ESTRUTURA DE LINHA DE VIDA (CABO-GUIA) MEMRIA DE de linha de vida (cabo-guia) memria de clculo e...

download ESTRUTURA DE LINHA DE VIDA (CABO-GUIA) MEMRIA DE de linha de vida (cabo-guia) memria de clculo e detalhes a. dados da empresa efacec do brasil ltda ... esforo no chumbador em kn obs.:

of 30

  • date post

    22-Feb-2018
  • Category

    Documents

  • view

    229
  • download

    4

Embed Size (px)

Transcript of ESTRUTURA DE LINHA DE VIDA (CABO-GUIA) MEMRIA DE de linha de vida (cabo-guia) memria de clculo e...

  • ESTRUTURA DE LINHA DE VIDA (CABO-GUIA) MEMRIA DE CLCULO E DETALHES

    A. DADOS DA EMPRESA

    EFACEC DO BRASIL LTDA CNPJ: 01.507.305/0001-57

    Localizao: Rua Flor de Lotus, 1058, Jardim Atlntico Tramanda/RS

    Contato: Elisete Brizolla

    Telefone: (51)3669.9906

    E-mail: elisete.silva@efacec.com

    B. DADOS DA OBRA

    PARQUES ELICOS DE OSRIO Localizao: Rodovia RST 101, km 4,5, Osrio/RS

    C. RESPONSABILIDADE TCNICA Joo Leal Vivian Profisso: Engenheiro Civil

    CREA n: 122.197

    Colaborador Tcnico:

    Fernando Limongi Profisso: Engenheiro Civil

    Especialidade: Engenharia de Segurana do Trabalho

    CREA n: 81.772-D

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    2

    1. Caractersticas dos materiais:

    Tubo

    = 75mm;

    e = 3,80mm;

    Ao A-36;

    fy = 250MPa;

    fu =400MPa.

    Cabo de Ao

    Categoria 1570

    classe 6 x 19

    alma de fibra

    dimetro de 16mm (5/8)

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    3

    2. Concepo Estrutural

    Cabo de Ao - 10mm

    Tirante - Cabo de Ao - 10mm - esticado

    Cabo de Ao - 10mm

    Tirante - Cabo de Ao - 10mm - esticado

    Tirante - Cabo de Ao

    Tubo 75mm #3,8mm - L=600Tubo 75mm #3,8mm - L=600

    Tubo 75mm #3,8mm - L=220

    Tubo 75mm #3,8mm - L=220

    CONTRAPESOCONTRAPESO

    2x 10mm - esticado

    ou 1x 13mm - esticado

    Tirante - Cabo de Ao

    2x 10mm - esticado

    ou 1x 13mm - esticado

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    4

    CONTRAPESO

    2 PESSOAS200 KG

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    5

    3. Soluo para 2 trabalhadores por vo:

    Solicitaes:

    Peso de 200 kg no meio do vo, estabelecendo-se uma flecha de 10% do vo impe um ngulo =11,31o.

    Adotado 100 kg de carga por pessoa, pois a carga admitida pelos cintos de segurana tipo pra-

    quedista e talabartes normalmente utilizados nas obras.

    NN 11,5

    166

    7

    200 kg

    Logo, fazendo-se o somatrio das foras na direo vertical obteremos:

    kgxsen

    N 90,509)'3111(2

    200==

    N = 5,01 kN

    Onde as aes no pontalete sero H=N*cos e V=N*sen, horizontal e vertical respectivamente.

    H=4,91 kN

    V=0,98 kN

    Colocando-se essas solicitaes em um software de clculo, obtivemos:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    6

    Para solicitaes com o cabo tensionado (TIRANTE HORIZONTAL):

    TUBO 600 cm

    Momentos em kNm:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    7

    Esforos normais em kN:

    Esforos Cortantes em kN:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    8

    Reaes em kN:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    9

    TUBO 220 cm

    Momentos em kNm:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    10

    Esforos normais em kN:

    Esforos Cortantes em kN:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    11

    Reaes em kN:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    12

    Para solicitaes na extremidade utilizando-se cabo de ao como tirante ( como se a pessoa casse no

    vo da extremidade):

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    13

    Momentos em kNm:

    Esforos normais em kN:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    14

    Esforos Cortantes em kN:

    Reaes nos apoios em kN:

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    15

    Piores solicitaes no tubo:

    Primeira Hiptese (tirante na horizontal):

    Md1= 0,50 * 1,40 = 0,70 kNm;

    Nd1= 1,00 * 1,40 = 1,40 kN (compresso);

    Segunda Hiptese (tirante inclinado vo de extremidade):

    Md2= 0,50 * 1,40 = 0,70 kNm;

    Nd2= 13,60 *1,40 = 19,04 kN (compresso);

    4. Dimensionamento pela NBR 8800/86:

    Para o tubo:

    Item 5.6.1.3 Fora Normal e momentos fletores

    ygn fAQN = 9,0

    Qtabela1, classe 3 0,90max

    t

    b

    9074,1980,3

    0,75=

    ok Q=1,0

    ( ) ( )99,849

    4

    4,6775

    4

    2222

    mmDD

    A ieg =

    =

    =

    kNmmNmmfAQN ygn 25,191/25099,84919,09,0 ===

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    16

    Mn=0,9*Mn Anexo D

    34,71250

    205000087,0087,0=

    =

    =

    y

    pf

    E

    20,90250

    20500011,011,0=

    =

    =

    y

    rf

    E

    Parmetro de esbeltez ( ):

    74,1980,3

    0,75===

    t

    D

    Como p , ento:

    mkNmm

    m

    N

    kN

    mm

    NmmfZMM ypln .89,3

    1000

    1

    1000

    1

    25015561 ====

    mkNMM pln .50,389,390,09,0 ===

    0,1

    +

    +nyb

    dy

    nxb

    dx

    n

    d

    M

    M

    M

    M

    N

    N

    0,150,3

    70,0

    25,191

    04,19+

    0,130,020,010,0 =+ OK. O tubo resiste as solicitaes.

    %100%30%20%10 =+

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    17

    H de se verificar o cabo de ao:

    Solicitaes para o cabo-guia:

    Peso de 200 kg no meio do vo, estabelecendo-se uma flecha de 10% do vo impe um ngulo =11,31o.

    Adotado 100 kg de carga por pessoa, pois a carga admitida pelos cintos de segurana tipo pra-

    quedista e talabartes normalmente utilizados nas obras.

    NN 11,5

    1667

    200 kg

    Logo, fazendo-se o somatrio das foras na direo vertical obteremos:

    kgxsen

    N 90,509)'3111(2

    200==

    N = 5,01 kN

    Onde as aes no pontalete sero H=N*cos e V=N*sen, horizontal e vertical respectivamente.

    H=4,91 kN

    V=0,98 kN

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    18

    Tabela 5 da NBR 6327/2004 da ABNT

    Logo, sendo a solicitao no cabo da ordem de 5,01 kN para esforos na linha de vida e que a norma de

    cabos recomenda um fator de segurana de 5, o cabo proposto para o sistema de proteo com cabo-

    guia (linha de vida) atende a legislao com fator de segurana da ordem de 9,00.

    Solicitaes para os estaiamentos (tirantes):

    Esforo no tirante horizontal em kN

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    19

    Esforo no tirante inclinado em kN

    Logo, sendo a solicitao no cabo da ordem de 4,60 kN e 14,40 kN para esforos nos tirantes e que a

    norma de cabos recomenda um fator de segurana de 5, o cabo proposto para atirantamento do sistema

    de proteo com cabo-guia (linha de vida) atende a legislao com fator de segurana da ordem de 9,00

    e 6,00, respectivamente. O tirante inclinado composto de dois cabos.

    A duplicidade de cabo compondo o tirante inclinado, pode ser substituda pela utilizao de um cabo de

    dimetro maior, ou seja, cabo de ao de 13mm, que atende ao coeficinete de segurana 5.

    Solicitaes para os chumbadores e/ou utilizao de contrapesos p do tirante:

    Esforo no chumbador ou contrapeso em kN

    Obs.: Clculo dos chumbadores em anexo com software prprio.

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    20

    CONTRAPESO

    kgNkN 1500144004,14 =

    O contrapeso deve ser de 1500 kg para cada cabo.

    Solicitaes para os chumbadores da sapata de fixao e fixao dos tubos na laje:

    Esforo no chumbador em kN

    Obs.: Clculo dos chumbadores em anexo com software prprio.

    Porto Alegre, 05 de dezembro de 2010.

    _________________________________

  • Fabbro Sade e Segurana do Trabalho (51)3338-9546 (48)3521-0478

    Porto Alegre - Ararangu www.fabbro.com.br

    21

    5. Anexos

  • Imprimir

    RuaCdigo Postal / Tel. FaxProjeto Subestao Osrio

    COMPUFIX 8.48.4.3980.17464/8/1070

    Pgina No 1 da impresso No Aplicao Efacec

    Linha de Vida - Fixao TiranteComentrios Eng. Joo Leal Vivian

    (51)8141.5063

    Data: 6/12/2010

    fischer COMPUFIX: Dimensionamento de acordo com a Especificao fischer

    Tipo de carga: Carga estticaAncoragem: Ancoragem Bolt FAZ II 12 / 100 A4 (Art. Nr. 501421) feito com ao inox (grau 316)Material base: concreto no fissurado, no-reforado

    Resistncia a compresso do concreto fcc,200 = 20 N/mm2

    Armadura principal: Sem influnciaFlexo da ancoragem: No disponvelPrato: Dimensionamento no disponvel

    Dimenses/cargas:

    Valores de clculo das aes(*) Medidas fora