Trabalho costela final

download Trabalho costela final

of 22

  • date post

    07-Jul-2015
  • Category

    Documents

  • view

    2.116
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Trabalho costela final

  • 1. 1UNIVERSIDADE COMUNITRIA DA REGIO DE CHAPECUNOCHAPECCOBERTURA DE TELHAS CERMICAS E FIBROCIMENTO COM ESTRUTURA DE MADEIRALucas Tadeu GonzattiJaison GhisleriEzequiel De VillaChapec - SC, Maro de 2013.

2. 2UNIVERSIDADE COMUNITRIA DA REGIO DE CHAPECrea de Cincias Exatas e AmbientaisCurso: Engenharia CivilDisciplina: Tcnicas Construtivas IIProfessor: Marcelo Fabiano CostellaCOBERTURA DE TELHAS CERMICAS E FIBROCIMENTO COM ESTRUTURA DE MADEIRALucas Tadeu GonzattiJaison GhisleriEzequiel De VillaChapec - SC, Maro de 2013. 3. 3SUMRIO1. INTRODUO.....................................................................................................42. ESTRUTURAS DE MADEIRAS PARA TELHADO............................................52.1 Estruturas de madeira de um telhado...............................................................62.2 Estrutura pontaletada ......................................................................................72.3 Tesouras em madeira ......................................................................................82.4 Teras em madeira ..........................................................................................92.5 Caibros em madeira ........................................................................................92.6 Ripas de madeira ...........................................................................................102.7 Ligaes ........................................................................................................102.8 Ligaes com pregos ....................................................................................103. TELHAS CERMICAS..............................................................................................113.1 Tipos de telhas ..............................................................................................123.2 Execuo de telhados cermicos ...................................................................144. TELHADO DE FIBROCIMENTO ............................................................................164.1 Modelo de fibrocimento ................................................................................164.2 Manuseio e estocagem ..................................................................................184.3 Locao .........................................................................................................185. REFERNCIAS BIBLIOGRFICAS .......................................................................21 4. 41. INTRODUONos dias de hoje temos a construo como um meio de trabalho que mais cresceno mundo, onde ocorre um grande aumento na gerao de empregos, que assimpodemos encaixar a engenharia civil como a profisso mais importante para estecrescimento. Temos como obrigao fazer da construo um empreendimento eficaz,tecnolgico e principalmente seguro. Para tudo isso sero necessrias pesquisas, testes eaprovao de leis e conceitos que nos fornecerem os itens necessrios para uma boaconstruo.Com base em pesquisas realizadas em livros e normas construtivas, iremos nestebreve trabalho, descrever sobre telhas cermicas e fibro cimento, juntamente com aestrutura de madeira para o telhado, deixando claras as leis e normas, os melhoresmtodos necessrios e meios construtivos para um bom desempenho desta atividade.A cobertura a alma da casa, da vida a construo com suas formas. Todaviano somente como esttica a finalidade do telhado, o seu objetivo vai alm da beleza,que tm principais finalidades abrigo contra intempries, isolante trmico,impermeabilizante.Entende-se que a cobertura composta por dois elementos com fins de protegere assegurar a instabilidade da mesma, esses elementos so denominados estruturaconstitudas por vigas e peas metlicas ou de madeira chamadas de tesouras, e porelementos de impermeabilizao que so as telhas. 5. 52- ESTRUTURAS DE MADEIRAS PARA TELHADOSA estrutura de madeira calculada e projetada para suportar os carregamentosacidentais e permanentes, alem de esforos provenientes de aes de intempries, comovariao de temperatura, chuva e vento.Os materiais empregados na confeco de estrutura de madeira dependemprincipalmente da regio e da oferta e procura, podendo variar as caractersticas deresistncia e em alguns casos esttica.As principais madeiras utilizadas para esse fim so o Ip, Cabriva ou Itaba,porm, segundo Thomaz (1982) Todos os elementos utilizam geralmente a perobacomo madeira padro, por ser mais resistente ao apodrecimento e tambm por no serto duro quanto o ip e a cabreva, entre outras razes.As principais funes da estrutura de madeira so de sustentar e fixar as telhas etransmitir os esforos solicitantes para os elementos estruturais do edifcio, garantindoassim a estabilidade do telhado. A estrutura composta por uma armao principal(tesoura) e uma secundria, mais conhecida por trama.2.1- Estrutura de madeira de um telhado composta por: Trama: trelia de madeira que serve de apoio para a trama;1- Ripas: so peas de madeira pregadas sobre os caibros, que servem de apoios para astelhas cermicas;2- Caibros: peas de madeira, apoiadas sobre as teras, servindo como suporte para asripas;3- Cumeeira: a parte mais alta do telhado;4- Teras: peas horizontais de madeira colocadas na direo perpendicular estrutura deapoio. Elas apoiam-se geralmente sobre tesouras, pontaletes, oites, ou paredesintermedirias, com a funo de sustentar os caibros;5- Contrafrechal: tera da parte inferior do telhado;6- Frechal: viga de madeira colocada em todo o permetro superior da parede de alvenaria,para amarrao e distribuio da carga concentrada da tesoura no caso de no haverviga;7- Chapuz: calo de madeira, geralmente de forma triangular, que serve de apoio lateralpara a tera 6. 6 Tesoura: trelia de madeira que serve de apoio para a trama;8- Asna, perna, empena ou banzo superior: serve para resistir os esforos das teras;9- Linha, tensor ou banzo inferior: pea de alinhamento da tesoura que recebe todos osesforos da tesoura e pela qual transmitida a estrutura principal da obra;10- Montante principal ou pendural: elemento vertical de distribuio de cargas de umtelhado;11- Diagonal ou escora: Elemento oblquo de distribuio de cargas de um telhado12- Tirante, pontalete ou suspensrio: Pea vertical destinada ao travamento, absorvendoos esforos de flambagem da tesoura;13- Ferragem ou estribo: Pea metlica para reforo da tesoura;14- Ferragem, cobrejunta ou meia-lua: Peca metlica destinada ao reforo das unies edas emendas, existentes em uma tesoura de madeira;15-Testeira, aba ou tabeira: Tbua de acabamento;16- Mo francesa: pea disposta de forma inclinada, com a finalidade de travar a estrutura.(a)(b)Figura 01 a) Vista de uma trelia, b) Corte e ripamento de uma treliaCOBERTURA COM. ESTR. DE MAD. E TELHADO COM TELH. CER. Pag. 2, 7. 72.2 Estrutura pontaletadaPodemos construir uma estrutura sem o uso de tesouras para isso devemosapoiar as teras em uma estrutura, sendo que essa chamada de pontalete. Levando emconsideraao que a distancia dos pontaletes deve ser a mesma a das tesouras.As vigas principais da estrutura, a tera da cumeeira e as demais teras soapoiadas sobre pontaletes e devem ser contraventadas com mos francesas. Estas devemser colocadas dos dois lados dos pontaletes, sendo recomendvel que a estrutura sejacontraventada nas duas direes.Figura 02 Estrutura de um pontaleteTCNICAS DE CONSTRUO CIVIL E CONSTRUO DE EDIFCIOS pag. 122O apoio das peas de madeira (cumeeira, tera ou viga principal) sobre ospontaletes deve ser feito por encaixe, utilizando-se ainda talas laterais de madeira, fitaou chapas de metal.Os pontaletes no devem apoiar-se diretamente sobre a laje de forro, mas simsobre placas de apoio, que podem ser constitudas por sees de pranchas ou vigas demadeira. As vigas principais devem apoiar-se sobre coxins, cintas de amarrao oufrechais, e no diretamente sobre as paredes.Em alguns casos as teras podem ser apoiadas nos oites, desde que sejamadotados reforos para garantir a estabilidade da estrutura. 8. 82.3 Tesouras em madeiraAs tesouras so muito eficientes em vencer vos sem apoios intermedirios, soestruturas planas verticais que recebem cargas paralelamente ao seu plano,transmitindo-as ao seu apoio.As interseces entre eixos de trs ou mais barras da tesoura devem ocorrer emum nico ponto.As tesouras devem ser contraventadas com mos francesas e diagonais cruzadasentre as tesouras centrais, ou com diagonais cruzadas entre todas as tesouras. Essecontraventamento deve ser feito para deixar a estrutura mais rgida.Figura 03 Tesoura de madeira com contraventamentoTCNICAS DE CONSTRUO CIVIL E CONSTRUO DE EDIFCIOS pag. 1152.4 Teras em madeiraAs teras devem ser posicionadas sobre os ns da tesoura, para que assimtransmitam a carga diretamente sobre eles, ou sobre os pontaletes das estruturaspontaletadas. Devem ser apoiadas e fixadas s empenas de tesouras ou s vigasprincipais de estruturas pontaletadas, com o emprego de chapuzes de madeira,cantoneiras metlicas, tarugos de madeira, parafusos passantes ou outros dispositivossimilares.2.5 Caibros em madeira 9. 9Os caibros so colocados em uma direo perpendicular as teras, portantoparalela as tesouras. So inclinados sendo que a sua inclinao que determina ocaimento do telhado. Eles so colocados a uma distancia mxima de 0,5 m de eixo aeixo.Os caibros devem ser pregados as teras, sendo que a penetrao do prego natera deve equivaler no mnimo metade do comprimento do prego.Figura 04 Fixao do caibro teraCOBERTURA COM. ESTR. DE MAD. E TELHADO COM TELH. CER. Pag. 29Orienta-se evitar a emenda de caibros. Quando houver necessidade, a emendasobre caibros deve ser feita sobre a tera, seguindo os seguintes critrios:Quando a espessura da tera for maior ou igual a 5 cm:Figura 05 Emenda de caibrosCOBERTURA COM. ESTR. DE MAD. E TELHADO COM TELH. CER. Pag. 30Quando a espessura da tera for menor que 5 cm os caibros devemFigura 06 Emenda de caibrosCOBERTURA COM. ESTR. DE MAD. E TELHADO COM TELH. CER. Pag. 30 10. 102.6 Ripas de madeiraAs ripas so