Ácido Peracético

download Ácido Peracético

of 43

  • date post

    03-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    58
  • download

    2

Embed Size (px)

description

Ácido Peracético. Ana M. A. Lóis Enfermeira da CCIH Associação Portuguesa de Beneficência Assessora técnica – CENECATI (Assessoria Técnica para Mundial Química do Brasil) ccih@beneriopreto.com.br. Ácido Peracético. Revolução na Biossegurança; Proteção ao meio Ambiente; - PowerPoint PPT Presentation

Transcript of Ácido Peracético

  • cido PeracticoAna M. A. LisEnfermeira da CCIH Associao Portuguesa de BeneficnciaAssessora tcnica CENECATI(Assessoria Tcnica para Mundial Qumica do Brasil)ccih@beneriopreto.com.br

  • cido PeracticoRevoluo na Biossegurana;

    Proteo ao meio Ambiente;

    Facilidade no Manuseio.

  • cido PeracticoCriticidade dos materiais Direciona o processamento dos materiais. Esterilizao? Desinfeco? Qual mtodo? Qual produto? Tipo de embalagem?

  • cido Peractico

    1. Escolha do Mtodo de Processamento dos MateriaisO grau de sensibilidade e o tipo de flora microbiana encontrada nos materiais a serem processados tambm auxiliam na deciso.

    Esterilizao? Desinfeco?

  • cido PeracticoConhecer o risco potencial de contaminao dos materiais reprocessveis (classificao de Spaulding 1968). Tecido Estril Esterilizao Mucosas colonizaddas Desinfeco de alto nvel Pele integra Limpeza

  • cido PeracticoLimpeza 1 Passo para o sucesso do mtodo escolhido no processamento dos artigos e equipamentos (endoscpios)

  • cido PeracticoRutala 1996 Dimensionou quantos m.o estavam presentes nos instrumentais utilizados em cirurgia de hemicolectomia. Verificou se que, aps limpeza correta 72% dos instrumentais no conseguia - se recuperar microorganismos.

    Sujeira no combina nem com desinfeco nem com esterilizao.

  • cido PeracticoBiofilme Colonias de organismos, multicamadas de celulas bacterianas ou fungos em volta por um material extracelular amorfo, composto de exopolissacardeos de origem bacteriana que tem funo de unir firmemente as clulas a superfcie.

  • cido Peractico

    Natureza dos MateriaisMateriais resistentes aos mtodos convncionais de esterilizao:

    Esterilizao por calor mido (autoclave) De preferncia autoclave pr-vcuo

    Materiais termosensveis O que fazer?

    Limpeza criteriosa Uso de produtos adequados:

    Escovas de 1mm; Conhecer ordem decrescente de Pistolas de gua e ar; resistncia a germicidas qumicosLavadoras ultrassonicas. Consigo um processamento correto e previne formao de biofilme.

  • cido Peractico

    Cadeia de Resistncia dos MicroorganismosProns Esterilizao em autoclave pr vacuo com ciclo especial ( 134 por 18 min.)Esporos

    Micobactrias Esterilizao e DsinfecoVrus no Lipidicos de alto nvel.Ou de tamanho pequeno

    Fungos

    Bactrias Vegetativas

    Vrus Lipdicos Desinfeco de nvel intermedirio ouou de tamanho mdio baixo.

  • cido PeracticoA escolha correta do mtodo de processamento confere:Segurana ao cliente e a instituio Processamento correto em todas as suas etapas e uso correto de produtos.

  • cido Peractico

    2. Propriedades:Bactericida;Micobactericida;Fungicida;EsporacidaViruscida; Atividade na presena de matria orgnica.Ativo na presena de soro, sangue, fluidos corpreas e gorduras, favorece retirada de resduos orgnicos das superfcies dos artigos.

  • cido PeracticoSegurana para o profissional:Considerado ATXICO, no ALERGNICO, irritante leve;Segurana para o Paciente / Cliente; considerado ATXICO, sem feito residual se decompe em oxignio e gua (Biodegradvel);

  • cido Peractico

    3. Legislao

    Port. N. 15 de Agosto 1988 dispe sobre registro de produtos saneantes de ao antimicrobiana;

  • cido Peractico:

    2. Port. N. 122 (29/11/93) inclui na Portaria N. 15 (23/08/88) o princpio ativo cido Peractico para uso como desinfetante / Esterelizante;

    3. RDC N.14 (28/02/2007) dispe sobre regulamento tcnico para produtos saneantes de ao antimicrobiana;

  • cido Peractico:Res. RDC N. 2 (8/1/2004) aprova o uso do cido peractico para controle de microorganismos na lavagem de ovos, peixes, crustcios e hortifrutcolas;

    4. Formulao:Formulado a partir do cido Actico misturando volumes calculados de perxido de hidrognio e cido actico.

  • cido Peractico: 1 FormulaoH3C C = O + H2O2 H3C - C = O + H2O OH (C2H4O3) OOHcido Actico Perxido Ac. Peractico gua de hidrognio

    Grupo Qumico Perxido Orgnico Ph Em torno 2 3 (cido)

  • cido Peractico2 FormulaoA partir do acetilcaprolactanaAcetilcaprolactana + perxido de cido hidrognio peractico Ph entre 5,5 a 7,0 (menor teor de Acidez) OBS: Acompanha um ativador, catalizador de agente anti oxidante.

  • cido PeracticoCalclo de Concentrao:% cido Peractico1 L. Y (Concentrao do produto puro sem diluio).Z (Quantidade Xnecessria para a % desejada)X = Concentrao de peractico na diluio desjada.Ex: Hemodilise 0,2% de peractico quando diluido a 4%

  • cido Peractico:

    5. EstabilidadeTeste de Estabilidade;

    Descrio: Durante 7 dias, armazenados 2 amostras em frascos fechados e protegidos da luz direta diludas a 0,5% e 1%. A analse da concentrao foi efetuado com fita teste da Merk (Merkquant) e observou se os seguintes resultados:

  • cido Peractico

    Soluo diluida 1%1 Dia 600 ppm4 Dia 500 ppm7 Dia 400 ppm

    Soluo diluida 0,5%1 Dia 300 ppm4 Dia 250 ppm 7 Dia 150 ppm

  • cido Peractico:

    6. ManipulaoTeste de Resduos: Descrio: Preparado soluo de cido peractico 1%. Colocado os materiais (inaladores), dentro de cuba fechada por 30min., retirados e colocado em superfcie limpa e seca, deixando secar naturalmente por 2 horas em temperatura ambiente.

  • cido Peractico: Aps a secagem, foram mergulhados em cuba limpa com gua limpa, para rpido enxague. Retirado uma amostra desta gua (150 ml) e adicionado 2 gotas de indicador de cido peractico. Resultado: gua do enxague apresentou se sem resduo de cido peractico.

  • cido Peractico: Concluso: A soluo em contato com o ar se degrada e libera oxignio e gua. Aps secagem este material no mais possuia resduos de cido peractico. Conclumos que um breve enxague do material exposto na soluo suficiente para que o material esteja em condies de uso aps sua secagem.

  • cido Peractico

    7. Comparao com outros produtoscido Peractico possui vantagens quando comparada outros produtos utilizados em larga escala:

    Hipoclorito de sdio:

    - TXICO persistente, altamente poluente, permanece aps emitido na natureza acima de 8 anos. - Em contato com cidos (inclusive urina), forma vapores txicos cancergenos.

  • cido PeracticoCorrosivo mancha e corroe tecidos;

    Inativado na presena de matria orgnicas;

    - No tem ao micobactericida comprovada (exigncia para uso em artigos semi crticos).

  • cido Peracticolcool 70%:No ativo contra esporos; inativado em presena de matria orgnica;Voltil;Desgasta materiais sintticos (EX: acrlico, PVC, Plsticos, etc........).

  • cido Peractico

    Fenol Sinttico:Txico (cels. Hepticas e pele);Altamente txico ao meio ambiente;No possui ao contra esporos;Atividade viruscida baixa;Danifica materiais sintticos;Efeito residual importante;No possui efeito micobactericida comprovado.

  • cido Peractico

    8. Ao no Meio AmbienteServios de Sade e poluio ambiental:

    Os servios de sade possuem papel importante na poluio ambiental, toneladas de lixo infectante, substncias radiativas e qumicas so gerados diariamente . A reciclagem contra indicada por razes de segurana e razes psicolgicas.

  • cido Peractico Substncias txicas usadas em desinfeco e limpeza so jogadas no meio ambiente. A proteo ao ambiente um fato de suma importncia e necessita do suporte dos profissionais de sade que necessitam pensar na preveno das infeces nosocomiais, nos aspectos econmicos e ecolgicos, sendo medidas prticas, inteligentes e urgentes.

  • cido Peractico:

    9. UtilidadesDesinfeco de superfciesAs superfcies fixas no ambiente Hospitalar e outros servios de sade. Baixo risco na transmisso patgenos aos pacientes

  • cido Peractico Contribuem na Infeco cruzada quando permanecem transitriamente contaminadas e albergam microorganismos que so veculados pelas mos enluvadas ou no at fomites, equipamentos, mobilirios e outras superfcies atingindo a curto e mdio prazo o paciente.

  • cido Peractico O uso do desinfetante diariamente diminui a carga microbiana das superfcies prximas aos clientes / pacientes resultando na diminuio do cruzamento das infeces no servio de sade.

  • cido Perac