MATERIAL 20130906165106TeoriaBiomas

download MATERIAL 20130906165106TeoriaBiomas

If you can't read please download the document

  • date post

    02-Sep-2015
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

description

bdfbtf

Transcript of MATERIAL 20130906165106TeoriaBiomas

  • ECOSFERA E BIOMAS Ecossistemas naturais - bosques, florestas, desertos, prados, rios, oceanos, etc. Ecossistemas artificiais - construdos pelo Homem: audes, aqurios, plantaes, etc. Atendendo ao meio fsico, h a considerar: Ecossistemas terrestres Ecossistemas aquticos Quando, de qualquer ponto, observamos uma paisagem, percebemos a existncia de descontinuidades - margens do rio, limites do bosque, bordos dos campos, etc. que utilizamos frequentemente para delimitar vrios ecossistemas mais ou menos definidos pelos aspectos particulares da flora que a se desenvolve. No entanto, na passagem, por exemplo, de uma floresta para uma pradaria, as rvores no desaparecem bruscamente; h quase sempre uma zona de transio, onde as rvores vo sendo cada vez menos abundantes. Sendo assim, possvel, por falta de limites bem definidos e fronteiras intransponveis, considerar todos os ecossistemas do nosso planeta fazendo parte de um enorme ecossistema chamado ecosfera. Deste gigantesco ecossistema fazem parte todos os seres vivos que, no seu conjunto, constituem a biosfera e a zona superficial da Terra que eles habitam e que representa o seu bitopo. Ou seja:

    BIOSFERA + ZONA SUPERFICIAL DA TERRA = ECOSFERA

    Mas assim como possvel associar todos os ecossistemas num s de enormes dimenses - a ecosfera - tambm possvel delimitar, nas vrias zonas climticas, ecossistemas caractersticos conhecidos por biomas, caracterizados por meio do fator Latitude. Por sua vez, em cada bioma, possvel delimitar outros ecossistemas menores. Bioma conceituado no mapa como um conjunto de vida (vegetal e animal) constitudo pelo agrupamento de tipos de vegetao contguos e identificveis em escala regional, com condies geoclimticas similares e histria compartilhada de mudanas, o que resulta em uma diversidade biolgica prpria.

    BIOMAS DO MUNDO

    TUNDRA Localiza-se no Crculo Polar rtico. Compreende Norte do Alasca e do Canad, Groelndia, Noruega, Sucia, Finlndia, Sibria. Recebe pouca energia solar e pouca precipitao, esta ocorre geralmente sob forma de neve e o solo permanece a maior parte do ano gelado. Durante a curta estao quente (2 meses) ocorre o degelo da parte superior, rica em matria orgnica, permitindo o

    crescimento dos vegetais. O subsolo fica permanentemente congelado (permafrost). A Tundra caracteriza-se por apresentar poucas espcies capazes de suportar as condies desfavorveis. Os produtores so responsveis por capim rasteiro e com extensas reas cobertas por camadas baixas de liquens e musgos. Existem raras plantas lenhosas como os salgueiros, mas so excessivamente baixas (rasteiras).

    As plantas completam o ciclo de vida num espao de tempo muito curto: germinam as sementes, crescem, produzem grandes flores (comparadas com o tamanho das plantas), so fecundadas e frutificam, dispersando rapidamente as suas sementes. No vero a Tundra fica mais cheia de animais: aves marinhas, roedores, lobos, raposas, doninhas, renas, caribus, alm de enxames de moscas e mosquitos.

    TAIGA Tambm chamada de floresta de conferas ou floresta boreal. Localiza-se no norte do Alasca, Canad, sul da Groelndia, parte da Noruega, Sucia, Finlndia e Sibria. Partindo-se da Tundra, medida que se desloca para o sul a estao favorvel orna-se mais longa e o clima mais ameno.Em conseqncia disso a vegetao mais rica, surgindo a Taiga.

    Na Taiga os abetos e os pinheiros formam uma densa cobertura, impedindo o solo de receber luz intensa. A

  • vegetao rasteira pouco representada. O perodo de crescimento dura 3 meses e as chuvas so poucas. Os animais so representados por aves, alces, lobos, martas, linces, roedores etc. FLORESTA CADUCIFLIA OU FLORESTA DECDUA

    TEMPERADA Predomina no hemisfrio norte, leste dos Estados Unidos, oeste da Europa, leste da sia, Coria, Japo e partes da China. A quantidade de energia radiante maior e a pluviosidade atinge de 750 a 1.000 mm, distribuda durante todo o ano. Ntidas estaes do ano. Neste Bioma, a maioria dos arbustos e rvores perde as suas folhas no outono e os animais migram, hibernam ou apresentam adaptaes especiais para suportar o frio intenso.

    As plantas so representadas por rvores dicotiledneas como nogueiras, carvalhos, faias. Os animais so representados por esquilos, veados, muitos insetos, aves insetvoras, ursos, lobos etc. FLORESTA TROPICAL OU FLORESTA PLUVIAL OU

    FLORESTA LATIFOLIADA A floresta tropical situa-se na regio intertropical. A maior rea a Amaznia, a segunda nas ndias Orientais e a menor na Bacia do Congo (frica). O suprimento de energia abundante e as chuvas so regulares e abundantes, podendo ultrapassar 3.000 mm anuais. A principal caracterstica da floresta tropical a sua estratificao. A parte superior formada por rvores que atingem 40 m de altura, formando um dossel espesso de ramos e folhas. No topo a temperatura alta e seca.

    Debaixo desta cobertura ocorre outra camada de rvores, que chegam a 20 m de altura, outras a 10 m e 5 m de altura. Este estrato mdio quente, mais escuro e mais mido, apresentando pequena vegetao. O estrato mdio caracteriza-se pela presena de cips e epfitas. A diversificao de espcies vegetais e animais muito grande.

    CAMPOS um Bioma que se caracteriza por apresentar um nico estrato de vegetao. O nmero de espcies muito grande, mas representado por pequeno nmero de indivduos de cada espcie. A localizao dos campos muito variada: centro-oeste dos Estados Unidos, centro-leste da Eursia, parte da Amrica do Sul (Brasil, Argentina) e Austrlia.

    Durante o dia a temperatura alta, porm a noite a temperatura muito baixa. Muita luz e vento, pouca umidade. Predominam as gramneas. Os animais, dependendo da regio, podem ser: antlopes americanos e bises, roedores, muitos insetos, gavies, corujas etc.

    DESERTO Os desertos apresentam localizao muito variada e se caracterizam por apresentar vegetao muito esparsa. O solo muito rido e a pluviosidade baixa e irregular, abaixo de 250 mm de gua anuais. Durante o dia a temperatura alta, mas noite ocorre perda rpida de

  • calor, que se irradia para a atmosfera e a temperatura torna-se excessivamente baixa. As plantas que se adaptam ao deserto geralmente apresentam um ciclo de vida curto. Durante o perodo favorvel (chuvoso) germinam as sementes, crescem, florescem, frutificam, dispersam as sementes e morrem.

    As plantas perenes como os cactos apresentam sistemas radiculares superficiais que cobrem grandes reas. Estas razes esto adaptadas para absorver as guas das chuvas passageiras. O armazenamento de gua muito grande (parnquimas aquferos). As folhas so transformadas em espinhos e o caule passa a realizar fotossntese. Os consumidores so predominantemente roedores, obtendo gua do prprio alimento que ingerem ou do orvalho. No hemisfrio norte muito comum encontrar-se, nos desertos, arbustos distribudos uniformemente, como se tivessem sido plantados em espaos regulares. Este fato explica-se como um caso de amensalismo, isto , os vegetais produzem substncias que eliminam outros indivduos que crescem ao seu redor.

    SAVANAS Savana nome dado a um tipo de cobertura vegetal constituda, em geral, por gramneas e rvores esparsas. A topografia geralmente plana com clima tropical, apresentando duas estaes bem definidas, sendo uma chuvosa e uma seca. As Savanas ocorrem, principalmente, na zona intertropical do planeta, por esse motivo recebe uma enorme quantidade de luz solar. A espcie de savana mais conhecida a africana, no entanto, h outras: savanas tropicais (africana), savanas subtropicais, savanas temperadas, savanas mediterrneas, savanas pantanosas e savanas montanhosas. As savanas do tipo tropical e subtropical so encontras em todos os continentes, apresentando duas estaes bem definidas (uma quente e outra chuvosa). Os solos dessas reas so relativamente frteis, neles se fixam gramneas, geralmente desprovidas de rvores. A frica possui savanas com esses aspectos, com destaque para as do Serengueti. Savanas temperadas so identificadas em mdias latitudes e em todos os continentes, so influenciadas pelo clima temperado,

    cujo vero relativamente mido e o inverno seco. A vegetao constituda por gramneas.

    Savanas mediterrneas so vegetaes que ocorrem em regies de clima mediterrneo. Nessas reas o solo pobre, germinando sobre a superfcie arbustos e rvores de pequeno porte, essa composio corre srio risco de extinguir diante da constante interveno humana, principalmente pela extrao de lenha, criao de animais, agricultura, urbanizao e etc. Savanas pantanosas so composies vegetativas que ocorrem tanto em regies de clima tropical como subtropical dos cinco continentes. Esse tipo de savana sofre inundaes peridicas. Savanas montanhosas um tipo de vegetao que ocorre fundamentalmente em zonas alpinas e subalpinas em distintos lugares do globo, em razo do isolamento geogrfico, abriga espcies endmicas.

    BIOMAS BRASILEIROS Em outras palavras, um bioma formado por todos os seres vivos de uma determinada regio, cuja vegetao tem bastante similaridade e continuidade, com um clima mais ou menos uniforme, tendo uma histria comum em sua formao. Por isso tudo sua diversidade biolgica tambm muito parecida. O Brasil possui enorme extenso territorial e apresenta climas e solos muito variados. Em funo dessas caractersticas, h uma evidente diversidade de biomas, definidos sobretudo pelo tipo de cobertura vegetal.

  • CAATINGA H aproximadamente 260 milhes de anos, toda regio onde hoje est o semi-rido foi fundo de mar, mas o bioma caatinga muito recente. H apenas dez mil anos atrs era uma imensa floresta tropical, como a Amaznia. Para conhecer bem esse bioma do semi-rido brasileiro, basta fazer uma visita ao Stio Arqueolgico da Serra da Capivara, no sul do Piau. Ali esto os painis rupestres, com desenhos de preguias enormes, aves gigantescas, tigres-dente-de-sabre, cavalos selvagens e tant