Atualiza§µes Da NBR 6118

download Atualiza§µes Da NBR 6118

of 14

  • date post

    19-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    374
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Atualiza§µes Da NBR 6118

  • REVISO DA NBR 6118: 2014 Armadura contra fissurao nos bordos

    Alterado o clculo da armadura complementar contra fissurao dos bordos (presente no detalhamento das lajes, quando esta opo est ativada), de acordo com as novas prescries do item 19.3.3.2 da NBR 6118:2014. So esperados valores menores para a taxa dessa armadura, mas com comprimentos maiores em alguns casos.

    Detalhamento das armaduras contra fissurao, conforme NBR 6118:2003.

  • Detalhamento das armaduras contra fissurao, conforme NBR 6118:2014.

    Estribos suplementares contra flambagem Alterado o critrio para definio de estribos suplementares contra flambagem das barras

    no detalhamento dos pilares. De acordo com as novas prescries do item 18.2.4 da NBR 6118:2014, esses estribos suplementares protegem apenas as barras envolvidas pelos mesmos e no as barras adjacentes, gerando um nmero bem maior de grampos no detalhamento do pilar. Foi facultado ao usurio utilizar esse novo critrio ou no, atravs do item Permitir estribos suplementares para proteo de mais de uma barra longitudinal na configurao Detalhamento Pilares, boto Estribos.

  • Opo Permitir que estribos suplementares proteja barras adjacentes desabilitada

    Opo Permitir que estribos suplementares proteja barras adjacentes habilitada

  • Armadura de pele Alterado o clculo da armadura de pele nas vigas, de acordo com as novas prescries

    do item 17.3.5.2.3 da NBR 6118:2014. Esse item agora estabelece um limite superior para a taxa de armadura necessria, o que pode levar a valores menores de armadura em alguns casos.

    Alm disso, trataram-se o dimensionamento e o detalhamento das vigas com armadura de pele, de forma a atender prescrio do item 17.3.5.2.3 da NBR 6118:2014, segundo a qual essa armadura deve ser convenientemente ancorada nas extremidades da viga. Dependendo da largura dos apoios extremos, o detalhamento pode permanecer inalterado ou gerar ganchos nas extremidades das barras. Em casos extremos, pode inclusive gerar erro no dimensionamento da armadura de pele.

    Detalhamento de viga com armadura de pele de acordo com os critrios da NBR 6118:2007

  • Detalhamento de viga com armadura de pele de acordo com os critrios da NBR 6118:2014

    Nova configurao para considerao ou no da utilizao de ganchos de ancoragem na armadura de pele (default habilitado)

  • Cobrimentos mnimos Alterada a definio dos cobrimentos mnimos sugeridos pelo programa dentro da

    configurao Materiais e durabilidade. Seguindo a nova Tabela 7.2 da NBR 6118:2014, foi acrescentado um critrio especfico para elementos em contato com o solo e uma previso para reduo dos valores mnimos quando for adotada uma classe de concreto superior mnima requerida pela Norma. A definio dos elementos (como vigas, pilares e lajes) em contato com o solo poder ser feita no dilogo de edio desses elementos no croqui.

    O dimensionamento de todos os elementos foi revisado para contemplar o novo critrio de cobrimento, incluindo o tratamento adequado nos casos de cobrimento diferente em peas adjacentes.

    Materiais e durabilidade

  • Dilogo de lanamento dos pilares com nova opo de contato com o solo

    Espessura mnima das lajes Alterado o valor da espessura mnima das lajes macias, de 5 cm para 7 cm, e da

    espessura da capa em lajes com nervuras, de 3 cm para 4 cm, seguindo as prescries do item 13.2.4.1 da NBR 6118:2014.

    Espessura mnima para laje macia, segunda a NBR 6118:2014

  • Espessura mnima para espessura da capa das lajes com nervuras, segunda a NBR 6118:2014

    Para o caso especfico das lajes em balano, foi includa uma verificao para a espessura mnima, definida em 10 cm. Nessa situao, o detalhamento das lajes ir emitir o novo Aviso 83 (A Laje em balano Lxx no respeita a espessura mnima). Alm disso, foi includa a considerao do coeficiente adicional de ponderao dos esforos ao dimensionamento de lajes em balano com espessura inferior a 19 cm, conforme definido pelo item 11.7.1 da NBR 6118:2014. O usurio pode controlar quais lajes so consideradas em balano atravs da coluna Balano na janela de dimensionamento das lajes.

    Comprimento de ancoragem bsico Alterada a definio do comprimento de ancoragem bsico, seguindo as prescries do

    item 9.4.2.4 da NBR 6118:2014. Esse item agora define um valor mnimo de 25 vezes o dimetro da barra, o que pode gerar valores ligeiramente maiores ao adotar uma classe de concreto com fck mais elevado. Com isso, tambm foi alterado ligeiramente o critrio de verificao dos pinos e alas de iamento em elementos pr-moldados, adequando-se s novas prescries para comprimento de ancoragem definidos pela NBR 6118:2014.

  • Na tabela, o comprimento de ancoragem bsico em funo da bitola e do fck, com o novo valor mnimo preconizado pela reviso da norma na ltima coluna. Para valores de fck abaixo de 50 MPa, se percebe que no h alterao na ancoragem bsica. Os valores da tabela foram calculados para CA-60 na bitola de 5 mm e CA-50 para as demais.

    Armadura contra colapso progressivo Alterado o clculo da armadura contra colapso progressivo (presente no detalhamento das

    lajes, quando existem pilares no seu interior), de acordo com as novas prescries do item 19.5.4 da NBR 6118:2014. So esperados valores mais elevados para essa armadura, devido ao ajuste na formulao imposto pela atualizao da norma: NBR 6118:2007: fyd * As Fsd NBR 6118:2014: fyd . As 1,5 . Fsd

    Figura 1 Croqui das lajes avaliadas.

  • Figura 2 Esforos solicitantes para o clculo das armaduras contra colapso progressivo, disponvel no diagrama de puno dos pilares.

    Figura 3 Detalhamento da armadura contra colapso de acordo com a NBR 6118:2007, calculada por: fyd * As Fsd, onde Fsd o esforo solicitante no diagrama de puno para cada pilar (figura 2).

    Figura 4 Detalhamento da armadura contra colapso progressivo de acordo com a NBR 6118:2014, calculada por: fyd . As 1,5 . Fsd.

  • Mdulo de elasticidade do concreto Alterada a definio do mdulo de elasticidade do concreto, em funo do seu fck definido

    na configurao Materiais e Durabilidade, boto Classes, de acordo com as novas prescries do item 8.2.8 da NBR 6118:2014. A diferena nos valores pequena e deve influenciar apenas ligeiramente os deslocamentos na estrutura. Alm disso, foram acrescentados novos tipos de agregados no clculo das propriedades do concreto.

    Tabela comparativa dos valores do mdulo de elasticidade antes e aps a reviso da norma.

    Acrescentados os agregados do tipo diabsio e gnaisse.

    Dimenso mnima dos pilares Alterado o valor da dimenso mnima dos pilares, de 12 cm para 14 cm, seguindo as

    prescries do item 13.2.3 da NBR 6118:2014. Neste caso, ser facultado ao usurio manter as dimenses anteriores, alterando esse limite em um novo item de configurao criado em Dimensionamento Pilares. Nessas situaes, ser emitido um aviso no detalhamento do pilar.

  • Dimenso mnima configurvel (valor prescrito pela NBR 6118:2014)

  • Aviso ao detalhar pilar com dimenso menor que a preconizada pela norma

    Posio da linha neutra no ELU Com a atualizao da NBR 6118 ser necessrio ajustar o programa s novas

    prescries da norma. Assim, estamos implementando os ajustes necessrios para adequao do programa com base no projeto de reviso apresentado para consulta pblica. Neste primeiro ajuste, foram alterados os valores limite para a posio da linha neutra no dimensionamento dos elementos flexo, de acordo com as prescries do item 14.6.4.3 da NBR 6118:2014. Dependendo do valor do fck adotado para o concreto, essa modificao pode gerar valores um

  • pouco mais elevados para a armadura de compresso (ou erros de dimensionamento, nos elementos que no permitem armadura dupla). Nestes casos, consequentemente, a armadura tracionada poder ser reduzida.

    A norma NBR 6118:2007 estabelecia como limites:

    a) x/d 0,50 para concretos com fck 35 MPa; b) x/d 0,40 para concretos com fck>35 MPa . A nova norma NBR 6118:2014 passa a estabelecer que:

    a) x/d 0,45 para concretos com fck 50 MPa; b) x/d 0,35 para concretos com 50 MPa < fck 90 MPa. Esta modificao aplica-se ao dimensionamento dos elementos flexo, afetando principalmente as vigas e lajes. Em geral, esta alterao no deve apresentar mudanas significativas nos resultados de armadura. Para exemplificar a mudana, geramos os relatrios de uma mesma viga, utilizando concreto de fck 20MPa e que foi dimensionada pela verso atual e pela verso com os novos limites para a posio da linha neutra. Neste exemplo houve uma pequena diminuio na armadura positiva.