Mais Preza 08-06

Mais Preza 08-06
Mais Preza 08-06
Mais Preza 08-06
Mais Preza 08-06
download Mais Preza 08-06

of 4

  • date post

    11-Mar-2016
  • Category

    Documents

  • view

    222
  • download

    5

Embed Size (px)

description

Edição de 08/06

Transcript of Mais Preza 08-06

  • Aquela vontade insana de fazer alguma coisa camiseta da turma, bola para o time da escola, apetrechos para a fes-ta junina era o ponto de partida para iniciar a conhecida vaquinha, nos tempos de colgio. Essa histria, que faz parte da nossa vida desde cedo, hoje no morre mais depois que samos da escola. A vaquinha cresceu, evoluiu, e ganhou pro-pores muito maiores. E nem todas essas aes requerem dinheiro.

    A onda de projetos colaborativos tem valorizado muito mais engajamentos ligados 100% cooperao dos partici-pantes do que investidas de qualquer quantia. Iniciativas que surgem da cabea de jovens que esto com aquela vontade insana citada no incio da matria, sabe? S que agora muito mais apropriadas de uma causa que de um simples desejo.

    O Plante Tua Ideia nasceu assim. Os idealizadores Pedro Loss e Vini Russo partiram da seguinte inquietao: de tanto ouvir as pessoas reclamarem de tudo e no fazerem muitas vezes nada para mudar, eles resolveram abrir um espao para esse dilogo. Ao invs de voc ficar resmungando aos quatro ventos que falta isso ou falta aquilo na sua rua, por exemplo, voc vai ter a possibilidade de lanar uma sugesto para me-lhorar o que no aguenta mais ver errado. Queremos incen-tivar, de forma colaborativa, o surgimento de ideias que pos-sam ser colocadas em prtica. Essa ideia pode ser uma ao, um projeto, um evento..., explica Loss. No site (plantetuai-deia.com.br), que est sendo lanado hoje, sero depositadas as sugestes, que ficaro disponveis para quem quiser ver. A plataforma, para ficar no ambiente comum da gurizada, completamente integrada ao Facebook.

    T, mas e o que rola depois? No, as ideias no ficaro no limbo da Internet, sem len-

    o nem documento. Quando o site atingir a marca de cem sugestes, as trs mais curtidas sero encaminhadas e ar-ticuladas pelos idealizadores com os representantes respon-sveis. Mais: cada sugesto ir virar uma rvore plantada em algum ponto de Porto Alegre. Ou seja, mesmo que voc no ganhe muitos likes na sua proposta, ao menos um bem j fez cidade.

    4 7#

    Como funciona

    Fabi

    ano

    do A

    mar

    al

    As primeiras cem sugestes do Plante Tua Ideia iro virar cem mudas de rvores que sero plantadas em diversos pontos da Capital

    c o m p o r t a m e n t o m s i c a c u l t u r a i n t e r n e t c a r r e i r a c i n e m a m o d a a g i t o

    PORTO ALEGRE,SEXTA-FEIRA,8 de junhode 2012

    a tua ideia?Que tal plantar

    E a, curtiu? Ento corre l e planta a tua ideia: www.plantetuaideia.com.br

    NAMORADOS em casa, no trabalho...P

    G.2 TESTE

    no Falando umas VerdadesPG.

    3 HARDCORE e os 20 anos do Dead FishP

    G.4

    # O Plante Tua Ideia completamente integrado ao Facebook, tanto que voc precisa estar logado na rede social para conseguir redigir sua proposta

    # Todo mundo pode acessar o site e visualizar as sugestes j postadas, mas s quem tem Facebook pode curtir a ideia que mais gostou e ajud-la a ser viabilizada

    # As trs sugestes mais curtidas sero levadas para os rgos responsveis e a galera que toca o projeto ir articular para tentar que sejam viabilizadas

    # Achamos essa ideia muito preza, ento estamos juntos nessa! Nas prximas edies confira aqui as ideias mais legais e como anda o projeto do Plante Tua Ideia

  • 2 S e x t a - f e i r a , 8 d e j u n h o d e 2 0 1 2

    Nos dias 12 e 13, Claus e Vanessa vo fazer o show de lanamento do primeiro DVD da dupla, que mescla sucessos dos dois CDs anteriores. Sero duas apresentaes em grande estilo no Teatro do Bourbon Country (Tlio de Rose, 80),em Porto Alegre. Curtiu? Ento cola no siteingressorapido.com.bre garante tua entrada. Os ingressos custam entre R$ 30 e R$ 60, e na compra voc ainda ganha o DVD da dupla!

    Para os namorados

    Dud

    u Ca

    rnei

    ro/E

    spec

    ial/

    CP

    (trabalho)

    Que a vida de um casal costuma ter suas doses dirias de complicao, todo mundo sabe. J pensou ento em ter a mesa de trabalho dele ou dela ali do lado da sua, todos os dias e o tempo inteiro? O senso comum diz que arriscado, mas acredite diferente do que muita gente pensa, pesquisas mostram que casal que trabalha, junto vive melhor e mais feliz.

    No clima do Dia dos Namorados, que logo na tera-feira, o Mais Preza trocou uma ideia com um dos casais mais queridos e conhecidos do Es-tado que, alm de lindo e apaixonado, trabalha junto! Claus e Vanessa, durante a infncia, mo-ravam bem pertinho e, segundo eles, provavel-mente se encontravam na venda do bairro ou na pracinha. J estava escrito, acredita ela. Alguns anos depois, ele a viu se apresentando em um bar na noite de Porto Alegre e logo pensou: essa voz que eu quero para as minhas msicas.

    No incio, eram apenas colegas de dupla, mas, com o tempo, Claus cedeu s investidas da Vanessa (isso mesmo, ela teve atitude!) e

    se rendeu ao romance, que j dura 12 anos. Para eles, trabalhar juntos

    muuuito bom. Ainda mais pelo fato de que viajar faz parte do dia a dia da msica. A gen-te vive de um lado para o outro. J imaginou se ti-vssemos interesses diferentes? Vejo pelos nossos msicos, que tm de deixar suas namoradas em casa e seguir trabalhando na estrada. D uma d!, lamenta Vanessa, que acha maravilhoso poder co-nhecer lugares diferentes ao lado do Claus. Para ns, o segredo fazer o que ama. Nesse caso, por coincidncia, a gente ama a mesma coisa. Ento no tinha como no dar certo, conta ele. Fofos!

    Um negcio a dois

    Foi o trabalho que uniu a dupla Claus e Va-nessa. Mas o contrrio tambm acontece. Filipe Pecker e Luiza Flores, ambos de 24 anos, j namo-ravam quando juntaram a vontade de ser inde-pendente financeiramente de cada um e trans-formaram em um superprojeto. Os dois, apesar de jovens, sustentam e administram um espao para alimentao e tratamentos voltados vida saudvel. Eles contam que no incio tinham medo, mas depois de muito conversar tomaram coragem. A ideia surgiu em dezembro e s em maro decidimos de verdade. Passamos o vero num vai no vai, mas da sentamos e combina-mos que se algum dia sentssemos que, um tan-tinho assim, o trabalho em casal fosse atrapa-lhar, o negcio tava terminado, conta Felipe, que d a dica: no misturar as duas vidas amorosa e profissional. Para eles, respeitar o espao do ou-tro e tratar sempre abertamente dos problemas em casa e no trabalho o segredo para a parceria dar certo. O negcio deles ainda um baby, tem trs meses, mas, segundo o casal j tem dado su-percerto.

    Unindo o til

    (amor)ao agradvel

    A r q u i v o P e s s o a l / C P

    Quantos podemos amar?

    Dia desses me peguei pensando em quantas pessoas possvel a gente amar du-rante a vida. Amar no sentido de relaciona-mento. Para quantas pessoas podemos dizer EU TE AMO sendo verdadeiros? Fiquei sem resposta. Joguei a pergunta no meu Face-book. Todo mundo que respondeu me deixou com ainda mais dvida. Talvez essa pergun-ta no tenha resposta. Talvez seja uma con-ta que a gente s v fazer nos ltimos dias de vida e, quem sabe, nessa altura da vida a gente j tenha at esquecido aquelas pri-meiras pessoas que amamos. Isso tudo to normal, mas to estranho ao mesmo tempo.

    Normalmente o amor vai acontecendo aos poucos (existem excees), e vai crescen-do, aumentando, se intensificando. quando voc est numa crescente que vem aquele sentimento do eu te amo. na subida, no percurso, no caminho, e no no auge. Alis, falando de amor, o ideal seria a gente nunca chegar na reta final, e sim ficar sempre evo-luindo. Mas no assim, eu sei. Com os pro-blemas do dia a dia de qualquer casal o amor vai pagando o pato, esfriando, diminuindo a intensidade. E, ento, chega o dia em que voc se d conta que todo aquele amor que voc sentia no esta mais ali. Mas, para aon-de ele foi? E agora, no vou mais amar? Vai sim. Daqui a pouco chega outra pessoa e o ci-clo inicia novamente. Pensa comigo: quantas pessoas voc olhou no olho durante a vida e disse (com firmeza): EU TE AMO? Caso j te-nha sido para mais de uma (como eu), pro-vavelmente voc deve dividir essa mesma dvida.

    Ouvi por a que esto banalizando o eu te amo. Pode ser, mas no desse tipo de declarao que eu t falando. T lembrando daquela verdadeira, que hoje no significa absolutamente mais nada, mas que um dia foi tudo. Na verdade, esse sentimento deve ter uma srie de espaos em branco que vo sendo preenchidos (e alimentados), o que vai aumentando a intensidade do eu te amo. Como esses espaos esto sendo preenchi-dos por diferentes sentimentos, concluo que podemos amar de formas diferentes. Um amor pode pender mais para um lado ou ou-tro, ou vrios. possvel sim.

    E aquele papo de o grande amor? Acre-dito sim, esse vai ser aquele amor que mais vai preencher requisitos e que mais vai ser alimentado. Seria, digamos, o EU TE AMO mais completo. Mas, quando saber que che-gamos nele? Tratando-se do corao, surpre-sas so sempre uma grande possibilidade. E quer saber? No fundo eu no quero encon-trar essa resposta nunca, assim, quem sabe, eu vou estar sempre aberto para amar cada vez mais.

    Mais amor, mais surpresas, mais requi-sitos preenchidos. Feliz Dia dos Namorados!

    Esse texto foi originalmente publicado no blog de Guilherme Alf (guilhermealf.com.br) e o seu contedo de responsabilidade do autor.

    Guilherme Alfgalf@correiodopovo.com.br

  • Thi-a-gui-nho

    3

    Quem beijar ganha desconto!A Looks Like POA conhecidssima do Cabaret (Independncia, 590) homenageia o Dia dos Namorados na noite de hoje, comeando j na entrada. Quem der um beijo - de verdade - j ganha desconto e paga s R$ 18. Para quem preferir entrar solteiro o valor R$ 25. E tem mais, o casal com o look mais legal da noite, alm de levar as tradicionais camisetas da festa, ainda ganham cortes de cabelo da Sexton. O som hot hot hot fica por conta de Vini Chagas e Amandita, Zeka Sixx, Mauricio Placeres e Titi!

    Clar

    issa