Mídia Kit - 89 FM - Agência Sakusen

of 34 /34

description

Trabalho desenvolvido pela Agência Sakusen para a disciplina de Mídia do curso de Publicidade e Propaganda.

Transcript of Mídia Kit - 89 FM - Agência Sakusen

Agência Sakusen - Integrantes

Tiago Machado - 86545-1

Thais Barciela - 90187-3

Fernando Fonseca - 90341-8

Anderson Almeida - 90545-3

Thyago Batista - 91505-0

Fernanda Oliveira - 94281-2

Ana Caroline - 95154-4

Universidade CrUzeiro do sUl CampUs são migUel

Curso Publicidade e Propaganda

1. O Rádio e suas características

O rádio como meio de comunicação é usado de várias formas, mas especialmente é um ótimo meio para a

transmissão de informação, visto a facilidade de se comunicar com rapidez com o público ouvinte, pois somente é

necessário a utilização da voz, ao contrário da televisão que é necessário a montagem de

cenários e afins.

Por muitos anos o rádio foi o principal meio de comunicação de massa, dando notícias de forma rápida e

forçando a imaginação e curiosidade do ouvinte, no auge do rádio, shows e rádio-novela fizeram grande sucesso nas

casas de milhares ouvintes. O alcance que o rádio tem e a fácil aquisição de um aparelho o tornam um meio muito

comum e de fácil acesso, onde até mesmo as classes mais baixas podem adquirir o aparelho e ouvir as emissoras.

A forma dinâmica que a rádio apresenta também é outro diferencial dos demais meios, enquanto no jornal

impresso o leitor precisa parar suas atividades para poder ler as noticias no rádio ele pode continuar

normalmente suas atividades, o rádio é um meio eficiente no dia dia corrido das pessoas, basta um simples

celular e um fone de ouvido no metro, ônibus ou trem para que o ouvinte consiga se informar, divertir e apreciar o

assunto em que está interessado.

O locutor de rádio também precisa saber envolver o ouvinte, pronunciar as palavras de forma clara, dinâmica e

demonstrar o sentimento através da voz, por exemplo uma notícia urgente o locutor precisa transmitir com

intensidade a notícia ou em jogos de futebol o locutor precisar passar a emoção do gol para o torcedor ouvinte.

O rádio é dividido em duas freqüências AM e FM:

FM: Apresenta músicas e utiliza uma linguagem mais jovem.

AM: Usado para emissores de notícias usando uma linguagem mais séria.

2. Histórico e desenvolvimento do meio

Em 1893 o padre Roberto Landell de Moura foi o primeiro a testar a transmissão de fala por ondas eletromagnéticas, sem

fio, nascido no Brasil o padre é considerado o pai brasileiro do rádio, porém o primeiro cientista a ser considerado como

o inventor do rádio foi o italiono Guglielmo Marconi que realizou em 1895 testes de transmissão de sinais sem fio pela

distância de 400 metros e depois pela distância de 2 quilômetros, Marconi conseguiu a patente da invenção em 1896

enquanto Landell só conseguiu em 1900 Ele também descobriu o princípio do funcionamento da antena.

Em 1896 Marconi adquiriu a patente da invenção do rádio, enquanto Landell só conseguiria obter para si a patente no ano

de 1900.

A partir do século XX a rádio começou a se tornar um meio popular mundialmente, em 1922 foi realizada a primeira

transmissão oficial de rádio no Brasil com o discurso do presidente da República, Epitácio Pessoa em comemoração ao

centenário da Independência do Brasil, no 2 ano seguinte a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro de

Roquette-Pinto foi a primeira emissora brasileira a ser fundada e realizar transmissão para o Brasil todo e apresentava

programas educativos e culturais. Em 1932 O governo Getúlio Vargas permite a publicidade no rádio e Waldo de Abreu

cria os primeiros anúncios de rádio no Esplêndido Programa, da Rádio Clube do Brasil do Rio de Janeiro, a partir desse

momento o lucro das rádios começaram a vir a partir de seus anunciantes. No ano de 1935 o governo brasileiro vendo a

importância da rádio criou o programa a Voz do Brasil transmitido pela Rádio Jornal do Brasil também fundada naquele

ano por interesses políticos, no mesmo ano a Rádio Kosmos de São Paulo inovou a forma de transmissão fazendo

programas com auditório que permitiam a participação do público nos programas.

Em 1936 a Rádio Nacional foi fundada e durante duas décadas foi a líder de audiência e primeira grande emissora do

Brasil, foi a primeira a ter um rádiojornal no Brasil com o Reporter Esso que era apresentado por Heron Domingues, a

emissora também foi a primeira a criar a primeira radionovela com Em Busca da Felicidade em 1941, a Rádio Nacional

trazia credibilidade e era sempre a primeira a dar as notícias, inclusive noticiou com exclusidade a morte do presidente

Getúlio Vargas e anunciou em 1945 o fim da Segunda Guerra Mundial para o Brasil todo.

Com o fim dos Reporter Esso em 1968 os anos 70 iniciaram a novas emissoras de freqüência

modulada(FM), em 1977 foi fundada a Rádio Cidade FM no Rio de Janeiro que durante os anos 80

foi a líder de audiência, durante a década de 80 as rádios FM conquistaram o público jovem com a

transmissão de músicas que faziam parte das paradas de sucesso na época, a Rádio Fluminense FM

por exemplo foi a primeira rádio rock do Brasil criando uma nova linguagem de locução,

acompanhou de perto o primeiro Rock in Rio e esteve durante seu auge entre as 5 rádios mais

ouvidas do Brasil. Os anos 80 serviram para diferenciar as rádios AM das rádios FM, enquanto a

AM possuía um público mais velho e fiel, enquanto a FM possua um público jovem e inquieto que

priorizava a qualidade.

Os anos 90 foram a época de modernização do rádio, a programação começou ser feita via satélite

digital melhorando a qualidade sonora da transmissão, outro destaque da época foi a fundação da

rádio CBN a primeira rádio com 24 horas de informação, porém com a crescimento econômico no

fim da década a televisão começou a ser tornar um meio mais viável e chamativo que o rádio.

A partir dos anos 2000 a televisão se tornou o meio mais popular do Brasil, não bastava só ouvir

era necessário ver, apesar da crescente da televisão o rádio se expandiu para o mundo online o

Sistema Globo de Rádio fundou a RadioClick uma das principais rádios virtuais da época.

Atualmente existem milhares de rádios online, o que permite o ouvinte poder filtrar temas que

o interessam, com o fácil acesso a internet nos dias de hoje as rádios investem cada vez mais no

mundo virtual, desde das grandes emissoras como rádios menores que são somente online, o

rádio está se preparando para a digitalização.

3. Particularidades do Rádio

O rádio trabalha de forma imediata e dinâmica, é um meio que permite interação ao vivo com o

público ouvinte, onde o mesmo se sente dentro do programa apenas com uma ligação, seja para pedir

uma música ou participar de um sorteio.

O rádio também consegue passar informações mais rápidas do que qualquer outro meio, o ouvinte que

está dirigindo um carro por exemplo pode saber na hora qual avenida está livre ou

congestionada ou de algum acidente que aconteceu.

Um dos defeitos do rádio em relação ao jornal impresso e a televisão e a pressa, enquanto nesses

2 meios o redator pode bolar uma matéria com mais calma e utilizar recursos visuais, no rádio a

notícia tem que ser imediata não permitindo as vezes uma melhor explicação da informação passada.

No que se refere a propaganda a utilização de efeitos sonoros é muitas vezes mais do que necessário

uma vez que o publicitário deve atiçar a imaginação do ouvinte somente através do som, a produção da

peça apesar de mais fácil deve saber prender a atenção do ouvinte o que torna uma parte

complicada sendo que não há como usar o recurso visual na peça radiofônica, ou seja o som tem a

missão de divulgar a mensagem e o ouvinte precisa imaginar a cena da peça.

4. O rádio e o setor publicitário

Por muitos anos o rádio foi o principal meio de propaganda no Brasil, mas com o crescimento da televisão muitas marcas

migraram do rádio para as peças audiovisuais, mesmo assim grandes marcas não deixam de anunciar no rádio visto sua

importância no dia a dia da sociedade brasileira, cerca de 88% da população brasileira ainda escuta ao menos uma vez ao dia.

Atualmente o rádio está em 7 º lugar no ranking dos investimentos publicitários é o 2º maior meio em termos de alcance.

Existem diversas formas de criar uma peça publicitária entre as mais populares estão:

Spot: Caracterizado por ser uma mensagem informativa locutada, geralmente apresenta efeitos sonoros e background,

usado muito para vendas de produtos e promoções(supermercados por exemplo).

Vinheta: Uma peça rápida geralmente de 4 segundos, muito usado quando uma marca patrocina um programa, durante

o intervalo de jogos de futebol é comum ouvirmos diversas vinhetas com o slogan da marca.

Jingle: Uma forma criativa de fazer propaganda, atrai a atenção do

ouvinte, possui uma melodia em harmonia com texto fazendo muitas vezes a peça ficar na cabeça do ouvinte.

A evolução tecnológica tem permitido a integração do Rádio com outros meios, como por exemplo, a Televisão, o Celular e a

Internet. Desta forma o investimento publicitário em rádio poderia trazer um retorno muito satisfatório, porém, a experiência

nos mostra que o Rádio ainda precisa conquistar o anunciante e as agências através de profissionalismo mais apurado e criativo,

fazendo valer a credibilidade e agilidade informativa do meio além de apropriar-se de seu caráter de estimulante do imaginário.

5. O Rádio e seus anunciantes

Principais setores que anunciam segundo o Ibope(Pesquisa feita entre 01/01/2013 a 30/06/2013) :

Comercio Varejo

Higiene e Beleza

Serviços ao consumidor

Veículos, peças e acessórios

Mercado financeiro e seguros

Cultura, lazer, esporte e turismo

Serviços de telecomunicação

Bebidas

Serviços públicos e sociais

Alimentação

Mídia

Farmacêutica

Mercado imobiliário

Higiene Doméstica

Petroleiro e combustíveis

Vestuário e têxtil

Informática

Eletro eletrônicos

Multi Setorial

Construção e acabamento

Produtos de uso pessoal

Brinquedos

Casa e decoração

Loterias

Bens e serviços industriais

6. Pesquisa e Dados do perfil

Ibope MEIOS DE COMUNICAÇÃO - 1º SEMESTRE 2013

Penetração do Rádio em domicílios por região

Quantidade de emissoras de Rádio no País

Perfil do Ouvinte (Geral)

7. Análise e defesa do meio

O rádio vem passando por uma reformulação e entrando na digitalização

além disso é um meio de fácil acesso, popular e pode ser ouvido não só no

aparelho radiofônico, como na internet, celular e televisão é o 2º meio de

maior penetração e está presente em quase 90% dos domicílios no Brasil.

O rádio pode ser ouvido enquanto o ouvinte está dirigindo, tomando

banho, correndo, resumindo é meio de mais fácil de se usufruir, não é

necessário parar o que está fazendo para usar o meio, basta ligar, sintonizar

e ouvir.

O rádio também apresenta uma vasta lista de emissoras, cada emissora

possui um perfil de público diferente tornando mais fácil o anunciante

atingir o seu

consumidor específico, o custo x benefício de um anúncio no rádio tam-

bém é outro fator de destaque, uma vez que não é necessário gastos com

cenários, efeitos visuais, maquiagem e afins, a criatividade, uma voz boa e

clara e se necessário uma música e efeitos sonoros são suficientes para criar

uma peça chamativa.

Criada em 2 de dezembro de 1985 a rádio Rock é uma emissora de rádio paulista na frequência 89,1 especializada em músicas de rock que em seu repertório são das clássicas as atuais. Surgiu com o “boom” do rock nacional, surgiu para preencher a lacuna que faltava no Brasil para os artistas que surgiam, como Lergião Urbana, Titãs.

Por necessidade de crescimento de audiência, durante 6 anos de julho de 2006 a dezembro de 2012, a rádio mudou o foco para atrair o público jovem pop, trazendo músicas que os antigos ouvintes da rádio odiaram. Porém em 21 de dezembro de 2012, voltou a ser exclusiva de rock.

Com o crescimento das rádios pop/jovem em São Paulo, a rádio 89 sofreu uma frequente queda na

audiência, fazendo com que a rádio mudasse os rumos e em 2006 mudou a direção artística da emissora contratando

Wagner Rocha, que já havia dirigido outras rádios paulistas como a Metropolitana e Sucesso (hoje BandNews FM).

A mudança de direção culminou na demissão de alguns dos locutores tradicionais da rádio como Zé Luís, Roberto

Hais, Luka e Eric Santos. Outros locutores de longa data da emissora, como Cadu, Sandro Anderson e PH, foram

mantidos.

Com as mudanças, mudou o nome da rádio para de A rádio Rock, para 89 FM, incluindo na programação pop, Black

music, e dance music, os estilos de música mais tocados na rádios jovens. Mudou também o logotipo e acrescentou

novos programas com formato mais interativo, , criando canais de participação dos ouvintes pela internet, pelo

telefone e ao vivo.

A mudança repentina de estilo pegou de surpresa os ouvintes do antigo segmento, que acusaram a 89 de terem se

vendido e na época gerou discussões e protestos.

A rádio mudou de endereço deixando seu endereço na Praça Oswaldo Cruz (início da Avenida Paulista) para iniciar

suas operações na avenida mais importante da capital paulista.

Com essa mudança, a rádio recuperou audiência fazendo com que a rádio ocupasse o 10º lugar no IBOPE em São

Paulo. No segmento jovem, a emissora estava atrás apenas da Mix FM, e a frente de Metropolitana FM, Jovem Pan 2

FM, Energia 97, Rádio Disney Brasil e Transamérica Pop. Em 2007, a 89 FM inaugurou sua nova programação e iniciou

uma nova campanha voltada ao conceito “Primeiro na 89”.

Com investimento de R$ 1 milhão em ações promocionais e publicitárias, incluindo as vinhetas cantadas “primeiro na

89” produzidas nos estúdios da produtora Reel World (sediada em Seattle nos Estados Unidos), e anúncios em diver-

sas mídias. Com o conceito em destacar que “tudo que é novo acontece primeiro na 89” e o objetivo

de alcançar a liderança no público jovem, incluindo conceito que subverteu tudo o que já foi feito em

termos de comunicação para uma emissora de rádio. Com isso a programação passou a contar com

programas de tecnologia como o Plugado 89, de interativade como o I Play 89 e muitos outros.

Seguindo a linha de estratégias para alcançar a liderança no público jovem, a emissora inova mais uma

vez e lança a campanha “Eu sigo a 89”, encerrando as primeiras ações que marcaram a fase “pós-rock”

com o slogan Primeiro na 89. Foram desenvolvidas diversas mídias e inclusive uma promoção que

premiou um ouvinte com um carro 0 km. Toda a plástica e as vinhetas da emissora foram modificadas

para apresentar o novo conceito, baseado no sucesso das redes sociais (twitter).

Em parceria com a Nestlé em fevereiro de 2011 a 89 fecha acordo com linha de bebidas Fast da Nestlé,

acrescentando o nome fast ao nome da radio. A ideia era tornar a rádio mais interativa e para tanto

foram desenvolvidos diversos canais de comunicação com o ouvinte como SMS, site, e-mail e redes

sociais. Esses foram alguns dos canais onde eram atendidos os pedidos musicais.

A estreia da programação ocorreu em 27 de fevereiro de 2011 com evento no Parque do Ibirapuera

tradendo a volta a locutora Luka, que trabalhou durante anos na antiga 89 A Rádio Rock, sob o coman-

do do programa Playfast.

A mudança de nome acabou causando uma leve perda de audiência ao longo do ano de 2011, mas foi

recuperada em novembro, no qual garantiu o segundo lugar entre as rádios jovens. Em resposta a este

fato, a maioria das chamadas passou a utilizar: 89, a Rádio Fast, no intuito de não perder a identidade

com o público.

Em setembro de 2012 os principais veículos especializados no meio radiofônico

começaram a noticiar o fim da rádio 89, e que na estação provavelmente entraria no

ar uma rádio religiosa.

A notícia surgiu após a rádio alcançar o melhor resultado dos últimos anos nas

medições realizadas pelo instituto IBOPE, estando cada vez mais próxima da líder Mix

FM, com uma média de 104 mil ouvintes por minuto22 informação que se confirmou

com demissões de funcionários, retirada de programas da grade e diminuição de

ações promocionais.

Em 27 de outubro de 2012, a rádio rock surpreende a todos voltando ao ar sem

avisar comercialmente. Em meio às notícias vinculadas por sites especializados em

rádio apontando o fim definitivo da 89 FM na fase pop, uma transmissão especial foi

ao ar a partir das 10h00 do dia 27 de outubro (continuando das 19h00 até às 21h00 e

nos mesmos horários no dia seguinte) com o locutor Tatola anunciando o retorno da

rádio.

O sucesso dessa ação foi tanto que a direção da emissora decidiu repetir o Especial

que voltou ao ar no dia 4 de novembro às 12h00 com seis horas de duração, sob o

comando da locutora Luka. A programação pode ser acompanhada 24 horas por dia

através do site www.radiorock.com.br e pela página oficial da rádio no Facebook,

que atingiu mais de 50 mil “likes” em apenas uma semana. Em 5 de novembro de

2012 é confirmado oficialmente o retorno da 89 FM a Rádio Rock à frequência 89.1

MHz de São Paulo, após seis anos fora do ar. A reestreia da emissora ocorreu no dia

21 de dezembro de 2012.

No dia 2 de dezembro, a Rádio Rock entrou no ar para comemorar os 27 anos de sua primeira transmissão com uma

programação especial que contou com a presença de seus antigos locutores Tatola, Luka, Thiago, Sandrinha, PH

Dragani e a estreia de Andreas Kisser, que com seu filho Yohan Kisser apresentou seu novo programa Pegadas de

Andreas Kisser.

Em 13 de dezembro, Waguinho, o diretor artístico da 89 FM, deixa a emissora entregando-a na vice liderança do

segmento jovem/pop. Ele foi responsável por toda a reformulação e atuava no comando da 89 desde o fim da Rádio

Rock em 2006. Wagner Rocha implantou um novo conceito de rádio na 89 FM, o que pode ter sido decisivo para que a

emissora permanecesse boa parte do tempo na segunda colocação e à frente de rádios tradicionais como

Metropolitana e Jovem Pan.

Em 20 de Dezembro de 2012 entra no ar o programa especial “Top 10 fim do mundo” com o anúncio oficial de uma

parceria da Rádio 89 e o portal UOL, concretizando a permanência da rádio no dial de São Paulo e recebendo a

denominação de UOL 89 FM a Rádio Rock. A UOL 89 FM conta agora com a participação de um dos maiores

especialistas em Rock do Brasil, Roberto Maia, amigo de Tatola, ambos trabalharam juntos na Brasil 2000 onde

apresentavam o programa Sessão da Tarde.

Através do novo contrato com duração de 12 meses, está previsto a utilização do naming rights da patrocinadora em

vinhetas, programas, intervalos comerciais e será disponibilizado o conteúdo do portal durante toda a programação

deixando o ouvinte informado sobre entretenimento, política, esportes e novidades da cena Rock nacional e

internacional.

Desde o retorno ao rock, a emissora se fixa como a emissora rock líder de audiência no país, com 0,6% do share, sendo

mais de 100 milhões de ouvintes por minuto, superando a Kiss FM e em pesquisas recentes, possui números de

audiência e faturamento equivalentes à jovem/pop Mix FM e a evangélica Vida FM Sat.30.

Cobertura Geográfica, 89 A Rádio Rock por Município

AlumínioAraçariguamaArujáAtibaiaBarueriBiritiba MirimBom Jesus dos PerdõesCabreúvaCaieirasCajamarCampo Limpo PaulistaCarapicuibaCotiaCubatãoDiademaEmbú Embu GuaçuFerraz de VasconcelosFrancisco MoratoFranco da RochaGuararemaGuarulhosIbiúnaIgaratáItapecerica da SerraItapeviItaquaquecetubaItupevaJandira

Jarinu JundiaíJuquitibaLouveiraMairinqueMairiporãMauáMogi das CruzesNazaré PaulistaOsascoPirapora do Bom JesusPoáPraia GrandeRibeirão PiresRio Grande da SerraSanta IzabelSantana de ParnaíbaSanto AndréSantosSão Bernardo do CampoSão Caetano do SulSão Lourenço da SerraSão RoqueSão VicenteSuzanoTaboão da SerraVargem Grande PaulistaVárzea PaulistaVinhedo

Desde janeiro de 2013, a 89 trabalha com a seguinte forma para pagamento, preços e condições para negociação.

ROTATIVO SEGUNDA A DOMINGO - Custo unitário para comercial gravado de 30”

Condições de Pagamento

1 - Determinação de horário: acréscimo de 50% sobre o custo rotativo.

2 - Publicidade sem finalidades comerciais: acréscimo de 200% sobre o custo da faixa horária programada.

3 - Testemunhal: acréscimo de 100% sobre o custo da faixa horária + cachê líquido unitário 30” = R$ 80,00.

4 - A emissora não irradiará comerciais cujos textos tenham sentido confuso ou não estejam no padrão exigido.

5 - A emissora pode recusar comerciais considerados inadequados pelo Código de Defesa do Consumidor.

6 - Todo cancelamento deverá ser feito por escrito, com 30 dias de antecedência.

7 - Prazo de pagamento: 15 dias fora o mês de veiculação.

8 - Material utilizado: CD ou MP3. Os materiais serão inutilizados 30 dias após a veiculação.

CONVERSÕES * 5” = custo 15”/3 * 10” = custo 30” x 0,5 *15” = custo 30” x 0,8 *45” = custo 30” x 1,5 * 60” = custo 30” x 1,9

Tabela de Preços Online Para descontos pode ser em torno de 30 e 35% dependendo do horário de programação e cliente.

Desde que a rádio voltou a programação tradicional, algumas pessoas opinaram sobre o retorno:

“A 89 sempre foi uma marca prestigiada e existia um público carente. Ela vai manter linha similar à dos anos 1990. Atualmente, tem só um concorrente, a Kiss, voltada ao classic rock”, diz Ricardo Dutra, diretor de marketing do UOL, empresa do Grupo Folha.

“Sensacional. A internet é legal, mas é um universo, né? Uma rádio é uma comu-nidade, você não precisa ficar clicando o tempo todo pra ouvir uma música. Essa volta é do c...”, diz Clemente, da banda Inocentes e Plebe Rude.

“Vamos atender a um público que estava órfão, mas não apenas gente de 40 anos. A molecada está voltando a curtir o rock”, comenta o diretor do UOL sobre a página “Órfãos da 89 FM - A Rádio Rock”, no Facebook.

FONTES:

http://midiadadosrdp.digitalpages.com.br/html/reader/119/18266http://www.ibope.com.br/pt-br/conhecimento/TabelasMidia/investimentopublicitario/Paginas/SETORES-ECONÔMICOS---1º-SEMES-TRE-2013.aspxhttp://www.ibope.com.br/pt-br/conhecimento/TabelasMidia/investimentopublicitario/Paginas/MEIOS-DE-COMUNICAÇÃO---1º-SEMES-TRE-2013.aspxhttp://www.microfone.jor.br/historia.htmhttp://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/historia-do-radio/historia-do-radio.phphttp://www.infoescola.com/comunicacao/historia-do-radio-no-brasil/http://www.abert.org.br/site/images/stories/pdf/AHistoriadoRádionoBrasiVERSaO%2020112.pdfhttp://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/1205000-radio-89-fm-volta-a-tocar-apenas-rock.shtmlhttp://radiorock.uol.com.br/site/http://tudoradio.com/noticias/ver/8802-audiencia-sp-band-fm-se-aproxima-de-vez-das-lideres-mix-e-89-seguem-crescendo-em-sao-paulohttp://tudoradio.com/noticias/ver/9457-extra-89-a-radio-rock-nao-conta-mais-com-nome-de-provedor-em-sua-marcahttp://www.anos80.com.br/curiosidades/89_top_20.htmlhttp://www.rock-o-rama.com.br/2012/10/18/89-fm-a-radio-rock-volta-ao-ar-agora-na-internet/http://tudoradio.com/noticias/ver/8402-exclusivo-89-a-radio-rock-retorna-ao-fm-de-sao-paulo-no-final-de-dezembrohttp://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u21207.shtmlhttp://exame.abril.com.br/marketing/noticias/89fm-fecha-com-nestle-e-vira-radio-customizadahttp://musica.uol.com.br/noticias/redacao/2012/12/20/radio-rock-volta-ao-ar-a-0h-desta-sexta-feira-em-sp-com-o-nome-uol-89fm.htm?cmpid=ctw-musica-newshttp://tudoradio.com/noticias/ver/8436-89-fm-fecha-parceria-e-se-torna-uol-89-a-radio-rock-fmhttp://pt.wikipedia.org/wiki/89_FM_a_R%C3%A1dio_Rockhttp://www.youtube.com/watch?v=bBpkAARQ8Pohttp://www.oocities.org/br/radiogagabr/anuncie/compara01c.htmhttp://tvfoco.pop.com.br/audiencia/audiencia-das-radios-em-sao-paulo-nativa-fm-lidera/