Música Clássica

Click here to load reader

  • date post

    05-Jan-2016
  • Category

    Documents

  • view

    249
  • download

    1

Embed Size (px)

description

safdgflaskfg lajf lasflk asfl kasf kasdfgasfl kasfdlk afsdl kaflkasf l asdff aslkgasfdl asdlk asfdl afl afl askfgals laskga slkg asdflkasdgsdlkagsdf asldkasl

Transcript of Música Clássica

  • MSICA CLSSICANa linguagem comum o termo msica clssica quer dizer msica erudita. Diferentemente do que se possa imaginar a msica clssica

    determina um perodo na histria da msica.

    O perodo clssico foi curto em durao mas muito importante e rico para a msica. O Classicismo tento, mais uma vez, fazer renascer

    os valores da Antiguidade greco-latina. A arquitetura, pintura e literatura possuam exemplos concretos aos quais podiam se basear,

    mas a msica no.

    Na realidade os exemplos de msica da Antiguidade so raros at hoje. Assim sendo a msica desta poca tentou fazer refletir em suas

    composies a clareza das formas e estruturas bem montadas.

    A sociedades desta poca tambm j no era mais fundamentada sobre o sistema feudal. A monarquia perdia sua fora enquanto que a

    burguesia dominava quase totalmente a sociedade. A Revoluo Francesa explodiria somente em 1789, mas os anseios de Liberdade,

    Igualdade e Fraternidade j fervia na sociedade havia muito tempo.

    Esse estilo de vida da sociedade no mais centrada na nobreza, mas na burguesia influenciaria profundamente a vida dos

    compositores e musicistas da poca, j que eles no se reuniriam mais em tomo da corte, mas sobretudo daqueles que pudessem

    pagar por suas obras, alm de que teatros ganhariam prestgio e desempenhariam a funo principal antes ocupada nos coros das

    Igrejas.

    A nica exceo regra foi Haydn que ainda compunha para a corte dos Esterhzy - uma das famlias mais importantes no Imprio

    Austraco.

    As novidades foram o aparecimento das formas Sinfonia, Sonata e Concerto e o surgimento do piano. Antes deste existia apenas o

    cravo da mesma famlia, mas era um instrumento pobre em matria de nuances: tocava somente em uma intensidade. J o piano

    fortetocava fraco e forte, motivo pelo qual Mozart se encantou com o instrumento apesar de nunca ter visto o piano tal qual

    conhecemos hoje, pois ele ainda estava se desenvolvendo.

    Vrios compositores marcaram essa poca entre eles podemos citar os filhos de Johann Sebastian Bach: Carl Philipp Emanuel Bach e

    Johann Christian Bach. Luigi Boccherini que migrou para Espanha. Domenico Scarlatti filho do compositor Domenico Scarlatti.

    Mas os dois mais badalados so Mozart e Haydn excluindo Beethoven que foi o compositor da transio entre o Classicismo e o

    Romantismo. As carreiras de ambos parecem antagnicas j que Mozart era um menino prodgio desde muito cedo enquanto que

    Haydn fez fama j de idade madura. O primeiro morreu jovem e o segundo ancio.

    Mozart - filho de outro compositor, Leopold Mozart era um menino predestinado. Seu pai, percebendo a preciosidade que tinha em

    suas mos, abandonou seus cargos de Salisburgo para percorrer a Europa com ambos os filhos j que a irm de Wolfgang, Maria

    Anna, tambm tocava cravo, s vezes ambos tocavam peas quatro mos. Mas a fama e o talento do menino eclipsaram a irm e logo

    ele se tornou numa estrela de seu tempo. Basta notar que ele convivia com a corte em Viena. Um exemplo pitoresco o que quando

    estava ele numa festa da corte, conta-nos a histria, que ele tropeou e caiu. Risos e brincadeiras brotaram dos meninos de sua idade

    com exceo de uma menina que o ajudou a levantar: era Maria Antonietta. Diante de tanta gentileza da nobre ele lhe respondeu

    Quando crescer, me casarei com voc. Ambos no sabiam que o destino reservava para ela um final trgico: se tornaria rainha da

    Frana e seria guilhotinada durante a Revoluo Francesa.

    Um fato que nos d prova de sua genialidade foi quando estando em Roma o menino escutou na Capela Sistina o Miserere do

    compositor Gregorio Allegri. Qual no foi a surpresa do pai ao chegarem no alojamento que o menino havia escrito a partitura da msica

    que tinha ouvido msica esta a 9 vozes e ento propriedade exclusiva da Capela Pontificia, a ponto de ser penalizado por

    excomunho aquele que possusse tal partitura fora do Vaticano.

    Dentre outras coisas foi Mozart que introduziu a pera em lngua verncula, antes tido como tabu, podendo-se cantar somente em

    italiano.

    Apesar de tanto sucesso, Mozart morreu misteriosamente aos 35 anos. Segundo estatsticas se ele estivesse vivo lucraria hoje mais que

    os Beatles, j que 10% dos discos de msica clssica so dele.

    Por Rodrigo Garca Lpez Ria

    (todos os direitos deste texto pertencem ao autor, e no deve ser utilizado ou citado sem sua permisso).

  • O LIED ROMNTICOO melhor veculo para expressar os sentimentos romnticos foi o lied, que apareceu no sculo

    XVI e que, no sculo XIX, recebeu novo impulso graas a poetas como Goethe e Schiller.Caractersticas do lied romntico Lied uma palavra alem cujo plural lieder e que significa cano. Porm, como forma

    musical, tem uma acepo mais concreta: uma cano para voz solista com acompanhamento de piano, cuja msica composta baseando-se em um poema. Dessa

    maneira, consegue-se a ntima unio entre o texto e a msica.Predominam dois tipos formais principais: o lied estrfico, em que cada estrofe do texto tem a mesma melodia, e o livre, em que a msica se adapta expresso e aos sentimentos presentes

    em cada parte do texto. Este ltimo foi o tipo habitual no sculo XIX. O compositor austraco Schubert consagrou esse gnero. Outros compositores que tambm cultivaram o lied foram

    Schumann, Brahms e Hugo Wolf.FRAZ SCHUBERTFranz Schubert (1797-1828) foi o verdadeiro criador do lied romntico. Sua obra esteve marcada pelos movimentos literrios romnticos, o lirismo e a exaltao do folclore alemo. Ps msica em textos dos poetas Schiller e Goethe, entre outros. Seus temas prediletos eram o amor, a morte e a natureza. Comps mais de seiscentos lieder, que esto entre o melhor da produo romntica, nos quais consegue uma integrao completa com o texto Esto agrupados em colees, como Die schne Mlerin (1823), com vinte canes, e Die Winterreise (1827), com 24 canes. Sua obra pstuma foiSchwanengesang (1828), escrita no ano de sua morte e que contm 14 lieder.ROBERT SCHUMANNRobert Schumann (1810-1856), que teve ampla formao literria, afastou-se da temtica popular e aproximou-se da poesia culta, alem e mundial. Seus poetas preferidos foram Hoffmann (1776-1822), Goethe, Byron, Schiller e, acima de todos, Heinrich Heine (1797-1856). Seus acompanhamentos piansticos sublinham enfaticamente o texto dos lieder. O lied de Schumann diferencia-se do de Schubert na maneira de tratar a melodia, no acompanhamento e em sua preocupao pelo sentimento. A forma livre, adaptando-se poesia de cada estrofe, e sua grande inovao apia-se no acompanhamento pianstico, que em muitas ocasies protagonista, ou comenta psicologicamente o texto. Comps 250 lieder. Sobre textos de Heine est construdo seu ciclo Amor de poeta (1840), com melodias ternas e lricas, s quais o acompanhamento do piano imprime um carter irnico. Seu outro grande ciclo, Amor e vida de uma mulher (1840), foi realizado sobre oito poemas do poeta alemo Adelbert von Chamisso (1781-1838).JOHANNES BRAHMSJohannes Brahms (1833-1897) comps mais de trezentos lieder sob influncia de Schumann, em seu sentimentalismo, e de Schubert, em seu carter popular. Sobre textos de Ludwig Tiek (1773-1853), comps a obra Romances de Magelone (1861-69), que inclui 15 lieder ligados por um argumento comum. Merece destaque sua ltima obra, Quatro canes srias (1896).HUGO WOLF

  • Hugo Wolf (1860-1903) foi o mais importante autor de lieder do final do Romantismo. Sob influncia de Wagner, utilizou o princpio da declamao contnua, em que o texto parte mais importante da obra. Sua msica foi uma das mais avanadas da poca no que se refere desagregao das tonalidades, e a principal caracterstica de seus lieder o aspecto dramtico. Escreveu mais de trezentos lieder, destacando-se os Lieder sobre Goethe (1890), Lieder espanhis (1891) e Lieder italianos (1892-1896).GUSTAV MAHLERNo Romantismo tardio, Gustav Mahler (1860-1911) substituiu o acompanhamento do piano pelo da orquestra sinfnica. Entre seus lieder merecem especial meno Des Knaben Wunderhorn (1892-1898), Kindertotenlieder (1904) e A cano da Terra (1909), considerada por muitos sua obra-prima.

  • OS GRANDES COROS DO MUNDOEm pleno sculo XIX, surgiram em Viena dois dos coros europeus mais importantes e de maior transcendncia artstica: a Wiener

    Singverein, da Sociedade de Amigos de Msica (Gesellschaft der Musikfreunde) e a Wiener Singakademie. Fundados em 1858, os dois

    agrupamentos foram perdendo a sua independncia, acabando por ficar ligados, com o decorrer dos anos, Konzerthausgesellschaft.

    A Wiener Singverein levou a cabo um importante trabalho de difuso da msica coral e sinfnico-coral. So numerosos os concertos

    efetuados sob a direo de msicos eminentes. Entre outros, quer em situao permanente quer como diretores convidados, h que

    salientar Berlioz, Rubinstein, Brahms, Liszt, Richter, d'Albert, Lwe, Mahler, Mascagni, Weingartner, Walter, Furtwngler e Richard

    Strauss. Os elevados nveis de perfeio interpretativa e de qualidade vocal alcanados nas suas pocas anteriores so mantidos

    atualmente pelo seu diretor, Ferdinand Grossmann. A partir de 1945, a Wiener Singverein tem sido constantemente reclamada pelas

    mais prestigiosas batutas, como a de Herbert von Karajan. Entre as primeiras obras dadas a conhecer por este conjunto, encontram-

    se o Rquiem, a Cano do Destino e Nnnie, de Brahms; o Salmo CL, de Bruckner; a 8 sinfonia, de Mahler; Das Buch mit sieben

    Siegeln, de Franz Schmidt, etc. Estreou tambm, em Viena, a Paixo segundo S. Mateus, a Paixo segundo S. Joo, a Missa, em si

    menor, e o Oratrio de Natal, de Bach; a 3 sinfonia, de Mahler, e obras de Strauss e Wolf.

    Trajetria semelhante foi a seguida pela Wiener Singakademie, criada especialmente para a representao