COMUNICA‡ƒO ALTERNATIVA PALESTRA

download COMUNICA‡ƒO ALTERNATIVA PALESTRA

of 49

  • date post

    17-Feb-2015
  • Category

    Documents

  • view

    137
  • download

    1

Embed Size (px)

Transcript of COMUNICA‡ƒO ALTERNATIVA PALESTRA

TGD: COMUNICAO ALTERNATIVA (da concepo a construo)

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

TGD: Comunicao Alternativa (da construo a concepo).Quando pensamos em discutir a respeito de comunicao suplementar e/ou alternativa no podemos nos esquecer que uma das reas que faz parte da Tecnologia Assistiva, ou seja, nas mais diferentes culturas atravs da histria as pessoas criaram adaptaes e utilizaram ferramentas e equipamentos especiais para auxiliar as pessoas com necessidades especiais em suas sociedades.A tecnologia assistiva engloba reas como: comunicao suplementar e/ou alternativa, adaptaes e acesso ao computador, equipamentos de auxlio para dficits sensoriais, adaptaes de postura, adaptaes de jogos e atividades de brincadeiras nas diferentes situaes como na escola, casa e outros ambientes, permitindo a possibilidade de incluso social e escolar.AUTISMO EM GOINIA

Os estudos de comunicao alternativa e/ou suplementar comearam a ser desenvolvidos a partir da dcada de 70, quando se comeou a repensar as definies da deficincia mental, fsica ou auditiva levando-se em conta que se tratava, tambm, de grupos marginalizados na sociedade, mas que deveriam participar e poderiam ser capazes. Comunicao suplementar e/ou alternativa refere-se a todas as formas de comunicao que possam complementar, suplementar e/ou substituir a fala. Dirige-se a cobrir as necessidades de recepo, compreenso e expresso da linguagem e, assim, aumentar a interao comunicativa dos indivduos no-falantes (VON TETZCHNER; JENSEN, 1996). De acordo com Thiers (1995); von Tetzchner (1997) e von Tetzchner e Martinsen (2000) a comunicao alternativa tem como objetivo promover a fala e garantir uma forma alternativa de comunicao.

AUTISMO EM GOINIA

Por sua vez Nunes (2001), complementou afirmando que comunicao alternativa envolve o uso de gestos, expresses faciais, smbolos grficos (incluindo a escrita, desenhos, gravuras e fotografias) como forma de efetuar a comunicao de pessoas incapazes de se utilizarem linguagem verbal. A comunicao ampliada ou suplementar possui um duplo propsito: promover e suplementar a fala e garantir uma forma alternativa, caso o indivduo no tenha possibilidade de desenvolver a fala.

Segundo Capovilla (1996, 2001) a definio de sistemas suplementares e/ou alternativos de comunicao seria um conjunto de elementos organizados para sustentar a comunicao expressiva. H dois tipos: sistemas sem ajuda: quando mensagens so produzidas por um membro do corpo e sistemas com ajuda: quando necessrio algo exterior ao corpo para transmisso da mensagem.

AUTISMO EM GOINIA

Terminologia Bsica.Alternativa: Sistema que substitui a fala. Comunicao Suplementar: "Toda comunicao que suplemente a fala (gestos, expresso facial, linguagem corporal, comunicao grfica, etc) Ampliada ou Aumentativa: Complementar fala, ampliar a condio de comunicao auxiliada por apoios de alta e baixa tecnologia, ampliar as condies do interlocutor compreender as pessoas desprovidas de comunicao oral.

AUTISMO EM GOINIA

Principais sistemas de comunicaoA literatura a respeito de Comunicao Alternativa tem apontado para uma srie de conjuntos e/ ou sistemas de smbolos que permitem a comunicao de pessoas que no produzem linguagem oral, como, por exemplo:

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

TECNOLOGIAS ASSISTIVAS PARA COMUNICAO ALTERNATIVA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

Pranchas de comunicao - As pranchas de comunicao podem ser construdas utilizando objetos, smbolos, letras, slabas, palavras e frases ou nmeros. As pranchas so personalizadas e devem considerar as possibilidades cognitivas, visuais e motoras do indivduo. Podem estar soltas ou agrupadas em cadernos ou albuns. O indivduo vai olhar, apontar ou ter a informao apontada pelo parceiro de comunicao. Eye-gaze - pranchas de apontar atravs dos olhos. Podem ser dispostas sobre a mesa ou apoiada num suporte de plstico colocado na vertical. O indivduo tambm pode apontar com o auxlio de uma lanterna com foco convergente, fixada ao lado da sua cabea de forma a iluminar a resposta desejada. Avental - um avental confeccionado em tecido que facilita a fixao de smbolos ou letras em velcro. No avental, o parceiro de comunicao prende as letras ou as palavras e o indivduo responde atravs do olhar. Comunicador em forma de relgio - o comunicador um recurso que fomenta a autonomia do indivduo. O seu princpio semelhante ao do relgio, s que a pessoa que comanda o movimento do ponteiro apertando um acionador.

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

Os sistemas de comunicao podem ser de alta tecnologia como no caso do uso de computadores, mquinas que sintetizam sons, tabuleiros sonoros e de baixa tecnologia como o uso dos sistemas em tabuleiros e pranchas confeccionados em papel. Os dois principais sistemas de comunicao alternativa so: O Sistema Bliss de Comunicao e o Sistema Pictogrfico de Comunicao. Sistema Bliss: um sistema visual grfico representado por smbolos pictogrficos (parecem-se com o que representam), que esto acompanhados do seu significado e que representam pessoas, objetos, aes, conceitos, sentimentos. Esto dispostos num quadro com determinada ordem e significado. Este sistema alternativo de comunicao possui vantagens pois pode ser utilizado em casa, na escola ou em qualquer outro local, visto o quadro ser fcil de transportar. de fcil compreenso visto que em cima de cada smbolo existe a palavra escrita e fundamental para a aprendizagem da leitura e da escrita, refora a construo correta das frases e o reforo visual constante. Destina-se a crianas com dficits auditivos, visuais, mentais, autistas, atrasos de desenvolvimento de linguagem, entre outros.Com o objetivo de que a criana adquira uma maior independncia, haja um desenvolvimento da linguagem, uma interao scio-familiar melhorada e exista uma estimulao intelectual.AUTISMO EM GOINIA

O segundo sistema um dos sistemas simblicos mais utilizados em todo o mundo o PCS - Picture Communication Symbols, criado em 1980 pela fonoaudiloga estadunidense Roxanna Mayer Johnson. No Brasil ele foi traduzido como PCS Smbolos de Comunicao Pictrica. O PCS possui como caractersticas: desenhos simples e claros, de fcil reconhecimento e adequados para usurios de qualquer idade, facilmente combinveis com outras figuras e fotos para a criao de recursos de comunicao individualizados, extremamente teis para criao de atividades educacionais. O sistema de smbolos PCS est disponvel no Brasil por meio do software Boardmaker.

AUTISMO EM GOINIA

A composio das cores do sistema Bliss e do Picture Communication Symbols distribuda da seguinte forma: Figuras sociais cor rosa (contorno ou fundo); Figuras de pessoas cor amarela (contorno ou fundo); Figuras de verbos cor verde (contorno ou fundo); Figuras descritivas (adjetivos e advrbios) cor azul (contorno ou fundo); Figuras miscelneas: cor branca; Figuras de substantivos: cor laranja. As cores podem auxiliar significativamente a rpida AUTISMO EM GOINIA localizao dos smbolos.

O QUE UM SISTEMA DE SMBOLOS GRFICOS?Para a confeco de recursos de comunicao alternativa como cartes de comunicao e pranchas de comunicao so utilizados os sistemas de smbolos grficos, que so uma coleo de imagens grficas que apresentam caractersticas comuns entre si e foram criados para responder a diferentes exigncias ou necessidades dos usurios.

Existem diferentes sistemas simblicos, sendo os mais importantes: PCS, Blissymbols, Rebus, PIC e Picsyms.

AUTISMO EM GOINIA

AUTISMO EM GOINIA

Sistema PIC (Pictogram Ideogram Communication): os Pictogramas so um sistema que foi concebido com o objetivo de possibilitar a comunicao e assim estimular e desenvolver as capacidades de percepo e conceitualizao de pessoas impossibilitadas de comunicar oralmente. Pode ser usado por crianas e jovens com atrasos acentuados no desenvolvimento intelectual, com dificuldades na fala e/ou com problemas a nvel perceptivo. Este mtodo composto por 400 smbolos que englobam mais de 400 conceitos. Os smbolos graficamente so constitudos por figuras brancas, aperfeioadas, sobre um fundo preto, para reduzir as dificuldades de discriminao entre figura e fundo. Podem ser agrupadas por reas de interesse, facilitando assim criana a construo de frases. Sistema PECS (Picture Exchange Communication System): forma um sistema de comunicao completo e foi originalmente desenhado para criar, rpida e economicamente, recursos consistentes de comunicao. Este o mtodo de comunicao mais utilizado com autistas, desde os primeiros anos de vida.

AUTISMO EM GOINIA

Foi originalmente desenvolvido para crianas do espectro autista em idade pr-escolar, mas atualmente usado por crianas e adultos com perturbaes do espectro do autismo e outros diagnsticos que apresentem dificuldades na fala e na comunicao. Atravs deste mtodo, a criana autista consegue desenvolver a fala, pois tenta responder a todas as necessidades e desejos, desde os mais bsicos aos mais complexos. Os cartes com fotos de objetos que significam coisas que a criana necessite, como: beber gua, comer, ir ao banheiro ou brincar fazem com que a criana comunique tudo aquilo que precisar naquele momento. O PECS tem como objetivo ir ao encontro daquilo que atrai as crianas, como alimentos, bebidas, brinquedos, livros. Depois de se conhecerem as preferncias da criana so feitas imagens desses objetos que, posteriormente, sero apresentadas e oferecidas a esta. Lentamente, retirada a ajuda fsica para apanhar a imagem, para que a criana comece a desenvolver a iniciativa de iniciar a interao, pegando na imagem e entregando-a ao terapeuta. Progressivamente, o grau de dificuldade ser aumentado, ao ponto do sist