04-01-11

download 04-01-11

of 11

  • date post

    19-Feb-2016
  • Category

    Documents

  • view

    238
  • download

    0

Embed Size (px)

description

jornal, economoa

Transcript of 04-01-11

  • IPC-S chega a 1,06% puxado porcusto da educao e dos transportes

    EDITORIALEDITORIALEDITORIALEDITORIALEDITORIAL

    CAUSA&EFEITO

    Comecemos pelo bvio: gastar mais do que se arrecadaproduz dficit, que se transforma em dvida, que paga juro,que aumenta a despesa, que pressiona o dficit, que pressio-na a dvida.

    Juntemos a esta ciranda a tradio brasileira de default.Ou calote em lngua de gente. E teremos bela taxa bsicade juro. A maior do mundo entre emergentes&ricos.

    - Qual o efeito dos belos juros que pagamos para rolar a cres-cente dvida pblica?- Eles atraem grana global a granel. Que acaba por valorizaro REAL. Ora, a valorizao do real estimula a importao edesestimula a exportao. E assim desequilibra a balana co-mercial. E desafia os nossos produtores no mercado interno.Que chiam, choram, rangem os dentes. E, apocalpticos, ace-nam com o espectro da desindustrializao. A resposta sertema de um prximo editorial.

    CURITIBA, TERA-FEIRA, 18 DE JANEIRO DE 2011

    Ano XXXIV | Edio n 8296 | R$ 1,50 | WWW.ICNEWS.COM.BR

    &DIRIO. MAIS QUE NOTCIAS. INTELIGNCIA. CONHECIMENTO.

    Indstria Comrcio

    CENTRAL DE ATENDIMENTO: 41 3333.9800 E-MAIL: PAUTA@INDUSCOM.COM.BR

    CMYK

    Setor das feiras esperamovimentar 3,5bi em 2011

    NegciosBC comea a receber Declaraode Capitais no Exterior

    Economia

    Contexto Poltico

    No que o senador eleito e ex-governadorest correndo atrs do prejuzo?!

    NACIONAL POLTICA | A5

    FFFFFbiobiobiobiobio Campana

    Requiocorre atrsdo prejuzo

    IndicadoresCMBIO

    Moeda Compra Venda

    Dlar turismo1,6000 1,7400

    Dlar comercial1,6810 1,6830

    Dlar paralelo1,5900 1,7300

    Euro2,2317 2,2340

    Ouro (Grama/R$):174,63

    MAIORES ALTAS COTAONADIR FIGUEI 14,98MENDES JR 39,50SCHLOSSER 4,50FISET TUR 0,94REDE ENERGIA 5,35

    MAIORES BAIXAS COTAOELETROBRAS 0,91ELETROBRAS 1,34BRADESCO 1,12J B DUARTE 0,06RIMET 6,21

    MAIORES ALTAS COTAOBRASKEM 20,00HYPERMARCAS 22,20AMBEV 47,66MRV 16,25NATURA 46,44

    TIM PART S/A 5,88USIMINAS 22,50TIM PART S/A 7,34BROOKFIELD 8,35PORTX 3,65

    Partidos insatisfeitos comcargos no prejudicaro votaes

    NacionalPoltica

    ArArArArAroldo Muroldo Muroldo Muroldo Muroldo Mur

    Comeoua retiradado lixo txicoda resicorA empresa curitibana Am-biental iniciou a to espe-rada remoo dos tambo-res do depsito da Resicorde Jacarezinho. Uma car-reta carregada com as pri-meiras 27 toneladas dosresduos (aproximada-mente 160 tambores) saiuda cidade no final da tardeem direo ao depsito daempresa localizado em Bal-sa Nova, cidade metropo-litana de Curitiba.

    MUNICPIOS DO PARAN | A4

    A entrevista dada a coluna pelosecretrio da Cultura, Paulino Vi-apiana, repercute em Chicago,onde mora a pintora Bia Wou como marido, o cnsul geral e minis-tro Joo Almino de Souza Filho.Ela acha que o MON tem queprofissionalizar seu quadros, pagarbons profissionais e atrair pblico.Sem esquecer, diz, que museu temde exercer papel didtico. Bia tambm contra a ideia de um Con-selho Consultivo para o Museu,uma das poucas obras de JaimeLerner que no foram satanizadapor Roberto Requio. E do qualMaristela Requio fez-se secret-ria de Estado extraordinria.

    Para rir e, refletir sobre costumese hbitos, e um pouco da histriado Paran recente, o jornalista lem-bra que as freiras do Colgio Caju-ru, anos 1920, se assustavam coma aluna que queria trocar de peasntimas diariamente, assim comopedia o direito a banho dirio.

    PGINA A3

    Provincianismo limitar o MON,reclama Bia Wouk

    Registro

    Edio Encerrada s 22h05.

    Condor arrecada alimentospara as vtimas do RioComo forma de contribuir eamenizar as dificuldades dosdesabrigados atingidos pelasenchentes no Rio de Janeiro,todas as 30 lojas do CondorSuper Center no Paran estoarrecadando donativos como:alimentos no perecveis, roupas,gua potvel e velas. As pessoasque desejem colaborar podemlevar suas doaes ao Condormais prximo de sua casa.

    Analistas financeiros detodo o pas acreditamque o Comit de Polti-

    ca Monetria (Copom) au-mentar a taxa bsica de ju-ros (Selic) dos atuais 10,75%para 11,25% ao ano, na reu-nio que o colegiado de dire-tores do Banco Central (BC)far hoje e amanh.A anlise consta no boletimFocus, divulgado ontem peloBC. H seis semanas os ana-listas apostam na evoluo dataxa Selic na primeira reuniodo Copom neste ano, comoforma de conter a inflao quevem crescendo desde setem-bro do ano passado e ser re-forada pelas despesas tpicasde incio de ano.

    ECONOMIA | B4

    Mercado estima aumento dejuros na reunio do CopomTaxa dever subir para conter a inflao que vem crescendo desde setembro

    O grupo educao, leitura e recreaoregistrou variao de 2,43%

    ECONOMIA | B4

    Prefeitura j arrecadou10 toneladas de donativospara desabrigados no Rio

    A Fundao de Ao Social(FAS) j arrecadou 10 tone-ladas de donativos, que seroencaminhados para as fam-lias desabrigadas no Rio deJaneiro. Somente neste finalde semana as doaes chega-

    ram a trs toneladas.Em princpio, disponibiliza-mos para o final de semanauma kombi para receber asdoaes.

    GERAL CURITIBA | A2

    Presidente da Fundao de Ao Social (FAS), Marry Ducci, recebe doaesde curitibanos para a campanha SOS RIO

    Irene Roiko/FAS

    Assim que a Cmara dos Depu-tados retomar os trabalhos le-gislativos a partir do incio defevereiro, ruralistas e ambien-talistas tero que encontrar umponto comum que viabilize aaprovao do novo Cdigo Flo-restal Brasileiro.

    NACIONAL POLTICA | A5

    Situao naregio serrana doRio pode acirrardiscusses sobreo Cdigo Florestal

    O Sebrae/PR e a Petrobras/PRpromovem em Curitiba, no dia25 de janeiro, s 19 horas, a pa-lestra empresarial Como ca-dastrar sua empresa junto aoscadastros Onip de bens e servi-os, CadFor e Navipeas.

    NEGCIOS | B1

    Sebrae ePetrobrasorientamempresrios

  • GeralCuritiba Indstria&Comrcio | Curitiba, tera-feira, 18 de janeiro de 2011 | A2

    "A mulher a poesia de Deus;o homem a simples prosa."

    Napoleo Bonaparte

    SOS RIO

    Previso do tempo

    Mn.: 12Mx.: 25

    Nesta tera-feira o tempofica instvel no Paran. Afrente fria atua com maisintensidade sobre asregies paranaenses emantm as condiesfavorveis para ocorrnciade chuva e temporaislocalizados. As temperatu-ras no ficam to elevadascomo nos ltimos dias,mas, mesmo assim, asensao de tempo abafadoprossegue. Tendncia deacumulados significativosde chuva, principalmentena "metade sul" do Estadonos prximos dias.

    fonte: www.simepar.br

    Assinaturas, PublicidadeLegal, Parque Grfico e

    Circulao:Rua Imaculada Conceio, 205

    CEP: 80215-030PABX Fone: (41) 3333.9800

    (41) 3334.4665 e-mail:publegal@induscom.com.br

    REDAO - Fone: 3333.9800 - E-mail:pauta@induscom.com.br

    Direo e Comercial:Rua Presidente Faria, 533Centro - CEP: 80020-290

    PABX Fone: (41) 3322.1012E-mail:

    diretoria@induscom.com.br

    comercial@induscom.com.br

    Os artigos assinados no representamnecessariamente a opinio do jornal.

    Fundado em 2 de setembro de 1976Fundador e Diretor Responsvel

    Odone Fortes Martins Reg.Prof. DRT/PR: 6993(ofm@induscom.com.br)

    GRUPO EDITORIAL INDSTRIA & COMRCIO - PARAN

    NEW CAST PUBLICIDADE & MARKETINGBRASLIA E RIO DE JANEIRO

    Atendimento : Flvio Trombieri Moreira Cel.: (61) 8155 2020Endereo: SRTVS Quadra 701 Bloco K Sala 624 Edifcio

    Embassy Tower Braslia DF - Cep.: 70.340 908Fone/Fax: (61) 3223 4081

    E-mail: new.cast@uol.com.br / new.cast@hotmail.com

    AB Notcias abnoticias@abcom.com.br

    DESTAQUE NO NORTEAs exportaes esto aumentando nos municpio

    do Vale do Iva, regio Norte do Estado. Em 2010 foi312,3 milhes de dlares, um aumento de 130.3%em relao a 2009. Entre os municpios em desta-que, esto Arapongas, Cambira, Jandaia do Sul eCalifrnia. Os principais compradores so os pasesda frica e os parceiros do Mercosul. Um dos pro-dutos de destaque foi o acar, com as novas usi-nas. Tambm foram comercializados gros e cereais.

    COOPERATIVAS EM ALTAO cooperativismo no Paran deve ter investimentos de 1,3bilho de reais. A Organizao das Cooperativas do Estadodo Paran (Ocepar) prev ainda que 900 milhes de reaissejam investidos em projeto agroindustriais. Um outro setorque ganha destaque entre as cooperativas o de serviosque atuam com costura, lavanderia e limpeza. Com 120 milreais de recursos, a primeira desse estilo foi criada em Cam-po Largo, na regio de Curitiba: a Unio das Lavadeiras, Pas-sadeiras e Costureiras da cidade.

    TOMATE EM ALTAProdutores rurais da regio de Francisco Beltro, no Sudo-este, colhem uma boa safra de tomate. Em Enas Marques,alguns agricultores conseguem de sete a oito quilos por uni-dade da planta. Dos que participam da Associao de Pro-dutores Agroecolgicos de Ver, oito investem no cultivode tomate orgnico, e esto tendo bons resultados. Os to-mates so comercializados para mercados da regio e emoutros estados.

    MANTENDO O VIGORO cardiologista e professor Mrio Maranho j tem uma boaagenda para cumprir em maio deste ano. Vai palestrar no14 International Toronto Heart Summit, no Canad. Depois,em Kuala Lampur, Malsia, tambm far uma palestra no 18Asian Pacific Congress of Cardiology. Antes, porm, em fe-vereiro, participa em So Paulo de Curso Internacional sobreAnti-Envelhecimento na UNIP, com o patrocnio da Acade-mia Internacional de AntiAging, sediada nos Estados Unidos,por quem foi convidado.

    INVESTIR NO PATRIMNIOO municpio de Castro, nos Campos Gerais, deve receber 36milhes de reais do PAC Cidades Histricas. A verba serdestinada a reforma do Museu do Trapeiro, Estao Ferrovi-ria e demais cuidados com o patrimnio. Sete municpiosparanaenses sero beneficiados com recursos, somando 205,4milhes de reais em investimento em obras como recupera-o de monumentos histricos e praas, alm de atividadeseducacionais. Paranagu, Guaratuba, Anton