Pp 2 Aula Tomo H

download Pp 2 Aula Tomo H

of 24

  • date post

    22-Dec-2014
  • Category

    Technology

  • view

    1.315
  • download

    0

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Pp 2 Aula Tomo H

  • 1. ModelosAtmicos Escola Secundria de Alcanena Fsico-Qumica 10 Ano

2. Atomismo Grego (V a.C.)

  • Toda a matria era constituda por partculas muito pequenas e indivisveis, as quais designou por tomos ( do grego: indivisvel ).

Demcrito (460-370a.C.) 3. Modelo atmico de Dalton (1790)

  • Primeiro modelo para o tomo, com base na experimentao (verdadeira metodologia cientfica).

4. Modelo atmico de Thomson(1897) Modelo atmico de Thomson ou modelo do pudim de passas :o tomo seria uma esfera macia de carga positiva, uniformemente distribuda, onde se encontrariam incrustados os electres com carga negativa.Joseph Thomson (1856-1940)

  • Verificou experimentalmente a existncia de partculas subatmicas de carga negativa, os electres.

5. Modelo atmico de Rutherford(1911) Ernest Rutherford (1871-1937)

  • Concluiu que a maior parte do espao atmico um espao vazio, com uma pequena regio central densa, no seu interior, carregada positivamente, na qual se concentrava a maior parte da massa do tomo e que designou ncleo.
  • Os electres deveriam girar em torno do ncleo, em rbitas circulares.

6. Modelo atmico de Bohr ou modelo planetrio(1913) Niels Bohr(1885-1962 )

  • O tomo possua um ncleo central e os electres descreviam rbitas circulares, bem definidas e estveis, em torno do ncleo.
  • A cada uma dessas rbitas correspondia uma determinada energia.

7. Modelo Quntico

  • E m 1924 sugere que partculas como o electro podem apresentar um comportamento ondulatrio.
  • Prmio Nobel da Fsica em 1932.

Louis de Broglie (1892-1987) 8. Erwin Schrdinger(1887-1961)

  • Em 1926, apresenta uma equao matemtica que conduz ao modelo probabilstico.
  • (Prmio Nobel da Fsica em 1933).

Werner Heisenberg (1901-1976

  • Princpio da Incerteza de Heisenberg: impossvel conhecer simultaneamente e com exactido a posio e a velocidade de um electro.
  • Prmio Nobel da Fsica em 1932.

9. Orbital- zona em torno do ncleo onde elevada a probabilidade de se encontrar um electro de uma dada energia. 10. Nmero quntico principal,n

  • identifica-se pela letran ;
  • est relacionado com o nvel de energia do electro;
  • assume apenas nmeros inteiros;
  • diferentes nmeros de n significam diferentes nveis de energia;
  • quanto maior for n maior a distncia mdia do electro dessa orbital ao ncleo, logo maior sera sua energia e o tamanho da nuvem orbital.

11. Nmero quntico de momento angular ou secundrio,l

  • est relacionado com os subnveis de energia do electro, informando sobre a forma da orbital;
  • identifica-se pela letral ;
  • assume nmeros inteiros, cujos valores dependem do valor de n, ou seja:l = 0, ., n-1;

12. Nmero quntico de momento angular ou secundrio,l Em tomos polielectrnicos, isto , com mais de um electro, em diferentes subnveis, dentro de um mesmo nvel, podem apresentar valores diferentes de energia. 13. Nveis e Subnveis de energia Nvel de energia Valor del Designao da orbital Nvel 1 0 1s Nvel 2 01 2s2p Nvel 3 012 3s3p3d Nvel 4 0123 4s4p4d4f 14. Nveis e Subnveis de energia 15. Orbitais s 16. Orbitais s

  • tm todas a mesma forma;
  • as orbitaisss diferem no tamanho;
  • tm simetria esfrica;
  • quanto maior for o nmero den , maior a orbitals .

Logo, a forma da orbital s depende do valor del 17. Nmero quntico magntico,ml

  • identifica-se por:m l;
  • associa-se orientao da orbital;
  • assume todos os valores inteiroscompreendidos entrel e+l.
  • o valor dem l, depende do valor do nmero quntico secundrio,l.

18. 0 1s Representao da orbital, 1s: NmerosQunticos Nmerode orbitais Designao das orbitais Principal n Secundrio l Magntico m l por subnvel por nvel 1 0 1 1 19. 0 2s 2p x 2p y 2p z 0 -1 +1 Representao das orbitais: NmerosQunticos Nmerode orbitais Designao das orbitais Principal n Secundrio l Magntico ml por subnvel por nvel 2 0 1 4 1 3 20. 3s 3p x 3p y 3p z Representao das orbitais: -1 0 +1 0 NmerosQunticos Nmerode orbitais Designao das orbitais Principal n Secundrio l Magntico ml por subnvel por nvel 3 0 1 9 1 3 2 5 -2 -1 0 +1 +2 3d xy 3d xz 3d yz 3d x2-y2 3d z2 21. Completa o diagrama, de forma a prever o nmero e tipo de orbital quando n = 2. l = .. m= ..(2, , .)1 orbital . n=2 .(2, , )l = .. m.(2, , )... orbitais . .(2, , ) EXERCCIO 22. Resumindo: Os trs nmeros qunticos que caracterizam uma orbital so:

  • Nmero Quntico Principal :n= 1, 2, 3 ..
  • Nmero Quntico de Momento Angular:l =0, ., n-1
  • Nmero Quntico Magntico:m l =l , , 0 , ,+ l

23. Momento de spin m s= + m s= - O electro, alm de um movimento de translao (em torno do ncleo), tem um movimento de rotao em torno de um eixo imaginrio. Este movimento de rotao pode dar-se em dois sentidos, opostos entre si, ou seja podem ter spin diferentenmero quntico de spin ,m s 24. Nmero quntico de spin,m s

  • est relacionado com o movimento de rotao do electro;
  • assume apenas dois valores :-1/2e+1/2;
  • no depende dos outros nmeros qunticos.

Para caracterizar um electro so necessrios quatro ns qunticos: n, l , m l, m s