Aditivos Concreto-Argamassa

download Aditivos Concreto-Argamassa

of 61

  • date post

    26-Oct-2015
  • Category

    Documents

  • view

    53
  • download

    8

Embed Size (px)

Transcript of Aditivos Concreto-Argamassa

  • Bom Dia!

  • IntroduoProdutos que adicionados em pequenas quantidades a concretos de cimento e a argamassas modificam algumas de suas propriedades, no sentido de melhor adequ-las a determinadas condies.

    Quarto componente do concreto;

    Estados Unidos, Japo e Alemanha, utilizam cerca de 80% de concreto aditivado.

  • Aditivos Para ConcretoAo Qumica

    AAceleradoresRRetardadores

    Ao Fsica

    IARIncorporador de arPPlastificantesSP SuperplastificantesFSuperfluidificantesIMImpermeabilizantes

  • Efeitos Genricos Aumento da trabalhabilidade; Reduo do consumo de gua; Maior resistncia; Reduo da gua e do cimento; Aditivos com alto teor de slidos so mais eficientes.Vantagens:

  • Plastificantes

    Maior resistncia mecnica;Maior impermeabilidade e durabilidade;Minimizao de retrao, fissuramento e exsudao;Melhor proteo e aderncia da armadura;Fcil adensamento e bombeamento;Melhor aspecto, em caso de concreto aparente.Reduo da tenso superficial da gua; Diminuio do coeficiente de atrito dinmico (efeito lubrificante);Disperso das partculas finas (efeito dispersor).

    Emprego dos aditivos

  • Tendo a gua como veculo, as molculas dos produtos orgnicos so absorvidas nas superfcies dos gros em dezenas de camadas moleculares. Plastificantes

  • Caractersticas:

    Liquido, isento de cloretos, composto basicamente por lignosulfonatos

    Campos de Aplicao

    Concretos com altas resistncias mecnicas e maior resistncia corroso atmosfrica.Concretos bombeados.Concretos aparentes.

    Preparo do Produto

    Adicionado gua de amassamento do concreto.

    Plastificantes

  • Aplicao

    Pode-se reduzir a quantidade de gua em relao ao concreto padro, verificando-se antes a trabalhabilidade desejada. Embora possa apresentar consistncia mais encorpada ao sair da betoneira, o concreto aditivado com plastificante facilmente adensvel, o que evita a ocorrncia de segregaes e bicheiras.

    Consumo Aproximado

    0,2 a 0,3% sobre a massa de cimento. Mediante a realizao de ensaios, podem-se utilizar dosagens maiores.

    Plastificantes

  • Superplastificantes

    Ideais em casos de armaduras densas, bombeamentos, concretos aparentes de alta resistnciaPermitem reduzir consideravelmente a relao /cimento;No alteram o tempo de pega do concreto.Permite resistncia inicial elevadaPerodo de eficincia: muito limitado (provoca excelente disperso das partculas de cimento na gua o que leva a uma acelerao da taxa de hidratao do cimento).

  • Quando o superplastificante utilizado como redutor de gua, a diminuio da relao gua/cimento leva a uma melhoria das propriedades mecnicas e durabilidade do concreto, uma vez que, a porosidade total sofre um decrscimo. Pode-se esperar uma reduo em 25 a 35 % o contedo de gua, ocorra um aumento do 50 a 75 % na resistncia compresso para a idade de 1 dia.

    Caractersticas

    Lquido, isento de cloretos, composto basicamente de resina melaminaformaldedoSuperplastificantes

  • Campos de Aplicao

    Concretagem de edifcios, pavimentos, pontes, reservatrios e silos.Concreto bombeado, pr-moldado e protendido.Concretagem para armaduras densas.Concreto de alto desempenho, com slica ativa (microslica).

    Consumo Aproximado

    0,5 a 1,5% de sobre a massa de cimento.

    Superplastificantes

  • Preparo do Produto

    Adicionar gua de amassamento imediatamente antes do lanamento do concreto, pois o efeito do produto decai em aproximadamente 30 minutos. Misturar por 5 minutos, no mnimo, em betoneira.

    Em qualquer situao, entretanto, para se ter maior tempo de trabalhabilidade, aconselha-se dos-lo logo antes do lanamento e posteriormente deixar a betoneira na rotao mais baixa possvel, evitando que a energia cintica desenvolvida venha a diminuir o tempo de fluidez Superplastificantes

  • Os retardadores tm a funo de retardar a hidratao inicial dos gros de cimento;Tambm plastificam a mistura;Permitem maior tempo de manuseio do concreto;Inibem o surgimento de juntas frias;Permitem a concretagem das peas de difcil acesso e vibrao.Uso fundamental quando se trata de transportar concreto a longas distncias.Retardadores

  • As superdosagens podem levar uma retardao de at alguns dias e uma perda excessiva de gua por evaporao. Conseqentemente, ocorrero fissuras, esfarelamento superficial e queda de resistncia, caso no se faa uma cura adequada.

    Em dosagens exageradas, aproximadamente 1% sobre a massa de cimento, a pega pode se dar aps vrios dias. O concreto se desintegra ao serem removidas as frmas.

    Retardadores

  • Retardadores Caractersticas:

    Lquido, isento de cloretos composio basicamente de carboidratos

    Campos de Aplicao

    Indicado para concreto estrutural, em usinas e grandes obras como:concreto massa em barragens;concreto protendido e pr-moldados;concreto bombeado.

  • Preparo do Produto

    Adicionado gua do amassamento, podendo ser usado conjuntamente com plastificante ou incorporador de ar.

    Consumo Aproximado

    0,2 a 0,3% de aditivo sobre a massa de cimento.

    Em dosagens exageradas, aproximadamente 1% sobre a massa de cimento, a pega pode se dar aps vrios dias. O concreto se desintegra ao serem removidas as frmas.Retardadores

  • AceleradoresEmpregados quando o concreto necessita ser solicitado a curto prazo;Reduzem o tempo de desforma;Os aceleradores base de cloreto so os mais eficientes;Quanto maior o consumo de cimento, maior a eficincia do acelerador. So aqueles aditivos que por ao qumica aceleram a velocidade de hidratao do cimento, podendo ser considerados como aceleradores de pega ou de endurecimento.

  • AceleradoresCaractersticas

    Lquido, no alcalino, isento de cloretos, composto por sulfatos.

    Campos de Aplicao

    Concretos projetados para:tneis;abbadas;taludes;canais;reservatrios;reparos e reforos estruturais

  • Preparo do Produto

    Fornecido pronto para o uso. Devendo ser empregada areia seca para melhor aproveitamento do produto.

    Consumo Aproximado

    Dosado conforme a resistncia e o tempo de pega desejados: 3 a 12% sobre a massa de cimento.

    Esse tipo de acelerador, no pode ser empregado para concretos protendidos devido possibilidade de provocar corroso intercristalina nos cabos submetidos tenso.Aceleradores

  • SuperfluidificantesNo diferem no seu mecanismo de atuao dos plastificantes, apenas sua atuao qumica muito mais enrgica e seu poder de reduo de gua em regra de 4 a 8 vezes superior.Eles tendem a ter diversificada natureza .

    A regra faz referncia a estes aditivos como a gua de reduo misturas superiores.

  • Caractersticas: Composto na sua maioria por : sulfonado condensados, lignosulfonato modificados, steres acidosulfnicos e carbonato.

    Os dois primeiros so os mais usados e para a brevidade so chamados superplastificantes melamina-base e base neftaleno. Superplastificantes so solveis em gua, tm um baixo teor de impurezas, mesmo em doses muito elevadas e os efeitos colaterais que no apresentam indevidamente prejudicial. Quase todos esto na forma de sais de sdio, mas tambm produzem sais de clcio. Superfluidificantes

  • Efeito

    As grandes molculas ao redor das partculas de cimento so uma carga altamente negativa e se repelem. Resultando em defloculao e disperso das partculas de cimento. Portanto, a melhoria resultante em trabalhabilidade pode ser explorada de duas maneiras:

    Produo de concreto com alta trabalhabilidade.Produo de concreto com uma resistncia muito alta. Superfluidificantes

  • Agentes de CuraFormulados para facilitar os trabalhos de desforma e cura dos elementos de concreto, melhorando seu aspecto visual.Sua aplicao se efetua antes do enchimento das formas e sua atuao usualmente baseada em dois princpios distintos: ao fsica e ao qumica.So normalmente constitudos por solventes bastante volteis que contm substncias dissolvidas em si.

  • Agentes de curaUso recomendado

    Locais onde a cura mida com gua impraticvel

    Mecanismo principal de ao

    A evaporao do solvente propicia a formao de uma pelcula contnua que impede a evaporao da gua de amassamento.

  • Influncia dos Aditivos Plastificantes Sobre a Resistncia de Concretos De Mesma Relao a/cPlastificanteAceleradorRetardadorSem aditivo com consistncia mais seca

  • Incorporadores de ArMaior plasticidade;Impermeabilidade e resistncia aos ataques qumicos de guas agressivas;Menor segregao e exsudao;Funo primordial de suprir a deficincia de finos;A plasticidade conferida permite reduzir a quantidade de gua;Resistncia ao ataque dos sulfatos.

  • f das micro bolhas100 a 500 mmZona de concreto protegida da ao do geloMicro bolhas de arZonas desprotegidas por estarem distantes das micro bolhas

    Mecanismo de ao:Incorporadores de Ar

  • Caractersticas

    Lquido , isento de cloretos, composto basicamente por alquil-aril-sulfonado.

    Campos de Aplicao

    Concreto massa.Concreto em contato com gua do mar.Concreto pobre em finos.Argamassa com trao pobre em cimento Incorporadores de Ar

  • Incorporadores de ArPreparo do Produto

    Adicionado gua de amassamento. Usando tambm o plastificante redutor de gua, adicion-los separadamente gua. Misturar por aproximadamente 5 minutos na betoneira.

    Aplicao

    Para o mesmo fator gua/cimento, a resistncia mecnica decresce medida que a quantidade de ar incorporado cresce.

    Consumo Aproximado

    0,04 a 0,12% sobre a massa de cimento.

  • Fatores que influenciam o volume de ar incorporado:

    Quantidade de finos no trao. Acima de 300 kg/m (incluindo o cimento) a incorporao de ar restrita por haver pouco espao livre para gerao de bolhas.Proporo de gua na mist