Como usar internet na campanha politica (Facebook, Websites, Blogs, etc)

download Como usar internet na campanha politica (Facebook, Websites, Blogs, etc)

of 12

Embed Size (px)

description

Nosso objetivo é mostrar como políticos podem usar a internet e as redes sociais para alavancar suas campanhas políticas. Seja para o legislativo ou executivo a internet e redes sociais podem ajudar na divulgação e engajamento político e este manual tem o objetivo de mostrar a malhor maneira.

Transcript of Como usar internet na campanha politica (Facebook, Websites, Blogs, etc)

  • 1. Em 2014 teremos um ano pol3co e tanto! Eleies para presidente, senador, deputado federal e estadual, alm de governador, enm todos estaro lutando por um cargo. A eleio presidencial, obviamente, dominar o cenrio pol3co mas todas as outras disputa tambm sero importanEssimas. H alguns anos atrs, a campanha eleitoral seria basicamente feita atravs de propaganda na TV, rdio e centenas de outdoors, galhardetes e adesivos espalhados pela cidade, mas 2014 ser um ano diferente. De norte a sul do pas, a Internet se tornou pea-chave na batalha pol3ca e campanhas bem pensadas em todos os nveis voltaro seus esforos em integrar as ferramentas digitais a todos os aspectos da corrida eleitoral. fundamental uma campanha virtual bem estruturada e totalmente integrada com o contato pessoal e todas as formas de campanha. A seguir listei alguns pontos que devem ser considerados e explorados na campanha online:
  • 2. Recrutamento Advinha: A maioria de ns usa a internet de alguma forma, seja em um computador ou telefone celular, e as ferramentas de publicidade on-line para a mdia social podem ser 3mas maneiras de se conectar com possveis voluntrios e eleitores. Mobilizao Ferramentas de marke3ng on-line so excelentes maneiras de ajudar as campanhas a terem pessoas trabalhando a seu favor. Simpa3zantes da campanha podem convocar seus vizinhos e amigos pelo Facebook ou e-mail, par3cipar de debates virtuais, impulsionar vdeos e at falar em pblico a favor da campanha, atravs de um blog ou algum evento. Organizao Popular Ferramentas digitais parecem ter o dom de arrebatar mul3des. Tablets e Smartphones esto por toda parte e as campanhas devem u3lizar esse fato para impulsionar as pessoas a se engajarem na campanha.
  • 3. Aplica3vos e sites o3mizados para smartphones podem disponibilizar mapas, endereos, vdeos e indicar lugares favorveis para o trabalho de cabos eleitorais. Comunicao Canais digitais so vitais para espalhar a mensagem da campanha em ambiente digital. Twi]er, Facebook, YouTube, Google e Blogs so potenciais canais de propaganda. A campanha pode u3lizar frequentemente seus prprios canais digitais e principalmente de seus seguidores para a3ngir seu pblico alvo, fazendo com que essas pessoas escutem a mensagem feita para elas. Canais digitais tambm so muito ecientes em se comunicar com jornalistas, blogueiros e a3vistas on-line. Campanhas ecientes vo empregar um mix de propaganda virtual paga, mdia social e tpicos pontuais para es3mular a conversa online. Alm de passar uma mensagem, campanhas devem usar a Internet para se testar. A propaganda online, par3cularmente, um bom teste para slogans e posicionamento: Ao iniciar um conjunto de anncios
  • 4. Aplica3vos e no Facebook e Google, por exemplo, pode-se ter uma ideia do nvel de interao com os eleitores (essa interao pode ser medida atravs de converso para o site ou cadastramento de voluntrios). Enviar e-mails com variaes da mesma mensagem para um determinado grupo, tambm uma boa maneira de testar a ecincia da mensagem antes de envia-la para todos. Targe9ng Candidatos presidncia conseguem ateno da mdia cada vez que se pronunciam sobre algum tpico, porm o mesmo no acontece com candidatos a Cmara. Em uma campanha com oramento limitado e menos ateno da mdia, saber quem o seu pblico alvo fundamental para fazer melhor uso do oramento. Propaganda na TV pra3camente invivel, nesse caso anncios no Facebook e Google, que so rela3vamente baratos, podem ser excelentes formas de segmentar sua audincia, fazendo sua mensagem a3ngir exatamente o seu pblico alvo, seja ele determinado por idade, nvel de escolaridade, regio demogrca, etc.
  • 5. Resposta Rpida Os canais digitais tambm so excelentes maneiras de responder a possveis ataques ou comentrios desfavorveis feitos por outros candidatos ou jornalistas. A propaganda online uma maneira rpida e ecaz de responder e inuenciar possveis eleitores. Essa resposta pode ser feita atravs propaganda paga no Google, vdeos no YouTube, postagens em blogs, postagens em redes sociais e e- mails para assessoria de imprensa e simpa3zantes. Agora devemos analisar e infraestrutura para marke3ng digital que as campanhas devero ter, depois vamos coloca-las em uso.
  • 6. Agora devemos analisar e infraestrutura para marke3ng digital que as campanhas devero ter, depois vamos coloca-las em uso. Ferramentas e t9cas Usar a Internet para pol3cos pode parecer rela3vamente novo para alguns de ns, mas na verdade a parte online da campanha, nada mais do que a campanha pol3ca clssica feita de forma digital. Por exemplo, podemos imaginar o website como uma verso eletrnica do comit eleitoral e o trabalho com blogueiros pode ser comparado a lideranas regionais. Comparada a ferramentas de campanha pol3ca tradicional, a Internet verdadeiramente destaca-se na facilidade em manter relaes e dar ateno a muitas pessoas ao mesmo tempo. Canais como o Facebook, Twi]er, YouTube e e-mail conecta a campanha diretamente com voluntrios e simpa3zantes criando um canal rpido e eciente para a distribuio de noEcias, convite para eventos e discusso de tpicos relevantes.
  • 7. Desde que a execuo do plano seja eciente os resultados podem ser extremamente sa3sfatrios para a relao campanha-eleitores. Coordenadores de campanhas tradicionais podem ter diculdade no universo online, devido a essa natureza intera3va da Internet (outdoors no so intera3vos), mas a recompensa de um bom trabalho online pode ser imensa. Uma campanha pol3ca digital bem feita, pode trazer resultados incrveis para os candidatos. Viso Geral Antes de par3rmos para detalhes tcnicos da campanha na Internet, vamos falar um pouco sobre a viso geral de uma campanha pol3ca. Campanhas pol3cas existem por um simples mo3vo: vencer a corrida eleitoral. Uma grande margem na vitria muito bom, mas resultados nas eleies so absolutos alguns ganham e outros perdem.
  • 8. Para vencer as eleies em 2014, campanhas eleitorais precisaro cumprir trs funes bsicas, todas podem ser feitas, pelo menos em parte, digitalmente: - Recrutar: criar uma rede de voluntrios, simpa3zantes e votantes em potencial. - Mobilizar: fazer com que essas pessoas faam algo pela campanha, conversem com amigos, vizinhos, etc. - Comunicar: Expor ponto campanha para as pessoas que interessam. Mensagem para aposentados, devem chegar aos aposentados; mensagens para jornalistas, devem chegar aos jornalistas; e assim sucessivamente. Tudo que feito durante a campanha tem um custo, mesmo que esse custo seja o tempo empregado em uma determinada tarefa. Campanhas de sucesso sero implacveis em relao ao emprego de tempo e dinheiro no gastaro nenhum dos dois a no ser que sejam extremamente necessrio.
  • 9. Ento sempre que algum disser ns deveramos ter uma conta no FourSquare, a primeira pergunta que deve ser feita se o fato de estar no FourSquare vai ajudar a recrutar voluntrios, ganhar simpa3zantes ou ganhar possveis eleitores. E a prxima questo? Estar no FourSquare a melhor maneira de a3ngir esse obje3vo? Se no , a campanha deve analisar se vale a pena inves3r tempo e dinheiro nesta empreitada. Esse calculo deve ser feito para cada uma das ferramentas e t3cas apresentadas neste livro. Vale a pena ou no? At o momento falamos sobre a3vidades essenciais, mas para que essas a3vidades sejam bem realizadas devemos usar as ferramentas corretas. A camp