GUIA PEDAGÓGICO [GP] POTÊNCIA E ENERGIA TÉRMICA .GUIA PEDAGÓGICO [GP] POTÊNCIA E ENERGIA...

download GUIA PEDAGÓGICO [GP] POTÊNCIA E ENERGIA TÉRMICA .GUIA PEDAGÓGICO [GP] POTÊNCIA E ENERGIA TÉRMICA

of 12

  • date post

    27-Dec-2018
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of GUIA PEDAGÓGICO [GP] POTÊNCIA E ENERGIA TÉRMICA .GUIA PEDAGÓGICO [GP] POTÊNCIA E ENERGIA...

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

Caro Professor ou Professora,

Os recursos listados neste Guia Pedaggico (GP) foram

produzidos para enriquecer ainda mais o seu planejamento

didtico. E um prazer estar contigo e poder dar algumas dicas

sobre o uso das chamadas Mdias Digitais para a Educao,

aqui chamadas de Objetos Educacionais (OE). Pensamos em

temas que voc poder aproveitar em seus cursos regulares, ou

intensivos, dependendo de sua vontade e de sua proposta de

trabalho a na escola.

No existe uma nica possibilidade estratgica para compor um

Programa de Curso de Fsica. Por essa razo e respeitando a

liberdade de autoria e criao de solues de cada docente,

apresentaremos aqui algumas sugestes que, certamente,

podero ser enriquecidas de acordo com as demandas de cada

regio, comunidade, escola e conjunto de estudantes, com suas

peculiaridades e necessidades especficas.

Colocamos neste GP essas e outras dicas que, com sua

criatividade, conhecimento e iniciativa, podero dar um novo

sentido s suas aulas e aos cursos de Fsica nas escolas.

Venha conosco nesta jornada.

Vamos nessa, Brasil!

Conhea e utilize todos os recursos da obra, em: www.fisicavivencial.pro.br

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

o tema geral deste Objeto Educacional (OE) onde voc

encontrar, na sequncia de botes da esquerda para a

direita, orientao a respeito da Navegao do software. Em

Teoria esto apresentados os principais aspectos terico-

matemticos relacionados ao assunto. No Laboratrio Virtual

so disponibilizados simuladores atravs dos quais podero

ser feitas investigaes a respeito do comportamento de um

dado sistema, ou a proposio de desafios com a

correspondente gesto de erros. O Mapa Interativo apresenta

uma rede de interligao entre o assunto central deste

software e aspectos cientficos e tecnolgicos correlacionados.

Em Histria & Tecnologia podero ser encontrados aspectos

que vinculam os temas da Fsica ao seu desenvolvimento

histrico e tecnolgico. Avaliao traz questes relacionadas

ao tema do software, com gesto de erros. No rodap esto

disponibilizados, ainda, acesso a esse Guia Pedaggico e

Referncias desse objeto educacional.

Figura 1: Tela de acesso da Plataforma Digital Complexmedia

SOFTWARE (SF). O termo complexmedia se refere ao fato de que o

software rene diferentes mdias, interligadas, com fins educacionais e

vinculadas a um mesmo eixo temtico.

OE FUNES DISPONVEIS NO SOFTWARE

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

contempla, alm deste OE, outras mdias digitais que fazem

parte da obra*

Fsica Vivencial: Uma Aventura do Conhecimento

A sugesto estratgica que aqui se apresenta requer a

ateno do/da colega no sentido de antes de iniciar o uso

efetivo deste OE, com os estudantes, conhec-lo com maior

profundidade de tal modo que seu contedo educacional e

suas ferramentas interativas venham, efetivamente, a servio

dos processos de ensino-aprendizagem, enriquecendo-os e

ampliando-os.

Ao lado, proposta de planejamento contemplando outros

objetos educacionais relacionados ao tema deste OE.

Diagrama 1: No diagrama acima podem ser vistos os cdigos dos objetos

educacionais que se inter-relacionam, tematicamente, com o 624SF (este OE):

612SF (Termologia Aplicada); 622SF (Calor Sensvel); 623SF (Calor Latente);

821SF (Construo de grficos experimentais); 613EE (Energia e Potncia

Trmica); 15RD (Termodinmica e Termologia: vises da matria e energia) e

17TV (Termodinmica: a diferena que faz o calor).

Legenda: [SF: Software] [EE: Experimentos Educacionais] [RD: udio (WEBRADIO)] [TV: Audiovisual (WEBTV)]

POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE

CALOR

624SF

POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE

CALOR

624SF

612SF 612SF

622SF 622SF

623SF 623SF

821SF 821SF 613EE 613EE

15RD 15RD

17TV 17TV

*Clique sobre o ttulo, ou digite: www.fisicavivencial.pro.br para acessar o site oficial do obra.

CONSTRUA O SEU PLANEJAMENTO DIDTICO

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

A pesquisa apresentada ao lado foi feita no Banco

Internacional de Objetos Educacionais (BIOE),

onde h milhares de objetos educacionais que

podem ser encontrados de forma a atender s

especificidades do planejamento de cada docente

e/ou o interesse espontneo dos estudantes.

Clique diretamente sobre os links disponibilizados,

ou digite-os, para acessar as sugestes vinculadas

a atividades complementares referentes ao tema

estudado.

Para acesso ao BIOE, clique diretamente sobre o

endereo abaixo ou digite:

http://objetoseducacionais2.mec.gov.br

OE DESCRIO DO OBJETO EDUCACIONAL SUGERIDO

Ttulo PRODUO DE CALOR POR COMBUSTO

Tipo do recurso Software

Descrio do recurso

Mostra um dos meios de obteno de energia, a combusto. No

guia, so explorados os princpios da combusto: calor,

combustvel, comburente etc.

Acesso http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=13646

COMPLEMENTE O SEU PLANEJAMENTO

OE DESCRIO DO OBJETO EDUCACIONAL SUGERIDO

Ttulo CALOR E TEMPERATURA

Tipo do recurso Vdeo

Descrio do

recurso

Esta animao mostra o experimento realizado por Joule de

transformao de energia gravitacional em calor

Acesso http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/8619

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

Se houver disposio um computador porttil, ou um

projetor multimdia acoplado a um computador que possa ser

levado sala de aula, este Objeto Educacional poder ser

utilizado logo no incio da aula, durante a mesma ou ao final

dela, o que depender da estratgia pedaggica definida

pelo/pela colega. Pode ser que voc considere este OE um

bom tema para sensibilizar, contextualizar ou provocar os

estudantes; ou ento que a dinmica dos programas

audiovisuais seja adequada para completar aspectos j

trabalhados ou, ainda, que possa ser um elemento de

fechamento de um processo educacional anteriormente

iniciado.

Sejam essas ou outras as estratgias didticas escolhidas, os

recursos digitais para a educao podem, se bem explorados

didaticamente, representar um relevante elemento mediador

nos processos de ensino-aprendizagem.

NA SALA DE AULA

Foto 1: H escolas que disponibilizam um televisor conectado a um

computador, ou este ligado a um projetor multimdia. Objetos

Educacionais podem ser fartamente utilizados nesses cenrios,

contribuindo para enriquecerem os temas investigados por

estudantes e professores, com vistas construo de

conhecimento.

Fonte: http://www.upis.br/aupis/img/campus2/campus2_sala_aula1.jpg

(acesso em 24.04.2010)

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE UMA FONTE DE CALOR

[624SF]

Existindo a disponibilidade de uso de uma sala com

computadores e com acesso Internet, as possibilidades

didtico-pedaggicas se ampliam significativamente, dado que

uma maior proximidade de estudantes e docentes com os

sistemas digitais de comunicao pode contribuir para que os

processos de ensino-aprendizagem sejam personalizados,

diversificados e culturalmente enriquecidos.

Estes aspectos, se bem explorados, podem representar uma

oportunidade para um trabalho mais autnomo dos estudantes,

e destes com seus pares, favorecendo a aprendizagem

colaborativa e o desenvolvimento humano.

Assim, o/a professor/professora poderia assumir o fundamental

papel docente de ser um/uma mediador(a)-orientador(a),

propondo alternativas de percurso e novos desafios, quando um

estudante ou um grupo viesse at ele/ela com novas questes a

respeito de um determinado assunto.

Figura 2: O fato de existirem grupos com dois ou at mesmo trs

estudantes prximos a um computador, levando-se em conta que o

tempo de discusso entre pares pode variar significativamente,

exige uma adequada forma de mediao para que o processo no se

torne catico e, com isso, os objetivos essenciais deixem de ser

alcanados.

Fonte: http://www.clicrbs.com.br/pdf/3127748.pdf (CLICK/RBS) www.igge.org.br

NA SALA COM COMPUTADORES

GUIA PEDAGGICO [GP]

FSICA TRMICA [F 6] POTNCIA E ENERGIA TRMICA DE U