I° ENCONTRO DA FAMÍLIA MAÇÔNICA DE UBERABA E REGIÃO 2014 DA E .`. V .`. V .`.

download I° ENCONTRO DA FAMÍLIA MAÇÔNICA DE UBERABA E REGIÃO 2014 DA E .`. V .`. V .`.

of 58

Embed Size (px)

description

I° ENCONTRO DA FAMILIA MAÇÔNICA DE UBERABA E REGIÃO (www.ulmur.com.br ),NA LOJA MAÇÔNICA ESTRELA DO TRIANGULO N°27 - GOMG

Transcript of I° ENCONTRO DA FAMÍLIA MAÇÔNICA DE UBERABA E REGIÃO 2014 DA E .`. V .`. V .`.

  • 1. Tua Famlia Anjos de Resgate Percebe e entende que os melhores amigos So aqueles que esto Em casa esperando por ti Acredita nos momentos mais difceis da vida Eles sempre estaro por perto Pois s sabem te amar E se por acaso a dor chegar Ao teu lado vo estar Pra te acolher e te amparar Pois no h nada como um lar Tua famlia volta pra ela Tua famlia te ama e te espera Para ao teu lado sempre estar Tua famlia! s vezes muitas pedras Surgem pelo caminho Mas em casa algum feliz Te espera pra te amar No no deixe que a fraqueza Tire a tua viso Que um desejo engane O teu corao S Deus no iluso E se por acaso a dor chegar Ao teu lado vo estar Pra te acolher e te amparar Pois no h nada como um lar Tua famlia volta pra ela Tua famlia te ama e te espera Para ao teu lado sempre estar Tua famlia!

2. As PARTES que fazem o TODO A Sociedade Manica de Uberaba e da Regio, com sede na cidade de Uberaba, estado de Minas Gerais, foi criada para unir obedincias , onde possam conviver de forma fraterna;Cunhadas,Filhas de J,Abelhinhas,Lowtons,Demolays,Clube de Mes. Entidade direcionada s atividades beneficentes e culturais ,instituio filantrpica, com finalidades eminentemente educativas, sociais e culturais, que mediante este I ENCONTRO, visa desenvolver seus propsitos, assim a nossa querida INSTITUIO MANARIA UNIVERSAL, formada por PARTES que fazem o TODO.No se faz Maonaria Universal,sem presena das ENTIDADES PARAMANICAS 3. Unio de Fraternidades Femininas das Lojas Manicas de Uberaba e Regio Luz e Unio Convite Aos Venerveis, Irmos, cunhadas, sobrinhos e convidados, Gostaramos de convidarmos todos os membros que compem a Famlia Manica de Uberaba Regio, para o evento a ser realizado neste prximo Domingo dia 01/09/2013, inicio s 09h00min Horas. Programao em anexo. O intuito deste encontro de estreitarmos os nossos laos que nos unem como uma Famlia, proporcionando s entidades que a compem, Irmos, cunhadas e nossos sobrinhos e sobrinhas, Abelhinhas, Demolays, Filhas de J e Lowtons, um maior entrosamento e troca de conhecimentos. Contamos com o apoio de todos, um projeto piloto, idealizado por esta Unio de Fraternidades e temos a certeza de que outros acontecero, a primeira vez que iremos presenciar uma reunio ritualstica Branca, conjunta conduzida pelas quatro entidades. Obrigado, por nos apoiarmos em todas as nossas aes e contamos com a presena de todos para nos confraternizarmos, e temos a convico que este domingo ficar marcado na memoria de todos. Karina Batista Prata Presidente Unio de Fraternidades Femininas de Uberaba e Regio Luz e Unio 1 Encontro da Famlia Manica Tringulo Mineiro Entidades Participantes: Bethel, Clube das Abelhinhas, Demolays e Casas de Lowtons Objetivo: Integrao, socializao e troca de conhecimentos de todas as entidades Manicas e Paramanicas do Triangulo Mineiro. Data: 01/09/2013 Prximo Domingo Local: Loja Manica Estrela do Triangulo Organizao: Unio das Fraternidades de Uberaba e Regio Luz e Unio. Salo de Eventos Estrela do Triangulo 09h00min Credenciamento e Caf da Manh de Boas Vindas e fotos Templo Loja Manica Estrela do Triangulo 10h00min s11h30min Ritualstica com todas as entidades Participantes Salo de Eventos Estrela do Triangulo 12h00min Almoo de Confraternizao e Integrao. 13h00min Sorteio de Brindes 14h00min Fotos do Evento e entrega de certificados de participao 14h30min - Encerramento. Valor: R$25,00 Irmos, Cunhadas e sobrinhos acima de 12 anos. Incluso (Caf da Manha, Almoo com Refrigerante e Certificado). (Convites: Cunhadas Karina 9105-7065/3338-8889 e Suraia 9195-8223/3315-4427) Isento Sobrinhos e Sobrinhas Paramentados Membros do Bethel, Clube das Abelhinhas, Demolays e Lowtons, Irmos Traje Manico Paramentado Cunhadas Traje de Fraternista UNIO DAS FRATERNIDADES FEMININAS 4. UNIO DAS FRATERNIDADES FEMININAS 5. MONTANHEIROS ESTO SEMPRE LVRE 6. UNIO DAS FRATERNIDADES FEMININAS 7. CONHECENDO O DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSO RITUALSTICA RITUALSTICA ; UMA FORMA ACOMPANHADA DE LITURGIA, ONDE SE DESENVOLVE,GESTUAIS,PALAVRAS E SIMBOLISMOS. LITURGIA ; CELEBRAO ACOMPANHADA DE RITO. RITO ; SUCESSO DE PALAVRAS,ACOMPANHADA DE ATOS. ATOS; DESCRIES DE DOUTRINAS DE FUNDO ;FILOSFICO,E HISTRICO. 8. O que se exige dos Maons? - Em princpio, tudo aquilo que se exige ao ingresso em qualquer outra instituio: respeito aos seus estatutos, regulamentos e acatamento s resolues da maioria, tomadas de acordo com os princpios que as regem; amor Ptria; respeito aos governos legalmente constitudos; acatamento s leis do pas em que viva, etc. E em particular: a guarda do sigilo dos rituais manicos; conduta correta e digna dentro e fora da Maonaria; a dedicao de parte do seu tempo para assistir s reunies manicas; a prtica da moral, da igualdade e da solidariedade humana e da justia em toda a sua plenitude. Ademais, se probe terminantemente dentro da instituio, as discusses polticas e religiosas, porque prefere uma ampla base de entendimento entre os homens afim de evitar que sejam divididos por pequenas questes da vida civil. O que um Templo Manico? - um lugar onde se renem os maons periodicamente para praticar as cerimnias ritualsticas que lhes so permitidas, em um ambiente fraternal e propcio para concentrar sua ateno e esforos para melhorar seu carter, sua vida espiritual e desenvolver seu sentimento de responsabilidade, fazendo-lhes meditar tranqilamente sobre a misso do homem na vida, recordando-lhes constantemente os valores eternos cujo cultivo lhes possibilitar acercar-se da verdade. O que se obtm sendo Maom? - A possibilidade de aperfeioar-se, de instruir-se, de disciplinar-se, de conviver com pessoas que, por suas palavras, por suas obras, podem constituir-se em exemplos; encontrar afetos fraternais em qualquer lugar em que se esteja dentro ou fora do pas. Finalmente, a enorme satisfao de haver contribudo, mesmo em pequena parcela, para a obra moral e grandiosa levada a efeito pelos homens. A Maonaria no considera possvel o progresso seno na base de respeito personalidade, justia social e a mais estreita solidariedade entre os homens. Ostenta o seu lema "Liberdade, Igualdade e Fraternidade" com a absteno das bandeiras polticas e religiosas. O segredo manico, que de m f e caluniosamente tem se servido os seus inimigos para faz-la suspeita entre os espritos cndidos ou em decadncia, no um dogma seno um procedimento, uma garantia, uma defesa necessria e legtima, porm como inevitavelmente tem sucedido com todo direito e seu dever correlativo, o preceito das reservas manicas j tem experimentado sua evoluo nos tempos e segundo os pases. A Maonaria no tem preconceito de poderes, e nem admite em seu seio, pessoas que no tenham um mnimo de cultura que lhes permitam praticar os seus sentimentos e tenham uma profisso ou renda com que possam atender s necessidades dos seus familiares, fazer face s despesas da sociedade e socorros aos necessitados. 9. Contribuio Irmo Wagner da Cruz .`. M .`. I .`. 10. A FAMLIA DO MAOM A famlia para a Maonaria a base de tudo, depois de Deus. A famlia um dom dos maiores que recebemos de Deus. No somente uma realidade cultural que pertence a historia dos povos. uma instituio natural criada por Deus. A Maonaria ilumina-nos sobre o sentido da famlia. Somos criados imagem e semelhana de Deus, cuja vida comunho profunda entre as pessoas. O ser humano no existe apenas para alimentar-se, crescer e ocupar espao e tempo sobre a terra. feito para con-viver (viver com), partilhar a vida com os outros, viver em comunidade. Amadurecer no relacionamento fraterno e entrar em comunho com o prprio Deus, no s nesta vida, mas por toda a eternidade. No projeto da Maonaria, a famlia destinada a ser a comunidade de pessoas unidas no amor, sacramento cujo ncleo a unio amorosa e fiel entre o homem e a mulher, caminho de aperfeioamento recproco e fonte de vida. A famlia , tambm, um compromisso. A comunho de vida no se realiza por encanto. necessria a colaborao de cada um, para superar o egosmo, abrir-se ao outro na doao conjugal e familiar. Requer-se, ainda, a cooperao da sociedade para que se criem condies adequadas vida em famlia. A finalidade primeira da famlia, o valor que lhe confere sentido, a prole, sua educao fsica, psquica, intelectual, moral, religiosa, econmica e social. O bero domstico a primeira escola e o primeiro templo da alma. A casa do homem a legtima exportadora de caracteres para a vida comum. Como esperar uma comunidade segura e tranquila sem que o lar se aperfeioe? A paz no mundo comea sob as telhas a que nos acolhemos. Se no aprendemos a viver em paz entre quatro paredes, como aguardar a harmonia das naes? Se no nos habituarmos a amar o Irmo mais prximo, associado nossa luta de cada dia, como respeitar o Grande Arquiteto do Universo, que DEUS? Tantos pais, irmos e filhos se separam s pela necessidade de impor vontades, de ver quem manda aqui, quem ganha a condio de dono da ltima palavra. Na maioria dos casos, numa reunio familiar, e com um pouco de humildade todos saberiam at onde ir e quando parar. So naturais as discordncias. O homem um dia h de aprender a combater as idias e no as pessoas. Toda a discordncia deve priorizar o respeito. Se o dilogo antecedesse as nossas diferenas, no haveria espao em nossos coraes para ressentimentos e muito menos cultivaramos sentimentos to letais no que diz respeito aos outros. O lar deve ser cultivado como um santurio. nas lutas dirias do lar que nos preparamos para abraar tarefas de vulto em prol da humanidade. prefervel abdicar de servir humanidade, se nos esquecemos dos compromissos prioritrios de nosso lar. Nos tempos atuais, em que tantos banalizam a vida e as ruas se tornam abrigos de rfos de pais vivos, hora de refletirmos sobre a Famlia e o papel do Maom na Comunidade. A Maonaria quer que cada um de ns busque melhorar em todos os sentidos, porque em assim fazendo estaremos no caminho certo que a busca de uma melhoria cada vez maior para a humanidade. O comportamento do Mao