Tdah apresentação - slides

of 68 /68
TDAH

description

Trabalho acadêmico sobre o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Transcript of Tdah apresentação - slides

Page 1: Tdah   apresentação - slides

TDAH

Page 2: Tdah   apresentação - slides

O QUE É?

TRANSTORNODO DÉFICIT DE

ATENÇÃOE HIPERATIVIDADE

Page 3: Tdah   apresentação - slides

TRANSTORNONEUROBIOLÓGICO

*CAUSAS GENÉTICAS

*APARECE NA INFÂNCIA

*FREQUENTEMENTE ACOMPANHA O INDIVÍDUO POR

TODA VIDA

Page 4: Tdah   apresentação - slides

SINTOMAS

*Chamado às vezes de DDA (Distúrbio Do Déficit De Atenção)

Page 5: Tdah   apresentação - slides

Desatenção

Inquietude

Esquecimento

Impulsividade

Desorganização

Instabilidade

Irritabilidade

Hiperatividade

Inconstância Sexual

Busca incessante por novidades

Page 6: Tdah   apresentação - slides

NA INFÂNCIA:

É ASSOCIADO A

DIFICULDADES NA ESCOLA

E NO RELACIONAMENTO

COM OUTRAS CRIANÇAS.

*AVOADAS

*VIVENDO NO MUNDO DA LUA

*ESTABANADAS

*LIGADOS POR UM MOTOR

Page 7: Tdah   apresentação - slides

Os meninostendem a ter mais sintomas de hiperatividade e

impulsividade que as meninas.

Page 8: Tdah   apresentação - slides

ADULTOS

• Desatenção para coisas do cotidiano e do trabalho

• Memória (são muito esquecidos)• São inquietos (parece que só relaxam dormindo)• Vivem mudando de uma coisa para outra• Impulsivos ("colocam os carros na frente dos

bois").

Page 9: Tdah   apresentação - slides

• Dificuldade em avaliar seu próprio comportamento e o quanto isto afeta os demais à sua volta.

• São frequentemente considerados “egoístas”.

• Outros problemas: o uso de drogas e álcool, ansiedade e depressão.

Page 10: Tdah   apresentação - slides

É reconhecido oficialmente por vários países e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em alguns países, como nos Estados Unidos, portadores de TDAH são protegidos pela lei

quanto a receberem tratamentodiferenciado na escola.

TDAHÉ reconhecido?

Page 11: Tdah   apresentação - slides

É o transtorno mais comum em crianças e adolescentes encaminhados para serviços

especializados.

Ocorre em 3 a 5% das crianças.

Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta,

embora os sintomas de inquietude sejam mais brandos.

TDAHÉ comum?

Page 12: Tdah   apresentação - slides

NÃO EXISTE CONTROVÉRSIA

SOBRE A EXISTÊNCIA DO TDAH

Page 13: Tdah   apresentação - slides

Consenso Internacional é uma publicação científica realizada após extensos debates entre pesquisadores de todo o mundo. Não necessariamente eles têm as mesmas opiniões sobre o transtorno, e nem pertencem as mesmas escolas psicológicas.

*Existe um Consenso Internacional publicado pelos mais renomados médicos e psicólogos de todo o mundo a este respeito.

Page 14: Tdah   apresentação - slides

Quais são as causas do TDAH?

Page 15: Tdah   apresentação - slides

*O transtorno não é associado a fatores culturais , ou seja, às práticas de determinada sociedade, nem tampouco ao modo

como os pais educam os filhos ou resultado de conflitos psicológicos.

*Portadores de TDAH têm alterações na região frontal e as suas conexões com o resto do cérebro.

*A região frontal orbital é uma das mais desenvolvidas no ser humano em comparação com

outras espécies animais e é responsável pela inibição do comportamento (isto é, controlar ou

inibir comportamentos inadequados), pela capacidade de prestar atenção, memória,

autocontrole, organização e planejamento.

Page 16: Tdah   apresentação - slides

Vista do cérebro com TDAH (DDA) em 3D*

Cérebro em repouso Cérebro em concentração

Cérebro em concentração com Ritalina

*Imagens capturadas por SPECT. A área escura significa hipofuncionamento do córtex pré-frontal.

Page 17: Tdah   apresentação - slides

O que está alterado nesta região cerebral é o funcionamento de um sistema de substâncias químicas chamadas neurotransmissores (principalmente dopamina e noradrenalina), que

passam informação entre as células nervosas (neurônios).

Page 18: Tdah   apresentação - slides

Hereditariedade:#Os genes parecem ser responsáveis não pelo transtorno em si, mas por uma predisposição ao TDAH.

#A prevalência da doença entre os parentes das crianças afetadas é cerca de 2 a 10 vezes mais do que na população em geral (isto é chamado de recorrência familial).

#É importante salientar que no TDAH, como na maioria dos transtornos do comportamento, em geral multifatoriais, nunca devemos falar em determinação genética, mas sim em predisposição ou influência genética.

#Não existe um “gene do TDAH”.

Page 19: Tdah   apresentação - slides

Substâncias ingeridas na gravidez

# A nicotina e o álcool quando ingeridos durante a gravidez podem causar alterações em algumas partes do cérebro do bebê, incluindo-se aí a região frontal orbital.

# Mães alcoólatras têm mais chance de ter filhos com problemas de hiperatividade e desatenção.

Page 20: Tdah   apresentação - slides

Sofrimento fetal

# Mulheres que tiveram problemas no parto que acabaram causando sofrimento fetal tem mais chance de ter filhos com TDAH.

Page 21: Tdah   apresentação - slides

Exposição a chumbo

# Crianças pequenas que sofreram intoxicação por chumbo podem apresentar sintomas semelhantes aos do TDAH.

Page 22: Tdah   apresentação - slides

Problemas Familiares

# Algumas teorias sugeriam que problemas familiares (alto grau de discórdia conjugal, baixa instrução da mãe, famílias com apenas um dos pais, funcionamento familiar caótico e famílias com nível socioeconômico mais baixo) poderiam ser a causa do TDAH nas crianças.

Page 23: Tdah   apresentação - slides

QUADRO CLÍNICO GERALCRIANÇAS E ADOLESCENTES

# Dificuldades para manter atenção em atividades muito longas, repetitivas ou que não lhes sejam interessantes.

# São facilmente distraídas por estímulos do ambiente externo, mas também se distraem com pensamentos "internos", isto é, vivem "voando".

# Como a atenção é imprescindível para o bom funcionamento da memória, elas em geral são tidas como "esquecidas“. (O "esquecimento" é uma das principais queixas dos pais).

# Quando elas se dedicam a fazer algo estimulante ou do seu interesse, conseguem permanecer mais tranquilas.

Page 24: Tdah   apresentação - slides

# Tendem a ser impulsivas (não esperam a vez, não leem a pergunta até o final e já respondem, interrompem os outros, agem antes de pensar).

# Frequentemente também apresentam dificuldades em se organizar e planejar aquilo que querem ou precisam fazer.

# Seu desempenho sempre parece inferior ao esperado para a sua capacidade intelectual.

# O TDAH não se associa necessariamente a dificuldades na vida escolar, embora esta seja uma queixa frequente de pais e professores. É mais comum que os problemas na escola sejam de comportamento que de rendimento.

# IMPORTANTE: As meninas têm menos sintomas de hiperatividade-impulsividade que os meninos (embora sejam igualmente desatentas), o que fez com que se acreditasse que o TDAH só ocorresse no sexo masculino. Como as meninas não incomodam tanto, são menos encaminhadas para diagnóstico e tratamento médicos.

Page 25: Tdah   apresentação - slides

QUADRO CLÍNICO GERALADULTOS

# Muitos médicos desconhecem a existência do TDAH em adultos e quando são procurados por estes pacientes, tendem a tratá-los como se tivessem outros problemas (de personalidade).

# Quando existe realmente um outro problema associado (depressão, ansiedade ou drogas), o médico só diagnostica este último e “deixa passar” o TDAH.

Page 26: Tdah   apresentação - slides

# Para se fazer o diagnóstico de TDAH em adultos é obrigatório demonstrar que o transtorno esteve presente desde criança.

# Os adultos com TDAH costumam ter dificuldade de organizar e planejar suas atividades do dia a dia.

# Os indivíduos com TDAH acabam deixando trabalhos pela metade, interrompem no meio o que estão fazendo e começam outra coisa, só voltando ao trabalho anterior bem mais tarde ou esquecendo-o.

Page 27: Tdah   apresentação - slides

# Tem dificuldade para realizar sozinho suas tarefas, principalmente quando são muitas, e o tempo todo precisa ser lembrado pelos outros sobre o que tem para fazer.

# Em torno de 60% das crianças com TDAH ingressarão na vida adulta com alguns dos sintomas (tanto de desatenção quanto de hiperatividade-impulsividade) porém em menor número do que apresentavam quando eram crianças ou adolescentes.

Page 28: Tdah   apresentação - slides

TDAH – COMORBIDADESoutros distúrbios psiquiátricos associados

# Em crianças com TDAH (DDA), mais de 50% dos casos tem comorbidades.

# Em adultos com TDAH (DDA), 70% dos casos tem comorbidades e destes, 97% tem aproximadamente 4 comorbidades.

Page 29: Tdah   apresentação - slides

# TDAH (DDA) com Depressão

# TDAH (DDA) com Ansiedade Generalizada

# TDAH (DDA) com Distúrbio de Linguagem Dislexia (dificuldade com a leitura ou escrita). Disgrafia (dificuldade com a escrita).

Disfasia (dificuldade com a fala).

# TDAH (DDA) com Transtorno Bipolar

# TDAH (DDA) com Uso de Substâncias

Page 30: Tdah   apresentação - slides

# TDAH (DDA) com Transtorno Alimentar

#TDAH (DDA) com Transtorno de Personalidade Antissocial

# TDAH (DDA) com Transtorno de Sono

#TDAH (DDA) com Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC)

# TDAH (DDA) com Fobia

Page 31: Tdah   apresentação - slides

Índice de algumas comorbidades em adultos:

• Depressão – 20 a 30% • Transtorno de ansiedade – 20 a 30% • Uso de substâncias – 25 a 50% • Tabagismo – 40% • Distúrbio alimentar – 20 a 30% • Transtorno de personalidade antissocial – 25% • Transtorno de sono – 75%

Page 32: Tdah   apresentação - slides

TDAH - Benefícios

CRIATIVIDADE

Page 33: Tdah   apresentação - slides

• O indivíduo com TDAH (DDA) está geralmente distraído, ocupado com estímulos de todas as direções, gerando um pensar caótico, sem prioridades.

• Mente hiper-reativa, (faz drama com coisas pequenas).

• Pode até parecer calma externamente, mas por dentro há sempre um turbilhão de ideias, de sentimentos dominando-a.

Page 34: Tdah   apresentação - slides

• Apesar de todo desgaste que o caos provoca, pode ajudá-lo no processo criativo e dele podem surgir muitas ideias inovadoras.

• A impulsividade e hiperconcentração (vindas da motivação) geram muita energia que pode levá-lo à concretização da criação.

Page 35: Tdah   apresentação - slides

*É fundamental que as pessoas

aprendam a

canalizar sua

energia criativa, colocando-a em

prática.*

Page 36: Tdah   apresentação - slides

*Muitas passam a vida inteira

tentando, outras conseguem,

como foi o caso de:

Page 37: Tdah   apresentação - slides

Albert Einstein

Começou a falar tarde, tinha raciocínio lento e baixo rendimento escolar, detestava ter que decorar matérias, sendo alfabetizado apenas aos 9 anos. Possuía uma perfil intuitivo e visionário. Mais tarde, visualizava fenômenos nos quais colocava hiperfoco, criando a Teoria da Relatividade.

Page 38: Tdah   apresentação - slides

Leonardo da Vinci

Escrevia de trás para frente, característica de canhotos e disléxicos. Embora tenha contribuído com inúmeras obras geniais, deixou muitas inacabadas.

Page 39: Tdah   apresentação - slides

Thomas Edson

Era considerado mentalmente atrasado pelos professores. Sua mãe o educou sozinha.

Page 40: Tdah   apresentação - slides

Salvador Dali

Agatha Christie

Page 41: Tdah   apresentação - slides

Walt Disney

John Lennon

Page 42: Tdah   apresentação - slides

John F. Kennedy

Steven Spilberg

Page 43: Tdah   apresentação - slides

Tom Cruise

Robin Williams

Page 44: Tdah   apresentação - slides

Mozart

Napoleão Bonaparte

Page 45: Tdah   apresentação - slides

TRATAMENTO

Page 46: Tdah   apresentação - slides

• Combinação de medicamentos.• Orientação aos pais e professores.• Técnicas específicas que são ensinadas ao

portador.

A medicação, na maioria dos casos, faz parte do tratamento.

Page 47: Tdah   apresentação - slides

# PSICOTERAPIA - Terapia Cognitivo Comportamental

# FONOAUDIÓLOGO - Recomendado nos casos onde existe simultaneamente Transtorno de Leitura (Dislexia) e

Transtorno da Expressão Escrita (Disgrafia).

# É necessário que os professores conheçam técnicas que auxiliem os alunos com TDAH a ter melhor desempenho.

Page 48: Tdah   apresentação - slides

MEDICAMENTOS

PRIMEIRA ESCOLHA: ESTIMULANTES

Lis-dexanfetamina Venvanse 30, 50 ou 70mg pela manhã 12 horas

Metilfenidato(ação curta) Ritalina 5 a 20mg de 2 a 3

vezes ao dia 3 a 5 horas

Page 49: Tdah   apresentação - slides

Metilfenidato(ação prolongada)

Concerta

Ritalina LA

18, 36 ou 54mg pela manhã

20, 30 ou 40mg pela manhã

12 horas

8 horas

Page 50: Tdah   apresentação - slides

SEGUNDA ESCOLHA:

caso o primeiro estimulante não tenha obtido o resultado esperado, deve-se tentar o

segundo estimulante.

Page 51: Tdah   apresentação - slides

TERCEIRA ESCOLHA

Atomoxetina (1) Strattera 10,18,25,40 e 60mg 1 vez ao dia 24 horas

Page 52: Tdah   apresentação - slides

QUARTA ESCOLHA: ANTIDEPRESSIVOS

Imipramina(antidepressivo) Tofranil 2,5 a 5mg por kg de peso

divididos em 2 doses

Nortriptilina(antidepressivo) Pamelor 1 a 2,5mg por kg de peso

divididos em 2 doses

Bupropiona(antidepressivo) Wellbutrin SR 150mg 2 vezes ao dia

Page 53: Tdah   apresentação - slides

QUINTA ESCOLHA

caso o primeiro antidepressivo não tenha obtido o resultado esperado, deve-se tentar

o segundo antidepressivo.

Page 54: Tdah   apresentação - slides

SEXTA ESCOLHA: alfa-agonistas

Clonidina(medicamento anti-hipertensivo) (2)

Atensina 0,05mg ao deitar ou 2 vezes ao dia

12 a 24 horas

Page 55: Tdah   apresentação - slides

Modafinila

(medicamento para distúrbio do sono)

Stavigile 100 a 200mg por dia, no café

OUTRO MEDICAMENTO

Page 56: Tdah   apresentação - slides

Outros medicamentos que ainda não existem no Brasil:

• Focalin – um “derivado” do metilfenidato (na verdade, uma parte da própria molécula).

• Daytrana – um adesivo (para colocar na pele) de metilfenidato.

• Dexedrine – uma anfetamina (Dextroanfetamina); existe a formulação de ação curta e de ação prolongada.

• Adderall – uma mistura de anfetaminas; existe a formulação de ação curta e de ação prolongada.

Page 57: Tdah   apresentação - slides

QUAL O PAPEL DO PROFESSOR NO PROCESSO DIAGNÓSTICO E NO TRATAMENTO DO TDAH?

?

?

?? ?

?

?

Page 58: Tdah   apresentação - slides

Os professores têm TUDO a ver com esse processo. Eles têm uma condição privilegiada de observação do comportamento das crianças sob os seus cuidados, pois as observam em uma grande variedade de situações, tais como em atividades individuais dirigidas, em atividades de trabalho grupal, em atividades de lazer, durante a interação com outros adultos e com crianças de diversas idades.

Page 59: Tdah   apresentação - slides

AÇÕES DO PROFESSOR:• Prestar especial atenção e descrever as atividades e

comportamentos do aprendiz, sem preocupação com nomes técnicos.

• Dar exemplos práticos sobre os comportamentos da criança tanto para os pais quanto para os profissionais de saúde.

• Ter interesse em estudar o TDAH. O conhecimento sobre as patologias, as necessidades pedagógicas e o manejo comportamental dessas crianças é fundamental para a identificação precoce dos sintomas e o encaminhamento para avaliação médica.

Page 60: Tdah   apresentação - slides

Recebendo e acolhendo o aluno

• Identifique quais os talentos que o aluno possui. Estimule, aprove, encoraje e ajude no desenvolvimento deste.

• Elogie sempre que possível e minimize ao máximo evidenciar os fracassos. ( O prejuízo à autoestima frequentemente é o aspecto mais devastador para o TDAH.

Page 61: Tdah   apresentação - slides

• O prazer está diretamente relacionado à capacidade de aprender. Seja criativo e afetivo buscando estratégias que estimulem o interesse do aluno para que este encontre prazer na sala de aula.

• Solicite ajuda sempre que necessário. Lembre-se que o aluno com TDAH conta com profissionais especializados neste transtorno.

• Evite o estigma conversando com seus alunos sobre as necessidades específicas de cada um, com transtorno ou não.

Page 62: Tdah   apresentação - slides

ABDA

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO DÉFICIT DE ATENÇÃO

OFERECE CURSOS ANUAIS PARA PROFESSORES

Page 63: Tdah   apresentação - slides

CONCLUINDO

Os portadores de TDAH apresentam muitas características positivas: bom nível intelectivo, criatividade aguçada, grande sensibilidade, forte senso de intuição.

A desatenção pode melhorar quando a atividade que estão realizando é interessante.Muito importante é saber que, com o avanço do conhecimento, atualmente, existe tratamento eficaz do TDAH.

Page 64: Tdah   apresentação - slides

Além de medicações eficazes e seguras, estratégias de manejo comportamental para a criançada, para seus pais e professores, tem sido desenvolvidas e cada vez surgem mais estudos científicos comprovando sua eficácia.

Page 65: Tdah   apresentação - slides

QUANDO DIAGNOSTICADO PRECOCEMENTE,

E COM TRATAMENTO ADEQUADO,

O PORTADOR DE TDAH,PODE TER UMA VIDA FELIZ.

Page 66: Tdah   apresentação - slides

ABDA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DO DÉFICIT DE ATENÇÃO

www.tdah.org

Page 67: Tdah   apresentação - slides

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA – UnB

FACULDADE DE EDUCAÇÃO – FE

CURSO DE PEDAGOGIA

PROFESSORA: Alyne Dayane Pacífico Sousa

ALUNOS: Geraldo Marques dos Santos Júnior & Zaniske Freitas Brito

Page 68: Tdah   apresentação - slides