Boletim informativo vigiar001

Boletim informativo vigiar001
Boletim informativo vigiar001
Boletim informativo vigiar001
Boletim informativo vigiar001
Boletim informativo vigiar001
download Boletim informativo vigiar001

of 5

Embed Size (px)

Transcript of Boletim informativo vigiar001

  • 1. SECRETARIA DE SADEVIGILNCIA EM SADECOORDENAO DE DEFESA CIVIL DE SO LUDGEROBoletim Informativo de Vigilncia da Qualidade do Ar n 001/2010 COVAM/SVS/SES 01 - Monitoramento da qualidade do ar, perodo de 7/10/2010 a 14/10/2010. Monxido Material QualidadeMunicpiosData de CarbonoParticuladodo ar (CO) (ppm) (PM2,5) (g/m3)7/10/20080,001-0,002 1-1Boa So Ludgero14/10/2010 0,00-0,00 6-29Boa Fonte: CATT BRAMS. CPTEC/INPE. Boa (00 a 50) Praticamente no h riscos sade. Regular ( 51 a 100) Pessoas de grupos sensveis (crianas, idosos e pessoas com doenas respiratrias e cardacas) podem apresentar sintomas como tosse seca e cansao. A populao, em geral, no afetada. Inadequada (101 a 199)Toda a populao pode apresentar sintomas como tosse seca, cansao, ardor nos olhos, nariz e garganta. Pessoas de grupos sensveis (crianas, idosos e pessoas com doenas respiratrias e cardacas) podem apresentar efeitos mais srios na sade. M (200 a 299)Toda a populao pode apresentar agravamento dos sintomas como tosse seca, cansao, ardor nos olhos, nariz e garganta e ainda apresentar falta de ar e respirao ofegante. Efeitos ainda mais graves sade de grupos sensveis (crianas, idosos e pessoas com doenas respiratrias e cardacas). Pssima (> 299) Toda a populao pode apresentar srios riscos de manifestaes de doenas respiratrias e cardiovasculares. Aumento de mortes prematuras em pessoas de grupos sensveis.Dados coletados do modelo CATT-BRAMS, horrio da imagem: 12:00 horas.Obs.: Para efeito de divulgao utiliza-se o ndice mais elevado, isto , a qualidade do ar determinada pelo pior caso.OBS.: A classificao dos padres de Qualidade do Ar apresentados acima segue ndices adaptados pela CETESB/SP, com base nas faixas de concentrao estabelecidas pela Resoluo CONAMA n 03/90. 02 - Padres Internacionais OMS.

2. SECRETARIA DE SADE VIGILNCIA EM SADE COORDENAO DE DEFESA CIVIL DE SO LUDGERO 03 - Padres Nacionais Resoluo CONAMA n 03/90. Padres nacionais de qualidade do ar estabelecidos pelo CONAMA - Conselho Nacional de Meio Ambiente, por meio da Resoluo CONAMA 03/90. 04 - Alertas em relao qualidade do ar De maneira geral o municpio monitorado encontra-se com o ar em BOA QUALIDADE.Praticamente no h riscos sade. Medidas de proteo ambiental em qualquer poca No fazer fogueiras nas proximidades de matas, florestas ou em reas urbanas; Ateno redobrada ao trafegarem por regies sujeitas a incndios; Evitar jogar pontas de cigarros para fora dos veculos. 3. SECRETARIA DE SADE VIGILNCIA EM SADE COORDENAO DE DEFESA CIVIL DE SO LUDGEROMedidas de proteo pessoal Evitar exerccios fsicos e exposio ao ar livre entre 10 e 16 horas; Umidificar o ambiente atravs de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes comgua, umidificao de jardins, etc.; Permanecer em locais protegidos do sol ou em reas arborizadas; Evitar aglomeraes em ambientes fechados. 05 - Mapa do Brasil demonstrando as condies de Qualidade do Ar no Estado de SantaCatarina, Municpio de So Ludgero. Fonte: CATT- BRAMS - CPTEC/INPE Data: 31/08/2010. Material Particulado. Horrio da imagem 9:00 h. 06 - Previso do tempo para os municpios prioritrios do Municpio de So Ludgero. Perodo de 01/09/2010 03/09/2010Temperatura Municpios DataPreviso (C) UV MIN MAX 14/10/2010 Pancadas de chuva ? 2511 So Ludgero15/10/2010 Pancadas de chuva20 301116/10/2010 Pancadas de chuva21 2410 Fonte: CPTEC. 4. SECRETARIA DE SADEVIGILNCIA EM SADECOORDENAO DE DEFESA CIVIL DE SO LUDGERO07 - Tabela de Referncia para o ndice UV.Previses para ndice UV para cu claro (sem nuvens). 08 - Alertas para incidncia de raios ultravioleta (IUV).Para a preveno no s do cncer de pele, como tambm das outras leses provocadas pelos raios UV, necessrio evitar a exposio ao sol, pois o nvel de incidncia para a maioria dos muinicpios em estudo encontra-se em NDICE ALTO (7). Considerando que os danos provocados pela exposio solar cumulativo, importante que cuidados especiais sejam tomados todos os dias. Medidas de proteo pessoal Usar acessrios de proteo como chapu, bon ou guarda sol; Usar protetor solar sempre que sair ao sol. 10 - Tendncias climticas para Santa Catarina. Perodo de 14/10/2010 a 16/10/2010. 14/10/2010: Oeste de SC: tempo nublado com pancadas de chuva. Nas demais reas da Regio: nebulosidade varivel e pancadas de chuva. Temperaturas estveis. 15/10/2010: Em SC: sol com variao de nuvens e pancadas de chuva, que poder ser localmente forte. Temperaturas em elevao. Temperatura mnima: 14C nas Serras do RS e de SC. 5. SECRETARIA DE SADE VIGILNCIA EM SADE COORDENAO DE DEFESA CIVIL DE SO LUDGERO16/10/2010: Em SC: sol com variao de nuvens e pancadas de chuva. Temperaturas estveis. Tendncia: No extremo oeste de SC: muitas nuvens com chuva isolada. Nas demais reas da Regio: Sol com nebulosidade varivel e pancadas de chuva isolada. Temperaturas estveis. 11 - Dvidas e/ou sugestes:Entrar em contato com a COMDEC de So Ludgero, pelos telefones: (48) 3657-8806 oupelo e-mail: fiscalizao@saoludgero.sc.gov.br Programa VIGIAR/SES/SC