Apostila de-administracao

download Apostila de-administracao

of 94

  • date post

    28-Nov-2014
  • Category

    Internet

  • view

    117
  • download

    1

Embed Size (px)

description

CONCURSO

Transcript of Apostila de-administracao

  • 1. www.ResumosConcursos.hpg.com.br Resumo: Administrao: Planejamento, Organizao, Controle por Adilson Rocha 1 Resumo de Administrao Assunto: ADMINISTRAO: PLANEJAMENTO, ORGANIZAO, DIREO E CONTROLE Autor: ADILSON ROCHA
  • 2. www.ResumosConcursos.hpg.com.br Resumo: Administrao: Planejamento, Organizao, Controle por Adilson Rocha 2 ADMINISTRAO: PLANEJAMENTO, ORGANIZAO, DIREO E CONTROLE EMPRESA: um organismo econmico destinado produo de mercadorias e/ou servios, com o objetivo de lucro para o empresrio. ponto de vista econmico: a empresa possui 2 fatores de produo: trabalho e capital. produo = fenmeno econmico que cria ou gera mercadorias e/ou servios para troca ou permuta. Somente existem 2 tipos de produo: mercadorias (alimentos, remdios, etc.) e servios (transportes, mdicos hospitalares, etc.). trabalho = todo esforo humano destinado produo. O homem agente e o seu trabalho o 1 fator de produo. Os recursos da terra e da natureza, representam o 2 fator de produo, isto , o capital (mquinas e animais). capital = representa os recursos disponveis e aplicados. capital financeiro = dinheiro ou crdito (financiamento). capital econmico = equipamentos, produo, mquinas, ferramentas, etc. (investimento). nos sistemas econmicos capitalistas, as empresas so constitudas para obteno de lucro (diferena entre o menor custo de produo e maior preo das vendas das mercadorias e/ou servios), caso contrrio ter prejuzo. o lucro tem 2 destinos: ser distribudo entre os scios (Ltda) ou acionistas (S/A). permanecer no giro dos negcios, figurando como reserva e acrscimo de capital. de acordo com a teoria organicista : as empresas comerciais , industriais, agrcolas, hoteleiras, etc., so consideradas organismos econmicos que produzem mercadorias e/ou servios com o objetivo de lucro.
  • 3. www.ResumosConcursos.hpg.com.br Resumo: Administrao: Planejamento, Organizao, Controle por Adilson Rocha 3 ENTIDADES: organismos econmicos destinados a produo de mercadorias e/ou servios, sem fins lucrativo. Por exemplo: ONGs, clubes esportivos, fundaes educacionais, associaes religiosas, etc. os resultados alcanados nas entidades so chamados de supervits (excesso de receitas sobre as despesas), incorporando ao patrimnio, sem distribuio entre diretores ou membros. dficits (excesso de despesas sobre as receitas), o seu total permanece em suspenso para ser amortizado com supervits futuros. a Administrao uma das vias que nos conduzem ao objetivo das empresas ou entidades. os administradores so pessoas encarregadas de fazer planos, organizar, dirigir e controlar as operaes, por meio do esforo conjunto dos empregados (tcnica administrativa). conceito de Harold Koontz: Administrao a arte de realizar coisas com e por meio de pessoas em grupos, formalmente organizados. Grupos formalmente organizados, quer dizer que no basta a reunio de pessoas para que se verifique a presena da ao administrativa. O grupo de pessoas deve ser constitudo de forma deliberada e legalmente organizada, como acontece numa empresa ou entidade. conceito de William H. Newman: Administrao consiste em orientar, dirigir e controlar os esforos de um grupo de indivduos para um objetivo comum. A necessidade de orientao, direo e controle dos esforos do grupo de indivduos e que esse papel cabe ao administrador, ou seja, pode existir um nmero de pessoas - em um cinema, dentro de um nibus ou uma praa pblica - mas, na falta de orientao, direo e controle da atividade grupal, no haver, evidentemente, Administrao. PROCESSOS ADMINISTRATIVOS: PLANEJAMENTO decidir antecipadamente o que deve ser feito para alcanar determinado objetivo ou meta. Podemos destacar 2 tipos principais de planejamento administrativo: a) planejamento especial - o que, atingindo seu objetivo, deixa de ser utilizado. b) planejamento geral - usado, muitas vezes, de forma permanente.
  • 4. www.ResumosConcursos.hpg.com.br Resumo: Administrao: Planejamento, Organizao, Controle por Adilson Rocha 4 Projeto: um instrumento que possibilita avaliar as vantagens e desvantagens de reunir ou combinar todos os recursos num investimento empresarial, bem como aferir a capacidade dos empresrios. os projetos visam a montagem ou expanso das empresas, em bases racionais, os projetos devem justificar o interesse em se manter um programa de produo, e tambm reduzir os riscos que todo empresrio enfrenta ao tomar a deciso de investir. Podemos dizer que o valor dos projetos so: * do ponto de vista social (macroeconomia - estudo agregativo da atividade econmica como um todo). * acelera o desenvolvimento econmico do pas; * proporciona maior nmero de empregos aos trabalhadores. * do ponto de vista empresarial (microeconomia - cuida individualmente do comportamento dos consumidores e produtores). * justifica um programa de produo e a reunio dos fatores de produo; * permite reduzir os riscos do investimento; * avalia a capacidade tcnico-administrativa dos administradores. podemos distinguir um projeto em quatro fases distintas: 1) Anteprojeto: procura-se, em linhas gerais, estabelecer um confronto entre as vantagens e as desvantagens de levar avante a constituio de uma empresa, ou seja, realizar um investimento empresarial. 2) Projeto Final: como a prpria denominao esclarece, deve conter todos os dados (econmicos, tcnicos, financeiros, administrativos e legais) para instalao ou expanso da empresa na regio escolhida. 3) Implantao do Projeto: significa construir e instalar a empresa de acordo com as especificaes constantes do projeto final, devidamente aprovado. 4) Funcionamento Operacional do Projeto: consiste em entrar em pleno desenvolvimento das operaes, ou seja, produzir mercadorias ou servios de consumo para atender ao mercado consumidor.
  • 5. www.ResumosConcursos.hpg.com.br Resumo: Administrao: Planejamento, Organizao, Controle por Adilson Rocha 5 ORGANIZAO o processo administrativo que visa estruturao da empresa, reunindo pessoas e os equipamentos, de acordo com o planejamento efetuado. Referente a estrutura organizacional, pode-se entend-la recorrendo a duas teorias de organizao: 1) teoria organicista: as empresas so comparadas ao organismo animal. Trata-se de um estudo pelo processo analgico, por meio do qual observa-se a semelhana entre coisas diferentes. Podemos dizer que o conceito de rgo envolve a palavra funo, que significa a ao de cada rgo, ou no caso da empresa, os servios executados em cada departamento ou seo. Por exemplo, no organismo humano a digesto a funo dos rgos digestivos; nos organismos econmicos (empresa) os recebimentos e pagamentos so funes (ou servios) da seo de caixa. 2) teoria comportamentista: as empresas constituem uma reunio de pessoas que trabalham para a produo de mercadorias e/ou servios. As relaes que se estabelecem entre as pessoas que trabalham numa empresa constituem o que se chama de estrutura organizacional. A estrutura organizacional determina quais os cargos ou postos que devem ser ocupados pelas pessoas, bem como as funes (ou servios) a serem desempenhadas por elas. Quando a empresa organizada chama-se: Estrutura de Organizao Formal, estabelecimento da linha de autoridade (quem tem autoridade sobre os subordinados) e a linha de responsabilidade (quem tem de prestar obedincia a determinada autoridade). Tipo ou Modelo Organizacional Clssico: disciplina em primeiro lugar; autoridade vai em linha vertical (piramidal); 2 vantagens: unidade de comando (executor recebe ordens de um nico supervisor) e simplicidade de estruturao (fcil esquema da empresa). desvantagem: o modelo em forma de pirmide muito rgido e que, por isso, cria dificuldades nas transmisses de informaes (deve-se informatizar a empresa). recomendaes: reduzir ou achatar a organizao vertical ou piramidal e reduzir os nveis hierrquicos.
  • 6. www.ResumosConcursos.hpg.com.br Resumo: Administrao: Planejamento, Organizao, Controle por Adilson Rocha 6 Tipo Organizacionais para Grandes Empresas: - unidades de negcios: consiste em criar reas ou setores independentes, com vida prpria (previso oramentria, apurao de custos e resultado operacional positivo - lucro). No se deve confundir as unidades de negcios em referncia com as clulas de produo . - horizontais: com o surgimento da tcnica administrativa, a partir de 1990, denominada de Reengenharia de Negcios, a qual recomenda a busca do tamanho certo da empresa (rightsizing), bem como a reduo dos nveis hierrquicos (downsizing) e ao praticar esses dois atos administrativos, a empresa estar se horizontalizando. vantagem: rapidez na tomada de deciso desvantagem: desemprego generalizado. - redes: costuma ser adotado por empresas que no tm caractersticas das grandes, como instalaes volumosas e muitos funcionrios, mas o movimento econmico-financeiro bem elevado. H a interligao entre as empresas, ligando os funcionrios espalhados por todos os lugares (Alguns autores preferem chamar esse tipo de organizao de virtual; outros denominam de modular). diferente de rede comercial. Nos tipos ou modelos em rede, cumpre saber que a colaborao de terceiros feita por meio de contratos de empreitadas. Isso nos leva a concluir que, com raras excees, pois a empresa contratante s vezes faz uma parte do projeto, a ma