Palestra seminrio de comunica§£o - use jabaquara

download Palestra   seminrio de comunica§£o - use jabaquara

of 43

  • date post

    07-Jul-2015
  • Category

    Education

  • view

    220
  • download

    5

Embed Size (px)

description

Palestra da Jornalista e Relações Públicas Camila Andrade Mídias Sociais

Transcript of Palestra seminrio de comunica§£o - use jabaquara

  • 1. Seminrio de Comunicao da USE DistritalJabaquara/IpirangaComunicao 2012 Aes estratgicas modernas e novastecnologias a servio da divulgao do Espiritismo.Por Camila Andrade

2. Fazer sentido pode mudar o Mundo.As empresas de sucesso foram criadaspara fazer sentido e no fazer dinheiro.Fazendo sentido, elas consequentementetm dinheiro.Guy Kawasaki, foi o evangelista da Apple paraatrair desenvolvedores para trabalhar na novaplataforma e hoje trabalha numa venture capitaldecidindo onde vai colocar ou no dinheiro. 3. IdentidadeAs empresas no podem se furtar a possuiruma identidade corporativa, pois ela , na suaprpria essncia, parte integrante dacorporao.A imagem corporativa outra questoimportante, pois, ao contrrio da identidade,que deve traduzir o que aempresa , a imagem o que a empresaparece ser.A avaliao da imagem corporativa pode serbastante til para que a comunicao sejaalinhada de maneira a traduzir a identidadecorretamente e portanto, uma reputaopositiva. 4. Como fazer sentido?REPUTAO: o ponto de partida para sua Marcaser Bem FaladaReputao uma energia invisvel - de coisasboas que invadi a menti de seus pblicos ANTESde voc abord-los fisicamente.Leva anos para ser construda e segundos paradestruda.REPUTAO nos dias de hoje funciona comouma bolsa de valores (Whuffie). Se voc noaliment-la, cai o preo. Se algum no compr-la, cai o preo, se algum no falar bem de vocpara algum, cai o preo tambm. 5. Critrios e percepes para gerarReputao Positiva na internet Qualidade dos produtos e servios(ateno s reclamaes e sugestescom transparncia, bomrelacionamento com os pblicose vnculo emocional); Valor compartilhado; credibilidade dos porta-vozes, confiana e tica; lembrana da Marca;compromisso social e ambiental; a inovao;agilidade (repostas), multiplicador de informao(fonte), capacidade de adaptao ao perfil local,notabilidade (qualidade das opinies da internet e emoutros locais), notoriedade (permite a marcaposicionar-se alm de seus servios); Prticas de negcio transparentes, o bomtratamento dos funcionrios e a comunicaofrequente e honesta sobre a situao da organizao.Fonte: www.edelman.com/trust/ 6. O grande erro das empresas acreditarque basta a participao nos meiosdigitais para assegurar um engajamentocom os consumidores. O levantamento daRazorfish afirma o contrrio. Meios como ossites institucionais e o boca a boca seriamos mais procurados quando os pblicospretendem se relacionar com as marcas. Asredes sociais devem fazer parte de umaestratgia maior, na qual os consumidoresso atendidos por todas as ferramentasdigitais da empresa, sendo as mdias sociaisapenas um apoio ao engajamento com osconsumidores, diz Fernando Tassinari,General Manager da Razorfish no Brasil.Fonte: Razorfish no Brasil 7. Sentir-se valorizado o principal elementomencionado pelos entrevistados napesquisa. Os consumidores precisamperceber que as marcas esto cuidandodeles, que se importam com suassolicitaes e que no so apenas mais umnmero. A eficincia o item seguinte, o quesignifica que as marcas devem estarprontas para atender s necessidades dosclientes, antes mesmo que eles possampensar nelas. Confiana. A relao com o cliente deveser transparente e honesta. Relevncia, alcanada quando asmensagens enviadas pelas companhias soaplicveis s necessidades de seusclientes.Fonte: Razorfish no Brasil 8. OBS: Esse um dos pontos em que ocorremos maiores erros quando as empresas operamnas redes sociais. Os consumidores precisamde uma razo para visitar as pginasdas marcas. Fora isso, no h interesse maior.SER BOM, DIVULGAR O ESPIRITISMO ELEVAR A PAZ. INFELIZMENTE NO SUFICIENTE PARA GERARENGAJAMENTO. PRECISO ESTRATGIA.TODO CENTRO UMA EMPRESA. ESTUDE.FORMULE ESTRATGIAS E CAMPANHASDE CROSS MDIA EM MARKETINGBASEADAS NO CONHECIMENTO DE SEUPBLICO. O controle o ltimo elemento mencionadono estudo, o que desmistifica o conceito deconsumidor no poder, que tem sidoveiculado como um mantra nos ltimosanos. Fonte: Razorfish no Brasil 9. OBS: quando perguntados sobre o que seriaimportante num engajamento a uma marca, osconsumidores listaram, nessa ordem, ossentimentos de valorizao, confiana,eficincia, consistncia, relevncia econtrole. Telefone e e-mail, por exemplo, podem reforar o sentimento de valorizao, enquanto Facebook e Twitter seriam incapazes disso, aponta o relatrio. Entre os que tem de 25 a 34 anos, apreferncia por se sentirem valorizadose pelas sensaes de eficincia econfiana e os canais que utilizam soTwitter, Facebook e celulares. J entrequem tem 45 anos ou mais prefere e-mail, telefone e correio convencional. 10. O Surgimento da Internet mudou a relaoentre as pessoas. E entender as mudanas um desafio para as pessoas e empresas quedesejam ter a Suas Marcas Bem Faladas.O mundo est cada vez mais rpido, repletode conexes, com uma vasta rede decomunicao que diminui o ciclo de vidada informao. 11. Como tudo surgiu - Internethttp://www.coffeemidia.com.br/i nternet-no-brasil-e-no-mundo- em-2012/ 12. Como fazer sentido e ter uma Reputao positivana internet?. AGILIDADE E EFICCIA DA COMUNICAO;. EXISTIR E ATUAR NA INTERNET;. SER MULTIPLICADOR QUE FAA SENTIDO;. ADAPTAR-SE AO PERFIL LOCAL;. ENTENDER QUE RELACIONAMENTO E REPUTAO;POSITIVA TAMBM RETORNO;. TER NOTABILIDADE;. TER NOTORIEDADE;. INTEGRAR MDIAS CROSS MDIA 13. TER NOTABILIDADE NA REDE Notabilidade (NTB) a qualidade das opinies sobre sua empresa na internet. Esta anlise medi tambm a importncia ou autoridade dos autores dos comentrios ou publicaes, ou seja, anlise do TOM das menes das Marcas.Pesquisa da Llorente & Cuenca 14. TER NOTABILIDADE NA REDE O Google o principal gate keepers (guardies do porto), ou seja, fonte de percepo para usurios clientes e consumidores. No entanto, as empresas descuidam do seu posicionamento neste buscador: . 55% das empresas teve um tom neutro de comentrios; . 45% registraram pelo menos 1 meno negativa; . 2% - 9 menes negativas; . Nas companhias estrangeiras as menes negativas afetam 28%Pesquisa da Llorente & Cuenca 15. TER NOTORIEDADE NA REDE Notoriedade o que permite a Marca posicionar- se alm de seus servios ou produtos onde procurada. Notoriedade (NTR)= presena em palavras- chaves (PPC) + modelo de negcio (MN) + influncias dos canais (IC). Neste caso observamos tambm referncias da URL da empresa e o nome da empresa em uma lista de Keywords representativas da sua atividade (tanto em portugus, quanto em ingls).Pesquisa da Llorente & Cuenca 16. TER NOTORIEDADE NA REDEAs empresas estrangeiras analisadas soaproximadamente 3,4 vezes mais notriasna Rede que as empresas brasileiras.Mtricas para medir Notoriedade: Presena - volume de artigos e conversaono espao on-line (redes sociais, blogosfera,buscadores, servios on-line, espao audiovisual,tempo real Twitter, MSN) / presena e abrangnciados ativos tangveis (servios web) e intangveis(Marcas, nomes de diretivos, categorias, produtos,URL, etc); Influncia a capacidade de impacto dasconversaes e menes. 17. INTEGRAR MDIAS CROSS MDIAA presena de canais prprios no garantenotabilidade forte ou positiva, se esse canalno vier acompanhado de uma estratgia depercepo positiva da Marca, que abranja todosos pblicos de interesse.Embora 79% invistam no Twitter, apenas 24%tem menes positivas, as outras: 20% so ruinse 56% neutras.Isso mostra que no h estratgias integradasque ajudem a traduzir a presena numaNOTABILIDADE eficiente ou rentvel, se forcaso. 18. Neoconsumidor (Fator Chave) Feira livre/Consumidor 1.0 Antes da dcada de 80Consumidor Isolado Boca a boca MdiaConsumidor 2.0 Dcada de 80 at 1995Consumidor Analgico impressa/ Via lojas Internet/Consumidor 3.01995 at 2005 Consumidor Conectado Via Web Uso do celular/Consumidor 4.02006 at 2010 Consumidor Mvel Via mobile commerceConsumidor 5.0 Atual, comea a surgirRedes sociais/Consumidor Onipresente na virada da dcada Via TV digital 19. Nmero de usuriosFatores de impacto Segundo o Ibope NetRatings, somos 83,4 milhes de internautas tupiniquins (setembro de 2012). Sendo o Brasil o 5 pas mais conectado. De acordo com a Fecomrcio-RJ/Ipsos, o percentual de brasileiros conectados internet aumentou de 27% para 48%, entre 2007 e 2011. O principal local de acesso a lan house (31%), seguido da prpria casa (27%) e da casa de parente de amigos, com 25% (abril/2010). O Brasil o 5 pas com o maior nmero de conexes Internet. Ibope//NetRatings 2012 20. Fatores de impactoInternautas ativos50,7 milhes de usurios acessam regularmente a Internet. 38% daspessoas acessam web diariamente; 10% de quatro a seis vezes porsemana; 21% de duas a trs vezes por semana; 18% uma vez porsemana. Somando, 87% dos internautas brasileiros entram nainternet semanalmente. Segundo Alexandre Sanches Magalhes, gerente de anlise doIbope//NetRatings, o ritmo de crescimento da internet brasileira intenso. A entrada da classe C para o clube dos internautas devecontinuar a manter esse mesmo compasso forte de aumento nonmero de usurios residenciais.Ibope//NetRatings 2012 21. Fatores de impactoTempo mdio de navegaoDesde que esta mtrica foi criada, o Brasil sempre obteve excelentes marcas,estando constantemente na liderana mundial. Em julho de 2009, o tempo foi de48 horas e 26 minutos, considerando apenas a navegao em sites. O temposobe para 71h30m se considerar o uso de aplicativos on-line (MSN, Emule,Torrent, Skype etc). A ltima marca aferida foi de 69 horas por pessoa em julho de2011.Comrcio eletrnicoEm 2008 foram gastos R$ 8,2 bilhes em compras on-line. Em 2009, mesmo comcrise, foram gastos R$ 10,6 bilhes. 2010 fechou com R$ 14,8 bilhes, atingindo1/3 de todas as vendas de varejo feitas no Brasil e em 2011 foram gastos R$ 18,7bilhes. Ainda assim, apenas 20% dos internautas brasileiros fazem compras nainternet; aqueles que ainda no compram, no o fazem por no considerar aoperao segura (69%) ou porque no confiam na qualidade do produto (26%).Ibope//NetRatings 2012 22. Fatores de impactoPublicidade on-lineA internet se tornou o terceiro veculo de maior alcance no Brasil,atrs apenas de rdio e TV.87%