Roteiros do Futuro - Portugal na Balan§a da Europa e do Mundo

download Roteiros do Futuro - Portugal na Balan§a da Europa e do Mundo

of 188

Embed Size (px)

description

No âmbito da iniciativa Roteiros do Futuro, lançada em 2012 – a qual tem em vista ajudar os decisores e a opinião pública a lidarem com os grandes desafios que se colocam ao país no longo prazo –, o Presidente da República promoveu, em abril de 2013, a segunda Conferência Internacional do ciclo, desta vez subordinada ao tema “Portugal na Balança da Europa e do Mundo”. Esta Conferência teve por objetivo lançar a reflexão e o debate públicos sobre os desafios e as oportunidades que se colocam a Portugal nas próximas décadas, quer no quadro das relações com a União Europeia, quer na perspetiva das relações com os diferentes países e regiões à escala global. Avaliar o potencial representado pelas economias emergentes e identificar os cenários possíveis de desenvolvimento com particular interesse estratégico para Portugal esteve, igualmente, em foco nos debates entre os participantes nesta reunião internacional. Tal como aconteceu com a primeira edição dos Roteiros do Futuro, também neste caso as principais intervenções proferidas durante os trabalhos da Conferência foram reunidas numa publicação, que aqui se disponibiliza em formato digital. 05.12.2013 © 2006-2013 Presidência da República Portuguesa

Transcript of Roteiros do Futuro - Portugal na Balan§a da Europa e do Mundo

  • 1. PORTUGALNA BALANCA DA EUROPA E DO MUNDO
  • 2. Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Coordenao Casa Civil da Presidncia da Repblica Autores Vrios Editor Presidncia da Repblica Design Grfico Teresa Cardoso Bastos - Design Tiragem de 500 exemplares, em papel couch semi mate de 150 gramas Acabou-se de imprimir em novembro de 2013, ACDPRINT, S.A. http://www.acdprint.pt Depsito Legal: 367265/13 ISBN: 978-989-95906-5-6 Nota de Editor A Presidncia da Repblica nos textos de sua autoria segue as normas do Acordo Ortogrfico.
  • 3. NDICE Sesso de Abertura 7.Sua Excelncia o Presidente da Repblica, Anbal Cavaco Silva 11.Leonor Beleza, Presidente da Fundao Champalimaud 15.Joo Lobo Antunes, Comissrio das Conferncias Roteiros do Futuro Conferncia de Abertura 21.Francisco Bethencourt Rota do Atlntico I 35.Rui Machete 39.Kenneth Maxwell 47.Nuno Mota Pinto Rota do Atlntico II 59.Lus Amado 65.Francis Kornegay 75.Antnio Monteiro Rota do Oriente 85.Vasco Rocha Vieira 89. Ming K. CHAN 95.Pedro Catarino Opening session 7.His Excellency The President of the Portuguese Republic, Anbal Cavaco Silva 11.Leonor Beleza, President of the Champalimaud Foundation 15.Joo Lobo Antunes, Routes to the Future Conferences Commissioner Opening conference 21.Francisco Bethencourt Atlantic Route I 35.Rui Machete 39.Kenneth Maxwell 47.Nuno Mota Pinto Atlantic Route II 59.Lus Amado 65.Francis Kornegay 75.Antnio Monteiro Eastern Route 85.Vasco Rocha Vieira 89. Ming K. CHAN 95.Pedro Catarino
  • 4. Rota do Mediterrneo e Mdio Oriente 109.Emlio Rui Vilar 115.Amre Moussa 121.lvaro de Vasconcelos Rota Europeia 131.Jaime Gama 135.Maria Joo Rodrigues 143.Ana Palacio Sesso de Encerramento 151.Sua Excelncia, o Presidente da Repblica, Anbal Cavaco Silva Anexo 156.Kenneth Maxwell 161.Francis Kornegay 168. Ming K. CHAN 177.Amre Moussa 182.Ana Palacio Mediterranean and Middle East Route 109.Emlio Rui Vilar 115.Amre Moussa 121.lvaro de Vasconcelos European Route 131. Jaime Gama 135.Maria Joo Rodrigues 143.Ana Palacio Closing Session 151.His Excellency the President of the Portuguese Republic, Anbal Cavaco Silva Appendix 156. Kenneth Maxwell 161.Francis Kornegay 168. Ming K. CHAN 177.Amre Moussa 182.Ana Palacio
  • 5. Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Sesso de Abertura Sua Excelncia o PRESIDENTE DA REPBLICA Anbal Cavaco Silva 6
  • 6. Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Sesso de Abertura Sua Excelncia o PRESIDENTE DA REPBLICA Anbal Cavaco Silva 7 Discurso do Presidente da Repblica na Sesso de Abertura da Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo. Fundao Champalimaud, 12 de abril de 2013. Iniciamos a segunda conferncia internacional de um ciclo de iniciativas que designmos por Rotei- ros do Futuro. A primeira dessas conferncias, realizada em fevereiro do ano passado, foi dedicada aos problemas da demografia portuguesa, com especial ateno para a evoluo da fecundidade e da natalidade. Hoje, o tema que nos rene o da presena de Portugal e dos Portugueses no Mundo, fazendo integrar o olhar da histria com a reflexo prospetiva em torno das oportunidades de cooperao e de desenvolvimento internacional. O que nos interessa o futuro, muito para alm do imediato. O que nos interessa e preocupa construirmos uma viso que nos mobilize e nos una no fundamental. Afirmmos na sesso de abertura da primeira conferncia que nos tempos difceis que devemos ter a ousadia de pensar o futuro. A dureza do presente no nos deve impedir de ver mais longe. Um ano depois, estas palavras ganham especial significado. De facto, sobretudo nas conjunturas adversas que mais importa olhar em frente, perscrutar o m- dio e longo prazos, identificar o que se transforma e o que permanece. assim que nos preparamos para no sermos surpreendidos pelo turbilho da mudana global. SUA EXCELNCIA O PRESIDENTE DA REPBLICA, ANBAL CAVACO SILVA SessAo de Abertura
  • 7. Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Sesso de Abertura Sua Excelncia o PRESIDENTE DA REPBLICA Anbal Cavaco Silva 8 Almeida Garrett, quando publica em 1830 o ensaio Portugal na Balana da Europa, ttulo que inspirou o tema desta Conferncia, tinha um objetivo simples: pr bem presente na memria dos portugueses as causas e os efeitos dos nossos erros e desgraas, para que no futuro se emendem uns, e se evitem as outras. com o conhecimento do passado, a compreenso do presente e a reflexo prospetiva que se aprende a escolher, a traar e a trilhar os caminhos do futuro. S se surpreende quem no consegue antecipar o devir. Aqueles que no conseguem libertar-se dos mitos e das teias do passado, dificilmen- te podero despertar a esperana e ajudar a construir um futuro melhor. Falar de esperana no chega. urgente conceb-la e transmiti-la atravs de uma viso fundamen- tada e coerente, sustentada num propsito onde as pessoas se possam rever. Essa reflexo torna-se tanto mais urgente quanto reconhecido existir uma nova geografia econ- mica, cultural e poltica do Mundo. Os velhos dualismos do desenvolvimento, que faziam destacar, pelo seu contraste, o Norte e o Sul, e, pela sua natureza, o Leste e o Ocidente, tornaram-se pouco representativos das novas tendncias das relaes internacionais. A globalizao promoveu novas dinmicas transnacionais, em que a lgica dos blocos tende a ser substituda pela lgica das redes. As crescentes dificuldades dos Estados em lidar com mercados e tecnologias cada vez mais abertos e globalizados contrastam com as mltiplas oportunidades que pequenas e grandes empresas desven- dam um pouco por todo o lado. A afirmao das Naes tende, cada vez mais, a ser secundarizada face relevncia dos laos cultu- rais e civilizacionais e desnacionalizao das grandes redes sociais e de negcios. um outro Mundo que est a ser redesenhado. neste contexto que importa refletir sobre o papel de Portugal nesse Mundo to mudado e sobre o seu posicionamento estratgico nessa nova geografia. Ser que a falta de dimenso territorial e econmica poder ser compensada com relevncia estra- tgica? Como podemos potenciar o nosso capital de conhecimento e de experincia no relacionamento com a diversidade das culturas e civilizaes mundiais? E o portugus? A quinta lngua mais falada do Mundo: como se poder transformar esse facto numa vantagem competitiva? A Dispora? Representada por centenas de comunidades de Portugueses espalhadas pelo Mundo: que valor acrescentado poder representar para o nosso reposicionamento estratgico? E o Mar? Incontornvel na nossa Histria, no dever constituir-se como uma rota do futuro? Eis algumas das muitas questes que poderemos formular como ponto de partida para esta reflexo. Tenho a certeza de que obteremos respostas estimulantes e promissoras no decurso desta Conferncia. A elevada competncia e o vasto leque de conhecimento dos nossos convidados do-nos essa garantia. Permitam-me que aproveite o momento para a todos agradecer a disponibilidade e a generosidade com que aceitaram o meu convite.
  • 8. Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Sesso de Abertura Sua Excelncia o PRESIDENTE DA REPBLICA Anbal Cavaco Silva 9 No esqueceremos o inestimvel contributo que representa a vossa presena e as vossas reflexes. Aos que vo presidir a cada um dos painis, aos conferencistas convidados, aos representantes do Corpo Diplomtico e das instituies portuguesas aqui presentes, o meu muito obrigado. Uma palavra especial para os jovens cientistas presentes na audincia em representao de todos os centros universitrios que se dedicam investigao e produo de conhecimento no domnio das relaes internacionais. Esperamos muito do vosso trabalho e da vossa capacidade de criarem um novo olhar e um novo entendimento sobre o papel de Portugal no Mundo. Que esta Conferncia possa constituir, tambm para vs, um incentivo e um voto de confiana para aprofundarem algumas das problemticas que sero hoje abordadas. Antes de terminar, desejo agradecer Fundao Champalimaud, na pessoa da Senhora Dr. Leo- nor Beleza, o apoio que nos concedeu ao disponibilizar estas magnficas instalaes para a realizao desta iniciativa. Desejo a todos uma participao estimulante e fao votos de que os trabalhos desta Conferncia lancem boas pistas de reflexo sobre o nosso futuro coletivo. Muito obrigado.
  • 9. 10 Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Sesso de Abertura
  • 10. 11 Roteiros do Futuro Conferncia Internacional Portugal na Balana da Europa e do Mundo Sesso de Abertura Sr. Presidente da Repblica, Sr. Ministro de Estado e dos Negcios Estrangeiros, Sr. Presidente do Tribunal Contas, Sr. Vice-Presidente da Assembleia da Repblica, Sr. Secretrio de Estado, Srs. Em- baixadores, minhas senhoras e meus senhores. A Fundao Champalimaud hoje o palco da realizao desta Conferncia Internacional que a Presidncia da Repblica organiza, no contexto da iniciativa Roteiros do Futuro, desta vez subor- dinado ao tema Portugal na Balana da Europa e do Mundo. Ficamos honrados com a vossa presena. Sejam be