Especialidade de Medicina Geral e Familiar .A Medicina Geral e Familiar © a especialidade...

download Especialidade de Medicina Geral e Familiar .A Medicina Geral e Familiar © a especialidade m©dica

of 53

  • date post

    10-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    213
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of Especialidade de Medicina Geral e Familiar .A Medicina Geral e Familiar © a especialidade...

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 2

    Agradeo ao Dr. Hernni Canio toda a disponibilidade e orientao que me deu ao longo

    deste processo.

    E a cada um, que com a sua ajuda e apoio de algum modo se foi fazendo presente.

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 3

    Dedico este trabalho ao meu av, tendo partido recentemente deixou-nos a serenidade de

    quem agradece uma vida profundamente entregue.

    A.M.D.G.

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 4

    NDICE

    Lista de Abreviaturas ..................................................................................................... 5

    Resumo ........................................................................................................................... 6

    Abstract .......................................................................................................................... 7

    Palavras Chave ............................................................................................................... 8

    Cuidados de Sade Primrios Alma-Ata ..................................................................... 9

    Sistemas de Sade ........................................................................................................ 18

    o O Sistema de Sade em Portugal ..................................................................... 25

    A Medicina Geral e Familiar ........................................................................................ 29

    A Formao um todo contnuo .................................................................................. 38

    o A formao pr e ps-graduada um todo contnuo ....................................... 40

    o Formao especfica ......................................................................................... 42

    o Em Portugal ............................................................................................................... 46

    Bibliografia ................................................................................................................... 48

    Anexo I ......................................................................................................................... 52

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 5

    LISTA DE ABREVIATURAS

    ACES Agrupamentos de Centros de Sade

    CSP Cuidados de Sade Primrios

    MGF Medicina Geral e Familiar

    ODM- Objetivos de Desenvolvimento do Milnio

    OMS Organizao Mundial de Sade

    PSF Plano de Sade da Famlia

    USF Unidade de Sade Familiar

    UCSP Unidade de Cuidados de Sade Personalizados

    UCC Unidade de Cuidados na Comunidade

    USP Unidade de Sade Pblica

    URAP Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados

    WONCA World Organization of National Colleges, Academies and Academic Associations

    of General Practicioners/Family Physicians- World Organization of Family Doctors

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 6

    RESUMO

    Em 1978, a Declarao de Alma-Ata definiu os cuidados de sade primrios como a

    chave para o desenvolvimento econmico e social, melhor qualidade de vida e paz mundial.

    Para atingir estes objetivos, a declarao defende princpios como a acessibilidade, uso

    adequado de recursos, equidade e justia social.

    O modo como os princpios revolucionrios de Alma-Ata foram aplicados no

    permitiu que se atingissem os objetivos de Sade para Todos no Ano 2000, e assim, surgem

    no ano de 2000 os Objetivos de Desenvolvimento do Milnio com metas concretas a serem

    atingidas pelos pases membros das Naes Unidas at ao ano de 2015.

    Os cuidados de sade primrios devem desempenhar um papel central nos sistemas de

    sade, o que nem sempre aconteceu, havendo tendencialmente maior ateno dada aos

    servios especializados e uma coexistncia de mltiplos programas dirigidos, o que levou

    muitas vezes a menor acessibilidade e qualidade dos cuidados de sade. importante colocar

    os Cuidados de Sade Primrios no centro dos sistemas de sade, de modo a que possa haver

    uma coordenao de servio e que se possam prestar cuidados de sade de qualidade e custo-

    efetivos com bons resultados nos indicadores de sade.

    A Medicina Geral e Familiar a especialidade mdica que presta estes cuidados de

    sade abrangentes, que levam em conta o contexto familiar e comunitrio do doente, e cuja

    definio e caractersticas vo evoluindo de modo a que se possa alcanar cada vez mais

    cuidados de sade de qualidade.

    A formao de mdicos especialistas em Medicina Geral e Familiar feita de acordo

    com o programa de formao ps-graduada de cada pas, sendo de crucial importncia que a

    especialidade tenha tambm forte presena na fase de formao pr-graduada para que se

    possam formar mdicos capazes de prestar cuidados de sade de qualidade.

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 7

    ABSTRACT

    In 1978 the Declaration of Alma-Ata defined primary health care as the key to

    economic and social development, a better quality of life and to world peace. To achieve these

    goals, the statement advocates principles such as accessibility, appropriate use of resources,

    equity and social justice.

    The way the revolutionary principles of Alma-Ata were used did not allow reaching

    the goals of "Health for All by the Year 2000", and thus in 2000 the "Millennium

    Development Goals" appear with specific objectives to be achieved by member countries of

    the United Nations by the year 2015.

    Primary health care should play a central role in health systems, which didnt always

    happened. There tends to be greater attention given to specialized services and a coexistence

    of multiple targeted programs, which often led to lower accessibility and quality of health

    care. It is important to place the primary health care in the center of health systems, so that

    there may be a coordination of services and which may provide quality health care and cost-

    effectiveness with good results in health indicators.

    General Practice/ Family Medicine is the medical specialty that provides this

    comprehensive health care, taking into account the family and community context of the

    patient, and whose definition and characteristics will evolve so that we can reach better health

    care quality.

    The training of specialists in General Practice/Family Medicine is made in accordance

    with the program of postgraduate training of each country, being of crucial importance that

    the specialty has also a strong presence on the stage of pre-graduate training so that they can

    form physicians capable of providing quality health care.

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 8

    PALAVRAS-CHAVE

    Medicina Geral e Familiar; Cuidados de Sade Primrios; Especialidade; Sistemas de

    Sade; Formao

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 9

    Cuidados de Sade Primrios Alma-Ata

    A declarao de Alma-Ata um marco histrico para os Cuidados de Sade

    Primrios. Ao longo das dcadas que se seguiram muitas coisas mudaram, desde conflitos

    armados ao surgimento de novas doenas, o que obriga a constante avaliao e adaptao

    por parte dos prestadores de cuidados de sade. Os princpios sados de Alma-Ata, apesar de

    no se terem atingido os objetivos de Sade Para Todos no Ano 2000, no s

    prevaleceram como renasceram nos Objetivos de Desenvolvimento do Milnio, ganhando

    nova fora e fazendo com que ainda hoje, os Cuidados de Sade Primrios representem a

    chave para se alcanar um bom nvel de sade a nvel mundial, numa sociedade baseada na

    equidade e na justia social. No entanto, estes princpios ainda no so uma realidade, e se

    ao longo das ltimas dcadas os Cuidados de Sade Primrios se tm vindo a afirmar como

    uma aposta vlida, as limitaes na sua aplicao so ainda muitas, o que por vezes se deve

    a uma prioridade no sentido de se investir primeiramente ou at apenas, nas necessidades

    mais imediatas e nas solues que requerem menos recursos, ficando uma viso mais

    abrangente muitas vezes posta de lado.

    fundamental encarar a implementao dos princpios de Alma-Ata como um todo

    cuja fragmentao leva deteriorao dos resultados possveis, tornando-se assim

    necessrio assumir compromissos e mostrar empenho para que aquilo que outrora eram

    apenas princpios revolucionrios possam de facto fazer a diferena e consolidar-se, de uma

    vez por todas, como a melhor aposta no que toca prestao de cuidados de sade.

  • Especialidade de Medicina Geral e Familiar

    Artigo de Reviso 10

    Entre 6 e 12 de Setembro de 1978 decorreu em Alma-Ata, URSS (atualmente Almaty,

    Casaquisto) uma Conferncia Internacional sobre Cuidados de Sade Primrios (CSP) que

    reuniu representantes de 134 pases e 67 organizaes internacionais e mltiplas organizaes

    no-governamentais. (Declarao Alma-Ata; Gilliam S. 2008; Hixon AL et al. 2008)

    Baseando-se na constituio da Organizao Mundial de Sade (OMS) e definindo

    assim sade como estado de completo bem-estar fsico, mental e social, e no simplesmente

    a ausncia de doena ou enfermidade, a declarao (Anexo I) sada desse encontro um

    marco histrico para a sade e para os CSP a nvel mundial. (OMS 2006; Declarao Alma-

    Ata; Hixon AL et al. 2008)

    Apr