AJES - FACULDADE DE CINCIAS CONTBEIS E .guardadas no cora§£o. ... funcionamento do...

download AJES - FACULDADE DE CINCIAS CONTBEIS E .guardadas no cora§£o. ... funcionamento do organismo,

of 37

  • date post

    21-Nov-2018
  • Category

    Documents

  • view

    212
  • download

    0

Embed Size (px)

Transcript of AJES - FACULDADE DE CINCIAS CONTBEIS E .guardadas no cora§£o. ... funcionamento do...

  • AJES - FACULDADE DE CINCIAS CONTBEIS E ADMINISTRAO DO VALE

    DO JURUENA

    BACHARELADO EM ENFERMAGEM

    CONHECIMENTOS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DO BRASIL SOBRE A

    TCNICA DA HIGIENIZAO DAS MOS: Reviso Bibliogrfica

    Autora: Poliany Oliveira Medeiros

    Orientador: Me. Wladimir Rodrigues Faustino

    JUNA/MT

    2016

  • AJES - FACULDADE DE CINCIAS CONTBEIS E ADMINISTRAO DO VALE

    DO JURUENA

    BACHARELADO EM ENFERMAGEM

    CONHECIMENTOS DA EQUIPE DE ENFERMAGEM DO BRASIL SOBRE A

    TCNICA DA HIGIENIZAO DAS MOS: Reviso Bibliogrfica

    Autora: Poliany Oliveira Medeiros

    Orientador: Me. Wladimir Rodrigues Faustino

    Trabalho apresentado ao Curso de Bacharelado em Enfermagem da Faculdade de Cincias Contbeis e de Administrao do Vale do Juruena-AJES.

    JUNA/MT

    2016

  • AJES INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAO DO VALE DO JURUENA

    BACHARELADO EM ENFERMAGEM

    BANCA EXAMINADORA

    ________________________________________

    Prof. Lindomar Mineiro

    Examinadora

    ________________________________________

    Prof. Ldia Catarina Weber

    Examinadora

    ________________________________________

    Prof. Me. Wladimir Rodrigues Faustino

    Orientador

    JUNA/MT

    2016

  • AGRADECIMENTO

    Agradeo, primeiramente, a DEUS por ter me dado a oportunidade de

    concluir um curso superior; e, atravs das foras do ESPRITO SANTO permitiu que

    eu superasse os obstculos.

    minha Famlia que sempre me apoio e sempre esteve ao meu lado em

    todos os momentos. Aos meus pais Valdir Medeiros e Lindinalva Eymidio de

    Oliveira, alm do meu irmo Peterson Oliveira Medeiros, pelo amor incondicional e

    pela pacincia. Por terem feito o possvel e o impossvel para me oferecerem a

    oportunidade de estudar, de lutar e correr atrs dos meus sonhos e objetivos,

    acreditando e respeitando as minhas decises e nunca deixando que os obstculos

    acabassem com os meus sonhos.

    Tia Claudiana Galha de Oliveira e cunhada Erenice de Souza por terem

    acompanhando cada etapa e me apoiando incondicionalmente. Agradeo pelo amor,

    amizade e apoio, alm da ajuda e incentivo.

    Aos amigos Thlita Caroline Vieira, Elizete ngela da Silva Schiffer, as

    meninas do Xrox Leila, Claudete e Cristiane que aguentaram minhas reclamaes

    e palhaadas e pelas timas histrias vividas, de amizade, incentivo, alegrias e

    tristezas e por ajudarem a tornar a vida acadmica muito mais divertida.

    Aos professores Larissa M. Zaniolo, Digenes A. Lopes, Victor C. Lopes e

    Hilton Marcelo de Lima os quais deixaram marcas de aprendizados e de saudades.

    Alm dos professores: Leda Villaa, Marco Taneda, Ldia C. Weber e Fabiane J. de

    Almeida que deixaram ensinamento significativos. Ao orientador Prof. Wladimir

    Rodrigues Faustino, pelo empenho, pacincia, credibilidade e tempo disponibilizado,

    obrigada por tudo.

    Aos amigos da turma, pelas agradveis lembranas que sero eternamente

    guardadas no corao.

    Em especialmente minha nova vida como esposa e me de um beb que

    vir com muito amor e carinho. Muito obrigada a todos por fazerem parte de um

    pedao da minha vida.

  • Santo anjo, Tu s meu protetor desde a hora de meu

    nascimento. A ti entrego hoje meu corao. Dai-o a meu

    Salvador, pois unicamente a Ele deve pertencer. Tu s meu

    protetor na vida, seja tambm meu consolador na hora da

    morte.

    Fortifique minha f, consolide minha esperana, inflame em

    mim o amor divino. Obtenha-me a paz; que o passado no me

    inquiete, o presente no me perturbe e o futuro no me

    assuste.

    Fortifique-me na agonia e na pacincia, conserve-me sempre a

    paz da alma. Alcanai-me a graa de que minha ltima refeio

    seja o po dos anjos; minha ltima palavra Jesus, Maria e

    Jos. Meu ltimo alento seja de amor, e tua presena meu

    ltimo consolo.

    Amm.

  • RESUMO

    A higienizao das mos uma ao isolada e importante no controle das infeces

    hospitalares, sendo o enfermeiro responsvel pela superviso e coordenao direta

    da equipe de enfermagem que tambm composta por auxiliares e tcnicos de

    enfermagem; entretanto, a falta de adeso da equipe de enfermagem na execuo

    desta prtica aumenta o risco de infeces hospitalares de uma maneira geral

    Objetivo: Analisar a adeso a respeito do conhecimento da equipe de enfermagem,

    e a adeso destes tcnica adequada da higienizao das mos. Mtodos: Estudo

    exploratrio, bibliogrfico e qualitativo, elaborado a partir da seleo de produo

    cientfica publicada em revistas indexadas e disponveis na Biblioteca Virtual de

    Sade (BVS): Base de Dados em Enfermagem (BDENF) e Google Acadmico,

    sendo selecionados 12 artigos. Concluso: A no adeso da equipe de

    enfermagem sobre a tcnica de higienizao das mos decorrente dos principais

    fatores, como a falta de tempo na realizao de tarefas afins, sobrecarga de tarefa e

    falta de materiais apropriados (sabo lquido e papel toalha). A no realizao desta

    tcnica compromete a segurana dos profissionais e pacientes, expondo-os

    transmisso de infeces hospitalares.

    Palavras-chave: Lavagem das mos, Adeso, Equipe de enfermagem.

  • ABSTRACT

    Hand hygiene is an isolated and important action in the control of hospital infections,

    and the nurse responsible for the direct supervision and coordination of the nursing

    team which is also composed of nursing assistants and technicians; however the lack

    of adherence of the nursing staff in the implementation of this practice increases the

    risk of nosocomial infections in general. Objective: : To analyze adherence to

    respect the knowledge of the nursing staff, and their adherence to proper technique

    of hand hygiene; Methods exploratory, bibliographical and qualitative study, drawn

    from the selection of scientific literature published in journals indexed and available

    on the Virtual Health Library (BVS): Nursing Database (BDENF) and Google Scholar,

    and selected 12 articles. Conclusion: Non-adherence of the nursing staff on hand

    hygiene technique is the result of the main factors, such as lack of time in performing

    similar tasks, task overload and lack of appropriate materials (liquid soap and paper

    towels). Failure to perform this technique compromises the safety of staff and

    patients, exposing them to the transmission of nosocomial infections.

    Keywords: Handwashing, Adhesion, nursing team

  • LISTA DE ABREVIATURAS

    ANVISA Agncia Nacional de Vigilncia Sanitria

    BDENF Base de Dados da Enfermagem.

    BVS Biblioteca Virtual da Sade.

    CCIH Comisses de Controle de Infeces Hospitalares

    CDC Centro de Controle de Doena e Diagnostico

    EPIs Equipamento de Proteo Individual

    IACS Infeces Associada ao cuidado em Sade

    IRAS Infeco Relacionada Assistncia a Sade

    OMS Organizao Mundial de Sade

    PCIH Programa de Controle de Infeces Hospitalares

    PP Precauo Padro

  • LISTA DE FIGURAS

    Figura 1- Tcnica de higienizao das mos. ........................................................... 17

    Figura 3 - Exemplificao da seleo dos artigos ..................................................... 25

  • LISTA DE TABELAS

    Tabela 1 -Artigos selecionados com ano, ttulo, objetivo e resultados. ..................... 26

  • LISTA DE GRFICOS

    Grfico 3 - Situaes em que os profissionais referem no deixar de realizar a

    higienizao das mos N=100% ............................................................................... 19

    Grfico 1- Seleo dos artigos de acordo com a base de dados N= 2505=100%, =

    N=15=1,6% N= 2490-98,4%. .................................................................................... 24

    Grfico 2 - Amostra dos artigos analisados de acordo com o ano de publicao.

    N=12=100% .............................................................................................................. 26

  • SUMRIO

    1 INTRODUO ................................................................................................ 12

    1.1 OBJETIVOS .................................................................................................... 14

    1.1.1 Objetivo geral ............................................................................................. 14

    1.1.2 Objetivos especficos ................................................................................ 14

    2 REVISO DA LITERATURA .......................................................................... 15

    2.1 HIGIENIZAO DAS MOS UMA BREVE REFLEXO DO SURGIMENTO 15

    2.2 TRANSMISSO DOS MICRORGANISMOS .................................................. 16

    2.3 AVALIAO DA EFICCIA DO USO DE SABO E ANTISSPTICOS PARA

    HIGIENIZAO DAS MOS .................................................................................... 17

    2.4 IDENTIFICAO DA ADESO DA EQUIPE DE ENFERMAGEM SOBRE A

    TCNICA ADEQUADA DA HIGIENIZAO DAS MOS ....................................... 18

    3 MATERIAL E MTODO .................................................................................. 21

    3.1 TIPO DE PESQUISA ....................................................................................... 21

    3.2 UNIVERSO DE ESTUDO E AMOSTRA ......................................................... 22

    3.3 CRITRIOS DE INCLUSO E EXCLUSO ................................................... 22

    3.4 COLETA DE DADOS ..........