ABA2012 Zoy Anastassakis

download ABA2012 Zoy Anastassakis

of 9

  • date post

    07-Nov-2014
  • Category

    Design

  • view

    794
  • download

    0

Embed Size (px)

description

A antropologia do design: observações sobre as apropriações da prática antropológica pelo design hoje. Artigo de Zoy Anastassakis, Prof. Adj. ESDI/UERJ para ABA 2012

Transcript of ABA2012 Zoy Anastassakis

  • 1. 1 A antropologia do design: observaes sobre as apropriaes da prtica antropolgica pelo design hoje1 Zoy Anastassakis, Prof. Adj. ESDI/UERJ Resumo No campo do design, h quase trinta anos vem ocorrendo um forte investimento de aproximao com conceitos e ferramentas relacionados prtica antropolgica. Esse movimento expandiu-se de tal forma que hoje possvel encontrar antroplogos contratados por escritrios de design, em diversas regies do mundo, bem como dois programas de mestrado em design anthropology - no Departamento de Antropologia da Universidade de Aberdeen, Esccia, e no Departamento de Design da Universidade de Swinbourne, Austrlia. fcil, tambm, adquirir publicaes sobre antropologia aplicada ao design. No Brasil, em cursos de graduao em design como o da PUC-Rio, nas fases de projeto em que precisam ir a campo coletar informaes e travar contato com aqueles para quem eles desenvolvem os produtos, os alunos so acompanhados e orientados por antroplogos. No Rio Grande do Sul, alunos da especializao em design estratgico da UNISINOS tambm so apresentados antropologia, e praticam exerccios que envolvem pesquisa etnogrfica de campo. Nessa comunicao, a partir de uma rpida reviso histrica de tal aproximao, pretendo discutir algumas implicaes das apropriaes da antropologia pelo campo do design, e, assim, contribuir para o debate sobre as demandas, definies e recortes que incidem sobre a antropologia na contemporaneidade. Palavras-chave: antropologia design interdisciplinaridade 1 Trabalho apresentado na 28a Reunio Brasileira de Antropologia, realizada entre os dias 02 e 05 de julho de 2012, em So Paulo, SP, Brasil.
  • 2. 2 Em 2011, a editora austraca Springer-Verlag publicou a coletnea de artigos Design anthropology: object culture in the 21st century, organizada pela professora de histria e teoria do design na Universidade de Artes Aplicadas de Viena, Alison J. Clarke. Alm de lecionar, a editora do livro, mestre em histria do design pelo Royal College de Londres, doutora em antropologia social pela Universidade College London, diretora de pesquisa de Fundao Victor Papanek. Autora do livro Tupperware: the promise of plastic in 1950s America, Alison Clarke tambm organizou, no Royal College, em 2005, a conferncia internacional Interior Insights: design, ethnography and the home. O termo design anthropology, que d nome coletnea publicada em 2011, nomeia tambm dois cursos de mestrado strictu sensu, um deles na Esccia, o outro na Austrlia. O curso australiano, coordenado pela antroploga norte-americana Dori Tunstall, oferecido pela Swinburne University of Technology, em seu departamento de design. O curso escocs oferecido pela Universidade de Aberdeen, em seu departamento de antropologia. Sob coordenao do antroplogo James Leach, o programa tem parceria com o Participatory Innovation Research Centre, do Mads Clausen Institute for Product Innovation, University of Southern Denmark, que, por sua vez, foi parceiro da Danish Design School e de outras seis organizaes no desenvolvimento da publicao Rehearsing the future, de 2010, que apresenta os resultados de um projeto-piloto que buscava colocar em prtica o que foi ali nomeado de Design Anthropological Innovation Model (DAIM). Variaes do termo design anthropology so encontradas em inmeros outros trabalhos, resultados de pesquisas acadmicas e de prticas correntes no mercado, ligados ambos ao campo profissional-acadmico do design, em diversos contextos. Citemos alguns exemplos, ligados universidade: em 2011, na Nordic Design Research Conference, Tau Ulv Lenskjold, da Danish Design School, apresenta o artigo Accounts of a critical artefacts approach to design anthropology. Em 2009, Leslie MacNeil Weber apresenta, na diviso de design da Universidade de Washington, EUA, a monografia de concluso da graduao Design ethnography: strategy for visual communications. Dois anos antes, em 2007, na University of Southern Denmark, no j citado Mads Clausen Institute for Product Innovation, Brendon Clark apresenta a tese de doutorado intitulada Design as sociopolitical navigation. A performative framework
  • 3. 3 for action-oriented design, que tem um captulo inteiramente dedicado conceituao do que o autor nomeia de action-oriented design ethnography. No mesmo ano, durante o curso Introduction to Design Anthropology, ministrado pela antroploga Christina Wasson, na University of North Texas, o aluno Jen Cardew Kersey organiza uma bibliografia comentada sobre o tema do curso. No ano anterior, Bruce M. Tharp, do Departamento de Antropologia da Universidade de Chicago, compila o volume Ethnography and design: resources for teaching and research. Em 2002, publicada a coletnea de artigos, Design and the social sciences: making connections, organizada pelo designer Jorge Frascara, referncia importante para a consolidao de algumas tendncias que iriam se espraiar pelo campo do design, em diversos contextos nacionais, nos anos seguintes. Professora associada do departamento de antropologia da University of North Texas, Christina Wasson autora de um artigo citado em vrios dos trabalhos mencionados acima. Publicado em 2000 pela revista Human Organization, produzida pela Society for Applied Anthropology, o artigo Ethnography in the field of design comenta alguns (dos considerados) episdios-chave para a aproximao do design com conceitos e prticas identificadas por aquela comunidade acadmico-profissional como prprias da antropologia. Os trabalhos acima citados, todos eles produzidos a partir de universidades, tem em comum o investimento em traar o histrico das relaes entre design e antropologia, o que, no campo do design - seja na academia seja no mercado -, vem cada vez mais ganhando espao. Investigando o que Clarke identifica como uma transformao do design, via antropologia (Clarke, 2011: 10), vrios desses autores localizam entre as dcadas de 1970 e 1980 o incio de uma aproximao mais sistemtica, em meio comunidade de design, com as questes e os procedimentos associados, por eles, antropologia. Dessa forma, segundo Clarke, o livro Design anthropology descreve a seismic shift in the way experts and users conceptualize, envisage, and engaje in object culture. As the output of contemporary design becomes evermore diverse, the term design itself is increasingly redundant in its capacity to capture the sheer heterogeneity of the processes, practices, and materialities involved in the making of stuff. Designers are now as likely to engaje in social research as they are in making of form: once an intuitive
  • 4. 4 process, gauging cultural relevance has become part of a burgeoning rea design anthropology (2011: 09). Na coletnea organizada por Clarke (2011), a editora assina um artigo que prope explorar a relao histrica do design com a antropologia (Clarke, 2011: 74), a partir da dcada de 1970, onde entende haver um ponto de inflexo crucial para a profisso do design, que passa a questionar, naquele momento, seu papel social e ecolgico na produo de mercadorias (idem). Segundo a autora, a emergncia de uma cultura crtica no campo do design, que questionava a prpria prtica da disciplina em suas relaes com a sociedade, chama a ateno dos seus praticantes para a antropologia, que, naquele momento, parece oferecer um modelo alternativo de uma criatividade no-capitalista (idem). Nesse movimento, haveria, nos anos 1970, a move towards anthropology as a source of pre-modern promise. The vernacular and anthropological object was a remnant of a world as yet untouched by wanton commercialism, applied aesthetics, and alienating commodity culture. As a source, the objects of other cultures offered designers the opportunity to re-enchant society and free themselves from the stigma of being the handmaidens of capitalism (idem: 77). Nesse contexto, teve papel fundamental o livro Design for a real world, de Victor Papanek, publicado em 1971. Segundo Clarke, no livro, o autor aponta para a antropologia como um antdoto para a condio alienada da qual toda uma gerao de designers desiludidos (idem: 78) sentia estar aprisionada. Assim, as proposies de Papanek, no livro, explicitavam o que seria um dos grandes dilemas dos designers no sculo XX, a saber: sua inconscincia quanto s responsabilidades morais e sociais envolvidas na prtica profissional. Em busca de ecologias alternativas de design (idem: 79), ele reuniu uma considervel bibliografia de antropologia, bem como fez diversas incurses em campo, em meio a vrios grupos sociais, dentre eles os esquims, tema do artigo Os melhores designers do mundo?, publicado no livro Arquitectura e Design. Ecologia e tica (Papanek, 1995). importante ressaltar, como faz Clarke, que o interesse de Papanek (que se expande rapidamente pelo campo do design) por antropologia parte de uma ampla popularizao desse campo de estudos no correr dos anos 1970 (idem). Segundo a autora, o que fez do interesse de Papanek pela antropologia uma influncia to efetiva em meio a comunidade de designers sua habilidade de aplicar princpios de anlise dos objetos e da cultura material em sua cultura, assim como nas demais. Ou seja, Papanek combinava uma compreenso nuanada das culturas materiais nativas com
  • 5. 5 uma fascinao informada pelo exoticismo de sua prpria cultura. Dessa forma, segundo Clarke, ele conseguia revelar, em suas observaes, as idiossincrasias do design. Destacando o papel fundamental de Papanek na popularizao da antropologia entre os designers, Clarke sublinha que there has been a seismic shift in the design culture in the last decades, whereby users and methods of anthropological inquiry have emerged as