Composição introdução

of 59 /59
COMPOSIÇÃO E DIAGRAMAÇÃO Prof. Eduardo Rocha

Transcript of Composição introdução

COMPOSIÇÃO E DIAGRAMAÇÃO

Prof. Eduardo Rocha

PRINCÍPIOS DO DESIGN

Proximidade

Repetição

Alinhamento

Contraste

PRINCÍPIOS DO DESIGN

Diagramação Leiga

PRINCÍPIOS DO DESIGN - PROXIMIDADE

PROXIMIDADE

agrupamento de valores que são próximos, criando identidade visual

PRINCÍPIOS DO DESIGN - ALINHAMENTO

ALINHAMENTO

o alinhamento tende a criar uma estética moderna e sofisticada

PRINCÍPIOS DO DESIGN - REPETIÇÃO

REPETIÇÃO

a repetição ajuda na criação da identidade visual e na identificação do itens importantes dentro da diagramação

PRINCÍPIOS DO DESIGN - CONTRASTE

CONTRASTE

o contraste ajuda na valorização da forma e quebra a monotonia da leitura

PRINCÍPIO DA COR

PRINCÍPIO DA COR

PRINCÍPIO DA COR

PRINCÍPIO DA COR

PRINCÍPIO DA COR

PRINCÍPIO DA COR

PRINCÍPIO DA COR

COMPOSIÇÃO

SIMÉTRICA

ASSIMÉTRICA

COMPOSIÇÃO SIMÉTRICA

Mantém a colunagem e a imagem em harmonia

COMPOSIÇÃO ASSIMÉTRICA

O ritmo é quebrado pela modulagem de textos quebrando propositadamente a harmonia da página. Além disso, outros elementos da página contribuem para quebrar a lineariedade da leitura

TIPOS DE DIAGRAMAÇÃO

Horizontal

Vertical

Modular

DIAGRAMAÇÃO HORIZONTAL

A colunagem de texto acompanha de maneira horizontal a disposição dos elementos na página

DIAGRAMAÇÃO VERTICAL

A disposição dos elementos na página são verticalizados. O mesmo pode ocorrer com fotos, ilustrações e outros elementos gráficos

DIAGRAMAÇÃO MODULAR

É a mais utilizada no meio industrial de jornais e revistas, por ser composta de módulos de texto de tamanho previamente estabelecido.

É a mais utilizada porque permite o encaixe de módulos de texto e anúncios com maior facilidade.

Por outro lado, é a modalidade que permite menos criatividade do diagramador

TÉCNICAS DE DIAGRAMAÇÃO

Técnica do L

Técnica do U

Técnica do T

Técnica do H

Técnica do I

Técnica do Suporte

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO L

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO L

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO L

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO L

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO U

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO U

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO U

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO T

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO T

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO T

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO H

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO 4

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO 4

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO I

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO I

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO I

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO I

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO SUPORTE

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO SUPORTE

DIAGRAMAÇÃO – TÉCNICA DO SUPORTE

DIAGRAMAÇÃO – RITMO DE LEITURA

O que não fazer

DIAGRAMAÇÃO – RITMO DE LEITURA

O que não fazer

DIAGRAMAÇÃO – ÁREAS DE RESPIRO

Valorizando os espaços em branco

DIAGRAMAÇÃO – ÁREAS DE RESPIRO

Valorizando os espaços em branco

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

Escrita normal

(sem tratamento tipográfico)

Um paraíso chamado Cancun

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

TRABALHANDO O TAMANHO UM PARAÍSO

CHAMADO CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

TRABALHANDO A FONTE

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

FONTE + TAMANHO

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

TRABALHANDO O CONTRASTE

(de tamanho)

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

TRABALHANDO O CONTRASTE

(tamanho+cor)

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

CONTRASTE

(tamanho + cor + fonte)

CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

CONTRASTE

(tamanho + cor + fonte+peso)

CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

COR

CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

COR

CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

COR

CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA

COR

CANCÚN

CRIAÇÃO COM A TIPOLOGIA