Testes DNA-HPV

download Testes DNA-HPV

of 30

Embed Size (px)

description

Tipos, indicações, interpretação e conduta

Transcript of Testes DNA-HPV

  • 1. 1

2. 3 3. LIEAG com HPV-16 4 4. O vrus intracelular e no h viremia A resposta imune tanto a humoral quanto a local baixa No existe ainda um antiviral contra o HPV Em muitas clulas, o HPV est presente e ativo mas, entretanto, essas clulas no mostram Caractersticas da infeco pelo HPV 5 5. Teste de HPV deve incluir somente os tipos considerados de alto risco (oncognicos) e os tipos de baixo risco NO tem papel na prtica clnica O teste de biologia molecular NO faz diagnstico de leso precursora (LIE-BG ou LIE-AG) e cncer O teste mede o risco relativo de uma pessoa vir a ter doena Referenciais do Teste do HPV 6 6. Identificao e tratamento dos tipos de HPV persistentes e que provoquem alteraes progressivas Situao Ideal de um teste: 7. Rastreio Triagem ASC-US e LSIL para colposcopia Seguimento aps tratamento em leses de baixo (NIC1) e alto grau (NIC2 e 3) Seguimento de leses de baixo grau (NIC1) em conduta expectante (acima de 24 anos) Rastreio quando adjunto a citologia (CBL) em mulheres acima de 30 anos, chamado co-teste. Indicaes para uso do teste de HPV de alto risco 8. Teste Nmero de estudos Sensibilidade % Especificidade % ASCUS 18 72,7 91,9 LSIL 12 61,6 96,0 CH II 15 90,0 86,5 CH II (>30anos) 6 94,8 86,0 PCR 6 80,9 94,7 Koliopoulos et al. Diagnostic accuracy of HPV testing in primary cervical screening: a systematic review and meta-analysis of non-randomized studies. Gynecol Oncol, 2007 Acurcia do Teste do HPV no rastreio primrio 9. Rastreamento por testes de HPV 0 20 40 60 80 100 especificidade sensibilidade VP positivo VP negativo Adaptado de Avanos na biologia molecular para o TGI por Sophie 10. So necessrias tcnicas que aumentam o valor preditivo positivo e diminuem o tratamento exagerado de leses de baixo grau e principalmente de infeces transientes Gravitt et al. New Technologies in Cervical Cancer Screening. Vaccine 26S (2008) K42K52 11. Tipos de metodologia PCR (Mullin1983) Hibridizao in situ (Lancaster & Jenson (1987) Captura hbrida (Lrincz,1992) PapilloCheck (Bio-One G. 2008). PCR real time(Cobas4800- Roche/ Abbot) 12. 83% das mulheres com LIEBG tinham HPV-AR Isto torna o teste de HPV para LIEBG desnecessrio A maioria destas mulheres sero referendadas para a colposcopia de qualquer modo Teste de HPV para LIEBG/LIEAG The ASCUS-LSIL Triage Study (ALTS) Group. Am J Obstet Gynecol. 2003; 188: 1393-400. 98% das mulheres com LIEAG tem HPV-AR Portanto o teste de HPV no tem validade para LIEAG No existe evidncia de beneficio no diagnstico e na conduta inicial 13. Porque 30 anos? O benefcio do teste de HPV menor em mulheres jovens do que nas mais idosas porque: alta taxa de infeces por HPV transientes e incidncia muito baixa de cncer de colo Os benefcios do teste de HPV entre mulheres com ASCUS aumentam de maneira contnua com a idade 14. Ronco G et al. HPV triage for low grade (L-SIL) cytology is appropriate for women over 35 in mass cervical cancer screening using liquid based cytology. Eur J Cancer 2007; 43 (3): 476-480. < 35 anos Sensibilidade 90% (IC 95%: 56-100%) Especificidade 61% (IC 95%: 55-67%) Sensibilidade 100% (IC 95%: 85 100%) Especificidade 32% (IC 95%: 25-39%) > 35 anos Desempenho do teste de HPV-AR em LIEBG 15 15. Uso do Teste de HPV Triagem: Captura Hbrida II para HPV de ALTO RISCO nos casos com diagnstico citolgico de ASC-US (teste reflexo). Rastreamento primrio: HC2 como teste adjunto a citologia (co-teste) em mulheres com 30 anos ou mais. Se ambos os testes forem negativos o rastreamento poder ser feito com citologia a cada 3 anos ou co-teste a cada 5 anos. ALTO RISCO 16 16. Podem detectar mais leses que iriam regredir At o momento no possvel assegurar a reduo na incidncia de cncer Pode ser mais adequado em populaes com baixa prevalncia de doena (p. ex.: vacinadas contra HPV) Uso do Teste de HPV no rastreio primrio Fbio Russomano IFF/FIOCRUZ Cervical Agosto de 200817 17. Citologia Negativa HPV (-) HPV (+) Citologia cada 3 anos ou co-teste cada 5 anos Citologia ASCUS ou > Repetir co- teste 1 ano Ambos negativos Repetir ambos 3 anos Colposcopia Genotipagem HPV 16/18+ HPV 16/18-Citologia ASC Uso do teste de HPV (co-teste) em mulheres de 30 anos 18. Teste de HPV no rastreamento primrio Mulheres com idade acima de 30 anos Cito HPV Cito HPV + Repete em 5 anos Repete em um ano HPV 16 e 18 19. HPV (+) / Pap(-) podem ser conduzido de 2 formas: 1. Repetir co-teste em um ano, com a colposcopia se HPV + ou ASC-US + (incluindo HPV-/ASC-US) e repetio de co-testes em trs anos se os resultados forem negativos. 2. Genotipagem, com colposcopia se HPV16 + ou 18 + e repetio de co-testes em 1 ano se o HPV 16 e 18 so negativos. Mulheres 30 anos 20. Teste de HPV no seguimento Negativo Repete Cito e HPV em 1 ano Positivo Repete colposcopia HPV 16 e 18 Cuzick et al., 2008 21. Resultados HPV-/ASC-US deve ser seguido por co- teste em 3 anos, no em cinco anos, j que estas mulheres esto em maior risco para NIC3 mais do que as mulheres que so co-teste negativo. Mulheres com resultados LSIL-/ HPV pode ser seguido com co-teste em um ano (preferencial) ou com colposcopia. Mulheres 30 anos 22. LIE-BG com infeco produtiva. HPV-AR restrito s clulas diferenciadas. p16 negativo nas camadas basais e parabasais. LIE-BG com infeco transformante. HPV-AR desregulado. p16 positivo nas camadas basais e parabasais. Marcadores biolgicos p16 em LIEBG 23. O teste do p16 recomendado uso como uma ferramenta de julgamento nos casos em que houver um desacordo profissional na interpretao histolgica do espcime. No diagnstico de NIC de baixo grau quando existe o risco de doena de alto grau passar despercebida, como quando a citologia anterior for LIEAG, ASC-H, ASC-US/HPV-16/ 18 +, ou AGC. Darragh TM, Colgan TJ, Cox JT et al. The CAP-ASCPC LAST Project. J Low Genit Tract Dis. 2012 Jul;16(3):205-42. 24 24. Laudo citolgico insatisfatrio requer repetio da citologia em 2 a 4 meses mesmo quando o teste do HPV for negativo. Um exceo quando a genotipagem for realizada e mostrar HPV16 + ou 18 +, a colposcopia estar indicada. A colposcopia tambm recomendada quando duas citologias consecutivos so insatisfatrias. 25. Teste de HPV-AR aps tratamento excisional Se NEGATIVO Alto valor preditivo negativo Se POSITIVO Baixo valor preditivo positivo LIEAG 26. Quando e como usar teste de biologia molecular Mulheres com mais de 30 anos Rastreamento para aumentar o intervalo entre os exames Triagem de ASC-US/LIEBG para colposcopia vs seguimento No seguimento ps tratamento de NIC 3 Teste positivo NO igual tratamento Teste de HPV em mulheres jovens deletrio Sophie Derchain in Genotipagem 55 CBGO Salvador 2013 27. A importncia do diagnstico biomolecular e da carga viral na conduta teraputica das leses induzidas por Papilomavirus Humano, Sophie Derchain e Luis Sarian28 28. A maioria dos casos de cncer de colo uterino no acontece por causa de deficincias tcnicas da citologia, mas de uma triagem insuficiente da populao geral. improvvel que a adio do teste do HPV possa melhorar os resultados. 29. 30