ROCK IN RIO POR UM MUNDO...

of 35/35
ROCK IN RIO MELHOR UM MUNDO POR
  • date post

    06-Jun-2020
  • Category

    Documents

  • view

    5
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of ROCK IN RIO POR UM MUNDO...

  • ROCK IN RIO

    MELHORUM MUNDO

    PO

    R

  • 2

    BEM VINDO AO PLANO DE SUSTENTABILIDADE DO ROCK IN RIO

    Temos que assumir não só as nossas próprias

    responsabilidades, mas um compromisso

    coletivo, enquanto cidadãos e profissionais, em

    cada atividade do nosso dia-a-dia, na busca e

    construção de um mundo mais sustentável. O

    desafio é nos mantermos interessados,

    comprometidos e persistentes em relação às

    nossas opções e alternativas para que mesmo

    em momentos onde pareçamos estar falando

    sozinhos, a gente não desista.

  • ÍNDICE4 ROCK IN RIO EM NÚMEROS

    5 BREVE HISTÓRICO

    6 OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

    10 OBJETIVOS PARA O ROCK IN RIO 2019

    11 VETORES DE ATUAÇÃO

    12 PARTES INTERESSADAS

    14 RESÍDUOS

    16 CONDIÇÕES DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM ESTAR

    17 CONSUMÍVEIS E PRODUTOS

    18 ENERGIA

    19 CATERING

    20 ALOJAMENTO

    21 MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE

    23 COMUNICAÇÃO, MERCHANDISING E BRINDES

    25 STANDS E OUTROS ESPAÇOS

    26 GOVERNANCE

    27 AVALIAÇÃO DA IMPLEMENTAÇÃO DAS MEDIDAS

  • 150.000TON CO2

    POTENCIAL DE CAPTAÇÃO DE

    CARBONO DE 1 MILHÃO DE ÁRVORES

    ROCK IN RIO EM NÚMEROS

    DESDE1985

    2.038 ARTISTAS

    +9.500.000PESSOAS

    19EDIÇÕES

    RESPONSABILIDADE

    COMPROMISSORETRIBUIR

    5.498TON CO2 EMITIDAS EM 2018

    +R$97.000.000INVESTIDOS EM PROJETOS SOCIAIS E AMBIENTAIS

    55%VALORIZADO

    (COMPOSTO

    E ENERGIA)

    45%RECICLADO 0%

    DE RESÍDUOS DESTINADOS PARA ATERRO

    1.000.000DE ÁRVORES

    PLANTADAS PELO ROCK IN RIO NA AMAZÔNIA

    =

    =

    EM 2018

    4

  • BREVE HISTÓRICO

    2001 nasce o conceito POR UM MUNDO MELHOR

    2006 compensa pela primeira vez a PEGADA CARBÔNICA

    2008 implementa um MANUAL DE BOAS PRÁTICAS para a redução da

    pegada carbônica

    2010 este Manual evolui para um PLANO DE SUSTENTABILIDADE integrando

    questões socioeconômicas

    2013 obtém a certificação na ISO 20121 – EVENTOS SUSTENTÁVEIS

    2014 faz uma AUDITORIA ENERGÉTICA para otimizar os geradores

    2015 documenta todos os PROCESSOS

    2016 inicia o projeto de restauração da Amazônia, AMAZONIA LIVE

    2016 pela 1ª vez 100% dos RESÍDUOS reciclados ou valorizados

    2019 adota pela 1ª vez os OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

  • OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO

    SUSTENTÁVEL

    Os ODS representam as prioridades globais para a Agenda 2030 assinada por mais de 190 países, incluindo o Brasil e Portugal. Em 2019, o Rock in Rio adota os ODS como guia para seu plano de sustentabilidade. 6

  • O QUE JÁ FIZEMOS

    Criação de

    emprego

    Parceria com a

    Talenter (Portugal) e

    Empregare (Brasil) e

    participação no

    banco de talentos

    Exigências aos

    fornecdores para

    garantir as

    condições de

    trabalho

    adequadas

    Doação de sobras

    alimentares que

    cumprem com os

    critérios de

    qualidade (Lisboa e

    Las Vegas)

    Distribuição de

    preservativos no

    evento

    Campanhas de

    sensibilização sobre

    dependência

    química

    Análises de

    potabilidade da

    água de consumo e

    da água de uso

    Seguro de

    saúde para os

    colaboradores

    Estudo

    epidemiológico

    Construção de uma

    Escola na Tanzânia

    Construção de 14

    salas sensoriais em

    Portugal

    Investimento em 100

    salas de informática

    no Rio de Janeiro

    Investimento na

    formação de 60

    mulheres

    desempregadas

    Investimento na

    formação de 60

    mulheres

    desempregadas

    Fornecimento de

    água potável ao

    público

    Análises da

    potabilidade da

    água

    Projeto de

    reflorestação da

    bacia do rio

    Guandu, no Rio de

    Janeiro

    Projeto de

    restauração florestal

    na Amazônia na

    Bacia do Rio Xingu

    Construção da rede

    de saneamento no

    Parque da Bela

    Vista, em Portugal 7

  • Geradores

    energeticamente

    eficientes

    760 painéis

    fotovoltaicos em 38

    escolas de Portugal

    Parque da Bela Vista

    (Portugal) iluminado

    com lâmpadas LED

    Contribuição para o

    turismo

    Geração de

    emprego

    Parceria com a

    Talenter (Portugal) e

    Empregare (Brasil) e

    participação no

    banco de talentos

    Exigências aos

    fornecedores para

    garantir condições

    de trabalho

    adequadas

    Campanhas de

    comunicação

    internacionais

    direcionadas para o

    turismo

    Projeto Smart City

    na Cidade do Rock

    Desenvolvimento de

    plataformas de

    apoio à operação

    Desenvolvimento de

    plataformas para

    comunicação com

    os parceiros

    Fomento da

    igualdade através

    da política de

    sustentabilidade

    Promoção de

    legislação, políticas

    e ações adequadas

    a este respeito

    Plano de

    mobilidade

    sustentável

    Parceria com as

    empresas de

    transporte público

    Plano de gestão de

    resíduos

    Projeto de

    acessibilidade

    Doação de sobras

    alimentares que

    cumprem com os

    critérios de

    qualidade (em

    Lisboa e Las Vegas)

    Plano de

    sustentabilidade

    Plano de aquisições

    Campanhas:

    Amazonia Live e Está

    Tudo Conectado

    Plano de

    gestão de resíduos

    O QUE JÁ FIZEMOS

    8

  • Plano de

    mobilidade

    sustentável

    Plano de

    sustentabilidade

    Geradores

    energeticamente

    eficientes

    760 painéis

    fotovoltaicos em 38

    escolas (Portugal)

    Parque da Bela Vista

    iluminado com

    lâmpadas LED

    Plano de gestão de

    resíduos

    Projeto de

    reflorestação da

    bacia do rio

    Guandu que

    abastece o Rio de

    Janeiro

    Projeto de

    reflorestamento do

    rio Xingu plantação

    de

    Mais de 300.000

    árvores em projetos

    de reflorestação na

    Califórnia e Portugal

    Projeto de

    Restauração

    florestal Está Tudo

    Conectado

    Medidas anti

    suborno e

    corrupção incluídas

    na politica de

    sustentabilidade

    Plano de

    sustentabilidade

    distribuído por todos

    os parceiros

    Prêmio Rock in Rio

    Atitude Sustentável

    Pegada carbônica -

    ficha de recolha de

    dados carta de

    compromisso

    assinada pelos

    parceiros

    Politica de

    sustentabilidade

    O QUE JÁ FIZEMOS

    9

  • OBJETIVOS ROCK IN RIO 2019

    ENGAGEMENTMELHORAR O ENVOLVIMENTO DAS

    PARTES INTERESSADAS

    REDUCTIONREDUZIR A QUANTIDADE DE

    RESÍDUOS PRODUZIDOS

    SAFETYMELHORAR CONDIÇÕES PARA

    TODOS OS ENVOLVIDOS NO EVENTO

    ✓ Identificar necessidades e

    expectativas de todas as partes

    interessadas utilizando canais de

    comunicação adaptados a cada

    tipo;

    ✓ Fornecer informação e formação

    adequada à equipe do Rock in Rio

    e avaliar a sua eficácia;

    ✓ Promover troca de informações

    através de canais adequados a

    cada tipo de parte interessada;

    ✓ Criação de iniciativas de

    compromisso com a Politica de

    sustentabilidade;

    ✓ Comunicar as nossas iniciativas.

    ✓ Priorizar materiais reaproveitados,

    reutilizáveis e/ou recicláveis;

    ✓ Formar, informar e fiscalizar a gestão

    de resíduos;

    ✓ Reduzir produção de resíduos

    dentro da Cidade do Rock;

    ✓ Promover a separação de resíduos;

    ✓ Fomentar a reutilização dos

    materiais.

    ✓ Disseminar, formar e disponibilizar

    continuamente a informação

    necessária;

    ✓ Fornecer sinalética adaptada às

    várias fases dos trabalhos

    (montagem, evento e

    desmontagem) e adequada aos

    espaços e trabalhos que neles

    decorrem;

    ✓ Fiscalizar e acompanhar a

    implementação das regras

    definidas.

    10

  • VETORES DE ATUAÇÃO

    ▪ PARTES INTERESSADAS

    ▪ CONSUMÍVEIS E PRODUTOS

    ▪ ENERGIA

    ▪ STANDS E OUTROS ESPAÇOS

    ▪ CATERING

    ▪ ALOJAMENTO

    ▪ RESÍDUOS

    ▪ MOBILIDADE E ACESSIBILIDADE

    ▪ COMUNICAÇÃO, MERCHANDISING E BRINDES

    ▪ CONDIÇÕES DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR

    ▪ GOVERNANCE

    11

  • PARTES INTERESSADAS

    MEDIDA AÇÃO

    Identificar necessidades e expectativas de todas

    as partes interessadas utilizando recursos

    adaptados a cada tipo

    Criar questionários e formatos adaptados às caraterísticas de cada parte

    interessada.

    Recolher quais as expectativas e necessidades em relação à sustentabilidade

    do evento.

    Fornecer informação e formação adequadas à

    equipe do Rock in Rio e avaliar a sua eficácia

    Formar toda a equipe do Rock in Rio e dos Parceiros; disponibilizar informação

    durante todas as fases do evento (pré, durante e pós) através de sinalética

    informativa. Avaliar a eficácia através de questionários de avaliação

    Promover a troca de informação através de

    canais adequados a cada tipo de parte

    interessada

    Manter, criar e incrementar canais de comunicação adaptados a cada Parte

    Interessada: plataformas online, redes sociais, documentos, site, campanhas de

    comunicação, newsletter, etc.

    Criação de iniciativas de compromisso com a

    Política de Sustentabilidade

    Incluir cláusulas de sustentabilidade nos contratos dos Parceiros; distribuir carta

    de compromisso com os ODS pela Equipe e Parceiros.

    ODS:

    12

  • MEDIDA AÇÃO

    Comunicar as nossas iniciativas

    Comunicar interna e externamente as boas práticas implementadas nas ações

    desenvolvidas e sempre que possível os resultados conseguidos, para sensibilizar

    e envolver na política de sustentabilidade da organização.

    Desenvolver campanhas de sensibilização e

    envolvimento da comunidade nacional

    Desenvolver campanhas que transmitam os valores da marca e que sensibilizem

    para a adoção de boas práticas.

    AMAZONIA LIVE – projeto sobre a importância das florestas, a necessidade de

    alterarmos comportamentos para frear o progresso das alterações climáticas

    que oferece ao público a oportunidade de contribuir diretamente através da

    doação de árvores.

    ODS:

    PARTES INTERESSADAS

    13

  • Promover a separação

    dos resíduos

    Separar os resíduos

    orgânicos das zonas de

    catering e operadores

    Informar todos os Parceiros para a correta separação dos resíduos orgânicos para que sejam

    corretamente destinados.

    Separar óleos alimentares

    usados

    Informar todos os Parceiros da necessidade de adotarem recipientes adequados ao

    armazenamento dos óleos alimentares. Promover a recolha e regeneração dos óleos usados

    pelos operadores.

    RESÍDUOSMEDIDA AÇÃO

    Reduzir a geração de

    resíduos na Cidade do

    Rock

    Reduzir a quantidade de

    materiais descartáveis

    Priorizar produtos a granel na fase de montagem, facilitando transporte distribuição e venda.

    Evitar a utilização de sacos de plástico, bem como as embalagens individuais e o excesso de

    embalagem. Evitar ainda os materiais de utilização única, como descartáveis, que poderão ser

    substituídos por materiais compostáveis ou biodegradáveis.

    Proibir a construção na

    Cidade do RockOptar por estruturas modulares e alugadas com objetivo de reduzir significativamente a

    produção de resíduos nas fases de montagem e desmontagem.

    Proibir a distribuição de

    folhetos no eventoEsta medida esteve sempre presente em todas as edições do Rock in Rio e continuará nas

    edições futuras.

    ODS:

    14

  • RESÍDUOSMEDIDA AÇÃO

    Formar, informar e fiscalizarDistribuir a todos os parceiros o Manual de Relacionamento com as regras de gestão de resíduos na Cidade

    do Rock e outras informações sobre sustentabilidade; Formação dos colaboradores, fornecedores e parceiros;

    Sessões de esclarecimento para todos que operam na Cidade do Rock em todas as fases do evento.

    Doação de materiais após a

    desmontagemNa fase de desmontagem e limpeza da Cidade do Rock ao final do festival, permitimos a entrada de outras

    entidades que possam recolher e reaproveitar materiais, evitando assim que sejam encarados como resíduos.

    ODS:

    15

  • CONDIÇÕES DE SEGURANÇA, SAÚDE E BEM-ESTAR

    Fomentar segurança, saúde e bem-

    estar na contratação dos

    fornecedores e serviços

    Garantir nos contratos que estão definidas as responsabilidades em termos de condições de segurança, saúde e

    bem-estar no cumprimento da legislação em vigor e nas melhores práticas, e que serão garantidas para todos os

    envolvidos no evento.

    Formar e informar para as

    condições de segurança, saúde e

    bem-estar

    Recolher toda a informação necessária para formar e informar todos os envolvidos no evento para garantir que

    são implementadas todas as condições para o cumprimento da legislação e outros compromissos. Desenvolver

    sessões de esclarecimento para todos que estiverem operando na Cidade do Rock nas diversas fases.

    Sinalizar, acompanhar e fiscalizarSinalizar, delimitar e criar mecanismos para acompanhar e fiscalizar os trabalhos e garantir a implementação das

    medidas de segurança, nas diversas fases do evento.

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    16

  • CONSUMÍVEIS E PRODUTOS

    Avaliar a composição dos

    consumíveis/produtos

    Produtos de madeira, cartão e papel: preferir os materiais com certificação como o FSC (Forest

    Stewardship Council) e o PEFC (Programme for the Endorsement of Forest Certification Schemes);

    Produtos de plástico: verificar se este é reciclável. Preferir a utilização de produtos de plástico

    constituídos, na totalidade ou em parte, por plástico reciclado ou, preferencialmente, utilizar

    materiais biodegradáveis ou compostáveis. Evitar materiais à base de PVC.

    Tintas e vernizes: optar por tintas à base de água ou minerais. No que diz respeito aos vernizes, evitar

    os sintéticos ou acrílicos que contêm um maior grau de toxicidade e preferir vernizes de resina natural.

    Produtos de limpeza: preferir produtos concentrados – requerem menos embalagens – e de

    toxicidade reduzida.

    Optar por fornecedores locaisA opção por fornecedores locais reduz as emissões de carbono associadas ao transporte de produtos

    e pessoas, para além de contribuir para a economia local.

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    17

  • ENERGIA

    Promover a utilização racional de

    eletricidade

    Nas instalações de apoio como, por exemplo, a área de imprensa ou escritórios, engajar a todos na

    economia de energia, utilizando uma comunicação apelativa e efetiva. É preciso também ativar o modo

    de economia de energia em todos os equipamentos que permitirem.

    Escolher equipamentos de classe A a A+++Os equipamentos com classificação energética de A a A+++, consomem menos energia e devem ser

    priorizados no momento da escolha dos equipamentos de iluminação e refrigeração.

    Regular o ar condicionado para

    temperaturas moderadas

    Importante ajustar o ar condicionado sempre em temperaturas confortáveis - cerca de 25ºC no Verão e

    18ºC no Inverno -, e evitar ter os mesmos trabalhando com as janelas e/ou portas abertas.

    Planejar cuidadosamente a localização dos aparelhos de forma a garantir uma temperatura uniforme em todos os locais, evitando carga excessiva e mal uso.

    Privilegiar fontes de energia renovávelExplorar a possibilidade de instalar equipamentos de produção de energia renovável para fornecimento

    de energia de algumas áreas do evento, comunicando ao público e parceiros a energia produzida e as

    emissões de gases evitada com a alternativa limpa.

    Planejar detalhadamente o parque de

    geradores

    Fazer um planejamento eficiente do parque de geradores para diminuir o consumo de combustível.

    Considerar opções mais sustentáveis de geradores, como híbridos que também utilizam fontes de energia

    renovável.

    ODS:

    MEDIDA AÇÃO

    18

  • CATERING

    Optar por produtos como pratos e talheres

    biodegradáveis ou compostáveis

    Utilizar pratos, copos e talheres reutilizáveis apresenta vantagens do ponto de vista da prevenção de

    resíduos. Contudo, estes materiais nem sempre são passíveis de serem utilizados no decorrer de um evento

    com as características do Rock in Rio. Nestes casos, iremos ponderar a utilização de pratos, talheres e

    outro tipo de utensílios biodegradáveis.

    Incentivar a alimentação saudávelIncentivar a disponibilização de opções de dieta, bem como alternativas vegetarianas, sem glúten e sem

    lactose, nas zonas de alimentação. Verifique ainda a possibilidade de fornecer informação adicional

    quanto ao teor calórico, qualidade e origem dos alimentos.

    No planejamento das zonas e atividades associadas ao catering incorporar:

    • Planejar para reduzir os resíduos (compras a granel, por exemplo);

    • Substituir descartáveis de plástico por materiais biodegradáveis ou compostáveis;

    • Optar por produtos/insumos que estejam época e comprar de fornecedores locais;

    • Garantir a separação e compostagem dos resíduos orgânicos;

    • Separação e regeneração de óleos alimentares usados;

    • Doação de excedentes alimentares, quando permitido pela legislação do local.

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    19

  • ALOJAMENTO

    Preferir unidades hoteleiras próximasA proximidade da unidade hoteleira ao local de trabalho, por exemplo aos escritórios e ao local do

    evento, reduz as distâncias percorridas em deslocações e, consequentemente, as emissões de carbono.

    Além de contribuir com a qualidade de vida da equipe

    Optar por unidades hoteleiras com medidas

    de eficiência energética, redução do

    consumo de água e outros recursos

    Verificar se as unidades de hospedagem selecionadas dispõem de um Sistema de Gestão Ambiental (por

    exemplo, ISO 14001; EMAS) ou se implementa medidas de controle do consumo de energia (como

    iluminação eficiente, equipamentos de classe A a A+++, entre outras). Analisar ainda a existência de

    programas de redução de consumos de água. Além de optar por unidades que facilitem o check-in e

    check-out sem recurso a formulários em papel, entre outros recursos.

    Verificar se a unidade hoteleira selecionada

    adere a programas de reciclagem e de

    reutilização

    Confirmar a existência de programas de reciclagem incluindo de resíduos orgânicos e óleos alimentares.

    Verificar se é disponibilizado aos hóspedes um sistema de reutilização de toalhas de banho e roupa de

    cama.

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    20

  • MOBILIDADE E ACESSIBILIDADEMEDIDA AÇÃO

    ODS:

    Tra

    nsp

    ort

    e d

    e

    ca

    rga

    Promover o transporte com a

    carga máxima

    Sensibilizar os Parceiros para os efeitos de otimizar o transporte de carga - diminui-se o número de

    veículos e assim os gases com efeito de estufa que resultam do transporte de carga. Além de trazer

    benefícios financeiros associados a pedágios, consumo de combustível, etc.

    Evitar transportar carga em aviãoSempre que possível optar pelo transporte de carga em trem, barco ou caminhões. Além de ser o

    transporte com o maior nível de emissões de carbono, o avião também apresenta custos superiores se

    comparado às restantes alternativas.

    Preferir reuniões à distânciaSempre que possível recorrer às tecnologias de conference call (via telefone, Internet, ou por

    videoconferência), evitando as emissões de carbono das viagens correspondentes.

    21

  • MOBILIDADE E ACESSIBILIDADEMEDIDA AÇÃO

    ODS:

    blic

    o

    Promover a criação de oferta de

    transportes coletivos ajustadas às

    necessidades do evento

    Negociar com as operadoras de transportes coletivos um conjunto de medidas de incentivo ao uso de

    transportes coletivos no deslocamento do público para o Rock in Rio e adaptar a oferta e os horários às

    necessidades. Criar corredores para pedestres, com segurança, nas proximidades do local do evento,

    com especial atenção aos terminais de transporte coletivo. Assegurar uma zona especial para

    estacionamento de táxis.

    InformarDivulgar as ações de gestão da mobilidade e acessibilidade previstas através de uma campanha de

    comunicação nos vários meios de forma inclusiva.Disponibilizar no site do evento informação sobre a

    oferta de transportes coletivos até ao local e respetivos horários, e sobre outras eventuais iniciativas que

    possam afetar o acesso ao local do evento.

    Garantir acessibilidade a todosFazer testes de acessibilidade antes do evento com reais utilizadores do recinto. Estabelecer parcerias

    com entidades que trabalham a temática e que possam sugerir melhorias de forma a melhorar a

    acessibilidade ao evento.

    22

  • COMUNICAÇÃO, MERCHANDISING E BRINDES

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    Incluir critérios de

    sustentabilidade nas ações

    de comunicação

    Envolver a equipe de sustentabilidade na organização, no desenhar das ações para incorporar critérios de

    sustentabilidade.

    Promover suportes de comunicação digital: permite chegar a mais lugares e pessoas, de forma mais rápida e muitas vezes

    com um menor tempo de concepção. Os spots de rádio, as mensagens SMS, as redes sociais e a publicidade/divulgação

    na internet, permitem uma maior interatividade com o público-alvo.

    Considerar todas as atividades envolvidas na concepção de spots publicitários e minimizar as emissões de carbono que

    lhes estão associadas, como por exemplo selecionando locais com ligação à rede de distribuição elétrica de forma a

    evitar o recurso a geradores.

    Divulgar informação sobre as medidas ambientais e sociais implementadas nas diversas fases de produção, bem como na

    organização do evento. Esta informação pode assumir um formato de emissões evitadas/reduzidas e de consumos de

    materiais e recursos evitados, sensibilizando o público para as opções de reduzido impacte ambiental existentes.

    Na concepção de campanhas de comunicação não esquecer:

    Gestão de Resíduos;

    Optar por fornecedores locais e fornecedores com programas e certificações ambientais;

    No caso de haver catering implementar os critérios definidos.

    23

  • COMUNICAÇÃO, MERCHANDISING E BRINDES

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    Me

    rch

    an

    dis

    ing

    e b

    rin

    de

    s

    Avaliar criteriosamente os brindes

    dos parceiros

    Avaliar o potencial de comunicação e de utilidade do material dos brindes propostos pelos Parceiros:

    quanto mais útil o brinde for, menos a possibilidade de acabar no lixo e na noite do evento. Levando

    para casa o brinde a comunicação da marca prolonga-se além da noite do evento. Sensibilizar os

    Parceiros para o fato de que o brinde pode servir para comunicar os valores da marca, os critérios

    ambientais e sociais adotados serão seguramente valorizados pelo público.

    Alinhar o merchandising com as

    políticas ambientais do evento

    Procurar criar uma linha de produtos de merchandising do evento Rock in Rio em linha com as políticas

    de sustentabilidade seguidas ao longo do desenvolvimento do evento. Aplicar os critérios de gestão de

    resíduos às embalagens dos produtos de merchandising e na Loja de Produtos Oficiais.

    Não esquecer:

    Gestão de Resíduos;

    Opção por fornecedores locais e fornecedores com programas e certificações ambientais.

    24

  • STANDS E OUTROS ESPAÇOS

    Integrar critérios de construção bioclimáticaOrientar janelas a sul, de forma a maximizar a iluminação natural – permitindo diminuir o número de horas de iluminação artificial necessárias – e criar ventilação natural – reduzindo a utilização de aparelhos de ar

    condicionado para refrigeração.

    Optar por estruturas e elementos

    decorativos reutilizados e/ou reutilizáveis

    Sempre que possível, reutilizar estruturas e elementos decorativos (por exemplo, a sinalética) de edições anteriores do evento. Caso não seja possível, convidar artistas e artesãos a criarem objetos ou estruturas a

    partir da reutilização destes materiais. Averiguar se existem empresas que providenciem o aluguel destas

    estruturas.

    Instalar sistemas de iluminação eficiente Devem instalar-se, na medida do possível, lâmpadas de baixo-consumo energético.

    Na concepção de stands e outros espaços não se esqueça de consultar os fornecedores sobre informações detalhadas levando em conta:

    Avaliação criteriosa dos materiais a adquirir;

    Incorporação de materiais reciclados e/ou recicláveis;

    Seleção de produtos e fornecedores locais;

    Utilização eficiente de soluções de iluminação.

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    25

  • GOVERNANCE

    MEDIDA AÇÃO

    ODS:

    Fomentar a conciliação da vida

    profissional e familiar

    Procurar proporcionar momentos de compartilhamento e facilitar a conciliação das exigências profissionais

    com as exigências da vida familiar, criando um ambiente de tranquilidade e de segurança contribuindo para

    o rendimento e motivação dos colaboradores. Ações como trabalhar de casa, flexibilidade de horários devem

    ser levadas em conta sempre que possível e necessário.

    Incentivar o desenvolvimento pessoal

    e profissional

    Ouvir os colaboradores sobre as suas aspirações e apoiar o seu desenvolvimento pessoal e profissional, dando

    condições à implementação de ações que vão de encontro às suas expectativas é benéfico para o seu

    crescimento e permite um aumento de conhecimento e massa crítica ao dispor da empresa.

    Implementar boas práticas de gestãoSer rentável para criar valor de longo prazo para os acionistas através da implementação de boas práticas de

    gestão, gerir com honestidade e transparência, implementar medidas de combate à corrupção e ao suborno,

    são compromissos assumidos pela organização.

    26

  • As medidas serão implementadas sempre que possível e se aplicáveis sem prejuízo da qualidade e identidade visual associadas ao Rock in Rio e serão avaliadas quanto à sua implementação de acordo com a seguinte metodologia:

    Não Implementadas, medidas identificadas como necessárias, mas ainda por implementar;

    Melhorar a Operação, medidas já implementadas, mas que necessitam de melhoria;

    Executadas com Excelência, medidas implementadas e com excelente resultado de acordo com as expectativas, constam no Plano de Sustentabilidade como exemplo de boas práticas para as partes interessadas.

    27

  • NÃO IMPLEMENTADAS MELHORAR A OPERAÇÃO EXECUTADAS COM EXCELÊNCIAP

    AR

    TE

    S I

    NT

    ER

    ES

    SA

    DA

    S Identificar necessidades e expectativas de todas as partes interessadas utilizando

    recursos adaptados a cada tipo

    Fornecer informação e formação adequadas à equipe do Rock in Rio e avaliar a

    sua eficácia

    Promover a troca de informação através de canais adequados a cada tipo de

    parte interessada

    Criação de iniciativas de compromisso com a Política de Sustentabilidade

    Comunicar as nossas iniciativas

    Desenvolver campanhas de sensibilização e envolvimento da comunidade nacional

    RE

    SÍD

    UO

    S

    Reduzir a quantidade de materiais descartáveis

    Proibir a construção na Cidade do Rock

    Proibir a distribuição de folhetos no evento

    Separar os resíduos orgânicos das zonas de catering e operadores

    Separar óleos alimentares usados

    Formar, informar e fiscalizar

    Doação de materiais após a desmontagem

    SE

    G.

    SA

    ÚD

    E

    BE

    M-E

    ST

    AR Fomentar segurança, saúde e bem-estar na contratação dos fornecedores e

    serviços

    Formar e informar para as condições de segurança, saúde e bem-estar

    Sinalizar, acompanhar e fiscalizar 28

  • NÃO IMPLEMENTADAS MELHORAR A OPERAÇÃO EXECUTADAS COM EXCELÊNCIAC

    ON

    SU

    M.

    PR

    OD

    UT

    OS

    Avaliar a composição dos

    consumíveis/produtos

    Optar por fornecedores locais

    EN

    ER

    GIA

    Promover a utilização racional de eletricidade

    Escolher equipamentos de classe A a A+++

    Regular o ar condicionado para temperaturas moderadas

    Privilegiar fontes de energia renovável

    Planejar detalhadamente o parque de geradores

    CA

    TE

    RIN

    G

    Optar por produtos como pratos e talheres biodegradáveis ou compostáveis

    Incentivar a alimentação saudável

    ALO

    JA

    ME

    NT

    O Preferir unidades hoteleiras próximas

    Optar por unidades hoteleiras com medidas de eficiência energética, redução do consumo de água e outros recursos

    Verificar se a unidade hoteleira selecionada adere a programas de reciclagem e de reutilização

    29

  • NÃO IMPLEMENTADAS MELHORAR A OPERAÇÃO EXECUTADAS COM EXCELÊNCIAM

    OB

    ILID

    AD

    E

    AC

    ES

    SIB

    ILI-

    DA

    DE

    Promover o transporte com a carga máxima

    Evitar transportar carga em avião

    Preferir reuniões à distância

    CO

    MU

    NIC

    ÃO

    ME

    RC

    HA

    ND

    .

    BR

    IND

    ES

    Incluir critérios de sustentabilidade nas

    ações de comunicação

    Avaliar criteriosamente os brindes dos parceiros

    Alinhar o merchandising com as políticas ambientais do evento

    ST

    AN

    DS

    E

    OU

    TR

    OS

    ES

    PA

    ÇO

    S

    Integrar critérios de construção bioclimática

    Optar por estruturas e elementos decorativos reutilizados e/ou reutilizáveis

    Instalar sistemas de iluminação eficiente

    GO

    VE

    RN

    AN

    CE Fomentar a conciliação da vida profissional e familiar

    Incentivar o desenvolvimento pessoal e profissional

    Implementar boas práticas de gestão

    30

  • 31

    FAZEMOS

    TUDO

    ISTO

    PORQUE

    acreditamos que é nossa responsabilidade

    traz notoriedade para a marca

    traz benefícios aos nossos processos de trabalho

    torna alguns processos menos dispendiosos

    financeiramente

    a nossa equipe sente-se mais motivada

    a legislação está caminhando nesse sentido

    os nossos patrocinadores estão cada vez mais

    exigentes

  • VOCÊ DEVE

    ENGAJAR-SE

    PORQUE

    32

    A implementação do sistema de gestão

    de sustentabilidade de eventos (ISO

    20121) depende de você

    Ajuda a marca a alcançar os objetivos

    Coloca a marca na liderança das boas

    práticas mundiais

    Você representa a marca!

  • 3.200 JOVENS COM ENSINO BÁSICO NO RIO DE JANEIRO

    100 SALAS DE AULA EM ÁREAS CARENTES PACIFICADAS DO RIO DE JANEIRO

    10 SALAS DE MÚSICA NO RIO DE JANEIRO

    28 PROJETOS FINANCIADOS ATRAVÉS DA UNESCO

    1 ESCOLA NA TANZÂNIA

    PROJETOS EM 43 PAÍSES – PLAN INTERNATIONAL CHILD REACH

    1 CENTRO DE SAÚDE NO MARANHÃO

    14 SALAS SENSORIAIS EM PORTUGAL QUE APOIAM MILHARES DE JOVENS COM DEFICIÊNCIAS

    760 PAINÉIS SOLARES EM ESCOLAS - 15 ANOS GERANDO RENDA PARA PROJETOS SOCIAIS

    445.500 JOVENS ECONOMIZARAM RECURSOS AVALIADOS EM 1,8 MILHÕES DE EUROS

    19.925 REFEIÇÕES E 37.000 SANDUICHES FORAM DOADAS EM PORTUGAL E LAS VEGAS

    2.200 INSTRUMENTOS DOADOS A 150 ONG NO BRASIL

    350.260 USD INVESTIDOS EM 80 BOLSAS DE ESTUDO NO ENSINO DA MÚSICA EM PORTUGAL

    + DE 97 MILHÕES DE REAIS INVESTIDOSMAIS DE 200 ENTIDADES APOIADAS E MAIS DE 56.400 PESSOAS BENEFICIADAS/ANO

  • Vamos juntos fazer o maior festival de música e entretenimento

    POR UM MUNDO MELHOR

    OBRIGADO

  • Rock in Rio BR 2019 – Plano de SustentabilidadeVersão 1.1 - Abr.2019