ENCALHES E INTERA‡ƒO DE TARTARUGAS MARINHAS .Aos pescadores que responderam gentilmente...

download ENCALHES E INTERA‡ƒO DE TARTARUGAS MARINHAS .Aos pescadores que responderam gentilmente  s perguntas

of 63

  • date post

    20-Jan-2019
  • Category

    Documents

  • view

    214
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of ENCALHES E INTERA‡ƒO DE TARTARUGAS MARINHAS .Aos pescadores que responderam gentilmente...

FUNDAO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE FURG

DEPARTAMENTO DE CINCIAS MORFO-BIOLGICAS

NCLEO DE EDUCAO E MONITORAMENTO AMBIENTAL NEMA

ENCALHES E INTERAO DE TARTARUGAS MARINHAS COMA PESCA NO LITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

DANIELLE DA SILVEIRA MONTEIRO

Rio Grande (RS), dezembro de 2004

Monografia apresentada ao Curso de

Cincias Biolgicas da Fundao

Universidade Federal do Rio Grande

(FURG) como parte dos requisitos para

a obteno do ttulo de Bacharel em

Cincias Biolgicas

Orientador: MSc. Leandro Bugoni

ii

Agradecimentos

Ao Serginho por todo o apoio, compreenso e carinho dedicados durante

todos os dias, inclusive nas pocas em que o meu tempo era todo direcionado s

aulas e trabalhos na FURG. Agradeo a ti tambm por ter me apresentado o

NEMA e por assumir e colocar em prtica a minha idia e vontade de criar um

projeto para trabalhar com as tartarugas marinhas.

minha me, ao meu pai, minha tia Alas e a Tnia pelo apoio e incentivo

durante todos esses anos, em especial a minha me por ter me encorajado a fazer o

Curso de Biologia.

Ao Leandro por toda a orientao e ateno dedicada ao meu aprendizado e

elaborao desta monografia e, tambm, por ter assumido e participado do

projeto com as tartarugas desde as idias iniciais.

A Gilberto e Elton que fizeram parte da banca e deram contribuies

importantssimas para a melhoria deste trabalho.

A todos que trabalharam no NEMA durante estes trs anos de estgio,

grandes amigos, com os quais eu aprendi muito. O trabalho com vocs no NEMA

me proporcionou uma nova maneira de olhar o mundo, me transformando em

uma pesquisadora conservacionista.

A FURG e ao DCMB pela minha formao acadmica.

Ao Kleber por ter me recebido no NEMA e pela orientao durante estes

trs anos.

Ao Renato por ter apoiado desde o incio a idia de criarmos no NEMA um

projeto especfico com tartarugas marinhas.

A Alice por ter assumido e realizado vrias atividades do Projeto Tartarugas

que a princpio eram de minha responsabilidade. Valeu, sem a tua ajuda seria bem

mais difcil concluir a monografia e o curso.

Ao Ronaldo pela traduo do resumo para o ingls e, mais do que isto, pela

amizade em todos estes anos.

iii

A todos os meus amigos, em especial Denise, Christiano, Karin, Maurcio e

Alessandra e as minhas grandes amigas de faculdade Bruna, Josi e Paula.

Ao Projeto TAMAR/IBAMA e a Fundao Pr-TAMAR pelo apoio ao

Projeto Tartarugas Marinhas no Litoral do Rio Grande do Sul, em especial ao Gil e

ao Bruno por toda a ajuda, dicas, ensinamentos e amizade desde os nossos

primeiros contatos.

Ao pessoal do Centro de Recuperao de Animais Marinhos pelo

aprendizado que me foi proporcionado nestes anos, pela amizade, pelo apoio ao

nosso projeto e por ter abraado a reabilitao das tartarugas marinhas.

Aos integrantes do Projeto Karumb que muito incentivaram e ajudaram na

criao do projeto Tartarugas e no nosso aprendizado sobre estes animais.

Mnica Brick pelas vrias informaes sobre pesca.

Ao Tiago pela elaborao do mapa da rea de estudo e pelo auxlio na

realizao das entrevistas.

A todas as pessoas que auxiliaram na coleta dos dados nos monitoramentos

de praia durante estes dez anos.

Aos pescadores que responderam gentilmente s perguntas da entrevista e

aos que esto nos auxiliando na coleta dos dados sobre as capturas das tartarugas

marinhas. Muito obrigada, sem a ajuda de vocs o trabalho no seria realizado.

Alm disto, vocs tm me proporcionado um grande aprendizado durante todas as

nossas conversas.

Ao Paulo Barata pelas informaes a respeito das tartarugas-de-couro que

desovam no Brasil.

Ao PROBIO, MMA, GEF e Banco Mundial pelo financiamento s atividades

descritas nesta monografia no ano de 2004 e ao CNPq pela concesso da bolsa.

Finalizando, agradeo a todos os envolvidos com este trabalho e com a

minha formao acadmica e extra-classe. Valeu!!!!!

iv

NDICE

RESUMO.............................................................................................................................. 1

ABSTRACT......................................................................................................................... 3

CAPTULO 1. PADRO DE ENCALHES DE TARTARUGAS MARINHAS NO

LITORAL DO RIO GRANDE DO SUL

INTRODUO..................................................................................................... 5

MATERIAL E MTODOS.................................................................................. 7

RESULTADOS.....................................................................................................10

DISCUSSO.........................................................................................................14

LITERATURA CITADA.................................................................................... 20

TABELAS.............................................................................................................. 27

FIGURAS.............................................................................................................. 30

CAPTULO 2. INTERAO ENTRE TARTARUGAS MARINHAS E A PESCA

NO RIO GRANDE DO SUL

INTRODUO.....................................................................................................36

MATERIAL E MTODOS..................................................................................39

RESULTADOS......................................................................................................41

DISCUSSO..........................................................................................................47

LITERATURA CITADA......................................................................................53

TABELAS...............................................................................................................57

v

1

RESUMO

O padro de encalhes de tartarugas marinhas foi estudado atravs de 250

amostragens realizadas no litoral do Rio Grande do Sul, sul do Brasil, entre janeiro

de 1995 e outubro de 2004. Neste perodo foram encontradas 994 tartarugas

marinhas encalhadas, incluindo 496 Caretta caretta, 347 Chelonia mydas, 106

Dermochelys coriacea, 9 Lepidochelys olivacea e 36 espcimes no identificados. Caretta

caretta foi a espcie mais freqente em sete dos dez anos amostrados, com

comprimento curvlineo da carapaa mdio de 74,3 cm. Os espcimes de C. mydas,

D. coriacea e L. olivacea apresentaram tamanhos mdios, respectivamente de 40,5

cm, 136,7 cm e 67 cm. Os meses com maior ndice de encalhes de tartarugas

marinhas foram de outubro a maro, coincidindo com os meses de maior esforo

das pescarias de arrasto na regio de estudo. No inverno houve poucos encalhes. A

rea sul da Barra do Rio Grande Barra do Chu apresentou 57,9% dos encalhes

de tartarugas marinhas. Sinais externos, como cortes na carapaa, anzis e linhas

presas aos indivduos encalhados indicam que atividades pesqueiras causaram a

morte de 3,4% das tartarugas marinhas registradas. Porm, este valor representa

uma subestimativa da mortalidade na pesca. Os ndices elevados de encalhes

indicam o litoral do Rio Grande do Sul como importante rea de alimentao e

desenvolvimento para C. caretta, C. mydas e D. coriacea. Estas caractersticas,

associadas intensa atividade pesqueira desenvolvida ao longo da costa do Rio

Grande do Sul, demonstram a necessidade urgente de pesquisas que quantifiquem

as interaes das tartarugas marinhas com a pesca, como subsdio a aes de

conservao destas espcies em risco de extino.

A interao das tartarugas marinhas com as atividades pesqueiras no litoral

do Rio Grande do Sul foi estudada atravs da realizao de entrevistas informais

semi-fechadas, com respostas de mltipla escolha e perguntas livres com 90

pescadores industriais e artesanais nas cidades de Rio Grande e Torres. Foi

constatado que freqente a captura incidental de trs espcies de tartarugas

2

marinhas C. caretta, D. coriacea e C. mydas, com 92% dos pescadores afirmando j

ter capturado tartarugas. Caretta caretta a espcie mais capturada (82%) e tambm

a que apresenta os ndices mais elevados de encalhe nas praias, sendo identificada

por 90% dos pescadores como tartaruga-amarela. Dos entrevistados que afirmaram

ter capturado tartarugas, 57% capturaram D. coriacea, conhecida por 70% destes

como tartaruga-preta. A pesca de emalhe direcionada captura de corvina e caes

e o arrasto de camaro foram as artes de pesca mais mencionadas pelos pescadores

como artes que capturam. De acordo com 57% dos pescadores as tartarugas

marinhas capturadas chegam vivas a bordo das embarcaes e, segundo 78% dos

entrevistados os animais so liberados. Porm, 34% disseram que comem

tartarugas marinhas e que a espcie consumida C. caretta. O vero a poca do

ano na qual ocorrem as capturas de tartarugas marinhas, segundo 49% dos

pescadores, sendo tambm a poca de maior ndice de encalhes nas praias. Apesar

de 77% dos pescadores ter conhecimento de que as tartarugas marinhas esto

ameaadas de extino, 42% no sabem o motivo desta situao. A interao com

atividades pesqueiras foi citada p