Banner modelo

download Banner modelo

If you can't read please download the document

  • date post

    18-Jan-2015
  • Category

    Documents

  • view

    4.191
  • download

    0

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Banner modelo

  • 1. Prostituio Feminina naSociedade Atual Alunos pesquisadores: XXXXXXXXXXXXx Instituio : xxxxxx Contato: (xxxxxx Hipteses Srie: 2 ano do Ensino Mdio Professor(a) coordenador(a): Jnio Alves 3.Ingressam nesse meio por causa de problemasfinanceiros, baixa escolaridade, falta de apoio familiar,dependncia qumica, problemas psiquitricos.4.No tm condies de sair do meio por motivosSntese financeiros ou pela explorao sexual.5.Correm grande risco por contaminao de DSTs O projeto de pesquisa Prostituio Feminina nadevido a sua super-exposio.Sociedade Atual, desenvolvida atravs do ColgioIsraelita Brasileiro, busca entender a situao atualda prostituta na sociedade, suas perspectivas deMetodologiavida, alm de analisar a legislao brasileira e a deoutros pases quanto atividade e identificar aA base da nossa pesquisa deu-se em artigos e textosmelhor posio a ser adotada pelo Brasil. da internet, que pesquisamos atravs das palavras-Objetivos chave "prostituio", "Porto Alegre" e "legalizao". Paraauxiliar-nos, utilizamos tambm recursos da mdiaAnalisar a legislao brasileira sobre a prostituio a televisiva e cinematogrfica, como reportagens e filmesfim de esclarecer o que legal e o que no .sobre o assunto. Nossa pesquisa teve carterAnalisar os prs e os contras da legalizao daatividade.informativo e descritivo, medida que expomos dados einformaes objetivas, mas tambm analtico, pois nos LEIS SOBRE A PROSTITUIO NO MUNDO posicionamos em relao ao modo que pensamos que oBrasil deva lidar com a prostituio.Resultados De acordo com as pesquisas da Nep (Ncleo de Estudo da Prostituio), 67% das prostitutas entrevistadas so classificadas como portadoras de sintomas depressivos, 53,6% possuem companheiro fixo, 86,6% pensam em deixar a profisso e 48,5% j tiveram algum aborto. O principal motivo para a entrada de mulheres nesta rea seria financeiro. A perspectiva das organizaes de colocar a Consideraes finaisdiscusso da prostituio no campo da cidadania, ou seja, a questo da atividade referir-se a direitosOs processos examinados nessa pesquisa mostram sexuais e trabalhistas, e no uma questoavanos e obstculos enfrentados pelos movimentoscriminal/penal.sociais de prostitutas, principalmente de Porto Alegre, O ideal que a profisso seja regularizada, seguindoem busca de garantir cidadania e enfrentar adiscriminao que existe hoje. o exemplo da Holanda, que concede as licenas aosPercebemos estar equivocadas a respeito de algumas bordis seguindo restries que visam proteger ashipteses, como a de que elas eram despreparadas profissionais. Porm, reconhecendo que a fiscalizaoquanto ao risco de contaminao por DSTs, no entanto, uma tarefa quase impossvel ao Brasil, entendemosde acordo com as pesquisas, a maioria usaque a legalizao apenas agravaria a situao daspreservativos, e apenas 28, 9% j tiveram contado comprostitutas, que se tornariam mais sujeitas alguma doena desse tipo.explorao sexual, alm de que facilitaria o trfico de Referncias bibliogrficas: mulheres. (http://www.ambito-juridico.com.br/site/index.php?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=5233 http://www.cchla.ufrn.br/bagoas/v02n02art01_ribeiro.pdfPalavras-chave: Regulamentao da prostituio; - Rodrigues, Marlene. A Prostituio no Brasil Contemporneo: Um trabalho como outro qualquer? - Schreiner, Lucas; Paim, Leonardo; Ramos, Fabiano; Cunha Filho, Edson; Martins, Diogo; Silva Junior, Claudio; Ba, Marcelo; Cardinal, Tiago; Furtado, Nina; Picon, Patrcia. Artigo Original Prevalncia de sintomas depressivos em umaSituao social das prostitutas; Prostituio em amostra de sintomas de Porto Alegre.Porto Alegre.