Prof. Jos© Luis. ï± Objetivos: ïƒ Colocar em discuss£o a...

download Prof. Jos© Luis. ï± Objetivos: ïƒ Colocar em discuss£o a otimiza§£o do processo de comunica§£o enquanto instrumento da contabilidade gerencial ; ïƒ

If you can't read please download the document

  • date post

    07-Apr-2016
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Prof. Jos© Luis. ï± Objetivos: ïƒ Colocar em discuss£o a...

  • Prof. Jos Luis

  • Objetivos:

    Colocar em discusso a otimizao do processo de comunicao enquanto instrumento da contabilidade gerencial;Identificar que a utilizao da contabilidade gerencial faz com que as pessoas responsveis por decises na empresa estejam totalmente munidas de instrumentos gerenciais de controle e demonstrativos de tendncias;Desenvolver, analisar e implantar sistemas de informao contbil e de controle gerencial, considerando a anlise crtico-analtica dos modelos organizacionais;*

  • Breve histrico

    Uma das cincias mais antigas do mundo;Obra Summa de arithmetica, geometria, proportioni et proportionalita (Frei Luca Pacioli Veneza 1494);Expanso da Contabilidade para instituies (Igreja e Estado);Importante instrumento no desenvolvimento do capitalismo;Informaes sigilosas -> proprietrios -> desenvolvimentoDesenvolvimento do mercado de aes e fortalecimento das S/As fez a Contabilidade se tornar importante instrumento para sociedade (interesse do governo, sindicato, clientes, credores, etc)*

  • Objetivos e Finalidades:

    Os gestores necessitam de informaes de custos e lucratividade de suas linhas de produtos, segmentos do mercado e de cada produto e cliente;

    Necessitam tambm de um sistema de controle operacional que acentue a melhoria de custos, de qualidade e de reduo de tempo de processamento das atividades desenvolvidas por seus funcionrios;

    *

  • Descrio do processo:

    O processo de Contabilidade Gerencial dever ser obtido atravs do processamento da coleta de dados e informaes que sero armazenadas e processadas no sistema de informaes da empresa. Com a integrao das informaes obtidas nos vrios departamentos, a Contabilidade gerencial proporciona aos seus administradores informaes que permitem avaliar o desempenho de atividades, de projetos e de produtos da empresa, bem como a si atuao econmico financeira atravs da apresentao de informaes claras e objetivas de acordo com a necessidade de cada usurios.

    *

  • A IMPORTNCIA DA INFORMAO CONTBIL

  • Descrio do processo:

    A ampliao do leque dos usurios potenciais da Contabilidade Gerencial, decorre da necessidade de uma empresa evidenciar suas realizaes para a sociedade em totalidade.Antigamente, a Contabilidade tinha por objetivo informar ao dono qual foi o lucro obtido em uma empreitada comercial. No capitalismo moderno, isso no suficiente.

    Vamos agora ver alguns motivos dessa insuficincia:

    *

  • Descrio do processo - Motivos:

    Os sindicatos precisam saber qual a capacidade de pagamento dos salrios;O governo precisa saber a capacidade de pagamento dos impostos e a agregao da riqueza a economia;Os credores querem calcular o nvel de endividamento e a possibilidade de pagamento das dvidas;Os gerentes das empresas precisam de informaes para subsidiar o processo decisrio e reduzir as incertezas e assim por diante;

    *

  • A IMPORTNCIA DA INFORMAO CONTBILEMPRESAInvestidoresFornecedoresBancosGovernoSindicatosFuncionriosrgos de ClasseConcorrentesOutrosUsurios da Informao Contbil (Stakeholders)

  • As empresas esto em constantes mudanas;Cada vez mais necessitam de controles precisos e de informaes oportunas sobre seu negcio, para adequar suas operaes as novas situaes de mercado;A Contabilidade que durante muito tempo s servia como um sistema de informaes tributrias, na atualidade passa a ser vista como Instrumento Gerencial, que se utiliza de um sistema de informaes para registrar as operaes da organizao, para elaborar e interpretar relatrios que mensurem os resultados e forneam informaes necessrias para subsidiar o Processo de TOMADA DE DECISES e para o processo de GESTO, PLANEJAMENTO, EXECUO E CONTROLE.

    *

  • Empresas de Pequeno Porte

    As empresas de pequeno porte normalmente so administradas pelos prprios scios, que tm formao tcnica ligada ao seu negcio, mas sem a formao administrativa de gesto, como administrao, finanas, economia, marketing,etc.

    Isso tem levado a um grande nmero de falncias, recuperaes judiciais e encerramento das pequenas empresas nos seus primeiros anos de vida;

    *

  • Caractersticas:

    O Contador Gerencial, pela prpria natureza das funes que lhe so solicitadas a desempenhar, necessitar de formao bem diferente daquela exigida para o profissional que atua na Contabilidade Financeira, precisando assim de conhecimentos matemticos e estatsticos, pesquisa operacional e tcnicas de planejamento.

    O primeiro passo para uma Contabilidade Gerencial que esta esteja atualizada, conciliada e mantida com respeito s tcnicas contbeis.

    *

  • Realidade presente na maioria das empresas brasileiras, que ningum pode negar, a existncia de controles financeiros;

    Esta prtica bastante comum, visa diminuir os custos tributrios, envolvidos na operao dos negcios;

    Sem o conhecimento do mercado, da concorrncia, da formao de preos, do controle dos gastos, do controle de estoques, do fluxo de caixa, do ponto de equilbrio, de um planejamento tributrio, da legislao pertinente ao seu negcio, os empresrios tomam decises incompatveis com os objetivos da empresa, levando-as ao encerramento de suas atividades;

    *

  • Comentrios

    Nos Estados Unidos, aps os escndalos financeiros das empresas Enron, Worldcom, e outras, foi promulgada em 30/07/2002 a Lei Sarbanes-Oxley, tambm denominada Lei SOX, para que as empresas demonstrem eficincia na governana corporativo, isto , para:

    Garantir a efetividade e eficincia nas operaes;Dar confiabilidade aos relatrios financeiros;Atender as leis e regulamentos dos rgo pblicos;

    *

  • Comentrios

    Com isso, tanto as empresas sero incentivadas a no cometerem atos ilcitos, como tambm os investidores que compram as aes estaro seguros. Este um exemplo de um pas que valoriza e protege no s suas empresas e o investimento da populao, como tambm a economia como um todo.

    *

  • Em pesquisas recentes mostrou-se que so poucas as micro e pequenas empresas que alcanam o sexto ano de vida.

    Isto gera vrias consequncias desfavorveis a nossa economia, destacando-se entre elas:

    Desemprego;Perda do investimento do empresrio;Prejuzo a economia como um todo (inadimplncia, atrso de pagamentos, falncia,etc..);Frustrao pessoal;

    *

  • Tudo isso por falta de um planejamento prvio do negcio, por deficincia e falta do conhecimento da gesto diria do negcio e outros motivos como crdito e incentivo do governo.

    Mas como ajudar o empresrio ou administrador no contador administrador no contador a administrar o seu negcio? No prximo slide, vamos abordar algumas orientaes bsicas.

    *

  • Orientaes bsicas para gesto de negcios

    Confrontar as compras mensais, atravs dos livros de entradas, com as vendas pelos livros de sadas, e verificar se no h excesso de estoque isto poder criar problemas no caixa da empresa;Montar o cash flow onde sero registrados o saldo atual de caixa (bancos), a previso de entradas pelas duplicatas ou vendas a receber, e/ou previso de vendas futuras;as sadas, que so os pagamentos j compromissados, e a previso de gastos, tais como: matrias-primas, ou mercadorias, folha de pagamento, encargos, impostos, emprstimos e outras despesas;

    *

  • Orientaes bsicas para gesto de negcios

    Certificar-se mensalmente que os livros fiscais foram escriturados e os impostos calculados e recolhidos dentro dos prazos especificados pelos rgos governamentais federal, estadual e municipal;

    Calcular mensalmente o volume de compras e o estoque atualizado em quantidades e valor; este ser o termmetro para novas compras ou atender aos pedidos extras.

    *

  • Orientaes bsicas para gesto de negcios

    Informar-se, da mesma forma, do volume de vendas e do estoque em quantidades e valor, que lhe serviro de parmetro para planejar sua produo, vendas ou servios;Analisar mensalmente o balancete cotbil, ou uma previso realstica (vendas,menos impostos, menos CMV, menos despesas), para saber o lucro do ms; isto vai lhe dar um parmetro para verificar se o seu preo de venda foi calculado corretamente ou se as suas despesas no esto alm do planejado.

    *

  • Orientaes bsicas para gesto de negcios

    cont....Comear pelas vendas, observando se foram suficientes para cobrir os gastos do ms ou se h necessidade de increment-las; verificar tambm se no est vendendo somente produtos de baixa lucratividade; talvez necessite forar a fora de vendas de produtos mais rentveis;

    *

  • Orientaes bsicas para gesto de negcios

    Depois, analisar o custo dos produtos vendidos, se as matrias-primas, as mercadorias ou os servios no subiram, se a folha de pagamento continua estvel, ou se os CIFs no se alteraram;Na sequncia, deve analisar as despesas administrativas e comerciais, iniciando pela folha de pagamento, onde normalmente h a maior incidncia de despesas, em todos os segmentos (industrial, comercial e de servios); as outras despesas administrativas menores tambm devem ser controladas;

    *

  • Orientaes bsicas para gesto de negcios

    Outro tem importante a analisar o lucro final j abatido do Imposto de Renda e da Contribuio Social; Neste caso necessrio a empresa verificar se a opo feita pelo regime tributrio do Lucro Presumido ou pelo Lucro Real a mais apropriada para que se pague menos impostos; se isto no for veficado e corrigido dentro dos prazos permitidos pela legislao, pode resultar em diminuio de lucro para empresa.

    *

  • Informao para uma Gesto Eficiente

    O aumento da concorrncia e a escassez de recursos disponveis tem contribudo para as constantes mudanas na gesto dos negcios. Com isso, acentua-se a necessidade de informaes que auxiliem os administradores na tomada de deciso;

    A CONTABILIDADE GERENCI