PROJETO EDUCATIVO · PDF fileO projeto educativo ... (Geografia), 200 (História e...

Click here to load reader

  • date post

    09-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of PROJETO EDUCATIVO · PDF fileO projeto educativo ... (Geografia), 200 (História e...

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS PATRCIO PRAZERES

    2015-2018

  • 2

    De que me serve saber dividir uma rea em quatro partes se no sei

    partilhar essa terra com os meus irmos?

    Sneca

  • 3

    NDICE

    Introduo 4

    Misso e Viso

    4

    I Caracterizao Sumria do Agrupamento 5

    1. Localizao e caracterizao do Agrupamento de Escolas Patrcio

    Prazeres

    5

    2. Estruturas de Coordenao Educativa 6

    2.1. rgos de Direo, Administrao e Gesto 6

    2.2. Departamentos Curriculares 6

    2.3. Diretores de Turma 7

    2.4. Apoios Tcnico-Pedaggicos 7

    2.4.1. Servio de Psicologia e Orientao Escolar 7

    2.4.2. Ao Social Escolar 8

    2.4.3. Gabinete de Apoio ao Aluno e Famlias 8

    2.4.4. Biblioteca Escolar 9

    2.4.5. Atividades de Enriquecimento curricular 9

    3. Populao Escolar 9

    3.1. Alunos 9

    3.2. Pessoal Docente 12

    3.3. Pessoal no Docente 12

    3.4. Associaes 13

    4. Oferta Formativa 13

    5. Formao Contnua 14

    6. Redes, Parcerias e Protocolos

    14

    II - Diagnstico, Resultados e Metas 15

    1. Diagnstico 15

    2. Resultados 17

    3. Metas 19

    3.1.reas de Interveno

    20

    III Execuo 21

    1. Instrumentos de Operacionalizao 21

    2. Monitorizao e Avaliao 21

    3. Divulgao 21

    4. Vigncia e Reviso 21

    5. Parecer e Aprovao

    21

    Anexos 22

  • 4

    Introduo

    O projeto educativo assume-se como o documento de referncia do agrupamento e na

    sua elaborao foram considerados, para alm de outros documentos internos, a Lei

    de Bases do Sistema Educativo e o Decreto-Lei 137/2012. Este projeto vem redefinir o

    perfil do agrupamento que atualmente Territrio Educativo de Interveno

    Prioritria (TEIP) apresentando as metas e os objetivos para o prximo trinio.

    Pretende-se que o agrupamento responda s necessidades e expectativas dos alunos,

    das suas famlias e do meio em que se insere fazendo-o num clima de responsabilidade

    partilhada assente na promoo de valores de cidadania orientados para a formao

    integral dos alunos.

    Misso

    Formar e certificar, no tempo certo, cidados autnomos e crticos detentores de

    preparao que lhes permita uma integrao social plena num mundo em constante

    mudana.

    Viso

    Contribuir para o desenvolvimento fsico, intelectual, cvico e afetivo de cada aluno,

    valorizando uma educao assente no respeito pela pessoa humana e, naturalmente,

    nos valores da justia, da equidade, da tolerncia e do respeito, atravs de hbitos que

    estimulem, tambm, o desenvolvimento do saber, da criatividade e da adaptabilidade.

    I Caracterizao

    1. Localizao e caracterizao do Agrupamento de Escolas Patrcio Prazeres

  • 5

    Caracterizao Sumria do Agrupamento

    Meio envolvente

    O nosso Agrupamento situa-se nas Freguesias da Penha de Frana e de So Vicente,

    acolhendo, por isso, alunos provenientes dessas Freguesias e de outras contguas.

    FREGUESIA DE SO VICENTE

    A freguesia de S. Vicente delimitada a norte pelo monte de S. Gens, onde D. Afonso

    Henriques instalou o acampamento das foras portuguesas durante o cerco

    dos soldados alemes, frsios e flamengos, em 1147. Na Idade Mdia esteve aqui

    instalada a Universidade ou Estudo Geral, nome ainda recordado na rua das Escolas

    Lisb

    oa

    1.L

    oca

    liza

    o d

    as e

    sco

    las

    do

    agru

    pam

    ento

    J. F. Penha

    de Frana

    J. F. de So

    Vicente

    EBI PP

    EB1/JI POM

    EB1/JI RLF

  • 6

    Gerais, percorrida pelo clebre Eltrico 28, que liga os Prazeres ao Largo do Martim

    Moniz, passando pela Baixa.

    So Vicente () delimita e substitui, as Freguesias da Graa, So Vicente de Fora e

    Santa Engrcia. No exatamente a soma aritmtica destas, mas corresponde quase

    completamente aos seus limites. So Vicente () representa 1% do territrio de Lisboa.

    Concentra 5% dos seus edifcios e 3% dos alojamentos famlias e indivduos.1

    FREGUESIA DE PENHA DE FRANA

    Reunindo as antigas freguesias da Penha de Frana e de S. Joo, deve o seu nome ao

    Convento da Penha de Frana, fundado em 1598.

    A freguesia deriva dos territrios medievais de Santo Estvo de Alfama, Santa Justa e

    Olivais, no chamado Termo de Lisboa. A partir de 1500, surgem os primeiros ncleos

    habitacionais, que se formaram volta dos conventos, do Pao Real e da Mitra e, no

    sculo seguinte, em torno da Igreja da Penha de Frana e do Convento (atual

    Comando-Geral da PSP).

    A Freguesia de Penha de Frana abrange 3% do territrio e 5% dos edifcios,

    alojamentos, famlias e indivduos, facto que produz a duplicao do valor da

    densidade da Cidade.2

    2. Estruturas de Coordenao Educativa

    2.1. rgos de Direo, Administrao e Gesto

    Os rgos de direo, administrao e gesto estruturam-se, como estipulado no

    Decreto-Lei n. 137/2012 de 2 de julho, por conselho geral, diretora, conselho

    pedaggico e conselho administrativo. A diretora exerce a presidncia do conselho

    pedaggico e do administrativo.

    2.2. Departamentos Curriculares

    As diferentes reas disciplinares esto agrupadas do seguinte modo:

    - Departamento do Pr Escolar Grupo de Recrutamento: 100,

    - Departamento do 1 ciclo Grupo de Recrutamento: 110,

    - Departamento de Matemtica e Cincias Experimentais - Grupos de recrutamento:

    500 (Matemtica), 510 (Fsica e Qumica), 520 (Biologia e Geologia), 230 (Matemtica

    e Cincias Naturais), 550 (Informtica),

    1 Informao extrada em 2015 de http://www.cm-lisboa.pt/municipio/juntas-de-freguesia/freguesia-

    de-sao-vicente 2 Idem

    http://www.cm-lisboa.pt/municipio/juntas-de-freguesia/freguesia-de-sao-vicentehttp://www.cm-lisboa.pt/municipio/juntas-de-freguesia/freguesia-de-sao-vicente

  • 7

    - Departamento de Lnguas - Grupos de recrutamento: 300 (Portugus), 330 (Ingls),

    320 (Francs), 210 (Portugus e Francs), 220 (Portugus e Ingls), 120 (Ingls 1

    ciclo),

    - Departamento de Cincias Sociais e Humanas - Grupos de recrutamento: 400

    (Histria), 420 (Geografia), 200 (Histria e Geografia de Portugal e Portugus), 290

    (Educao Moral e Religiosa Catlica),

    - Departamento de Artes Grupos de recrutamento: 600 (Artes Visuais), 240 (EV e ET),

    250 (Educao Musical),

    - Departamento de Expresses Grupos de Recrutamento: 620 /260 (Educao Fsica),

    910 (Educao Especial).

    2.3. Diretores de Turma

    Os Diretores de Turma desempenham no Agrupamento, dadas as suas caractersticas,

    uma funo substantiva, pois eles so o garante de uma relao estreita entre

    pais/encarregados de educao e a escola. Regularmente so promovidas reunies e

    contactos presenciais, telefnicos ou pelas vias postal e e-mail que contribuem, em

    grande parte, para o combate ao absentismo e abandono escolar, fenmenos que tm

    vindo a decrescer.

    O trabalho dos Diretores de Turma desenvolve-se tambm em articulao com o

    Servio de Psicologia e Orientao (SPO), o Gabinete de Apoio ao Aluno e Famlia

    (GAAF) e a equipa da Educao Especial, com o objetivo de promover a formao

    integral dos alunos, a melhoria do sucesso escolar e ainda a preveno e correo da

    indisciplina.

    Em sede de conselho de turma organizam e tomam sua responsabilidade a conduo

    de todo o trabalho desenvolvido, quer em reunies de avaliao, quer, por exemplo,

    em visitas de estudo.

    2.4. Apoios Tcnico-Pedaggicos

    Os servios tcnico-pedaggicos incluem as reas do Servio de Psicologia e

    Orientao (SPO), Ao Social Escolar (ASE), Gabinete de Apoio ao Aluno e Famlia

    (GAAF) e Biblioteca.

    2.4.1. Servio de Psic