CORREDORES FLUVIAIS URBANOS: PERCEPÇÃO .THAIS CAETANO BOCHI CORREDORES FLUVIAIS URBANOS:...

download CORREDORES FLUVIAIS URBANOS: PERCEPÇÃO .THAIS CAETANO BOCHI CORREDORES FLUVIAIS URBANOS: PERCEPÇÃO

If you can't read please download the document

  • date post

    29-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    217
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of CORREDORES FLUVIAIS URBANOS: PERCEPÇÃO .THAIS CAETANO BOCHI CORREDORES FLUVIAIS URBANOS:...

  • UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL

    FACULDADE DE ARQUITETURA E URBANISMO

    PROGRAMA DE PS-GRADUAO EM PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL

    PROPUR/UFRGS

    Dissertao de mestrado

    CORREDORES FLUVIAIS URBANOS:

    PERCEPO AMBIENTAL E DESENHO URBANO

    Orientador

    Antnio Tarcsio da Luz Reis, Ph.D.

    Autora

    Thas Caetano Bochi

    Porto Alegre, dezembro de 2013

  • THAS CAETANO BOCHI

    CORREDORES FLUVIAIS URBANOS:

    PERCEPO AMBIENTAL E DESENHO URBANO

    Dissertao apresentada ao Programa de Ps-Graduao em Planejamento Urbano e Regional da Universidade Federal do Rio Grande do sul como requisito parcial obteno do grau de Mestre em Planejamento Urbano e Regional.

    Orientador: Prof. Dr. Antnio Tarcsio da Luz Reis.

    Porto Alegre, dezembro de 2013.

  • THAIS CAETANO BOCHI

    CORREDORES FLUVIAIS URBANOS:

    PERCEPO AMBIENTAL E DESENHO URBANO

    Dissertao apresentada ao Programa de Ps-Graduao em Planejamento Urbano

    e Regional da Universidade Federal do Rio Grande do sul como requisito parcial

    obteno do grau de Mestre em Planejamento Urbano e Regional.

    Banca Examinadora:

    _______________________________________________________

    Professor Doutor Andr Luiz Lopes da Silveira

    (Examinador Interno IPH/ PROPUR/UFRGS)

    _______________________________________________________

    Professora Doutora Maria Cristina Dias Lay

    (Examinador Interno PROPUR/UFRGS)

    _______________________________________________________

    Professora Doutora Lucia Maria S Antunes Costa

    (Examinador Externo PROURB-FAU/UFRJ)

    _______________________________________________________

    Professor Doutor Antnio Tarcsio da Luz Reis

    (Orientador e Presidente da Banca PROPUR/UFRS)

    Porto Alegre, dezembro de 2013.

  • DEDICATRIA

    comunidade da Vila Pinto.

  • AGRADECIMENTOS

    Deus, meu guia.

    Universidade Federal do Rio Grande do Sul, ao Programa de Ps-Graduao em

    Planejamento Urbano e Regional e CAPES, pela oportunidade de acesso ao

    conhecimento.

    todos os professores do PROPUR/ UFRGS, em especial ao meu orientador,

    professor Antnio Tarcsio Reis, pelo aprendizado, pelo conhecimento compartilhado

    e disposio em orientar este trabalho.

    comunidade e a ONG CEA da Vila Pinto, em especial Dona Marli Medeiros e

    Dona Jurema pelo apoio a esse trabalho, viabilizando as atividades na ONG.

    Escola Jos Mariano Beck, em especial aos pais e alunos pelo apoio a esta

    pesquisa.

    Aos funcionrios da Prefeitura Municipal por me auxiliarem na disponibilizao de

    dados, em especial a Miriam da Rocha Fernandes do DEMHAB, sempre disposta a

    ajudar.

    Ao meu marido, Fbio, pelo apoio, compreenso, companheirismo, inmeros

    suportes tcnicos de informtica, auxlios psicolgicos e, especialmente, pela

    pacincia. Obrigado por estar ao meu lado em mais essa caminhada.

    Aos meus pais, meus eternos mestres, pelo apoio incondicional mesmo distncia,

    sempre me incentivando e ensinando a perseverar.

  • minha irm, Vivian, pelo apoio acadmico sempre presente, compartilhando

    experincias, lamentos e comemoraes; pela valiosa ajuda na escrita do abstract.

    Mas, acima de tudo, por me inspirar a sempre buscar mais conhecimento.

    Ao meu cunhado, Clauson, pela amizade de longa data e por me emprestar seu

    computador aos 45min do segundo tempo, abrindo mo de seus recursos

    tecnolgicos para me ajudar.

    minha irm Vanessa, por estar sempre ao meu lado, pelas vrias visitas a minha

    casa, sempre me alegrando e distraindo, sempre torcendo para o meu sucesso.

    Aos meus sobrinhos afilhados que trouxeram cor a minha vida e, mesmo que por

    instantes, faziam-me esquecer dos compromissos que me esperavam.

    Aos meus colegas propurianos, Jonh, Fernanda, Joana, Clarice, Patrcia, Jlia,

    Ana Paula, pelas trocas de experincias e momentos agradveis proporcionados

    junto a eles. Agradeo especialmente Debora Gregoletto pelo apoio, pelos

    momentos, angstias e vitrias compartilhadas.

  • RESUMO A temtica abordada na pesquisa trata dos problemas associados aos rios urbanos, onde a degradao ambiental ocasionada pelo desenvolvimento das cidades afeta a qualidade das guas e do espao urbano. No Brasil, a maioria dos rios e arroios urbanos utilizada como parte integrante da rede de coleta de esgoto sanitrio e, por isso, so frequentemente canalizados. A situao se agrava nas reas de ocupao espontnea a beira de mananciais e cursos dgua. Nesses locais a inexistncia ou precariedade da infraestrutura de drenagem e saneamento bsico colaboram para o aumento da frequncia de inundaes que causam danos ambientais e sociais a cidade. No entanto, a revitalizao de rios urbanos uma ao adotada a fim de reverter os impactos negativos gerados pelos usos indevidos dos corredores fluviais. O estudo tem como objetivo contribuir no entendimento de aspectos associados a gesto pblica, infraestrutura, estrutura, uso e esttica na revitalizao de arroios em reas de ocupao espontnea. A Microbacia do Arroio Riacho Doce, integrante da Bacia Hidrogrfica do Arroio Dilvio, em Porto Alegre, foi escolhida como rea de estudo. A metodologia utilizada no trabalho, fundamentada na rea de estudos de Ambiente-Comportamento, busca avaliar as atitudes e comportamentos diante das caractersticas fsico-espaciais percebidas pelos habitantes da bacia. O uso de maquetes e simulaes grficas foi adotado a fim de facilitar o entendimento da populao inquirida a respeito das avaliaes propostas pela pesquisa. Os principais resultados obtidos revelam que embora os arroios da Vila Pinto apresentem uma situao grave de degradao ambiental associada a uma aparncia negativa, os moradores desejam a revitalizao dos corredores fluviais da Microbacia Riacho Doce. Indica-se, alm da despoluio de seus arroios e a proviso de infraestrutura urbana de saneamento e drenagem: a proviso de usos de lazer diversificados em sua orla; a implantao de trilhas e ciclovias visando a priorizao da circulao de pessoas e ciclistas em relao a circulao de veculos; a distribuio de vegetao na orla de forma que favorea a criao de zonas de contato com a gua, reas sombreadas e ensolaradas, promovendo o uso sazonal e a esttica da paisagem fluvial. Palavras-chave: corredores fluviais urbanos, revitalizao de rio, orlas fluviais, ocupaes espontneas, desenho urbano, percepo ambiental.

  • ABSTRACT River environmental degradation related to water quality and urban area due to the uncontrolled citys development is discussed in this work. In Brazil, most urban rivers and streams are piped due to the usage as a part of the sewage system. This scenario worsen when there is irregular occupations around water supply sources. Moreover, the absence of water and sewer drainage and services increases inundation numbers harming cities environmentally and socially. However, river revitalization is an action performed with the purpose to repair negative impacts of undue usage of river corridors. Thus, this study aimed to contribute in the knowledge of subjects related to public management, infrastructure, structure, usage, and aesthetics in stream revitalization of irregular occupation areas. It was chosen the Riacho Doce micro watershed as the studied area, part of Arroio Dilvio watershed, at Porto Alegre. The methodology used in this work is based on the Environment-Behavior area of study, and it aimed to evaluate attitudes and behaviors of inhabitants from this micro watershed over physical-spatial characteristics. It was used models and draws simulations to facilitate the understanding for the enquired population around the proposed evaluations in this work. Results revealed that inhabitants desires the revitalization of river corridors even that streams from Vila Pinto has a severe environmental degradation linked to a negative appearance. Analysis of inhabitants environmental perception showed that stream remediation and infrastructure provision are recommended as well as other important actions. Thus, the supply of leisure spaces around the waterfront, construction of trails for pedestrians and bicycle riders apart from roads, build a contact zones with water in green area, construction of shadow areas with different degrees of sun incidence are some actions strongly recommended to promote seasonal usage and river landscape aesthetic in the studied region. Key-words: river corridors, river revitalization, river waterfronts, irregular occupations, urban design, environmental perception.

  • SUMRIO

    Tabela 01 Percentual de pessoas residentes em reas urbanas................................. ...... 16

    CAPTULO 1 CORREDORES FLUVIAIS URBANOS ...................................................... 18

    1.1. INTRODUO ...................................................................................................... 18

    1.2. DESENVOLVIMENTO URBANO E OS IMPACTOS GERADOS NO SISTEMA

    HDRICO URBANO .......................................................................................................... 18

    1.2.1. Paisagem Urbana e Corredores Fluviais Urbanos .......................................... 20

    1.3. PROBLEMA DE PESQUISA .................................................................................. 22

    1.3.1. Importncia do Problema ................................................................................ 26

    1.3.2. Variveis associadas ao problema de pesquisa ............................................. 28

    1.4. OBJETIVOS DA PESQUISA ................................................................................. 29

    1.5. ESTRUTURA E CONTEDO DO TRABA