NORMA PARA EXAME GERAL DE QUALIFICAÇÃO DO .PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PRODUÇÃO E...

download NORMA PARA EXAME GERAL DE QUALIFICAÇÃO DO .PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PRODUÇÃO E GESTÃO

of 59

  • date post

    09-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    215
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of NORMA PARA EXAME GERAL DE QUALIFICAÇÃO DO .PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PRODUÇÃO E...

  • UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP

    PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PRODUO E

    GESTO AGROINDUSTRIAL

    A PECURIA DE CORTE NA ESTRUTURA DO AGRONEGCIO

    DE MATO GROSSO: UMA ANLISE DO INSUMO PRODUTO

    Marcelo Rodrigo da Silva Neves

    Administrao Geral

    CAMPO GRANDE MATO GROSSO DO SUL MARO - 2017

  • UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP

    PROGRAMA DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PRODUO E

    GESTO AGROINDUSTRIAL

    A PECURIA DE CORTE NA ESTRUTURA DO AGRONEGCIO

    DE MATO GROSSO: UMA ANLISE DO INSUMO PRODUTO

    Marcelo Rodrigo da Silva Neves

    Orientador: Prof. Dr. Daniel Massen Frainer

    Dissertao apresentada ao programa de Ps-Graduao em nvel de Mestrado Profissional em Produo e Gesto Agroindustrial da Universidade Anhanguera-UNIDERP, como parte das exigncias para a obteno do ttulo de Mestre em Produo e Gesto Agroindustrial.

    CAMPO GRANDE MATO GROSSO DO SUL MARO 2017

  • ii

  • iii

  • iv

    DEDICATORIA

    Aos meus filhos Pedro Augusto

    e Joo Marcelo, que estiveram

    sempre ao meu lado, e em

    especial a minha amada

    esposa Regina Nogueira pelo

    apoio incondicional nesta

    conquista.

  • v

    AGRADECIMENTOS

    A Deus primeiramente por ter me possibilitado mais esta oportunidade

    em minha vida, me dando sabedoria e foras para a cada semana da minha

    jornada, no desistir e persistir em busca do resultado.

    A minha amada esposa, que pelo seu exemplo obstinado em ser uma

    profissional que sempre me serve de exemplo, tico e responsvel, com uma

    frase ela resume tudo, ningum obrigado a iniciar algo, mas se voc se

    disps a faz-lo, faa-o at o final e desta fora cheguei ao final.

    Aos meus queridos filhos Joo Marcelo e Pedro Augusto, eles

    agradeo pelo carinho e amor, por entenderem as minhas ausncias.

    meu Orientador, Prof. Dr. Daniel Massen Frainer, pelo auxlio e

    cobranas durante o desenvolvimento do trabalho, me tornando um profissional

    melhor.

    Aos professores Celso Correia, Deisy Lcia, Diego Guidolin, Francisco

    de Assis, Jos Bono, Marcos Barbosa, Guilherme Malafaia, que contriburam

    direta e indiretamente em meu aprendizado, em especial ao professor Wolff

    Camargo, que atravs de suas criticas, me fez persistir cada vez mais para

    chegar ao sucesso.

    Aos meus colegas de Mestrado, Diego, Samuel, Herlones e Leonardo,

    pelas sextas e sbados que passamos juntos, aprendendo e desenvolvendo o

    nosso potencial, apreendi muito com cada um deles, muito obrigado pelo apoio.

    A minha querida comadre Aurizete, pela alegria de sua companhia nos

    dias que eu passava em Campo Grande, em especial minha comadre Ivanete,

    pelo total apoio em me acolher em sua casa me dando todo o suporte

    necessrio at a concluso.

  • vi

    SUMRIO

    Pgina LISTA DE ABREVIATURAS........................................................................... iii

    LISTA DE TABELAS...................................................................................... iv

    LISTA DE FIGURAS....................................................................................... v

    RESUMO....................................................................................................... vi

    ABSTRACT.................................................................................................... vii

    1. INTRODUO GERAL.............................................................................. 03

    2. REVISO GERAL DE LITERATURA.......................................................... 05

    2.1. O Agronegcio no Brasil......................................................................... 05

    2.1.1. A importncia do Agronegcio.............................................................. 08

    2.2. Cadeia Produtiva e Cadeia de Valor...................................................... 10

    2.3. Cadeia produtiva de Pecuria de Corte.................................................. 12

    2.3.1. Complexo Produtivo de carne bovina em Mato Grosso....................... 13

    2.4. Matriz de Insumo Produto....................................................................... 14

    2.5. Complexo Agroindustrial de Pecuria de Corte...................................... 21

    2.5.1. Segmentos antes da porteira e dentro da porteira............................... 21

    2.5.2. Coeficiente tcnicos na agropecuria.................................................. 23

    2.5.3. Segmento aps a porteira.................................................................... 24

    2.6. PIB do Agronegcio................................................................................ 25

    3. REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS GERAIS............................................ 29

    4. ARTIGO .................................................................................................... 31

    RESUMO....................................................................................................... 31

    ABSTRACT................................................................................................... 32

    4.1. Introduo............................................................................................ 33

    4.2. Material e Mtodos.............................................................................. 35

    4.3. Resultados e Discusso...................................................................... 40

    4.4. Concluso............................................................................................ 44

    4.5. Referncias Bibliogrficas................................................................... 46

    ANEXO.......................................................................................................... 49

  • vii

    LISTA DE ABREVIATURAS ABAI: Associao Brasileira de Agribusiness

    ABIA: Associao Brasileira da Industria de Alimentos

    CAI: Complexo Agroindustrial

    CAP: Cadeia de Produo Agroindustrial

    CEPEA: Centro de Estudos Avanados de Economia Aplicada

    CSA: Commodity System Approach

    IBGE: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatstica

    IMEA: Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuria

    MAPA: Ministrio da Agricultura, Pecuria e Abastecimento

    MIP: Matriz de Insumo Produto

    PENSA: Programa de Estudos dos Negcios do Sistemas Agroindustrial

    PIB: Produto Interno Bruto

    SAA: Sistema Agroalimentar

    SAI: Sistema Agroindustrial

    TRU: Tabelas de Valores Usual

    VBP: Valor Bruto da Produo

  • viii

    LISTAS DE TABELAS Pginas

    Tabela 1 Dimenses do agronegcio mundial (USD$ Bilhes)

    e participantes de cada setor......................................

    09

    Tabela 2 Valor adicionado, impostos indiretos e PIB do

    Agronegcio de Mato grosso fonte: IMEA 2014......

    48

    Tabela 3 Estrutura para agregao no PIB do complexo

    agroindustrial Fonte: dados de pesquisa..................

    35

    Tabela 4 Estrutura da Agropecuria de Mato Grosso Fonte:

    dados de pesquisa.....................................................

    36

    Tabela 5 A estrutura da Agroindstria de Mato Grosso em

    2013 preos de consumidor (em R$ milhes)

    Fonte: Dados de pesquisa..........................................

    37

    Tabela 6 A estrutura da Distribuio (Agro servios e

    comercio) de Mato Groso em 2013 a preos de

    consumidor no CAI de bovino de corte (em R$

    milhes) .....................................................................

    37

  • ix

    LISTAS DE FIGURAS

    Pginas

    Figura 1 Visualizao do Sistema Agroindustrial...................... 08

    Figura 2 Cadeia de produo.................................................... 11

  • x

    A PECURIA DE CORTE NA ESTRUTURA DO AGRONEGCIO DE MATO

    GROSSO: UMA ANLISE DO INSUMO PRODUTO

    RESUMO: O estudo realizado neste trabalho objetivou demostrar a importncia

    da analise do insumo produto, e de forma aplicada, a importncia estratgica

    que a bovinocultura tem na construo e participao do Produto Interno Bruto

    (PIB) do Estado de Mato Grosso e, em especial a cadeia produtiva de pecuria

    de corte na estrutura do agronegcio e para a economia mato-grossense, o

    qual vem apresentando seu potencial dentro da estrutura produtiva do estado

    de Mato Grosso. Tal desempenho verificado a partir do momento em que a

    pecuria passa a funcionar como mola propulsora na economia como um todo,

    influenciando, assim, tanto nas indstrias de fabricao de insumos, quanto

    nos servios e comrcio de seus produtos. Para tanto, foi estimado a matriz de

    insumo produto (MIP) de 2013. Os resultados esperados foram obtidos a partir

    de indicadores da matriz, que procurou mensurar setores chaves da economia

    de Mato Grosso e propagao dos impactos atravs dos multiplicadores I e II,

    tentando avaliar como a economia reage de forma direta, indireta e induzida,

    mudanas na estrutura econmica. Atravs dos resultados obtidos foram

    utilizados para estimativa e mensurao do PIB do agronegcio do estado de

    Mato Grosso, e a participao do complexo agroindustrial de pecuria de corte

    na construo do PIB do agronegcio e na economia, bem como a anlise dos

    quatro agregados que compem. Os clculos foram baseados de dados

    estimados da matriz de 2013, onde apontou para o desenvolvimento do

    agregado IV de comrcio e servio, ficando acima da mdia dos demais

    setores ligados