APR industrial

of 24 /24
FST-010.01 ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO UHE FERREIRA GOMES Atividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012 Rev. 00 Data: 13/03/2012 Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 1 Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna. EVENTOS INDESEJÁVEIS (perigos em situações normais ou em emergência) CAUSA BÁSICA (Fato gerador dos eventos indesejáveis identificados) EFEITOS (Efeitos / impactos possíveis sobre pessoas, meio ambiente e equipamentos, etc.) AVALIAÇÃO AÇÕES PREVENTIVAS E/OU MITIGADORAS RESP. AÇÕES P S R - Acidente de trânsito (colisão de veículos durante o transporte de materiais e equipamentos ); - Atropelamento. - Falta de sinalização; - Desatenção, imprudência ou negligência tanto por parte de condutores de veículos (caminhão betoneira, caminhão guindaste, caminhão de apoio, veículo leve, entre outros) quanto de transeuntes; - Falha mecânica. - Lesões pessoais, desde fraturas até óbitos; - Danos Materiais; - Danos Ambientais. 1 3 4 - Inspecionar previamente o local de trabalho; - Informar aos funcionários sobre a atenção ao transitar pelo pela obra em DDSMAQ; - Manter sinalização adequada no local; - Manter a área de manobra do guindaste e dos caminhões betoneira e de apoio desobstruída; - Manter distância segura do caminhão betoneira no momento da manobra para o descarregamento. - Manter visualização constante com os condutores dos veículos de grande Produção Eng°/Supervisor/ Encarregado/ Eng° Seg /Téc. De Seg de trabalho Doc. Origem: PGI 002-FG 1 de 15 Data: 02/03/2012

Transcript of APR industrial

Page 1: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 1Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

EVENTOS INDESEJÁVEIS(perigos em situações normais ou em

emergência)

CAUSA BÁSICA(Fato gerador dos eventos indesejáveis

identificados)

EFEITOS (Efeitos / impactos possíveis sobre pessoas,

meio ambiente e equipamentos, etc.)

AVALIAÇÃO AÇÕES PREVENTIVAS E/OU MITIGADORAS RESP. AÇÕES

P S R

- Acidente de trânsito (colisão de veículos durante o transporte de materiais e equipamentos );- Atropelamento.

- Falta de sinalização;- Desatenção, imprudência ou negligência tanto por parte de condutores de veículos (caminhão betoneira, caminhão guindaste, caminhão de apoio, veículo leve, entre outros) quanto de transeuntes;- Falha mecânica.

- Lesões pessoais, desde fraturas até óbitos; - Danos Materiais;- Danos Ambientais. 1 3 4

- Inspecionar previamente o local de trabalho;- Informar aos funcionários sobre a atenção ao transitar pelo pela obra em DDSMAQ;- Manter sinalização adequada no local;- Manter a área de manobra do guindaste e dos caminhões betoneira e de apoio desobstruída;- Manter distância segura do caminhão betoneira no momento da manobra para o descarregamento. - Manter visualização constante com os condutores dos veículos de grande porte, pois o campo de visão é menor. Os “pontos cegos” são maiores;- Os veículos de grande porte, como por exemplo, o caminhão betoneira, deverão ser dotados de alarme de ré;- Os veículos deverão estar com a manutenção preventiva em dia;- Os condutores dos veículos deverão realizar o check list diariamente.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Queda de mesmo nível Terreno irregular;- Local sujo e desorganizado;- Local mal iluminado.

Lesões pessoais desde contusões, fraturas 1 2 3 Inspecionar previamente local de trabalho, observando a vias de acesso;- Manter local de trabalho bem iluminado;- Manter local de trabalho limpo e organização;

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Doc. Origem: PGI 002-FG 1 de 15 Data: 02/03/2012

Page 2: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 2Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

- Conscientização dos colaboradores sobre atenção ao transitar pelos acessos da obra através dos DDSMAQ / Sinalização.

- Queda de nível diferente.

- Local sujo e desorganizado;- Local mal iluminado;- Plataforma de trabalho em condições insegura;- Falta do uso de cinto de segurança.

- Lesões pessoais desde contusões, fraturas até óbitos; 2 3 5

- Inspecionar previamente local de trabalho, observando a vias de acesso e plataformas de trabalho;- Manter local de trabalho bem iluminado;- Fazer uso do cinto de segurança com 2 talabartes em locais de trabalho acima de 2 metros de altura;- Manter local de trabalho limpo e organização; - Conscientização dos colaboradores sobre as formas seguras para trabalhos em altura através dos DDSMAQ / Sinalização.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Ponta de vergalhão ou canto metálico desprotegido.

Falta de proteções dos vergalhões de aço.

Lesões pessoais, desde cortes a perfurações. 1 2 3

- Devem ser protegidas todas as pontas descobertas das armaduras, que ofereçam riscos;- Conscientização dos colaboradores sobre pontas de vergalhões e pregos expostos através dos DDSMAQ/ Sinalização;- Fazer uso de palmilha de aço.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Intempéries; - Sol. - Tempo Chuvoso; - Umidade.

Danos a saúde dos colaboradores – Desidratação, cefaléia.

2 1 3 - Fazer uso de capa de chuva, protetor solar e touca tipo Árabe;- Consumir bastante água;- Paralisação das atividades de movimentação de cargas, de solda e trabalhos em altura sob chuva forte;

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg/Téc. Meio Ambiente

Doc. Origem: PGI 002-FG 2 de 15 Data: 02/03/2012

Page 3: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 3Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

- Conscientização dos colaboradores sobre os perigos expostos a intempéries através dos DDSMAQ/ Sinalização.

Contato com Ferramentas/Materiais Cortantes/ Prensantes

- Improvisação de Ferramentas;- Uso de ferramentas inadequadas;- Utilização de forma inadequada.

- Lesões pessoais, como cortes ou luxação. 2 1 3- Inspecionar todas as ferramentas;- Usar ferramentas adequadas em boas condições de uso.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

- Contato com Eletricidade

- Uso de ferramentas elétricas sem manutenção;- Extensões e/ou fiações expostas. Danos pessoais desde queimadura, parada

cardíaca até morte. 1 3 4

- Inspecionar todas as ferramentas, utilizando apenas ferramentas adequadas, em boas condições de uso, observando o aterramento;- Inspecionar cabos e extensões elétricas;- Utilizar tomadas do tipo stek; - Somente profissional capacitado e autorizado para realizar serviços de manutenção em equipamentos elétricos e circuitos elétricos energizados e não energizados;- Conscientização dos colaboradores sobre os perigos que envolve o contato com eletricidade através dos DDSMAQ / Sinalização; - Aplicação de check-list e inspeções;- EPI Básico + uniforme anti-chamas + capacete classe B

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

- Vazamento de Combustível / Óleo; - Abastecimento inadequado dos equipamentos. - Rompimento de mangueiras hidráulicas dos

- Danos Materiais; - Danos ao Meio Ambiente; - Lesões Pessoais e, - Princípio de Incêndio.

2 2 4 - Abastecimento do caminhão betoneira, guindaste, gerador entre outros somente através de caminhão

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Doc. Origem: PGI 002-FG 3 de 15 Data: 02/03/2012

Page 4: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 4Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

equipamentos.

comboio; • Uso correto dos EPI´s; • Extintor de Incêndio PQS; • Kit de Mitigação para Emergência Ambiental.

Seg/Téc. Meio Ambiente

- Tombamento de equipamentos (guindaste, por exemplo);- Queda de materiais e peças no momento da movimentação.

- Má distribuição da Carga; - Falha Humana; - Terreno Instável; - Falha Operacional; - Falha do Equipamento; - Peso acima da capacidade dos equipamentos;- Ruptura de cabos aço e cintas de içamento.

- Danos Materiais; - Danos Ambientais; - Danos pessoais tais como: prensamento de membros, fraturas e até óbitos.

1 3 4

- O equipamento deverá ser operado/conduzido por colaborador habilitado e autorizado;- Realizar manutenção preventiva dos equipamentos; - Manter na área somente o pessoal envolvido na atividade; - Fazer o reconhecimento do local antes de iniciar as atividades,- Verificar o terreno para a atividade;- Realizar inspeção de cabos de aço e/ou cintas utilizadas no içamento de peças e material;- Somente o sinaleiro será o responsável pelos sinais administrados para orientar o operador do guindaste;- Não permanecer sob peças ou materiais içados.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

- Quebra de disco devido ao uso inadequado;- Lesão nos olhos devido à projeção de limalhas;- Contato com cabo elétrico danificado.Choque elétrico, causado por:Vazamento de corrente pela carcaça do equipamento;- Exposição a ruído.

Atividades com esmerilhadeira (lixadeiras).

Danos pessoais como: corpo estranho nos olhos e cortes e perda gradual de audição.

1 3 4 -Não usar disco de corte para desbastar;-Não causar impacto no disco ao lixar ou cortar;-Trocar o disco utilizando a chave adequada;-Não usar disco que sofreu queda ou esteja trincado;-Deixar o disco girar livremente

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg

Doc. Origem: PGI 002-FG 4 de 15 Data: 02/03/2012

Page 5: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 5Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

por algum instante antes de iniciar a atividade;-Sempre usar coifa de proteção;-Não forçar o disco contra a peça;-Operar a lixadeira somente profissional autorizado;-Fazer uso de óculos contra-impacto, protetor facial, avental de raspa e protetor auricular;- Conscientização dos colaboradores através dos DDSMAQ/ Sinalização.

- Choque elétrico;- Exposição à radiação não ionizante solda.

- Utilização de máquina de solda sem uma prévia inspeção;- Falta do uso de EPI’s adequados para o serviço de soldagem.

Danos pessoais tais como: de queimaduras até óbitos. 1 3 4

- O soldador deve usar os EPI´s necessários a sua atividade, tais como: máscara de solda, avental de raspa, luva de raspa cano longo, máscara PPF-2 com válvula;- Aterramento das máquinas de solda;- Não realizar serviços de soldagem em locais com água ou sob chuva;- Conscientização dos colaboradores através dos DDSMSAQ e Sinalização

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc.

De Seg

Acidente com o uso de oxicorte (maçarico). - Mangueiras com trincas ou mal conectadas;- Falta ou ineficiência das válvulas corta- chamas;

-- Danos pessoais desde queimaduras até morte;- Danos materiais.

1 3 4 - Verificar se as mangueiras encontram-se em boas condições de uso e suas emendas estão conectadas

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/

Doc. Origem: PGI 002-FG 5 de 15 Data: 02/03/2012

Page 6: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 6Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

- Falta de conhecimento do equipamento por parte do operador.

corretamente;- Inspecionar e Instalar válvulas corta-chamas corretamente- Somente profissional autorizado deverá manusear o oxicorte; - Conscientização dos colaboradores através dos DDSMSAQ e Sinalização;- O soldador deve usar os EPI´s necessários a sua atividade, tais como: óculos de maçariqueiro, avental de raspa, luva de raspa cano longo.

Eng° Seg /Téc. De Seg de trabalho

Ruído. Máquinas e Equipamentos em operação. Perda gradual de audição. 2 2 4

- Fazer uso do protetor auricular;- Quando necessário, utilizar dupla proteção;- Conscientização quanto à importância e obrigatoriedade do uso do protetor auricular através do DDSMAQ.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Contato com Produto Químico. Manuseio de produtos químicos em limpezas de peças. Dermatites, irritação das vias aéreas. 1 2 3

- Utilizar os EPIs obrigatórios como por exemplo, óculos de segurança, máscara com filtro, luvas de látex;- Orientação quanto ao uso correto de manuseio, observando a FISPQ de cada produto.

ProduçãoEngº/ Supervisão/ Encarregado/ Eng° Seg/Téc. De Seg

Postura e esforço inadequado/Ergonomia. - Levantamento manual de peso;- Trabalho excessivo. Lesões Pessoais como lombalgia. 1 1 2

- Orientar em DDSMAQ quanto à postura ideal para trabalho seguro. - Realizar alongamento antes das atividades (ginástica laboral)

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Animais Peçonhentos; Presença de animais peçonhentos na obra. Danos pessoais, que vão desde alergia, inflamações até morte. 1 3 4 - Realizar DDSMAQ;

- Atenção ao caminhar pelo canteiro Produção

Eng°/Supervisor/

Doc. Origem: PGI 002-FG 6 de 15 Data: 02/03/2012

Page 7: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 7Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

de obras; - Chamar o SMS ao localizar algum animal no canteiro de obras - Uso de EPI's (Perneira uso a ser avaliado pelo TST).

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho/ Téc. Meio Amb.

Impacto ao meio ambiente. Descarte inadequado de resíduos. Contaminação do solo. 1 1 2 .•DDSMAQ; • Coleta seletiva;

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Iluminação inadequada Mau dimensionamento de refletores Fadiga visual e Acidentes ocasionados por local mal iluminado. 1 2 3

- Manter local de trabalho com iluminação adequada, para a execução de qualquer serviço com qualidade e principalmente como

segurança; - Sinalização refletiva para advertência de algumas áreas para serviços noturnos.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Armazenamento inadequado de materiais Falha na avaliação de local e condições de armazenamento Lesões (Esmagamento de membros) 1 3 4

- Manter organização do local, identificando os locais de armazenagem.- Treinamento em 5S;- Orientação em DDSMAQ e

Sinalização; - Fazer uso de botina de segurança, luvas e capacete.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Arranjo Físico Inadequado Forma inadequada de disposição de dos equipamentos, máquinas e materiais. Lesões, Distensão, Torções 1 1 2

- Orientação sobre postura adequada nos postos de trabalho. - Orientação sobre postura adequada nos postos de trabalho.

Produção Eng°/Supervisor/

Encarregado/Eng° Seg /Téc. De

Seg de trabalho

Doc. Origem: PGI 002-FG 7 de 15 Data: 02/03/2012

Page 8: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 8Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

AO OBSERVAR OUTRO RISCO NÃO PREVISTO NESTA APR, PARALISAR O TRABALHO IMEDIATAMENTE E COMUNICAR AO SUPERVISOR OU AO SMS.OBSERVAÇÕES:

1) Seguir as determinações da APR;2) Fazer a divulgação da APR para todos envolvidos nas atividades;3) Realização do DDSMAQ antes do inicio das atividades; 4) Em caso de Emergência acionar o SMS – Rádio faixa 01 5) Seguir as normas regulamentadoras (Port 3.214/78) NR 06 – EPI “USO ORIGATÓRIO DE EPI’s BÁSICOS”, NR 10 – Instalações elétricas, NR 11 – Movimentação e armazenagem de

materiais, NR 12 – Máquinas e equipamentos, NR 17 – Ergonomia, NR 18 – Indústria da construção civil.

Doc. Origem: PGI 002-FG 8 de 15 Data: 02/03/2012

Page 9: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 9Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

Em caso de acidente contactar via rádio com o SMS e avisar a Fiscalização.Responsáveis pela elaboração da APR

Produção ALUSA SMS ALUSANome Visto Nome Visto Nome Visto

Luciano Domingues(Engenheiro de Produção)

Ivan kazlauskas(Eng° de Segurança Trabalho)

Robson Eustáquio (Supervisor) (Téc. Segurança Trabalho)

Carlos Bueno(Técnico em Meio Ambiente)

TABELA PARA AVALIAÇÃO DO RISCO

PROBABILIDADE: SEVERIDADE GRADUAÇÃO DO RISCO:(COMBINAÇÃO DA PROBABILIDADE E SEVERIDADE)

BAIXA 1 BAIXA 1 TRIVIAL 2 SUBSTANCIAL 5MÉDIA 2 MÉDIA 2 TOLERÁVEL 3 INTOLERÁVEL 6ALTA 3 ALTA 3 MODERADO 4

LISTA DE IMPLEMENTAÇÃOR.E. FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA

155839 SABINO BARBOSA DE SOUZA ENC. DE MANUTENÇÃO167801 ALANDERSON DE MORAES MOREIRA MECÂNICO MONTADOR166986 ALEXANDRO DOS SANTOS FERRERIA AUXILIAR DE MANUTENÇÃO166619 ALEXSANDRO ABREU RODRIGUES SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG166570 ALLAN LOPES DE ASSIS SERVENTE

Doc. Origem: PGI 002-FG 9 de 15 Data: 02/03/2012

Page 10: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 10Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

164066 ANDERSON EUSTAQUIO MECÂNICO MONTADOR164510 ANDRE LOPES DE ASSIS SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG168154 ANGELO ANTONIO CAMPOS DA SILVA SERVENTE168032 ANTONIO PAIXAO DE FREITAS PINTOR INDUSTRIAL166702 BENEDITO COSTA MONTEIRO SERVENTE164509 CLEBSON OLIVEIRA DA SILVA MONTADOR I164422 CLEITON LUIZ RIBEIRO DOS SANTOS SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG168078 CLEOMILDO ALVES DA COSTA SERVENTE168131 CLERISON SANTOS DA SILVA MECÂNICO MONTADOR

LISTA DE IMPLEMENTAÇÃOR.E. FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA

166217 CRISSIMAR DOS SANTOS LOBATO PINTOR LETRISTA167936 DARLEN PINTO DE ARAUJO PEREIRA SERVENTE164461 DULCIDIO DOS SANTOS LISBOA MECÂNICO MONTADOR167935 EDERSON NUNES VIEIRA DA SILVA SERVENTE166863 EDIMILSON DOS SANTOS OLIVEIRA SERVENTE167288 EDINALDO DA SILVA FORTALEZA MEIO OFICIAL SOLDADOR

Doc. Origem: PGI 002-FG 10 de 15 Data: 02/03/2012

Page 11: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 11Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

166129 EDNELSON DOS PASSOS RIBEIRO VIGIA167611 EDUARDO MOTA MONTEIRO SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG163852 ELINALDO VIDAL MOREIRA PINTOR DE ALVENARIA168113 EMERSON GONCALVES DA SILVA SERVENTE166565 ERIVAN CARLOS DA SILVA GOMES SERVENTE164421 ERMES MACIEL DE SOUZA PINTOR DE ALVENARIA165958 FRANCISCO MORAES SOUSA MECÂNICO MONTADOR165957 FRANKLIN LOPES DE JESUS MECÂNICO MONTADOR

LISTA DE IMPLEMENTAÇÃOR.E. FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA

165110 GABRIEL RAMOS DE SOUZA SERVENTE168133 GLAUBE JORGE SANTOS LOPES SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG164463 HENRIQUE SANTOS DA SILVA MECÂNICO MONTADOR168155 ISAQUE DOS SANTOS SILVA SERVENTE167800 JAIME GOMES DE SA MECÂNICO MONTADOR166553 JOAO CLEBER LOBO GONÇALVES SERVENTE167889 JORGE OTONIEL SILVA DA SILVA TORNEIRO MECÂNICO II

Doc. Origem: PGI 002-FG 11 de 15 Data: 02/03/2012

Page 12: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 12Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

167413 JOSE ANTONIO FERREIRA OLIVEIRA SOLDADOR ER E MIG/MAG168171 JOSE MARIA DA LUZ MECÂNICO MONTADOR168063 JOSIVAN ROSA DA COSTA MECÂNICO MONTADOR167858 JUNIOR ALVES SILVA MONTADOR I164467 LEANDRO ALMEIDA DA SILVA MONTADOR I164462 LEONARDO LUCIO COELHO MECÂNICO MONTADOR166620 LOURIVAL PESSOA DA SILVA FILHO SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG

LISTA DE IMPLEMENTAÇÃOR.E. FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA

164055 MARCO ANTONIO MARQUES CRUZ DA SILVA MECÂNICO MONTADOR168025 MARCO FERNANDO BARBOSA DA SILVA SERVENTE168190 MATEUS DE OLIVEIRA LOPES SERVENTE168207 MAURICIO FLEXA LIMA PINTOR INDUSTRIAL163830 MAX GREI JUNIOR DA SILVA SERVENTE167298 MELQUIADES FERNANDES RODRIGUES SOLDADOR TIG/ER/MIG/MAG163834 MITRA MOREIRA TOLOSA SERVENTE168077 MOISES DA SILVA PEREIRA SERVENTE

Doc. Origem: PGI 002-FG 12 de 15 Data: 02/03/2012

Page 13: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 13Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

167799 PEDRO HENRIQUE ALVES MORAES FERRAMENTEIRO168119 QUELSON SANTOS DA SILVA MECÂNICO MONTADOR165800 RAFAEL WILLIAN TOLOSA SARMENTO SERVENTE167130 RAIMUNDO NONATO DE SOUZA GEMAQUE MECÂNICO MONTADOR163832 RAULY DA CRUZ SILVA SERVENTE167983 SALOMAO BRAZAO DE BRITO SERVENTE

LISTA DE IMPLEMENTAÇÃOR.E. FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA

168075 VALDEMAR BORGES SANTOS MECÂNICO MONTADOR165453 VICTOR HUGO SOUSA DE MELO SERVENTE

Doc. Origem: PGI 002-FG 13 de 15 Data: 02/03/2012

Page 14: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 14Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

LISTA DE IMPLEMENTAÇÃOR.E. FUNCIONÁRIO FUNÇÃO ASSINATURA

Doc. Origem: PGI 002-FG 14 de 15 Data: 02/03/2012

Page 15: APR industrial

FST-010.01ANÁLISE PRELIMINAR DE RISCO

UHE FERREIRA GOMESAtividade: OFICINA DE FABRICAÇÃO - INDUSTRIAL APR Nº 003/2012

Rev. 00Data: 13/03/2012

Etapas do serviço: Mobilização da equipe de trabalho. Serviço de solda, esmerilhamento. Corte e furação de peças metálicas. Folha: 15Máquinas / Equipamentos: Guindaste, guindalto (caminhão munck), grua, máquina de solda, esmerilhadeira (lixadeira), oxi-corte (maçarico), torno industrial, ferramentas manuais como: martelo bola, marreta, alavanca, chaves combinadas, bigorna.

Doc. Origem: PGI 002-FG 15 de 15 Data: 02/03/2012