Fogo Protecao Incendio

download Fogo Protecao Incendio

of 73

  • date post

    08-Feb-2016
  • Category

    Documents

  • view

    17
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of Fogo Protecao Incendio

  • TEORIA DO FOGO

    PROTEO CONTRA INCNDIOS

  • DEFINIO:

    REAO QUMICA COM DESPRENDIMENTO

    DE LUZ E CALOR

  • 3TRIANGULO DO FOGOCOMBUSTVEL

    o elemento que serve de

    alimento ao fogo e pode ser:

    Slido, Lquido ou Gasoso.

    COMBURENTE

    Tambm chamado de oxignio.

    CALOR

    Elemento que d incio ao fogo;

    ele que faz o fogo se

    propagar pelo combustvel.

  • OBSERVAES

  • MEIOS DE PROPAGAO CONDUO

    molcula para molcula

    Ex: ponta do ferro no fogo

    Ex. Colher na gua quente

  • MEIOS DE PROPAGAO CONVECO

    de uma rea para outra pela corrente

    e ar (ex: ar quente projetado pelo

    secador de cabelo)

    A temperatura do ar quente pode atingir o

    ponto de fulgor de alguns materiais e iniciar

    outro incndio em outro local.

  • MEIOS DE PROPAGAO

    RADIAO

    a transmisso realizada por ondas

    calorferas vindas de uma fonte de

    calor .

    SOL, por exemplo...

  • 9METODOS DE EXTINO

  • 10

    METODOS DE EXTINO

  • 11

    METODOS DE EXTINO

  • 12

    METODOS DE EXTINO

  • CAUSAS DE INCNDIOS

    Descuidos

    Presena

    desorganizada ou

    indevida de material

    combustvel;

  • CAUSAS DE INCNDIOS

    Descuidos

    Tintas, leos, vernizes ou outro

    material de fcil combusto

    (papel, tecidos, madeiras, etc.)

    armazenados junto a estao de

    trabalho com a presena de

    fagulhas e centelhas ou

    superfcies aquecidas;

  • CAUSAS DE INCNDIOS

    Descuidos

    presena de fumantes em

    ambientes de atmosfera de gases

    explosivos;

    pessoas inabilitadas que tentam pr em ordem redes ou circuitos

    eltricos e usam ferramentas

    toscas ou trabalham com a rede energizada;

  • CAUSAS DE INCNDIOS

    Descuidos

    incndios originados a partir de

    instalaes eltricas mal-feitas as gambiarras;

    Incndios pelo aquecimento

    excessivo de motores ou de

    outras partes de mquinas que

    foram exigidas alm de suas

    capacidades.

  • CLASSES DE INCNDIO

    Ex.: Madeira, papel, tecido,

    borrachas, plsticos, ...

    Materiais que queimam em

    profundidade e deixam cinzas.

    As chamas saem de dentro do

    material.

  • CLASSE A

    Para apagar o fogo, bom usar

    um lquido que encharca o

    material. Por isso deve-se usar

    extintor de gua ou de espuma.

    A gua resfria o material, tira

    calor. A espuma tambm tira

    calor porque contm gua.

    Alm disso, ela isola o

    combustvel

  • 19

    CLASSES DE INCNDIO

    Ex.: gasolina, leo diesel, metanol,

    tinner, graxas, tintas, ter,

    acetona, lubrificantes, cera, ...

    Os lquidos inflamveis.

    Queimam na superfcie.

  • 20

    CLASSE B preciso cuidado para no

    espalhar o lquido com um jato

    muito forte do extintor. Por isso

    gua sob presso no

    recomendada.

    Os outros extintores podem ser

    usados. O gs carbnico desloca o

    ar (tira o oxignio). O p qumico

    forma gs carbnico que desloca o

    ar (o p isola o lquido do oxignio).

    A espuma forma uma camada

    sobre o lquido e dessa forma o

    isola do oxignio.

  • 21

    CLASSE DE INCNDIO

    Ex.: Computadores, TV,

    motores, ...

    Equipamentos eltricos e

    eletrnicos energizados.

  • 22

    CLASSE C o problema proteger quem vai apagar o fogo (choque eltrico).

    Por isso no podem ser usados

    extintores como os de gua e de

    espuma.

    So utilizados como agentes

    extintores, o dixido de carbono

    (CO2), compostos halogenados

    (halon) e o p qumico seco.

    O de gs carbnico tem uma

    grande vantagem: ele no estraga o

    aparelho, pois o gs carbnico vai

    embora. No de p qumico, o

    aparelho fica cheio desse p.

  • 23

    CLASSE DE INCNDIO

    So metais que queimam, so

    materiais que requerem agentes

    extintores especficos.

    Ex.: magnsio, sdio, selnio,

    antimnio, ltio, potssio,

    alumnio fragmentado, zinco,

    titnio e zircnio, ...

  • 24

    CLASSE D

    S devem ser usados os

    extintores de p qumico

    especial, sendo mais comuns

    os extintores pressurizados.

  • CLASSE E e CLASSE K

  • 26

    EXTINTOR DE GUA PRESSURIZADA

    INDICADO COM TIMO RESULTADO

    para incndios de classe "A".

    Contra-indicado para as classes B e C.

    Modo de usar:

    Pressurizado: Rompa o lacre e aperte o

    gatilho, dirigindo o jato para a

    base do fogo.

    A pressurizar: Abra o registro da ampola de

    gs e dirija o jato para a base do fogo.

    Processo de extino: Resfriamento

  • 27

    EXTINTOR DE P QUMICO SECO

    INDICADO COM TIMO RESULTADO

    para incndios de classe "C" e sem grande eficincia para a classe "A".

    No possui contra-indicao.

    Modo de usar:Pressurizado: Rompa o lacre e aperte o

    gatilho, dirigindo o jato para a

    base do fogo.

    A pressurizar: Abra o registro da ampola de gs e dirija o jato para a base do

    fogo.

    Processo de extino: Abafamento

  • 28

    EXTINTOR DE P QUMICO SECO ESPECIAL

    INDICADO

    para incndios de classe D

  • EXTINTOR DE P QUMICO SECO PARA CARROS

  • 30

    EXTINTOR DE GS CARBNICO

    INDICADO PARA INCNDIOS

    de classe "C" e sem grande eficincia para a classe "A".

    No possui contra-indicao.

    Modo de usar:Rompa o lacre e aperte o gatilho, dirigindo

    o difusor para a base do fogo.No toque no difusor, poder gelar e

    "colar" na pele causando leses.

    Processo de extino: Abafamento.

    Incndios de classe "D" requerem extintores especficos, podendo em alguns casos

    serem utilizados o de Gs Carbnico (CO)ou o P Qumico Seco (PQS)

  • 31

    EXTINTOR DE P QUMICO UMEDECIDO

    INDICADO PARA INCNDIOS

    de classe K.

  • SIMBOLOGIA

  • COMO PROCEDER AO USAR UM EXTINTOR

    Em parte, a eficcia que se pode obter no

    combate ao fogo, est diretamente ligada ao

    procedimento adotado no manuseio do extintor.

    Siga a sequncia numrica e aprenda, passo a

    passo, uma maneira fcil e eficiente de combater

    o fogo:

    1. Puxe a trava de segurana;

    2. Aponte o bocal da mangueira do extintor para a base

    das chamas;

    3. Mantenha o extintor na posio vertical a aparte o

    gatilho;

    4. Movimente a mangueira de um lado para o outro e

    aplique o agente extintor sobre a rea do fogo.

  • EQUIPAMENTO PARA COMBATE A INCNDIO HIDRANTE

    1. Abra a caixa de incndio.

    2. Segure o esguicho da mangueira

    retirando-o da caixa de incndio.

    3. Abra ento o registro.

    4. Aps esticar bem a mangueira, dirija o

    jato de gua para a base do fogo.

    COMO UTILIZAR OS HIDRANTES DE PAREDE

  • COMO PROCEDER AO USAR UM EXTINTOR

    1. Se voc no estiver apto a fazer uso de um

    extintor no combate a um incndio, melhor

    no tentar.

    2. Se voc estiver resolvido a faz-lo, e notar, no

    decorrer de sua tentativa, que o fogo esta

    espalhando ou ameaando bloquear a sua

    alternativa de fuga, DEIXE A REA

    IMEDIATAMENTE.

    3. Caso haja fogo no seu percurso, use o

    extintor para combat-lo.

  • FATORES QUE INFLUENCIAM NOUSO DE EXTINTORES

  • FATORES QUE INFLUENCIAM NOUSO DE EXTINTORES

  • LOCALIZAO E SINALIZAODE EXTINTORES

  • QUANTO INSTALAO DE EXTINTORES

  • QUANTO INSTALAO DE EXTINTORES

  • INSPEO E MANUTENO DE EXTINTORES

    A inspeo consiste em exame peridico por pessoa

    habilitada (conforme determina a NR 23);

    A inspeo deve ser a cada ms e conter ficha de

    registro para cada extintor;

    Os cilindros dos extintores de presso injetada devero

    ser pesados semestralmente. Perda de peso alm de

    10% (dez por cento) do peso original, dever ser

    providenciada a recarga;

    Extintor tipo espuma recarga anual;

    Extintor de gs carbnico, realizar manuteno a cada

    seis meses;

    Os demais extintores, realizar manuteno anual.

  • 43

    Itens que auxiliam os sistemas de proteo contra incndio

    1. Iluminao de emergncia;

    2. Alarme de incndio;

    3. Porta corta-fogo;

    4. Escada de emergncia;

    5. Plano de abandono e brigada de abandono;

    6. Sadas de emergncia;

    7. Mangueiras de incndios e hidrantes;

    8. Sistemas sprinklers;

    9. Equipamento de respirao autnoma;

    10. Brigadas de combate a emergncias.

  • 44

    Itens que auxiliam os sistemas de proteo contra incndio

    1. Iluminao de emergncia

    Sistema de luzes com acionamento automtico

    por baterias ou gerador, que proporciona

    aclaramento nas escadas, hall e corredores,

    com o objetivo de delimitar rotas de fuga e

    iluminar os locais para que todos possam descer

    e/ou sair com calma e sem riscos, mesmo que

    a energia eltrica seja totalmente desligada.

  • 45

    Itens que auxiliam os sistemas de proteo contra incndio

    2. Alarme de incndio

    Conjunto composto de alertas manuais tipos

    quebra-vidro e campainhas de alta potncia,

    instalados em pontos estratgicos. Uma vez

    acionados, disparam um sinal luminoso e sonoro

    no painel central, com o objetivo de comunicar

    um sinistro e reunir , o mais rapidamente

    possvel, a brigada de incndio. Tambm pode

    ser utilizado c