UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE ... Janeiro/2008 Elekeiroz Ácido sulfúrico...

Click here to load reader

  • date post

    19-Jul-2020
  • Category

    Documents

  • view

    1
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE ... Janeiro/2008 Elekeiroz Ácido sulfúrico...

  • ISSN 1679-6411

    RREELLAATTÓÓRRIIOO DDEE AACCOOMMPPAANNHHAAMMEENNTTOO CCOONNJJUUNNTTUURRAALL –– RRAACC

    UUUTTTIIILLLIIIZZZAAAÇÇÇÃÃÃOOO DDDAAA CCCAAAPPPAAACCCIIIDDDAAADDDEEE IIINNNSSSTTTAAALLLAAADDDAAA

    PPPOOORRR GGGRRRUUUPPPOOOSSS DDDEEE PPPRRROOODDDUUUTTTOOOSSS

    111999999666 /// 222000000999

    2010

  • Data de fechamento desta edição: Julho/2010 ABIQUIM - Equipe de Economia e Estatística Fátima Giovanna Coviello Ferreira Gláucia Duarte Riccomi Elaine Andreata Azeituno Rita de Cássia Rodrigues Alessandra de Sousa Moura

    ISSN 1679-6411

    RELATÓRIO DE ACOMPANHAMENTO CONJUNTURAL – R321 RAC: UTILIZAÇÃO DA CAPACIDADE INSTALADA POR GRUPOS DE PRODUTOS. 1996-2009. São Paulo: Associação Brasileira da Indústria Química -ABIQUIM, 2010. Anual. 1 – Capacidade instalada - Indústria química - Brasil. I – Associação Brasileira da Indústria Química - ABIQUIM.

    CDU (058) 338.32:661(81) Relat. acompan. conjunt., Util. capacid. instal. grupos prod.

    São Paulo 29p. 2010

    Críticas e sugestões poderão ser encaminhadas à Equipe de Economia e Estatística por meio do fax (11)2148-4739 e/ou E-mail: [email protected]

    Copyright ABIQUIM ® 2010. Proibida a reprodução total ou parcial, para fins comerciais, salvo mediante autorização expressa da ABIQUIM.

  • UUttii ll iizzaaççããoo ddaa CCaappaacciiddaaddee IInnssttaallaaddaa ppoorr GGrruuppooss ddee PPrroodduuttooss –– 11999966//22000099

    Equipe de Economia e Estatística

    ÍNDICE MÉDIA GERAL 1 CLORO E ÁLCALIS 3 INTERMEDIÁRIOS PARA FERTILIZANTES 5 PRODUTOS PETROQUÍMICOS BÁSICOS 9 INTERMEDIÁRIOS PARA PLÁSTICOS 13 INTERMEDIÁRIOS PARA RESINAS TERMOFIXAS 15 INTERMEDIÁRIOS PARA FIBRAS SINTÉTICAS 17 SOLVENTES INDUSTRIAIS 19 INTERMEDIÁRIOS PARA DETERGENTES 21 INTERMEDIÁRIOS PARA PLASTIFICANTES 23 RESINAS TERMOPLÁSTICAS 25 MÉDIA ANUAL POR GRUPO DE PRODUTOS 29

    Pág.

  • UUttii ll iizzaaççããoo ddaa CCaappaacciiddaaddee IInnssttaallaaddaa ppoorr GGrruuppooss ddee PPrroodduuttooss –– 11999966//22000099

    Equipe de Economia e Estatística 1

    MÉDIA GERAL DOS PRODUTOS QUÍMICOS DE USO INDUSTRIAL – 1996/2009

    (Em %)

    Nota: Para o cálculo da média geral de utilização da capacidade instalada dos produtos químicos de uso industrial estão sendo considerados os seguintes grupos: cloro e álcalis, intermediários para fertilizantes, produtos petroquímicos básicos, intermediários para plásticos, intermediários para resinas termofixas, intermediários para fibras sintéticas, solventes industriais, intermediários para detergentes, intermediários para plastificantes e resinas termoplásticas.

    Observação: A partir de 2008, o grupo de produtos “elastômeros” foi excluído da amostra do índice de utilização da capacidade instalada.

    60

    65

    70

    75

    80

    85

    90

    95

    100

    J1996 J1997 J1998 J1999 J2000 J2001 J2002 J2003 J2004 J2005 J2006 J2007 J2008 J2009 60

    65

    70

    75

    80

    85

    90

    95

    100

    86 87 89

    90

    8081 81 83

    87 87 87 87

    81 80

  • UUttii ll iizzaaççããoo ddaa CCaappaacciiddaaddee IInnssttaallaaddaa ppoorr GGrruuppooss ddee PPrroodduuttooss –– 11999966//22000099

    Equipe de Economia e Estatística 3

    CLORO E ÁLCALIS – 1996/2009

    Notas Explicativas:

    a) Ampliações de plantas:

    Capacidade Período Empresa Produto

    De Para Setembro/2009 Carbocloro Hidróxido de sódio (líquido) 130.000 170.000

    Fevereiro/2009 Carbocloro Ácido clorídrico 153.000 178.000

    Cloro 255.000 355.000

    Hidróxido de sódio (líquido) 286.000 400.000 Agosto/2008 Carbocloro

    Hipoclorito de sódio 38.500 56.000

    Dezembro/2007 Carbocloro Ácido clorídrico 118.800 153.000

    Janeiro/2007 Carbocloro Ácido clorídrico 114.000 118.800

    Outubro/2006 Carbocloro Ácido clorídrico 86.200 114.000

    Janeiro/2006 Braskem Hidróxido de sódio (líquido) 533.000 539.000

    Janeiro/2003 Dow Química (atual Dow Brasil) Cloro 405.000 415.000

    Carbocloro Hipoclorito de sódio 26.100 38.500 Janeiro/2001

    Trikem (atual Braskem) Hipoclorito de sódio 38.000 56.800

    Cloro 88.000 115.400 Dezembro/2000 Solvay Indupa

    Hidróxido de sódio (líquido) 99.000 130.000

    Cloro 245.000 255.000 Julho/1999 Carbocloro

    Hidróxido de sódio (líquido) 275.000 286.000

    Cloro 360.000 405.000 Abril/1999 Dow Química (atual Dow Brasil)

    Hidróxido de sódio (líquido) 370.000 415.000

    Janeiro/1999 Trikem (atual Braskem) Cloro 461.000 464.000

    Cloro 235.000 245.000 Setembro/1998 Carbocloro

    Hidróxido de sódio (líquido) 264.000 275.000

    Cloro 310.000 360.000 Dow Química (atual Dow Brasil)

    Hidróxido de sódio (líquido) 330.000 370.000 Janeiro/1997

    Trikem (atual Braskem) Hidróxido de sódio (líquido) 450.000 460.000

    Produtos: ácido clorídrico; cloro; hidróxido de sódio (líquido) e hipoclorito de sódio.

    1.200.000

    1.600.000

    2.000.000

    2.400.000

    2.800.000

    3.200.000

    3.600.000

    J1996 J1997 J1998 J1999 J2000 J2001 J2002 J2003 J2004 J2005 J2006 J2007 J2008 J2009

    (Em %)

    40

    50

    60

    70

    80

    90

    100

    (Em toneladas)

    (Em toneladas) (Em %)

    69

    83

    73

    85 86

    84 80

    74

    81

    84 85 84

    82 83

  • UUttii ll iizzaaççããoo ddaa CCaappaacciiddaaddee IInnssttaallaaddaa ppoorr GGrruuppooss ddee PPrroodduuttooss –– 11999966//22000099

    4 Equipe de Economia e Estatística

    b) Reduções de produção:

    2008: maio: parada programada para manutenção nas plantas de cloro e de hidróxido de sódio, líquido, da Carbocloro; julho: parada programada para manutenção (8 dias) nas plantas de ácido clorídrico, cloro e hidróxido de sódio, líquido, da Dow Brasil; agosto: ampliação da capacidade de cloro, hidróxido de sódio, líquido e hipoclorito de sódio, da Carbocloro; setembro: parada programada para manutenção nas plantas da Carbocloro e da Solvay Indupa.

    2007: abril: parada programada para manutenção na planta de ácido clorídrico, da Braskem, e nas plantas de cloro e de hidróxido de sódio, líquido, da Dow Brasil. Problemas operacionais nas unidades da Carbocloro; maio: parada programada para manutenção na planta de cloro, da Braskem.

    2006: maio: problema operacional na planta da Braskem; setembro: problemas operacionais nas plantas de cloro e hidróxido de sódio (líquido), da Carbocloro.

    2005: janeiro: problemas operacionais nas plantas da Carbocloro; março: parada programada para manutenção na planta de Candeias-BA, da Dow Brasil, por 17 dias; maio: problemas operacionais nas plantas de cloro e hidróxido de sódio (líquido), da Dow Brasil; junho: problemas operacionais na planta de hipoclorito de sódio, da Braskem; julho: parada programada para manutenção nas plantas de ácido clorídrico, cloro e hidróxido de sódio (líquido), da Carbocloro; agosto: problemas operacionais nas plantas de ácido clorídrico, cloro, hidróxido de sódio (líquido) e hipoclorito de sódio, da Pan-Americana; outubro: parada programada para manutenção nas plantas de cloro e de hidróxido de sódio (líquido), da Braskem.

    2004: agosto: parada programada para manutenção na planta da Pan-Americana e problemas operacionais nas plantas da Dow Brasil; setembro: problemas operacionais nas plantas da Braskem; novembro: parada programada para manutenção nas plantas da Carbocloro.

    2003: fevereiro: problemas operacionais nas plantas de cloro e hidróxido de sódio (líquido), da Trikem (atual Braskem); abril: problemas operacionais na planta de hipoclorito de sódio, da Trikem (atual Braskem); junho: problemas operacionais na planta de ácido clorídrico, da Pan-Americana; dezembro: problemas operacionais na planta de cloro, da Trikem (atual Braskem).

    2002: junho: problemas operacionais nas plantas de ácido clorídrico, cloro e hidróxido de sódio (líquido), da Trikem (atual Braskem), em Alagoas; julho: pequenas paradas nas plantas de cloro e de hidróxido de sódio (líquido), em razão da redução de matérias-primas da Petroquímica União (atual Quattor); setembro: problemas operacionais nas plantas de cloro e de hidróxido de sódio (líquido), da Pan-Americana; dezembro: parada programada para manutenção na Pan-Americana.

    Junho e 2º semestre/2001: Redução da p