Curso - Manufatura Enxuta

download

of 170

Embed Size (px)

description

Curso - Manufatura Enxuta

transcript

  • 1. VISO DO PROCESSO LEAN MANUFACTURING (MANUFATURA ENXUTA) Prof. Mauri Guerra Setembro/2008 IMES -AACC
  • 2. Minicurriculumvitae Engenheiro Metalurgista EPUSP 1968 e Mestrando em Engenharia Mecnica -EPUSP Mestre em Administrao de Empresas IMES 2001 Gerente de Controle de Qualidade Hoesche Cofap 1969 a 1978 Professor Universitrio Graduao: EPUSP, FEI, Mau, UNIP, Fatec, IMES, FSA, etc, desde 1971 Ps Graduao: FDTE-USP, UNISA, UNISINOS, FSA, IMES, desde 1990 Consultor de Empresas Desenvolvimento pessoal e organizacional, Qualidade e Produtividade Desde 1984
  • 3. Objetivos da palestra Entender o conceito de Produo Enxuta (LeanManufacturing), nele reconhecendo uma metodologia de alto impacto nas modernas organizaes. Fornecer mtodos de anlise, mapeamento e reengenharia do fluxo de valor, permitindo eventual aplicao na empresa em que atua. Conhecer as etapas de uma metodologia de mapeamento do fluxo de valor.
  • 4. Contedos da palestra Mdulo 1: Competitividade empresarial Mdulo 2: O Sistema Lean(Produo enxuta) Mdulo 3: Mapeamento do fluxo de valor Mdulo 4: Ferramentas associadas
  • 5. Bibliografia bsica PORTER, Michael.Vantagem Competitiva: Criando e sustentando desempenho superior.4ed., RJ: Campus, 1999 CSILLAG, Joo Mrio. Anlise do valor.4ed., SP:Atlas, 1995 WOMACK, James. A mquina que mudou o mundo. RJ:Campus, 1992 GEORGE, Michael. LeanSeis Sigma. RJ:Qualitymark, 2004 HRADESKY, John. Aperfeioamento da qualidade e da produtividade. SP:McGrawHill, 1999
  • 6. Apresentaes e expectativas individuais Gostaria de conhec-los individualmente, bem como suas expectativas diante da palestra que ora se inicia. Fale um pouco de si e exorcize possveis fantasmas que esteja trazendo de outras palestras. Assim, procure abordar: Nome, apelido e outros predicados Curso / Ano Empresa que tenha trabalhado Porque da escolha desta palestra (suas expectativas) Algo mais que voc julgue importante (hobbies, distraes, manias, predicados, chatices, etc)
  • 7. Mdulo 1 Competitividade empresarial
  • 8. Mudanas ocorrendo Mundo:momentos crticos (perda de mercado, concorrncia maior/agressiva), buscando aumento da produtividade, reduo de custos e de mo de obra. Sistemas, processos e metodologias no so suficientes para obter os resultados esperados (questo de sobrevivncia). Desafio imposto requer: aes criativas e geis, solues novas para problemas novos, flexibilidade e uso compartilhado do poder. Sistemas hierarquizados do passado criaram equipes de lderes voltadas mais para a manuteno do status-quo, que para a preparao das pessoas, da estrutura e da empresa, para o futuro improvvel e cheio de mudanas.
  • 9. Mudanas ocorrendo Nveis hierrquicos cortadose tarefas multiplicadas (papel humano toma significativo destaque). Presses grandes, tal que a participao/compromissodas pessoas so condies quase obrigatrias. Time gerencial precisa eliminar prticas dos tempos em que para gerenciar bastava apenas dar ordens. Gesto participativa(mais de 15 anos) ainda difcil de ser integralmente aplicada. Empresas com sucesso usam cada vez mais o potencial do seu capital intelectual, distribudo entre seus colaboradores, cada vez mais comprometidos com seu prprio sucesso e o da empresa, investem seu tempo, energia e esperanas no trabalho que executam.
  • 10. Consumidor
  • 11. Competitividade empresarialCompetitividadeAtendimentoPrDurante Ps venda Qualidade Custo
  • 12. Ciclo de vida de um produto Cada vez mais curto Mais exigncia de variedade
  • 13. A exploso tecnolgica do conhecimentoConhecimento humano: 1950 -1980: duplica1980 -1990: duplica1990 -1994: duplicaEM 2002 SERIA 16 VEZES MAIOR QUE EM 199014012010080604020050 54 58 62 66 70 74 78 82 86 90 94 96 2002
  • 14. DEMING 1950DEMING 1950FEIGENBAUM,FEIGENBAUM, JURAN 1960JURAN 1960ISHIKAWA,ISHIKAWA, CROSBY 1970CROSBY 19701980198019901990JAPOJAPOQUALIDADEQUALIDADEJAPO JAPO QUALIDADEQUALIDADETOTALTOTALEUA, EUROPAEUA, EUROPATIGRES TIGRES ASIASITICOSTICOSPAPASES EMSES EMDESENVOLDESENVOL-- VIMENTOVIMENTODescoberta da qualidade totalDescoberta total
  • 15. Moral da histria O GRANDE DESAFIO HOJE : FAZER AQUILO QUE O MERCADO QUER QUE SEJA FEITO ... MAS A BAIXO CUSTO OPERACIONAL !!!
  • 16. Definir asmetasDefinircomo atingiras metasEducar e treinarExecutar(Medir) Verificar osresultadosAgircorretivamentePPDDCCAA(Planejamento) (execuo)(Verificao) (Ao) Ciclo de melhoria (DemingDeming--1955)
  • 17. Empresa como um sistema scio-tcnico
  • 18. Anlise CrticaQualidadeA Operaoda reaExecutarFormalizarMediesTempo Trabalho em equipe
  • 19. Foco no cliente Liderana Envolvimento das pessoas Abordagem de processo Abordagem sistmica para gesto Melhoria contnua Abordagem de fatos para tomada de deciso Relacionamento de parceria com fornecedores Princpios da ISO 9001:2000
  • 20. Mdulo 2 O Sistema Lean (Produo Enxuta)
  • 21. O Sistema Lean(TaichiOhno) Desenvolvido pelos japonesas (final dcada de 40), para reduzir os desperdreduzir desperdcios gerados no processo de cios manufatura (aumento de custos para o cliente, sem agregar valor para o produto). No ps-guerra, objetivando reconstruir suas atividades produtivas tornando-as competitivascompetitivas, criaram uma guerra aos desperdcios. Num processo produtivo onde estejam envolvidos clientes e fornecedores, os componentes devem chegar linha de montagem corretamente, no momento exato e na quantidade certa certa.
  • 22. Desperdcio e valor DesperdDesperdcio: cio: toda atividade que consome tempo, recursos e/ou espao, mas no contribui com a satisfao das necessidades do cliente, gerando custos excessivos para a empresa. Valor:Atividade que transforma ou modela as matrias-primas em produtos finais ou em servios/informaes, para atender s necessidades e expectativas dos clientes. O desperdcio torna a empresa menos competitiva, pois aumenta seu custo operacional!!!
  • 23. Valor e desperdcio -ExemploValor AgregadoDesperdcioExemplos: 9Usinaruma pea 9Montar um conjunto 9Encher garrafaExemplos: 9Andar para pegar materiais 9Ficar esperando por peasExemplos: 9Acumular papis 9Inspeo 100%
  • 24. Superproduo Produ Produo demasiada ou cedo demais de produtos para o o pr prximo processo ou para o cliente. ximo Exemplos:Produo de peas na segunda-feira que sero expedidas ao cliente somente na sexta-feira; Produo de peas no requisitadas, somente porque hmquinas e pessoas disponveis. Defeitos Erros freq freqentes causados por problemas de qualidade entes nos produtos, necessitando necessitando-se inspe inspeo, retrabalho, o, refugo. Exemplos:Jogar fora as peas que falharam na inspeo final; Consert