nossa santidade e pureza diante de nosso prximo e de Deus (Ef 4.29; 5.11-12; 1Pe 3.2). O stimo mandamento ordena aos casados que preservem fidelidade mtua, e aos solteiros, que sejam santos puros nos atos, palavras, pensamentos e desejos.

    Jesus disse: "Quem olha para uma mulher com luxria j cometeu adultrio com ela em seu corao (Mt 5:28).

    8. No furtars

    Este mandamento probe tudo o que possa subtrair indevidamente os bens ou o direito do nosso prximo (Pv 28.19; 1Tm 5.8; Tg 5.1- 4). A violao desse mandamento inclui: roubo, furto, assalto, falsificaes, fraudes, pesos e medidas falsos, reteno de salrios, propaganda enganosa, etc.

    9. No dirs falso testemunho contra o teu prximo

    Este mandamento exige o testemunho verdadeiro.Deus condena a mentira (Ef 4.25; 1Pe 3.16; At 25.10; Mt 5.37). O Nono Mandamento probe a mentira e tudo o que prejudicial verdade, ou injurioso, reputao do nosso prximo. Isto inclui: falsos testemunhos, fraudes, enganos,

  • O Juzo Final BenneDen - 12

    difamaes e todas formas de mentiras (Cl 3.9; 2Co 8.20-21; Sl 15.3; 12.3).

    10. No cobiars a casa de teu prximo

    O Dcimo Mandamento de Deus probe a inveja e todas as tendncias ou afeies desordenadas a alguma coisa que pertence ao nosso prximo (1Co 10.10; Gl 5.26; Cl 3.5; 1Tm 6.6-10). Avaliao Pesoal

    Se voc fosse avaliado espiritualmente neste exato momento, com base na observncia dos Dez Mandamos da Lei de Deus, qual seria o seu veredicto? Culpado ou inocente?

    Lembre-se de que o avaliador e Supremo Juiz do Grande Julgamento que aguarda toda a humanidade, ser o SENHOR Deus que, alm de outros atributos, Santo e Justo. Desobedecer um s dos seus Mandamentos significa: Pois qualquer que guardar toda a lei, mas tropear em um s

    ponto, tem-se tornado culpado de todos (Tg 2:10). Maldito todo aquele que no permanece em todas as coisas que esto escritas no livro da lei, para faz-las (Gl 3:10).

    Somos todos totalmente pecadores. Talvez no tenhamos cometido todos os pecados possveis, mas somos capazes de comet-los. E o pecado afetou cada parte do nosso ser. O que somos na essncia, em nossa natureza, muito pior do que qualquer coisa que possamos ter praticado. Todo pecado uma violao Lei de Deus, passvel de um juzo justo: Imoralidade, prostituio, lascvia, adultrio, incesto, homossexualismo, devassido, assassinato, crueldade, idolatria, roubo, mentira, embriaguez, orgias,

  • O Juzo Final BenneDen - 13

    drogas, aborto, feitiaria, falso testemunho, iras, vcios, inimizades, porfias, maledicncia, injustias, orgulho, egoismo, difamao, fraude, blasfmia, desobedincia, cobia, inveja, avareza, desamor, etc. O salrio do peca