Apresentação teleconferência 2 t 2012

Click here to load reader

Embed Size (px)

description

 

Transcript of Apresentação teleconferência 2 t 2012

  • 1. Teleconferncia e WebcastDivulgao de Resultados do 2T12 Agosto de 2012 Palestrantes: Sr. Cezar Baio & Sr. Felipe Gutterres 1
  • 2. Aviso Legal Esta apresentao pode incluir declaraes que representem expectativas sobre eventos e/ou resultados futuros (forward-looking statements), baseadas em estimativas, anlises e projees sujeitas s condies de mercado e que, portanto, esto fora do controle da Wilson, Sons. Fatores importantes, que podem gerar diferenas significativas entre os resultados reais e as expectativas sobre eventos ou resultados futuros da Companhia, incluem: condies econmicas no Brasil e exterior; tecnologia; condies do mercado financeiro; incertezas a respeito dos resultados de suas operaes futuras, estratgia, objetivos; bem como outros fatores descritos na seo Fatores de Risco, disponveis em prospecto oficial da Companhia e protocolados junto Comisso de Valores Mobilirios (CVM). Os resultados operacionais e financeiros da Companhia, apresentados a seguir, foram compilados em conformidade com regras contbeis em padro IFRS (International Financial Reporting Standards), exceto onde expresso o contrrio. O relatrio de auditores independentes e as notas explicativas so considerados partes integrais das demonstraes financeiras da Wilson, Sons. 2
  • 3. Resultados do 2T12 e 1S12 3
  • 4. Resultados Consolidados: 2012 um ano desafiador... Destaques do 2T12 Receita Lquida e Custos por moeda Depreciao do Real impactou negativamente Lucro Receita Lquida Custos e Despesas Lquido 10% Volumes reprimidos em Portos & Logstica 35% 10% 65% 90% 90% Crescimento contnuo na demanda O&G Reconhecimento do Imposto de Renda Diferido sobre Ativo Denominado US$ Denominado R$ Receita Lquida, EBITDA (US$ milhes) 2T12 2T11 Chg. (% ) 1S12 1S11 Chg. (% ) Receita Lquida 154,0 182,3 - 15,5 311,2 338,9 - 8,2 (-) Insumos e Matria-Prima -18,0 -20,3 11,2 -37,5 -37,6 0,1 (-) Despesas de Pessoal -61,6 -71,4 13,7 -126,6 -119,9 - 5,5 (-) Outras Despesas Operacionais -44,8 -58,0 22,8 -88,8 -108,9 18,4 (=) EBITDA 29,6 33,7 - 12,2 58,2 73,6 - 21,0 (-) Plano de Incentivo Longo-Prazo, "LTIP" 2,1 -5,9 n.a. -3,1 0 n.a. (=) EBITDA Ajustado 27,5 39,6 - 30,5 61,3 73,7 - 16,7 4
  • 5. Destaques do 1S12 por Negcio: Consistente demanda de O&G Receita Lquida EBITDA Negcio Destaques Operacionais Destaques Financeiros 1S12 1S11 1S12 1S11 Desvalorizo do BRL vs. USD Queda nos volumes de Arroz e Frango Congelado em Rio Grande Transbordo: Armadores realizando 90,5 102,0 28,9 39,8 escala em portos prprios Fim da operao para a Petrobras Menor # de atracaes no porto pblico do RJ 21,1 35,4 5,5 9,1 Desvalorizo do BRL vs. USD Descontinuao de operaes Custos relacionados a 59,0 70,4 8,8 12,3 descontinuao das operaes Menor # de manobras porturias Melhor mix de preos praticados 81,5 76,4 22,0 22,8 Maior # de Dias de operao Renegociao de contratos antigos Maiores Daily Rates mdios 21,0 17,0 6,0 3,6 Desvalorizo do BRL vs. USD Construo para terceiros Despesas Pr-operacionais em 26,8 28,8 7,0 8,5 Guaruj II Melhor precificao dos BLs Maior # escalas atendidas proces. 11,2 8,8 0,5 -0,7 5
  • 6. Lucro Lquido: Desvalorizao do Real impactou negativamente o resultado final 2T12 vs. 2T11 (USD million) 2T12: USD vs. BRL 1,96 2T11: USD vs. BRL 1,60 1S12 vs. 1S11 (USD million) 1S12: USD vs. BRL 1,87 1S11: USD vs. BRL 1,63 6
  • 7. Caixa & Endividamento: Posio de caixa confortvel e baixo endividamento CAPEX 1S12 CAPEX por Negcio (US$ milhes) (US$ milhes) 105 24% 88 Terminais Porturios Terminais Porturios 50 24% 34% 45 32% Rebocagem Rebocagem 1% Offshore Offshore 1% Logstica Logstica 8% 18%