2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

of 31 /31
Disfunções Digestórias  2ª Aula: Clínica Médica Escola Tereza Néo Apresentação – Aldycelania Pires 20/07/ !

Transcript of 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

Page 1: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 1/31

Disfunções Digestórias 2ª Aula: Clínica Médica

Escola Tereza Néo

Apresentação – Aldycelania Pires

20/07/!

Page 2: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 2/31

Caso haja alterações em alguns órgãos do sistemadigestório, a pessoa pode desenvolver algumas dasseguintes doenças:

  GastriteÚlcera péptica

HepatiteHemorragia digestiva

Cirrose hepáticaancreatite

  Disfunções Digestórias

Page 3: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 3/31

!e"inição # é um dist$r%io in"lamatório da mucosagástrica& 'eu aparecimento ocorre de "orma s$%ita,podendo ser de curta duração, torna#se cr(nica ou

evoluir para $lcera&

Page 4: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 4/31

Gastrite aguda ) é causada por agressores com ação diretana mucosa gástrica& *+: medicamentos anti"lamatórios easpirina, álcool, "umo, enimas digestivas do duodeno,alimentos condimentados, "rituras gorduras, "rutas ácidas

e situações de estresse em pessoas nervosas ouhospitaliadas&

Gastrite Cr(nica ) está relacionada com a presença do

Helico%acter p-lori&

Classicação

Page 5: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 5/31

'intomatologia ) dor epigástrica, v(mitos, náuseas,eructação .arroto/, pirose após as re"eições, digestão di"0cile demorada e até anore+ia .perda de apetite/, casos mais

di"0cil hemorragia digestiva& !iagnóstico ) realiação de endoscopia com realiação de

%iopsia e de radiogra"ia contrastada& 1ratamento ) uso de antiácidos e nos casos graves

medicamentos 2ue %lo2ueiam a secreção do suco gástrico&'e "or provocada pelo H& p-lori deve ser indicadaanti%ióticos&

  Gastrite

Page 6: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 6/31

Ações de Enfermagem 3dministrar medicamentos prescritos 4rientar ao paciente a ingerir dieta %randa e "racionada,

aus5ncia de alimentos irritantes a mucosa gástrica& !esenvolver atividade "0sica com a "inalidade de reduir o

estresse *vitar a ingestão de álcool, ca"é e uso de ta%aco&

  Gastrite

Page 7: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 7/31

!e"inição # são lesões erosivas com perda de tecidos&Caracteria#se por surtos de ativação e per0odos decalmaria, com evolução cr(nica& 3s áreas maisacometidas são as do est(mago e do duodeno&

  Úlcera Pética

Page 8: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 8/31

Úlcera duodenal ) é a "orma predominante da $lcera

péptica& *sta associada 6 hipersecreção de ácido e pepsinapelo est(mago, 2ue ao chegar ao duodeno gera erosões&

Úlcera gástrica ) esta relacionada ao aparecimento de uma

lesão, devido 6 de"ici5ncia dos "atores de proteção damucosa gástrica contra ação do ácido clor0drico

  Classicação

Page 9: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 9/31

Causas das $lceras ) "atores genéticos, am%ientais ."umo,ca"é, ácido acetilsalic0lico, presença da %actéria H& p-lori/e de "atores emocionais .estresse, emoções, ansiedade,

mani"estações da vida a"etiva/& 'intomatologia Úlcera gástrica 7 dor inicia#se no epigástrio e irradia#se

para o re%ordo costal&

3 presença de alimento causa a dor, en2uanto 2uev(mito pode aliviá#la&

Úlcera duodenal 7 a dor irradia#se para o "lanco direitoe acontece 2uando a pessoa está com est(mago vaio&

3 ingestão de alimentos alivia o sintoma& 4utros sintomas são: náusea e v(mito& *m casos graves

hemorragias nas "ees .enterorragia/ ou nos v(mitos.hemat5mese/&

Page 10: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 10/31

  D!"DEN" #$%T&'CA

  8!3!*   () a *) anos +aiores de ,) anos  'ecreção ácida  

-iersecreção  Normal ou.iosecreção

  9re25ncia   +ais +enos

  A/rang0ncia Todas asclasses   N12el econ3mico/ai4o  Estado Nutricional   Nutrido Desnutrido

'ngestão dealimentos

  Al12io a dor Não mel.ora ou .5aumento da dor

  Eisódios de dor  6 a ( .oras aósrefeições

() minutos a 7 .oraaós as refeições

  Presença se23mitos

  'ncomuns  Comuns

Presença de.emorragias

  +elena -ematemese

Diferença entre Úlcera Duodenal e Gástrica

Page 11: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 11/31

!iagnóstico ) realiação da endoscopia 1ratamento ) medicamentoso para reduir a acide

gástrica até a cicatriação da $lcera e na erradicação doH p-lori, 2uando este estiver presente& 3ções de *n"ermagem 4rientar ao cliente a "aer no m0nimo ; re"eições diárias,

em intervalos regulares, mastigando %em os alimentos *vitar "rituras, condimentos . pimenta, ce%ola, saon/

re"rigerantes, ca"é, chá e %e%idas alcoólicas e uso deta%aco&

<odi"icar estilo de vida, %uscando diminuir o estresse =ão "aer uso de comprimidos sem prescrição médica 4%servar a presença de sangue nas "ees e nos v(mitos&

Page 12: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 12/31

!e"inição 7 é a doença 2ue

provoca in"lamação do "0gado&

 Causas: v0rus ou su%stancias

tó+icas&

4s sintomas gerais re"erem#se a

"adiga, anore+ia ."alta de apetite/,enj(os, v(mitos, icter0cia, col$ria.urina escura/ e "ees acólicas.es%ran2uiçadas/

Page 13: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 13/31

- -eatite A = é a mais contagiosa, porém a menos

grave& 3 hepatite 3 é uma doença aguda do "0gado causada

pelo v0rus H3>& *sse tipo de hepatite dura de algumas semanas até

alguns meses e não resulta em in"ecção cr(nica& 3 transmissão da hepatite 3 decorre da ingestão de

material "ecal, mesmo em 2uantidade microscópica,

alimentos e %e%idas in"ectadas, e do contato pró+imocom pessoa in"ectada& 3 vacina para hepatite 3 é recomendada a todas as

crianças a partir de ? ano de idade&

Tios de -eatites 2irais

Page 14: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 14/31

-eatite 8 

@ menos "re2ente 2ue a 3, a hepatite A é uma doença

do "0gado causada pelo v0rus HA>&  *sse tipo de hepatite varia de gravidade, indo de doença

moderada, 2ue cura em algumas semanas .aguda/, atédoença séria de longo prao .cr(nica/, 2ue pode resultar

em cBncer no "0gado&   3 transmissão da hepatite A se dá por contato com

sangue, s5men e outros "luidos corporais in"ectados aoter relações se+uais com pessoa in"ectada,

compartilhamento de agulhas e drogas injetáveis, e demãe para %e%e recém#nascido&

3 vacina para hepatite A é recomendada a todas ascrianças, e adultos so% risco de contaminação pelo HA>

Page 15: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 15/31

  -eatite C

3 hepatite C é uma doença no "0gado causada pelov0rus HC>&

*sse tipo de hepatite algumas vees resulta em

doença aguda, porém ela geralmente é cr(nica epode levar a cirrose e cBncer no "0gado&

3 transmissão se dá pelo contato com sangue depessoa in"ectado, geralmente ao compartilharagulhas e drogas in"ectáveis& =ão e+iste vacina paraa hepatite C&

Page 16: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 16/31

-eatite D

@ o agente da hepatite !elta é um v0rus de"ectivo, ou

seja, necessita da presença do v0rus A inoculadoanteriormente ao organismo para sua replicação& 3 "orma de transmissão é a mesma da hepatite C,

não há vacina&

Page 17: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 17/31

  -eatite E

3 hepatite * é uma doença do "0gado séria causadapelo v0rus H*>& *sse tipo de hepatite geralmente resulta em in"ecção

aguda&

3 transmissão se dá através da ingestão de material"ecal, mesmo em 2uantidades microscópicas&

4s surtos de hepatite * geralmente estão associadosao "ornecimento de água contaminada em lugares de

condições sanitárias ruins& =ão e+iste atualmente vacina aprovada para hepatite

*&

Page 18: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 18/31

Hepatite por 'u%stBncias 1ó+icas

Certas su%stBncias 2u0micas t5m ação hepatotó+ica, 2uando sãoadministradas por via oral ou parenteral, produem necroseaguda das células hepáticas ou hepatite tó+ica& 'u%stBncias maiscomuns: tetracloreto de car%ono, "ós"oro, cloro"órmio e os

componentes do ouro& <uitos medicamentos podem induir 6 hepatite, entre eles estão:anti%ióticos e anestésicos&

'intomas e o tratamento ) são semelhantes aos da hepatite viral& rognóstico ) recuperação após uma hepatite tó+ica é rápida se

"or identi"icada precocemente& orém é improvável arecuperação se houver prolongado tempo entre a e+posição e oin0cio dos sintomas e o tratamento, pois não há atidos e"icaes&

Page 19: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 19/31

-eatite alcoólica

3comete pessoas 2ue já "aem uso cr(nico da %e%ida e 2ueinteragem 2uantidades e+cessivas por alguns dias seguidos&

 

uanto maior os anos de alcoolismo maior a chance de t5#la& 3 maioria desses evolui para hepatopatia cr(nica, não#cirrótica, ou cirrose hepática&

rognóstico ) o tempo de vida está na depend5ncia dograu da lesão já e+istente no "0gado e do uso continuado de%e%idas alcoólicas&

Page 20: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 20/31

 !e"inição 9 é a perda de sangue maciça e rápida devidoa algum trauma&

3 maioria das causas está relacionada a a"ecções 2ue

podem ser curadas ou controladas, podendo não ser grave,mas é importante localiar a "onte de sangramento 2uepode ser proveniente de 2ual2uer parte de tratodigestório.

  -E+"&&A#'A D'#E%T':A

Page 21: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 21/31

 Classi"icação ) ela pode ser classi"icada como:   Hemorragia digestiva alta: 2uando atinge "aringe,

es("ago e est(mago&  Hemorragia digestiva %ai+a: 2uando atinge o duodeno eos intestinos&

'angramento do est(mago ) é o ponto mais "re2ente de

hemorragia causada por $lceras& Dlcool, medicamentoscom 33' podem desencadear a $lcera gástrica 2ue aoaumentar de volume pode provocar erosão em um vaso,levando a hemorragia&

1rato digestivo %ai+o  ) o intestino grosso e o reto sãolocais "re2entes de hemorragia .sangue vivo/& Causas:hemorróidas, "issuras anais, in"lamações, in"ecções,tumores ou pólipos& ode ainda ser provenientes detumores %enignos ou cBncer&

Page 22: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 22/31

 'intomatologia Hemat5mese: v(mito com sangue, podendo ser vermelho

%rilhante ou cor de %orra de ca"é .hemorragia so"reualteração no est(mago/E

<elena: "ees com sangue, de cor enegrecida e "étidaE

*nterorragia: sangramento vivo pelo Bnus, isolado oumisturado com as "ees .sangramento digestivo %ai+o/&

'intomas relacionados 6 perda sangu0nea: ta2uicardia,dispnéia, hipotensão, pele "ria e até cho2ue hipovol5mico&

 !iagnóstico ) realiação de endoscopia e colonoscopia

Page 23: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 23/31

  Tratamento 

ara tratar a hemorragia digestiva é preciso identi"icar e retirar a suacausa seja ela uma $lcera ou um o%jeto per"urante, por e+emplo &

  3 tomada de medicamentos, mudanças nos há%itos alimentares erepouso são complementos 6 cirurgia, 2ue 2uase sempre é necessáriapara estancar a "erida 2ue causa a hemorragia&

Caso grave de hemorragia digestiva pode levar a comprometimentode outros órgãos e o indiv0duo pode ser 2ue ser ligado a uma má2uina

para 2ue respire com a ajuda de aparelhos& 3lguns pacientes podem ainda necessitar de um transplante de algum

órgão para manter#se vivo e ativo&  3ções de *n"ermagem # 3valiar a 2uantidade de perda sangu0nea nas "ees e através dos

v(mitos #Fealiar lavagem gástrica com solução "isiológica gelada # 3dministrar os medicamentos prescritos e monitorar os sinais vitais&

Page 24: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 24/31

!e"inição # a cirrose hepática é o resultado "inal de anos

de agressões ao "0gado, sendo caracteriada pelasu%stituição do tecido hepático normal por nódulos etecido "i%roso&

=o "undo, nada mais é do 2ue a cicatriação do "0gadoE

onde deveria haver tecido "uncionante, há apenas "i%rose.cicatri/&

 uanto mais e+tensa "or 6 cirrose, menor é o n$mero decélulas saudáveis e maior é o grau de insu"ici5ncia

hepática&  *m $ltima análise, a cirrose é um estado de "al5ncia do

"0gado, um órgão no%re sem o 2ual não conseguimosso%reviver&

C'&&"%E -EP$T'CA

Page 25: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 25/31

9atores etiológicos: álcool, insu"ici5ncia nutricional, e+posição asu%stBncias 2u0micas .cloro"órmio/, in"ecção pelo v0rus da hepatite A ees2uistossomose&

  'intomatologia: náuseas, icter0cia, col$ria, dor no "0gado, edema,ascite e hérnia um%ilical&

  3ções de en"ermagem paciente hospitaliado # 4"erecer re"eições pe2uenas e "re2entes

# Festringir a ingestão de sal e água # <onitorar sinais vitais # pesar e medir a circun"er5ncia a%dominal, diariamente em jejum # <anter a pele limpa e hidratada # Fealiar %alanço h0drico # 3valiar o n0vel de consci5ncia e administrar os medicamentos

con"orme prescrição médica # *m alta deve ser orientado 2uanto a dieta e medicação, salientando a

importBncia do acompanhamento am%ulatorial

Page 26: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 26/31

!e"inição  # é uma in"lamação do pBncreas, 2ue pode seraguda ou cr(nica&ancreatite aguda: é o processo in"lamatório do pBncreas&

Causas: <igração de"ormação de pe2uenos cálculos %iliares 2ue

o%struem a porção terminal do colédoco, interrompendo o"lu+o das secreções pancreáticas&

  *ssa o%strução provoca processo in"lamatório intenso eaumento da glBndula por causa do edema, ou seja, do ac$mulo

de l02uido em seu interior& 4 álcool é causa "re2ente de pancreatites agudas e alguns

medicamentos como corticóide e imunodepressores, neveiselevados de colesterol e triglicer0deos, traumatismo

pancreático&

PANC&EAT'TE

Page 27: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 27/31

ancreatite cr(nica # é a perda progressiva do tecidopancreático, com presença de "i%rose e lesões anat(micasirrevers0veis

o álcool ingerido em grandes 2uantidades e por tempoprolongado determina alterações no par5n2uimapancreático, caracteriadas por "i%rose e endurecimento,

com conse2uente atro"ia do pBncreas&   3lém disso, o principal duto pancreático .canal de

irsung/, 2ue mede menos de meio cent0metro de diBmetro,"ica muito dilatado por causa do depósito de cálculos

"ormados principalmente por cálcio em seu interior&   !oente com pancreatite cr(nica pode ter surtos de

pancreatite aguda.

Page 28: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 28/31

ancreatite cr(nica calci"icante 7 principal a causa éo alcoolismo, mas pode estar associada 6desnutrição, hiperparatireoidismo, hereditariedade,ou a nenhuma causa determinada&

ancreatite cr(nica o%strutiva  7 causa é o%struçãoparcial do canal 2ue condu o suco pancreático até ointestino delgado.

Classicação da Pancreatitecr3nica

Page 29: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 29/31

 ancreatite aguda: dor a%dominal intensa, 2uasesempre de in0cio a%rupto, na região superior doa%d(men, 2ue se irradia em "ai+a para as costas& arece2ue é a segunda dor mais "orte 2ue alguém pode sentir&

=áuseas, v(mitos e icter0cia são outros sintomasposs0veisE

  ancreatite cr(nica: dor, diarréia e dia%etes, por2ue opBncreas vai perdendo suas "unções e+ócrinas e

endócrinas& 3 dor aparece nas "ases de agudiação dadoença e tem as mesmas caracter0sticas da2uelaprovocada pela pancreatite aguda&

 %intomas

Page 30: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 30/31

!iagnóstico: realiar e+ames de sangue para avaliar adosagem da enima sérica, leucocitose e a glicemia&

*+ames radiológicos: F do a%d(men e do tóra+E usga%dominalE tumogra"ias computadoriadas&

 1ratamento: Aasicamente o é clinico, indicado manter jejum para ini%ir

a estimulação e secreção de enimas pancreáticas& Caso necessário uso da nutrição parenteral total .=1/& 3

sonda nasogástrica a%erta para aliviar náuseas e v(mitos&

<edicamentos: analgésicos, anti%ióticos e antiácidos sãoadministrados con"orme prescrição& 3dministração deinsulina se precisa& 4 tratamento cir$rgico em removertotal ou parcialmente o pBncreas&

Page 31: 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

7/25/2019 2 Aula Clinica Medica 2 Parte-1-1

http://slidepdf.com/reader/full/2-aula-clinica-medica-2-parte-1-1 31/31

  !f5; terminou<<<