IBRACON | Instituto Brasileiro do Concreto - INSPEÇÃO E ... ... CONCRETO &...

Click here to load reader

  • date post

    15-Feb-2021
  • Category

    Documents

  • view

    2
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of IBRACON | Instituto Brasileiro do Concreto - INSPEÇÃO E ... ... CONCRETO &...

  • JUL-SET

    2018 ISSN 1809-7197

    www.ibracon.org.br

    Ano XLVI

    91

    Instituto Brasileiro do Concreto

    LUIZ CARLOS P. DA SILVA FILHO: MAPEANDO RISCOS NO SETOR CONSTRUTIVO PARA PREVENIR DESASTRES

    PERSONALIDADE ENTREVISTADA

    RECUPERAÇÃO DA BARRAGEM DE JUCAZINHO

    MANTENEDOR

    DOSAGEM, CARACTERIZAÇÃO E AUTOCICATRIZAÇÃO DE UHPFRC

    PESQUISA E DESENVOLVIMENTO

    & Construções

    PROCEDIMENTOS, NORMAS E ESTUDOS PARA INSPEÇÃO, DIAGNÓSTICO E REFORÇO DE ESTRUTURAS DE CONCRETO

    INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

    0

    5

    25

    75

    95

    100

    Capa Revista Concreto IBRACON 91 - 2 - FINAL

    quinta-feira, 23 de agosto de 2018 14:27:11

  • 0

    5

    25

    75

    95

    100

    Mantenedores

    quarta-feira, 22 de agosto de 2018 22:18:10

  • 0

    5

    25

    75

    95

    100

    Mantenedores

    quarta-feira, 22 de agosto de 2018 22:18:10

  • Esta edição é um oferecimento das seguintes Entidades e Empresas

    a revista

    Adote concretamente CONCRETO & Construções

    ENGETI ENGETI

    IBRACON

    0

    5

    25

    75

    95

    100

    Oferecedores - 2

    quinta-feira, 16 de março de 2017 15:27:39

  • CONCRETO & Construções | Ed. 91 | Jul – Set • 2018 | 5

    REVISTA OFICIAL DO IBRACON Revista de caráter científico, tec- nológico e informativo para o se- tor produtivo da construção civil, para o ensino e para a pesquisa em concreto.

    ISSN 1809-7197 Tiragem desta edição: 5.000 exemplares Publicação trimestral distribuida gratuitamente aos associados

    JORNALISTA RESPONSÁVEL à Fábio Luís Pedroso MTB 41.728/SP [email protected]

    PUBLICIDADE E PROMOÇÃO à Arlene Regnier de Lima Ferreira [email protected]

    PROJETO GRÁFICO E DTP à Gill Pereira [email protected]

    ASSINATURA E ATENDIMENTO [email protected]

    GRÁFICA Coan Indústria Gráfica Preço: R$ 12,00

    As ideias emitidas pelos entre- vistados ou em artigos assina- dos são de responsabilidade de seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião do Instituto.

    © Copyright 2018 IBRACON

    Todos os direitos de reprodução reservados. Esta revista e suas partes não podem ser reproduzidas nem copiadas, em nenhuma forma de impressão mecânica, eletrônica, ou qualquer outra, sem o consen- timento por escrito dos autores e editores.

    PRESIDENTE DO COMITÊ EDITORIAL à Guilherme Parsekian

    COMITÊ EDITORIAL – MEMBROS à Alio Kimura (informática no cálculo estrutural) à Arnaldo Forti Battagin (cimento & sustentabilidade) à Bernardo Tutikian (tecnologia) à Eduardo Barros Millen (pré-moldado) à Enio Pazini Figueiredo (durabilidade) à Ercio Thomas (sistemas construtivos) à Evandro Duarte (protendido) à Frederico Falconi (projeto de fundações) à Guilherme Parsekian (alvenaria estrutural) à Hugo Rodrigues (cimento e comunicação) à Inês L. da Silva Battagin (normalização) à Íria Lícia Oliva Doniak (pré-fabricados) à José Tadeu Balbo (pavimentação) à Luiz Carlos Pinto da Silva Filho (ensino) à Mário Rocha (sistemas construtivos) à Paulo Eduardo Campos (arquitetura) à Paulo Helene (concreto e reabilitação) à Selmo Kuperman (barragens)

    IBRACON Rua Julieta Espírito Santo Pinheiro, 68 – CEP 05542-120 Jardim Olímpia – São Paulo – SP Tel. (11) 3735-0202

    CRÉDITOS CAPA

    RefoRço de fundação de edifício afetada poR Reação

    álcali-agRegado. aceRvo pessoal do

    eng. civil séRgio otoch

    7 Editorial

    8 Coluna Institucional

    9 Converse com o IBRACON

    11 Encontros e Notícias

    15 Personalidade Entrevistada:

    Luiz Carlos Pinto da Silva Filho

    41 Entidades da Cadeia

    81 Mantenedor: Recuperação

    da barragem de Jucazinho

    111 Acontece nas Regionais

    seções

    INSTITUTO BRASILEIRO DO CONCRETO Fundado em 1972 Declarado de Utilidade Pública Estadual | Lei 2538 de 11/11/1980 Declarado de Utilidade Pública Federal Decreto 86871 de 25/01/1982

    DIRETOR PRESIDENTE Julio Timerman

    DIRETOR 1º VICE-PRESIDENTE Luiz Prado Vieira Júnior

    DIRETOR 2º VICE-PRESIDENTE Bernardo Tutikian

    DIRETOR 1º SECRETÁRIO Antonio D. de Figueiredo

    DIRETOR 2º SECRETÁRIO Carlos José Massucato

    DIRETOR 1º TESOUREIRO Claudio Sbrighi Neto

    DIRETOR 2º TESOUREIRO Nelson Covas

    DIRETOR DE MARKETING Hugo Rodrigues

    DIRETOR DE EVENTOS César Daher

    DIRETOR TÉCNICO Paulo Helene

    DIRETOR DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS Túlio Nogueira Bittencourt

    DIRETORA DE PUBLICAÇÕES E DIVULGAÇÃO TÉCNICA Íria Lícia Oliva Doniak

    DIRETOR DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO Leandro Mouta Trautwein

    DIRETOR DE CURSOS Enio José Pazini Figueiredo

    DIRETOR DE CERTIFICAÇÃO DE MÃO DE OBRA Gilberto Antônio Giuzio

    DIRETORA DE ATIVIDADES ESTUDANTIS Jéssika Pacheco

    u sumário

    Instituto Brasileiro do Concreto

    NORMALIZAÇÃO TÉCNICA

    PESQUISA E DESENVOLVIMENTO

    INSPEÇÃO E MANUTENÇÃO

    Extração de corpo de prova testemunho em paredes existentes de alvenaria estrutural

    Dosagem, caracterização e autocicatrização de compósitos cimentícios de altíssimo desempenho reforçado com fibras de aço

    Reliability calibration by carbonation exposure class deemed-to-satisfy prescriptions of Spanish concretes

    Determinação da vida útil residual de estrutura de concreto de edifício residencial multifamiliar

    Viabilidade econômica da utilização de fibra de carbono em reforço estrutural

    Inspeção e diagnóstico em estrutura de concreto pré-fabricado

    Reforço para viabilizar uma nova arquitetura em edificação modernista de painéis pré-moldados de concreto

    Investigatión participativa para crear vivendas durables

    Apresentação e aplicação da norma brasileira de inspeção de pontes, viadutos e passarelas

    Concreto com fibras de aço e polipropileno submetido à compressão axial: estudo de corpos de prova e pilares curtos

    Inspeção e diagnóstico de estrutura de concreto armado

    36

    92

    97

    51

    56

    64

    71

    77

    29

    102

    45

  • 6 | CONCRETO & Construções | Ed. 91 | Jul – Set • 2018

    u homenagem póstuma

    Péricles Brasiliense Fusco e seu legado inestimável de

    aprendizado sobre as estruturas

    A comunidade técnica brasileira despediu-se em julho último do notável engenheiro e professor Péricles Brasiliense Fusco, nos seus 88 anos, mais de 60 deles dedicados à en- genharia de estruturas.

    Formado na turma de 1952 na Es- cola Politécnica da Universidade de São Paulo, sua paixão pelas estruturas levou- -o, meses antes de se formar, a projetar seu primeiro edifício alto como estagiário no Escritório de Paulo Franco Rocha. A esse primeiro projeto seguiram-se muitos outros, não só de edificações, mas tam- bém de obras de infraestrutura, como pontes, viadutos e túneis, bem como de obras industriais. Entre as obras mais marcantes das quais participou, pode-se citar: os projetos das fábricas da Com- panhia Siderúrgica Paulista (Cosipa), da Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), da usina hidrelétrica de Itaipu e da linha norte-sul do Metrô de São Paulo.

    Essa vasta e profícua atuação profis- sional na engenharia de estruturas mante- ve-se alicerçada na sua vocação para en- sinar e aprender, que o acompanhou até o final de sua vida. Em entrevista concedi- da à Revista CONCRETO & Construções, em sua edição 73 (a entrevista pode ser acessada no site www.ibracon.org.br), Péricles Fusco nos conta que leu os dois primeiros volumes da obra de Moersh, o criador da teoria do concreto armado, “linha por linha, capítulo por capítulo, às vezes, mais de uma vez, sempre após o jantar”, durante seu quinto ano no curso de Engenharia Civil. Segundo suas pró- prias palavras, “intuitivamente aplicava a regra de ouro do aprendizado, já ensina- da por Aristóteles: para saber algo, você deve saber até a última minúcia, até a menor de suas partes!”.

    Essa sua vocação por aprender o capacitou a ensinar, primeiramente a disciplina de estabilidade das constru-

    ções, na Faculdade de Engenharia In- dustrial (FEI), em 1954, e posteriormen- te as disciplinas de concreto armado e projeto de estruturas, entre outras, na Escola Politécnica da USP, a partir de 1956, onde veio a se aposentar em 1997, depois de ter formado 21 mes- tres e 21 doutores.

    Seu interesse pelo ensino e pesquisa foi consolidado por sua passagem pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), de 1953 a 1956, onde, segundo ele, aprendeu tudo o que era possível aprender sobre ensaios em estruturas. Seu maior aprendizado durante este pe- ríodo, confessado na referida entrevista foi de que “nada supera a evidência! Cristo usou a evidência para provar que ele era divino! Ele fez milagres, que eram evidências de seus poderes divinos. A prova da verdade é a evidência!”.

    Na Poli-USP, Fusco foi o primeiro professor brasileiro do recém-lançado curso de engenharia naval, onde ensi- nou sobre as estruturas aos seus cole- gas de turma, pois foi ao mesmo tempo aluno nas demais d